RSS

Arquivo da tag: Zynga

Empresa de games sociais Zynga anuncia recuo de prejuízo no 4º tri

Com o novo site da Zynga, será possível jogar FarmVille sem usar os dados do Facebook (Foto: Divulgação)Zynga desenvolve games sociais, como ‘Farmville’
(Foto: Divulgação)

A Zynga, desenvolvedora de jogos para redes sociais, como “Farmville”, antecipou em uma semana a divulgação do resultado do quarto trimestre de 2013 e anunciou um recuo do prejuízo, mais demissões e uma grande aquisição. Em resposta, as ações subiram 23% no pós-mercado da bolsa de tecnologia Nasdaq, cotadas a US$ 4,38.

De outubro a dezembro de 2013, a empresa registrou prejuízo líquido de US$ 25,2 milhões, ante perdas de US$ 48,6 milhões apuradas um ano antes. A receita líquida recuou 43% no trimestre, em bases anuais, para US$ 176,4 milhões.

O faturamento com jogos on-line caiu 44%, para US$ 152 milhões, enquanto a receita com publicidade somou US$ 24 milhões, queda de 35%. Ambas as comparações levam em conta os três meses encerrados em dezembro de 2012 e 2013.

A Zynga apresentou um plano para reduzir em 15% o total de funcionários, ou 314 pessoas, com foco na parte administrativa, de suporte e manutenção. Em junho de 2013, a companhia já havia anunciado um corte de 18% de sua equipe, para se focar em jogos para celular.

Quando abriu capital, em 2011, a maior parte de jogos da Zynga eram projetados para o Facebook. Em meses, o crescimento começou a desacelerar, pois os usuários deixaram de jogar em computadores de mesa para usar aparelhos móveis. Agora, a empresa tenta correr atrás do prejuízo.

Foi anunciada na quinta-feira (30) a aquisição da desenvolvedora de jogos para aparelhos móveis NaturalMotion, por US$ 527 milhões, a serem pagos em ações e dinheiro. A empresa adquirida produz jogos como o “CSR Racing”, de corridas de automóveis, e “Clumsy Ninja”, em que jogadores podem treinar seu personagem para transformá-lo em um mestre de artes marciais.

Para o primeiro trimestre, a Zynga projeta perdas entre US$ 56 milhões e US$ 49 milhões. A receita é esperada entre US$ 155 milhões e US$ 165 milhões, incluídos os resultados da NaturalMotion.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Ações da Zynga caem após empresa mudar contrato com Facebook

Novo acordo “descola” a empresa do FB e a libera para novas parcerias, mas assusta investidores e ações acabam desabando 7%

A Zynga, empresa de jogos sociais que praticamente nasceu dentro do Facebook, tem visto suas ações caírem continuamente. Nesta sexta-feira, a queda foi de mais de 7%, segundo a agência de notícias Reuters, depois que os investidores reagiram negativamente à notícia do novo contrato celebrado entre a Zynga e o Facebook, que entrará em execução até 13 de maio de 2013. As ações da Zynga chegaram a 2,44 dólares nesta sexta-feira.

A empresa registrou na quinta-feira, dia 29/11, junto à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) a mudança do contrato, pelo qual o Facebook deixa de ter direitos exclusivos sobre vários jogos da Zynga e também libera a rede social para desenvolver seus próprios jogos. A Zynga, por sua vez, tem direito de lançar seus jogos em outras plataformas que não sejam o Facebook e deixa de ser obrigada a oferecer Facebook para seus jogadores como única alternativa de login em seus jogos.

O problema é que, enquanto a Zynga gera cerca de 15% da receita do Facebook, a receita gerada pelo Facebook para a Zynga representa praticamente 80% do seu faturamento total. Para os criadores de “Farmville” a queda do faturamento gerado por essa relação pode ser muito complicada.

O novo contrato diz ainda que a Zynga fica desobrigada de exibir anúncios servidos pela rede do Facebook e de oferecer Facebook Credits como moeda para o pagamento do uso de seus jogos no site zynga.com. As regras para o desenvolvimento de jogos para a plataforma do Facebook passam a ser as mesmas para a empresa que são empregadas atualmente para outros desenvolvedores de jogos e apps, eliminando “condições especiais” que estavam irritando outros desenvolvedores.

Para aplacar o mercado, o Facebook anunciou em comunicado oficial que não tem intenções de criar seus próprios jogos. “Não estamos no negócio de jogos e não temos planos de entrar nele. Estamos focados em construir uma plataforma para a qual jogos e aplicativos possam ser desenvolvidos”, diz o comunicado.

No relatório financeiro do terceiro trimestre fiscal, a Zynga comunicou que 84% da sua receita trimestral era gerada através da plataforma do Facebook. Em números absolutos, no entanto, a receita tinha caído 93% comparada com o mesmo período do ano anterior, o que pode justificar o interesse no distanciamento por parte da fabricante de jogos.

No mesmo relatório, no entanto, a Zynga relacionou entre seus fatores de risco, a possibilidade de “empresas grandes, com larga presença online, que até agora não desenvolveram jogos sociais, como Facebook, Google Inc. e Microsoft Corporation, virem a decidir criar tais jogos.” No relatório a Zynga também informa que está apostando em reorientar sua atividade para dispositivos móveis e fazer parcerias com outros desenvolvedores.

Para acalmar os temores, o diretor de vendas da Zynga, Barry Cottle, lançou um comunicado sobre o acordo, dizendo que ele ajudará a empresa a alcançar seus objetivos globais. “Nosso acordo modificado com o Facebook continua nossa longa e bem sucedida parceria e nos dá flexibilidade para assegurar a disponibilidade universal de nossos produtos e serviços”, Cottle disse.

* com John Ribeiro – IDG News Service

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Ações da Zynga caem após empresa mudar contrato com Facebook

Novo acordo “descola” a empresa do FB e a libera para novas parcerias, mas assusta investidores e ações acabam desabando 7%

A Zynga, empresa de jogos sociais que praticamente nasceu dentro do Facebook, tem visto suas ações caírem continuamente. Nesta sexta-feira, a queda foi de mais de 7%, segundo a agência de notícias Reuters, depois que os investidores reagiram negativamente à notícia do novo contrato celebrado entre a Zynga e o Facebook, que entrará em execução até 13 de maio de 2013. As ações da Zynga chegaram a 2,44 dólares nesta sexta-feira.

A empresa registrou na quinta-feira, dia 29/11, junto à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) a mudança do contrato, pelo qual o Facebook deixa de ter direitos exclusivos sobre vários jogos da Zynga e também libera a rede social para desenvolver seus próprios jogos. A Zynga, por sua vez, tem direito de lançar seus jogos em outras plataformas que não sejam o Facebook e deixa de ser obrigada a oferecer Facebook para seus jogadores como única alternativa de login em seus jogos.

O problema é que, enquanto a Zynga gera cerca de 15% da receita do Facebook, a receita gerada pelo Facebook para a Zynga representa praticamente 80% do seu faturamento total. Para os criadores de “Farmville” a queda do faturamento gerado por essa relação pode ser muito complicada.

O novo contrato diz ainda que a Zynga fica desobrigada de exibir anúncios servidos pela rede do Facebook e de oferecer Facebook Credits como moeda para o pagamento do uso de seus jogos no site zynga.com. As regras para o desenvolvimento de jogos para a plataforma do Facebook passam a ser as mesmas para a empresa que são empregadas atualmente para outros desenvolvedores de jogos e apps, eliminando “condições especiais” que estavam irritando outros desenvolvedores.

Para aplacar o mercado, o Facebook anunciou em comunicado oficial que não tem intenções de criar seus próprios jogos. “Não estamos no negócio de jogos e não temos planos de entrar nele. Estamos focados em construir uma plataforma para a qual jogos e aplicativos possam ser desenvolvidos”, diz o comunicado.

No relatório financeiro do terceiro trimestre fiscal, a Zynga comunicou que 84% da sua receita trimestral era gerada através da plataforma do Facebook. Em números absolutos, no entanto, a receita tinha caído 93% comparada com o mesmo período do ano anterior, o que pode justificar o interesse no distanciamento por parte da fabricante de jogos.

No mesmo relatório, no entanto, a Zynga relacionou entre seus fatores de risco, a possibilidade de “empresas grandes, com larga presença online, que até agora não desenvolveram jogos sociais, como Facebook, Google Inc. e Microsoft Corporation, virem a decidir criar tais jogos.” No relatório a Zynga também informa que está apostando em reorientar sua atividade para dispositivos móveis e fazer parcerias com outros desenvolvedores.

Para acalmar os temores, o diretor de vendas da Zynga, Barry Cottle, lançou um comunicado sobre o acordo, dizendo que ele ajudará a empresa a alcançar seus objetivos globais. “Nosso acordo modificado com o Facebook continua nossa longa e bem sucedida parceria e nos dá flexibilidade para assegurar a disponibilidade universal de nossos produtos e serviços”, Cottle disse.

* com John Ribeiro – IDG News Service

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Após resultados ruins, Zynga demite o COO John Schappert

A Zynga anunciou no final da tarde desta a quarta (8) a demissão de seu COO, John Schappert. A saída do executivo acontece uma semana após ele ter perdido poder para supervisionar o desenvolvimento dos games da companhia.

“John Schappert deixou a Zynga e seu Conselho Diretor”, escreveu em comunicado o CEO da empresa, Mark Pincus. “John fez contribuições significativas para  indústria de games ao longo de sua carreira e apreciamos tudo o que fez pela Zynga. Ele deixa a companhia como um amigo.”

No mês passado, a empresa anunciou resultados desapontadores, com impacto direto sobre as ações dela e do Facebook – fonte de grande parte dos rendimentos da companhia. Nesta quarta, as ações da empresa fecharam em queda, a 2,95 dólares.

A Zynga, que produz os jogos sociais mais populares do Facebook, como Farmville, reduziu as projeções para 2012 drasticamente. A expectativa de  ganhos por ação para o ano está em 9 centavos, bem abaixo da projeção anterior de Wall Street, de 26 centavos. 

Para o segundo trimestre fiscal encerrado em junho, a Zynga reportou prejuízo de 3 centavos por ação – ou lucro de 1 centavo por ação em base “ajustada”. O faturamento foi de 332,5 milhões de dólares. A projeção do mercado era de 344 milhões.

De acordo com a Zynga, o ajuste nas projeções foi feito para “refletir atrasos em lançamento de jogos, declínio acelerado dos games web existentes, em parte devido a um ambiente mais desafiador no Facebook, e expectativas reduzidas para o Draw Something”.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Após resultados ruins, Zynga demite o COO John Schappert

A Zynga anunciou no final da tarde desta a quarta (8) a demissão de seu COO, John Schappert. A saída do executivo acontece uma semana após ele ter perdido poder para supervisionar o desenvolvimento dos games da companhia.

“John Schappert deixou a Zynga e seu Conselho Diretor”, escreveu em comunicado o CEO da empresa, Mark Pincus. “John fez contribuições significativas para  indústria de games ao longo de sua carreira e apreciamos tudo o que fez pela Zynga. Ele deixa a companhia como um amigo.”

No mês passado, a empresa anunciou resultados desapontadores, com impacto direto sobre as ações dela e do Facebook – fonte de grande parte dos rendimentos da companhia. Nesta quarta, as ações da empresa fecharam em queda, a 2,95 dólares.

A Zynga, que produz os jogos sociais mais populares do Facebook, como Farmville, reduziu as projeções para 2012 drasticamente. A expectativa de  ganhos por ação para o ano está em 9 centavos, bem abaixo da projeção anterior de Wall Street, de 26 centavos. 

Para o segundo trimestre fiscal encerrado em junho, a Zynga reportou prejuízo de 3 centavos por ação – ou lucro de 1 centavo por ação em base “ajustada”. O faturamento foi de 332,5 milhões de dólares. A projeção do mercado era de 344 milhões.

De acordo com a Zynga, o ajuste nas projeções foi feito para “refletir atrasos em lançamento de jogos, declínio acelerado dos games web existentes, em parte devido a um ambiente mais desafiador no Facebook, e expectativas reduzidas para o Draw Something”.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,