RSS

Arquivo da tag: vulco

Voos são cancelados na Austrália e na Indonésia após erupção de vulcão

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Voos na Austrália e na Indonésia foram cancelados neste sábado (31) por causa do vulcão Sangiang, que entrou várias vezes em erupção desde sexta-feira (30) e lançou nuvens de quilômetros de altura na província de Sonda Ocidental, informou a imprensa local.

A nuvem de fumaça e cinza obrigou o cancelamento de vários voos na ilha de Darwin, no extremo norte da Austrália, sobretudo em direção a outras cidades australianas e à ilha indonésia de Bali.

As companhias aéreas afetadas são Virgin, Jetstar, Qantas, Emirates e Airnorth, segundo o jornal “The Australian”.

Tim Birch, do centro de meteorologia de Darwin, afirmou que uma nuvem afetou o Território Norte, o estado setentrional australiano.

“A nuvem que afeta Darwin durará pelo menos 18 horas. Veremos a coluna começar a se movimentar em direção ao leste no Território Norte e seguir de forma contínua até o leste no Monte Issa (Queensland), e depois começará a se dissipar”, afirmou o meteorologista.

“O vulcão ainda está entrando em erupção, como durante a maior parte do dia. Não de forma tão violenta como inicialmente, mas há uma coluna densa”, acrescentou.

As autoridades temem que a fumaça possa afetar voos até a cidade de Brisbane, no sudeste da Austrália, nos próximos dias.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Cientistas criam vulcão em laboratório para estudar raios em cinzas

Cientistas conseguiram reproduzir raios em meio à coluna de fumaça no laboratório (Foto: BBC)Cientistas conseguiram reproduzir raios em meio à coluna de fumaça no laboratório (Foto: BBC)

Um estudo realizado na Universidade Ludwig Maximilian em Munique, Alemanha, usa um vulcão criado em laboratório para estudar a incidência de raios que ocorre na coluna de fumaça durante uma erupção.

Corrado Cimarelli, um pesquisador italiano, estuda os raios que são observados frequentemente durante uma erupção em um pequeno vulcão, cuja abertura tem apenas três centímetros de diametro.

O “vulcão de laboratório” permite recriar e estudar os processos que dão origem às condições elétricas necessárias para que estes raios aconteçam. O objetivo é aprender mais sobre a natureza dos vulcões a partir do comportamento destes raios em suas colunas de fumaça.

“Os raios podem nos dizer muito sobre a estrutura da coluna de fumaça da erupção e sobre os tamanhos das partículas de cinzas”, disse Cimarelli à BBC.

Estas informações poderão dar uma indicação se uma erupção pode apresentar algum tipo de risco para aviões, acrescentou o cientista.

Raios
Apesar de ser pequeno, o vulcão de laboratório conseguiu reproduzir as condições que desencadeiam os raios em volta da coluna de fumaça durante a erupção. O mecanismo é simples: um tubo de metal quente e pressurizado do qual cinzas verdadeiras de vulcão, coletadas no Popocateptl do México, são aceleradas e lançadas em alta velocidade.

O vídeo em câmera lenta conseguiu capturar imagens dos minúsculos raios ‘dançando’ em volta da coluna de cinzas e fumaça.

Para conseguir descargas elétricas em um vulcão real é necessário um grande potencial elétrico entre as diferentes regiões da nuvem de erupção. As partículas de cinza podem ser carregadas ao serem quebradas ou friccionadas umas contra as outras.

Se as cargas são grandes o bastante e estão nos lugares certos dentro da coluna de fumaça e cinzas, um raio pode ‘pular’ de um lugar para outro. A partir da experiência na universidade alemã ficou claro que o tamanho das partículas é um fator muito importante. Quanto menores forem as partículas, maior o número de raios.

“Nós mudamos sistematicamente os tamanhos do material que estávamos usando e notamos que, se diminuíssemos o tamanho do grão da cinza, produzíamos mais raios”, afirmou Cimarelli.

A equipe do cientista italiano agora está levando os dados coletados no vulcão de laboratório para estudar um vulcão de verdade, o Sakurajima, no Japão. Este vulcão produz regularmente raios espetaculares.

Os cientistas vão verificar alguns fatos relativos ao tamanho das partículas das cinzas expelidas pelo vulcão. “O tamanho das partículas determina o tempo de permanência na atmosfera e, quanto menores elas forem, mais tempo elas ficam para serem carregadas pelo vento”, disse o cientista italiano.

“Isto, é claro, significa que se você tem partículas menores, elas podem ser carregadas por longas distâncias. E isto é uma má notícia para a aviação, algo que já sabemos depois da erupção do Eujafjallajokull em 2010.”

A fumaça expelida durante uma erupção do vulcão islandês paralisou o tráfego aéreo no continente europeu por diversos dias, causando imenso transtorno.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Usuário faz registro incrível de lago congelado em cratera de vulcão

O usuário “SiPee” publicou na rede social Reddit um registro impressionante de um lago congelado dentro da cratera de um vulcão. A foto foi feita durante um passeio pela região de Grímsnes, na Islândia.

O lago, conhecido como Kerid, é famoso entre turistas e moradores por seu formato peculiar e por manter sua caldeira vulcânica intacta.

A imagem foi bastante compartilhada pelos usuários e reproduzida mais de 132 mil vezes.

Usuário registrou lagoa de cratera vulcão congelada na Islândia (Foto: Reprodução/Imgur/SiPee)Usuário registrou lago congelado dentro de cratera vulcânica na Islândia (Foto: Reprodução/Imgur/SiPee)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Usuário faz registro incrível de lago congelado em cratera de vulcão

O usuário “SiPee” publicou na rede social Reddit um registro impressionante de um lago congelado dentro da cratera de um vulcão. A foto foi feita durante um passeio pela região de Grímsnes, na Islândia.

O lago, conhecido como Kerid, é famoso entre turistas e moradores por seu formato peculiar e por manter sua caldeira vulcânica intacta.

A imagem foi bastante compartilhada pelos usuários e reproduzida mais de 132 mil vezes.

Usuário registrou lagoa de cratera vulcão congelada na Islândia (Foto: Reprodução/Imgur/SiPee)Usuário registrou lago congelado dentro de cratera vulcânica na Islândia (Foto: Reprodução/Imgur/SiPee)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Cinzas de vulcão cobrem vila abandonada na Indonésia

Cinzas da erupção do vulcão cobrem árvores na Indonésia (Foto: Adek Berry/AFP)Cinzas da erupção do vulcão cobrem vila abandonada na Indonésia (Foto: Adek Berry/AFP)

Mais de 30 mil pessoas foram retiradas de suas casas na vila de Kutarayat, na região de Karo, na Indonésia, devido às erupções do vulcão Monte Sinabung, na Ilha de Sumatra.

Neste sábado (8), a vila abandonada apareceu novamente coberta pelas cinzas da erupção do vulcão, que continua a expelir fumaça.

Árvores, casas e automóveis estão cobertas por uma fumaça cizenta. Segundo o governo local, ao menos 16 pessoas morreram com causas  relacionadas à erupção do vulcão.

Cinzas da erupção do vulcão cobrem árvores na Indonésia (Foto: Adek Berry/AFP)Mais de 30 mil pessoas tiveram que deixar suas casas em área de erupção de vulcão na Indonésia (Foto: Adek Berry/AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Número de mortos após erupção de vulcão na Indonésia chega a 16

O número de mortos pela erupção do vulcão Sinabung, no oeste da Indonésia, aumentou nesta quarta-feira (5) para 16 após a morte de uma pessoa que estava no hospital. O vulcão entrou em erupção no último sábado (1°).

“O número de vítimas mortais é agora 16 e uma pessoa segue ferida”, informou o porta-voz da Agência Nacional de Mitigação de Desastres, Sutopo Purwo Nugroho, segundo o jornal “Jakarta Globe”.

Trabalhadores colhem alface de plantação perto do vulcão Sinabung, na Indonésia, nesta quarta-feira (5) (Foto: Beawiharta/Reuters)Trabalhadores colhem alface de plantação perto do vulcão Sinabung, na Indonésia, nesta quarta-feira (5) (Foto: Beawiharta/Reuters)

A vítima mais recente é um indonésio de 70 anos que tinha sofrido queimaduras em 45% do corpo e graves danos nos pulmões e nos rins.

Nugroho acrescentou que a atividade vulcânica do Sinabung “ainda é alta” e que a área de evacuação afeta um raio de cinco quilômetros da cratera.

O vulcão, situado na ilha de Sumatra, entrou em erupção em agosto de 2010 pela primeira vez em 400 anos. Ele está particularmente ativo desde setembro de 2013.

Mais de 25 mil pessoas tiveram que deixar suas casas desde então pelas repetidas eruções de lava, rochas e cinza, embora nenhuma tivesse morrido até o último sábado.

A Agência Nacional de Mitigação de Desastres elevou o alerta em 19 vulcões nesta segunda-feira (3): os de Bromo, Dieng, Ijen, Kelud, Papandayan, Raung e Semeru, em Java; Lewotobi Perempuan e Sangeang Api, em Nusa Tenggara; Dukono, Gamalama, Gamkonora e Ibu, em Molucas do Norte; Soputan, em Celebes do Norte; Kerinci, Merapi, Seulewah Agam e Talang, em Sumatra; e Anak Krakatau, entre Java e Sumatra.

A Indonésia está sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, e abriga mais de 400 vulcões. Pelo menos 129 continuam ativos e 65 estão qualificados como perigosos.

O vulcão Sinabung expele fumaça perto da vila abandonada de Sigarang-garang nesta quarta-feira (5) (Foto: Adek Berry/AFP)O vulcão Sinabung expele fumaça perto da vila abandonada de Sigarang-garang nesta quarta-feira (5) (Foto: Adek Berry/AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Pesquisadores usam drone para monitorar vulcão na Indonésia

Pesquisador solta drone distrito de Karo Sibintun nesta terça-feira (4) para monitorar a atividade do vulcão Monte Sinabung, que entrou em erupção no sábado (1º) e matou 11 pessoas. (Foto: Beawiharta/Reuters)Pesquisador solta drone no distrito de Karo Sibintun, nesta terça-feira (4), para monitorar atividade do vulcão Monte Sinabung, que entrou em erupção no sábado (1º) e matou pelo menos 14 (Foto: Beawiharta/Reuters)

O Centro de Desenvolvimento de Pesquisa e Tecnologia em Vulcões (BPPTK) da Indonésia está usando drones (aviões não tripulados) para monitorar a atividade do Monte Sinabung, vulcão que entrou em erupção no sábado (1°), na ilha de Sumatra.

 Peloo menos 14 pessoas morreram, segundo autoridades locais.

O Sinabung é um dos cerca de 130 vulcões ativos no país, que fica ao longo do chamado Círculo de Fogo, cinturão vulcânico nas margens do Oceano Pacífico.

A erupção mais mortal registrada na Indonésia nos últimos anos ocorreu no Monte Merapi, perto de Yogyakarta, cidade densamente povoada no centro da ilha de Java. O vulcão entrou em erupção no fim de 2010, matando mais de 350 pessoas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,