RSS

Arquivo da tag: vizinho

‘Não via nada com tanta fumaça’, diz brasileiro vizinho de desabamento

mapa desabamento prédio harlem (Foto: Arte/G1)O cabeleireiro e maquiador mineiro Marcello Costa (Foto: Arquivo pessoal)O cabeleireiro e maquiador mineiro Marcello Costa
(Foto: Arquivo pessoal)

Na manhã desta quarta-feira (12), o cabeleireiro e maquiador Marcello Costa, de 30 anos, conta que ouviu um estrondo quando saída do seu prédio para trabalhar. Há três anos morador do East Harlem, na ilha de Manhattan, em Nova York, ele pensou que fosse um acidente de caminhão e voltou para casa. O elevador estava parado e ele saiu para ver o que era. Quando andou cerca de 10 metros na rua, viu muita fumaça e os dois prédios desabados.

“O barulho foi muito forte, e tinha muita fumaça”, contou o brasileiro ao G1, por telefone. Marcello mora perto dos dois prédios na Park Avenue que desabaram nesta quarta após uma explosão, deixando pelo menos dois mortos e 18 feridos, segundo a prefeitura da cidade. Mais de 250 bombeiros participam do combate ao fogo e do resgate das vítimas e há relatos de desaparecidos.

Marcello diz que chegou a entrar de novo na sua casa e que viu muita fumaça. “O prejuízo é inimaginável. Mas eu estou bem, estou vivo. Um dos prédios que caiu tinha uma igreja embaixo, que eu costumava frequentar”, conta o mineiro de Nanuque que vive há 11 anos nos Estados Unidos.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que informações preliminares indicam que um vazamento de gás causou a explosão, de acordo com a imprensa norte-americana.

Marcello acredita na hipótese de terrorismo. “Pela explosão não foi só vazamento. Mas claro que o governo americano não vai colocar a população em pânico”, diz ele. Sua casa agora está isolada e ele está recebendo informações de vizinhos sobre a situação do local.

A explosão ocorreu por volta das 9h30 locais – 10h30 de Brasília. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, chegou ao local no início da tarde.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Condenado por colocar fogo na casa de vizinho é libertado por ser anão

Aaron Scott McLean no momento de sua prisão (Foto: Reprodução/YouTube/7NEWS)Aaron Scott McLean no momento de sua prisão (Foto: Reprodução/YouTube/7NEWS)

Um homem acusado de atear fogo à casa de seu vizinho após uma briga na Austrália foi solto porque a cadeia não pode atender às suas necessidades específicas pelo fato de ele ser anão.

Aaron Scott McLean, de 42 anos, começou um incêndio que provocou o equivalente a US$ 85 mil em danos à casa de seu vizinho em Broadview, bairro de Adelaide, em outubro de 2012, após uma briga por uma garagem compartilhada, segundo a imprensa local.

Ele foi preso em setembro de 2013 para cumprir uma pena de três anos, após ser considerado culpado, mas recorreu a um tribunal superior, que decidiu que seu nanismo e os problemas de saúde decorrentes dele tornariam “indevidamente duro” para ele cumprir a pena na prisão.

Apesar de o departamento de correções contestar a decisão, ele foi solto e sentenciado a um período de seis meses de prisão domiciliar.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Wi-Fi do vizinho é canal de acesso a web para 7,1 mi de brasileiros, diz estudo

Apesar de ser alvo de contestação na Justiça, o wi-fi do vizinho é a porta de entrada para a internet para 7,1 milhões de brasileiros, de acordo com um levantamento divulgado nesta segunda-feira (16) pelo instituto de pesquisas Data Popular.

Para apurar as informações, a consultoria ouviu 2 mil pessoas de cem cidades, espalhadas por todos os Estados e Distrito Federal, em junho de 2013.

A prática é mais amplamente difundida entre internautas da classe média. Considerando apenas as pessoas que se enquadram nessa faixa de renda, 10% afirmaram ter acesso à internet via Wi-Fi do vizinho, enquanto o percentual é de apenas 4% entre as classes alta e baixa.

Segundo o Data Popular, o compartilhamento ocorre sobretudo quando as velocidades dos pacotes de internet são mais elevadas, o que explicaria a baixa presença do recurso entre a classe baixa.

Outra razão, aponta a consultoria, é a maior proximidade entre os vizinhos de classe média, o que faz com que apenas um contrate o serviço e o compartilhe com os outros. Nesse sentido, tem força a visão nessa classe de que a banda larga é um investimento, que eleva o fluxo de informação e amplia as possiblidades de trabalho.

O assunto vem sendo contestado na Justiça. Na última sexta-feira (13), o Tribunal Regional Federal da 1ª Região negou um recurso do Ministério Público Federal (MPF) que considerava crime o compartilhamento de sinal de internet.

O MPF argumentava que a prática é uma “atividade de telecomunicação” e repassar a terceiros é exploração clandestina da atividade. Isso infringiria a Lei Geral das Telecomunicações (lei nº9.472/1997), resultando em penas de dois a quatro anos aos infratores, que pode ser aumentada em até 50% caso haja dano a terceiros, além de multa de R$ 10 mil. O TRF, porém, refutou a tese, afirmando que se trata de “serviço de valor adicionado”.

Jovens
Já na segmentação por idade, os jovens são os que mais utilizam o Wi-Fi do vizinho. Entre os entrevistados entre 16 e 25 anos, 21% disseram fazer o compartilhamento. A quantidade de adeptos cai conforme aumenta a idade: 8% das pessoas entre 26 e 39 anos; 3%, entre os que têm de 40 a 59 anos e nenhuma ocorrência entre internautas maiores de 60 anos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Homem joga pela janela e mata vizinho que ouvia música alto demais

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Um homem morreu ao ser empurrado pela janela do terceiro andar de um edifício residencial nesta segunda-feira (2) em Bogotá, na Colômbia, por um vizinho incomodado com o alto volume da música que a vítima ouvia em casa, informou a polícia.

A vítima, um corretor de bolsa de cerca de 30 anos, ouvia música com uma amiga de madrugada em seu apartamento no segundo andar, mas o volume incomodou o vizinho de cima, que reclamou do barulho.

A vítima foi até o terceiro andar e discutiu com o vizinho, de 48 anos, que o agrediu com uma arma branca e o jogou pela janela, explicou a polícia de Bogotá.

Outros moradores chamaram a polícia, que encontrou o corpo na área comum do prédio e logo depois deteve o assassino.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Americana bêbada é presa por urinar no sofá de vizinho

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Kimberly Ann Crosier-Crowley foi presa por urinar no sofá de seu vizinho (Foto: Divulgação/ York County Sheriff)Kimberly Ann Crosier-Crowley foi presa por urinar
no sofá de seu vizinho
(Foto: Divulgação/ York County Sheriff)

Uma mulher de 55 anos foi presa após urinar no sofá de um vizinho em New Freedom, no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Kimberly Ann Crosier-Crowley estava embriagada e entrou na casa de seu vizinho, Jon Pizzurro, que ficou assustado com a cena e chamou a polícia.

A ação ocorreu na noite do último sábado (24). Segundo a polícia, o homem ligou avisando que tinha uma mulher bêbada na sua casa e que ela não queria sair. “Enquanto esperava a polícia chegar, a mulher urinou em seu sofá em sua sala de estar”, afirmou a polícia do estado.

Quando a polícia chegou, Crosier-Crowley fugiu. A polícia conseguiu pegá-la quando ela tropeçou na sua própria calça na rua. Os policiais perguntaram o quanto ela havia bebido, e ela rebateu dizendo que não havia ingerido álcool. Quando os oficiais tentaram algemá-la, ela resistiu, e disse que queria ir para casa. Já quando perguntaram o nome dela, ela disse: “Eu acho que o meu nome é Kim Crowley”, relatou a polícia.

A polícia também falou com o marido de Crosier-Crowley, Jeff Crowley, que disse que sua esposa tinha bebido álcool dentro de sua casa e, em seguida, caminhado para fora.

A mulher enfrentou acusações de transgressão, conduta desordeira, embriaguez pública e vadiagem, segundo os documentos policiais. Ela foi presa com fiança estipulada em US$ 5 mil.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Alemão é processado por não engravidadar a esposa do vizinho!

Será verdadeira a notícia do rapaz que foi processado pelo vizinho por não ter conseguido engravidar a sua esposa? Veja o que descobrimos:

A notícia que começou a circular aqui no Brasil conta que um homem chamado Demetrius Soupolos queria ter um filho com sua esposa, Traute. No entanto, Demetrius – que vive com a mulher na Alemanha – descobriu que é estéril e não poderia engravidar a querida cônjuge. A solução encontrada pelo casal, segundo o Planeta Bizarro, foi contratar o vizinho. Frank Maus teria recebido a quantia de 2 mil euros para ter relações sexuais com Traute e engravidar a moça.

No entanto, depois de seis meses de tentativas (três vezes por semana!), descobriu-se que Frank – o contratado – também era estéril e não podia engravidar a belíssima mulher. A história ficou mais séria ainda depois que a esposa de Maus foi obrigada a admitir que os dois filhos do casal não eram dele!

O caso teria ido parar no tribunal de Stuttgart – na Alemanha, pois o contratante meteu um processo em Frank Maus exigindo seus 2 mil euros de volta. Ainda de acordo com a notícia, Maus disse que não vai devolver a grana, uma vez que não havia dado garantias de gravidez!

A primeira coisa que fizemos foi procurar algum processo com os nomes de Demetrius Soupolos ou de Frank Maus no site do Judiciário de Baden-Württemberg e, como imaginávamos, nada foi encontrado.

Mas pode ser que Demetrius, o marido que contratou os serviços de Frank Maus, não tenha dado continuidade ao processo. Será?

Quem ganharia o processo? Frank poderia alegar que também foi uma vítima, já que não sabia que também é estéril.

Nas versões da notícia em inglês em alemão – que surgiram em 2009 -, os textos afirmam que a esposa de Demetrius foi uma rainha da beleza, uma ex-miss. Talvez, Frank teria ficado muito interessado em fazer o “serviço” com mais afinco…

Divergência entre os valores divulgados na mídia ajudam a dar menos credibilidade à notícia. Jornais americanos afirmam que o valor pago por Demetrius foi de 2.500 dólares. Já a versão alemã diz que foram pagos 2.000 euros.

O jornal americano TRCB News foi mais longe e publicou também a foto da ex-miss Traude Soupoulos. Acontece que a linda moça mostrada na reportagem é, de fato, uma ex-miss. Só que o nome da garota é Laura Zuniga, Miss México.

Mais uma dúvida: Uma inseminação artificial não sairia mais barato do que os 2 mil euros pagos para Frank Maus?

Alguns requisitos são fundamentais para se criar um boato:

O fato deve ocorrer bem longe. As chances de alguém ir até lá para verificar são mínimasA história deve ser bem elaborada para que não haja furosQuanto mais fantástica, mais fácil são aceitas (acredite nisso)É bom adicionar um tom de ironia ao texto para cativar o leitor e ser repassadoHistórias envolvendo sexo e traição tem maiores chances de serem comentadas e espalhadas

Vasculhando um pouco mais a web, descobrimos que a notícia não é de 2009! Na verdade, todo mundo copiou um texto de julho 1978. O artigo foi publicado na página 27 da edição de numero 19 de uma revista chamada JET. Abaixo, podemos ver uma reprodução da matéria:

Revista JET - edição de julho de 1978 (reprodução da matéria) Revista JET – edição de julho de 1978 (reprodução da matéria)

Capa da revista JET - edição de julho de 1978 Capa da revista JET – edição de julho de 1978 (reprodução)

Se em 2009 é difícil verificarmos se uma história é verdadeira ou falsa, imagina só em 1978?

Livro Book os Losers cita a história de Demetrius Livro Book os Losers cita a história de Demetrius (reprodução)

Curiosamente, notícias a respeito do desfecho dessa história nunca mais foram publicadas na revista.

Em 1979, o cartunista canadense Ben Wicks inseriu a notícia em seu Book of Losers (Livro dos Perdedores). O livro catalogado na categoria de humor foi publicado pela editora McClelland & Stewart.

Mais tarde, em 2010, a dupla Gary e Patti Tyra citam o “infame” caso Demetrius Soupolos para ilustrar as dificuldades de relacionamentos entre casais no livro Beyond the Bliss: Discovering Your Uniqueness in Marriage. No texto, os autores não explicam se a notícia é real ou não, apenas a chamam de infame. No livro também não é explicado de onde tiraram a notícia e que fim levou essa história absurda.

O fato não aconteceu em 2009, tampouco deva ter acontecido em 1978. Algum desocupado desenterrou essa notícia em 2009 e a espalhou pela web. Notícia falsa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,