RSS

Arquivo da tag: Vietn

Vietnã não encontra destroços de avião em área apontada por satélite

Vídeo da rede americana CNN mostra imagem de satélite chinês com manchas que poderiam indicar localização do avião desaparecido (Foto: Reprodução/CNN)Vídeo da rede americana CNN mostra imagem de satélite chinês com manchas que poderiam indicar localização do avião desaparecido (Foto: Reprodução/CNN)

Autoridades do Vietnã anunciaram nesta quinta-feira (13) que seus aviões não encontraram eventuais destroços do avião malaio desaparecido, na região apontada por um satélite chinês por conter grandes “objetos flutuantes” que poderiam corresponder ao Boeing 777 da Malaysia Airlines. As buscas pela aeronave entraram no sexto dia.

“Esta manhã enviamos dois aviões AN-26 para inspecionar as zonas marítimas próximas da ilha de Con Dao, onde três objetos ‘suspeitos’ foram detectados por um satélite chinês. As aeronaves retornaram sem ter encontrado nada”, declarou Dinh Viet Thang, vice-diretor da Aviação Civil vietnamita.

A China anunciou que um de seus satélites de observação havia detectado três grandes “objetos flutuantes” em uma zona marítima na qual o Boeing poderia ter caído.

A China anunciou na quarta-feira que um de seus satélites detectou três “objetos flutuantes” de certo volume em uma zona marítima na qual poderia ter desaparecido o Boeing da Malaysia Airlines.

VALE ESTE 2 - mapa avião desaparecido malásia (Foto: Arte/G1)

Os objetos flutuantes foram detectados em alto mar, a 105,63 graus de longitude leste, e 6,7 graus de latitude norte, segundo o site da agência chinesa.

As autoridades também enviaram um avião de reconhecimento para a zona, mas por enquanto não declararam ter encontrado nada.

Horas de voo
Segundo o jornal “The Wall Street Journal”, o avião da Malaysia Airlines pode ter voado por cerca de quatro horas depois do de ter perdido contato com os radares, informaram investigadores americanos.

A estimativa se baseia em “informações enviadas automaticamente do motor do Boeing 777-200”, explicaram as fontes à publicação.

O ministro do Transporte da Malásia, Hishamuddin Hussein, disse nesta quinta que os relatos não são verdadeiros.

Segundo o jornal americano, o fabricante do motor do avião, a Rolls-Royce, recebe automaticamente os dados de altitude e velocidade das aeronaves como parte de seus acordos de manutenção com a companhia aérea.

Os investigadores analisam agora esses dados para determinar para onde se dirigiu o avião depois que foi perdido o contato com ele, de acordo com as fontes consultadas pelo “WSJ”.

Segundo suas estimativas, se o avião voou por mais quatro horas depois que sumiu dos radares, pode ter percorrido uma distância adicional de 2,2 mil milhas náuticas, o que lhe permitiria alcançar pontos como o Oceano Índico, a fronteira com o Paquistão ou o Mar Arábico.

Uma das hipóteses ventiladas pelos investigadores é que uma ou várias das pessoas que estavam a bordo pudessem mudar o rumo do avião “com a intenção de usá-lo para outro propósito”, explicaram as mesmas fontes.

Oficiais americanos informaram nesta quarta que os satélites espiões dos Estados Unidos não detectaram sinais de explosão em voo por ocasião do desaparecimento do Boeing da Malaysia Airlines.

O governo dos EUA já utilizou sua rede de satélites para detectar sinais de calor relacionados a explosões de aviões, mas desta vez não encontrou qualquer vestígio térmico, informaram os oficiais, que pediram para não ser identificados.

A ausência de vestígios de explosão só aumenta o mistério sobre o que ocorreu com o voo MH370.

O Boeing 777, com 239 pessoas a bordo, de várias nacionalidades, a maioria chinesas, viajava entre Kuala Lumpur e Pequim quando desapareceu dos radares na madrugada de sábado (tarde de sexta-feira no horário de Brasília).

As buscas cobrem atualmente 27.000 milhas náuticas (quase 90.000 quilômetros quadrados, o que praticamente equivale à superfície de Portugal). Doze países, incluindo Estados Unidos, China e Japão, participam nas operações, com navios, aviões e satélites.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Neozelandês diz que viu avião malaio em chamas no Vietnã

Um neozelandês garante que avistou o avião de Malaysia Airlines voando em chamas quando estava trabalhando na plataforma de petróleo Songa Mercur, no litoral sudeste do Vietnã, informou nesta quinta-feira (13) a imprensa local.

Mike McKay comentou com sua empresa, em um e-mail que foi divulgado ontem à noite, que acredita que viu “o avião da Malaysia Airlines cair. O horário coincide”, segundo a agência neozelandesa “APNZ”.

McKay afirma ter visto o avião em chamas “em grande altitude, até que o fogo se apagou após 10 ou 15 segundos”, acrescentou McKay, que explicou que tentou contato com as autoridades da Malásia e do Vietnã há vários dias, mas não sabe se eles receberam sua mensagem.

O voo MH370 saiu no último sábado de Kuala Lumpur às 0h41 locais (13h41 de Brasília da sexta-feira) e tinha previsão de chegada em Pequim cerca de seis horas mais tarde, mas desapareceu do radar uma hora depois da decolagem.

As autoridades malaias fazem buscas com 42 embarcações e 39 aviões de várias nações pelos destroços da aeronave em uma superfície de 500 mil milhas náuticas quadradas (1,71 milhões de quilômetros quadrados).

Três fotografias tiradas por um satélite chinês encontraram “objetos flutuando” no Mar do Sul da China, que poderiam pertencer à aeronave desaparecida.

O Boeing 777-200 tinha combustível suficiente para 7,5 horas de voo e transportava a 227 passageiros, entre eles duas crianças, e uma tripulação de 12 pessoas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Vietnã recupera objeto no mar, mas nega ser bote salva-vidas de avião

Uma equipe de resgate do Vietnã recuperou nesta segunda-feira (10) um objeto amarelo que flutuava no mar e determinou que ele não era parte de um bote salva-vidas, como se suspeitou anteriormente, informou a autoridade de aviação civil do país. Havia a esperança de que o objeto fizesse parte do avião da Malaysia Airlines que desapareceu há dois dias com 239 pessoas a bordo.

“Foi recuperado o objeto, após aviso e pedido do centro de resgate da Malásia, 130 quilômetros a sudoeste da ilha de Tho Chu. O objeto foi identificado como uma tampa coberta de musgo de uma bobina de cabos”, disse a Autoridade de Aviação Civil do Vietnã em seu site.

O órgão não especificou se o objeto fazia parte do avião, mas disse que irá enviar fotografias para seu centro de comando.

O Vietnã enviou dois helicópteros da ilha de Phu Quoc nesta segunda-feira para recuperar o item descoberto mais cedo por um avião de observação.

mapa avião desaparecido malásia - VALE ESTE (Foto: Arte/G1)

Até o momento, as operações de busca, que têm a participação de Austrália, China, Estados Unidos, Filipinas, Indonésia, Malásia, Cingapura, Tailândia, Vietnã e Nova Zelândia ainda não encontraram restos do aparelho.

O Boeing 777-200 decolou de Kuala Lumpur às 00h41 de sábado (hora local, 13h41 de sexta-feira no Brasil) e deveria aterrissar em Pequim seis horas mais tarde. Seu sinal no radar da Malásia foi perdido uma hora depois da decolagem.

O avião transportava 239 pessoas: 227 passageiros, incluídos dois menores, e 12 tripulantes malaios.

Investigações
O governo da Malásia abriu no domingo (9) uma investigação por terrorismo pelo desaparecimento do avião, no qual dois passageiros viajavam com passaportes roubados (um italiano e outro austríaco).

“Se (o desaparecimento) foi provocado por um problema mecânico ou por um erro do piloto, a responsabilidade é da Malaysia Airlines. Se foi um atentado, os controles de segurança do aeroporto de Kuala Lumpur devem ser punidos”, afirma o Global Times.

Para o jornal oficial China Daily, “não é possível descartar a hipótese terrorista”. Ao mesmo tempo, lamentou que as autoridades malaias e internacionais não tenham informado ainda a identidade dos passageiros com passaportes falsos.

Abdul Rahman confirmou que tem informações de que cinco passageiros despacharam a bagagem, mas não embarcaram na aeronave.

Mas a companhia aérea informou que, quando as ausências foram registradas, as bagagens foram isoladas, de acordo com o procedimento habitual.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Vietnã condena 30 traficantes de drogas à morte

Cercados por policiais, acusados são julgados por tráfico de drogas nesta segunda-feira (20) em Quang Ninh, no Vietnã (Foto: AFP)Cercados por policiais, acusados são julgados por tráfico de drogas nesta segunda-feira (20) em Quang Ninh, no Vietnã (Foto: AFP)

Trinta pessoas foram condenadas à morte nesta segunda-feira (20) no Vietnã por tráfico de drogas, no maior julgamento vinculado à droga neste país comunista, que envolvia 89 acusados e cerca de duas toneladas de heroína, anunciou um juiz à AFP.

“Foi o maior processo no Vietnã pelo número de acusados, pelo número de penas de morte pronunciadas e pelo volume de heroína”, declarou o juiz Ngo Duc à AFP.

A leitura do veredicto foi feita na província de Quang Ninh, no norte do país.

Os outros 59 acusados foram condenados a penas que iam de seis meses de pena suspensa à prisão perpétua.

O julgamento durou 17 dias e ocorreu na prisão “devido ao grande número de acusados e à gravidade do caso”, segundo o juiz.

Os investigadores sustentam que os 89 acusados formavam parte de quatro redes internacionais que transportavam heroína e outras drogas do Laos ao Vietnã e à China desde 2006.

As redes foram desmanteladas em agosto de 2013 pela polícia, que havia detido muitas pessoas e apreendido grandes quantidades de droga, assim como de carros de luxo e armas, segundo a imprensa estatal, que explicou que um dos líderes seguia foragido.

“Todos os acusados são vietnamitas, a maior parte de províncias do nordeste”, declarou à AFP o secretário judicial Nguyen Trung Hieu.

tmh-ltl/ceb/abd/jh/me-sgf/pc/ma

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Vendedor de balões é ‘engolido’ pela mercadoria em rua no Vietnã

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,