RSS

Arquivo da tag: Vendedor

Deitado em melancias, vendedor observa ‘fruto do trabalho’ na China

22/03/2014 14h00 – Atualizado em 22/03/2014 14h00

Em pose 'preguiçosa', vendedor foi visto deitado entre melancias 'contemplando' notas de dinheiro em mercado de Changzhi, na China (Foto: Stinger/Reuters)Em pose ‘preguiçosa’, vendedor foi visto deitado entre melancias ‘contemplando’ notas de dinheiro em mercado de Changzhi, na China (Foto: Stinger/Reuters)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Vendedor de sucata dos EUA pode ter encontrado relíquia de US$ 20 mi

Ovo Faberge encontrado pelo vendendor de sucatas (Foto: REUTERS/Prudence Cuming Associates/Wartski/Handout)Um dos ovos Fabergé desaparecidos, em imagem
divulgada pelo antiquário londrino Wartski
(Foto: Reuters)

Quando um vendedor de sucata do Meio-Oeste dos Estados Unidos comprou um ornamento dourado em um mercado de pulgas, nem passou pela sua cabeça que era dono de um ovo Fabergé avaliado em US$ 20 milhões pertencente à corte da Rússia imperial.

Em um mistério digno das tumultuadas histórias de elites russas, o ovo dourado de 8 centímetros foi retirado às pressas de São Petersburgo depois da Revolução Bolchevique de 1917 e ficou desaparecido durante décadas nos Estados Unidos.

Um homem não identificado nos EUA avistou o ovo enquanto procurava objetos de ouro e o comprou por US$ 14 mil esperando conseguir um dinheiro fácil vendendo-o a um derretedor de metais. Mas não houve compradores, porque ele tinha superestimado o valor do relógio e das joias dentro do ovo.

Desesperado, o homem pesquisou na Internet e se deu conta de que podia estar com o ovo que o czar russo Alexander III deu à sua mulher, Maria Feodorovna, na Páscoa de 1887. Quando o vendedor de sucata procurou o antiquário londrino Wartski, ficou chocado.

“Ele estava com a boca seca de medo, nem conseguia falar. Um homem de jeans, tênis e camisa xadrez me mostrou foto do ovo imperial perdido. Eu sabia que era genuíno”, disse Kieran McCarthy, diretor do antiquário Wartski, à Reuters.

“Ele ficou completamente fora de si, não conseguia acreditar no tesouro que tinha”, disse McCarthy, que em seguida viajou a uma pequena cidade norte-americana para inspecionar o ovo de ouro amarelo na cozinha do vendedor.

O antiquário Wartski comprou o ovo para um colecionador particular não identificado. McCarthy disse não poder revelar a identidade do homem que encontrou o ovo, o valor da venda ou o colecionador, embora tenha declarado que este último não é russo.

A Reuters não pôde verificar a história sem a identidade dos envolvidos, e quando indagado se a história não era fantástica demais para ser verdade, McCarthy afirmou:

“Somos antiquários, então duvidamos de tudo, mas esta história é tão maravilhosa que não dava para inventar, está além da ficção e faz parte da lenda dos antiquários, não há nada igual”.

Os ovos requintados de Peter Carl Fabergé se tornaram mitológicos desde que foram criados para os czares russos. Só a realeza e bilionários podem ter esperanças de colecioná-los. Entre seus proprietários atuais estão a rainha Elizabeth, da Inglaterra, e o Kremlin.

Peter Carl Fabergé fabricou cerca de 50 ovos imperiais para os czares russos entre 1885 e 1916. Quarenta e dois sobreviveram, de acordo com Fabergé. Outros foram feitos para mercadores.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Vendedor atrai clientes ao defender preservação ambiental em Maceió

Higienização da areia, placas que incentivam a preservação da natureza e lixeirinhas são alguns dos atrativos utilizados por um empreendedor, na orla de Maceió, que há seis anos busca despertar nos banhistas a importância da preservação ambiental. E essa preocupação com o meio ambiente tem atraído cada vez mais clientes.

Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Erisvaldo Nascimento, conhecido como “Seis Horas”, e sua esposa Hozana de Lima, proporcionam atendimento diferenciado aos seus clientes. “A prioridade é apenas uma, atender da melhor forma o visitante. É lamentável quando uma pessoa planeja se divertir e relaxar e, infelizmente, acaba tendo uma má experiência, seja com a sujeira ou com o atendimento”, explica Seis Horas.

A área onde o empresário trabalha, diferente de outras regiões do litoral, é bem limpa. “Qualquer bituca de cigarro ou papelzinho já me deixa mal. Fui criado com esse costume de manter tudo limpo e hoje faço uso disso no meu trabalho”, falou.

Seis Horas confeccionou plaquinhas com frases como “Lixo e praia não combinam” ou “Não jogue filtros de cigarro na areia”. “Cada placa tem uma frase diferente, mas a mensagem é uma só: não sujar o meio ambiente”, fala. Em uma das placas, o empresário mostra o tempo de decomposição de alguns materiais na natureza.

Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)

O comerciante, que é baiano, mas vive há anos em Alagoas, começa logo cedo. Às 6h, quando chega em seu local de trabalho, na praia de Pajuçara, ele começa o trabalho de limpeza da areia. “Molho toda a área, o que revela pequenos resíduos deixados durante a noite e elimina impurezas como fezes de pombos”, explica.

Seis Horas também separa o lixo para a coleta seletiva e, mesmo o que não pode ser reaproveitado, também é recolhido. “Se todos fizessem o mínimo, a praia seria o melhor para todos, tanto para o meio ambiente como para os visitantes”, completa.

Para o empresário Alex Portela, o atendimento oferecido por “Seis Horas” torna a experiência de ir à praia mais agradável. “Eu e meus amigos já temos destino certo. Só quem vai para outro lugar é quem não o conhece”, revela.

Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Vendedor oferece papel higiênico com rosto de político em Hong Kong

Um vendedor pró-democracia na China foi flagrado em uma barraca oferecendo rolos de papel higiênico com a imagem do líder de Hong Kong, Leung Chun-ying, além de um modelo contendo o lobo “Lufsig”, usado como mascote pela empresa sueca de venda de imóveis “IKEA”.

Vendendor oferece papel higiênico com imagem do líder de Hong Kong, Leung Chun-ying, como forma de protesto (Foto: Bobby Yip/Reuters)Vendendor oferece papel higiênico com imagem do líder de Hong Kong, Leung Chun-ying, como forma de protesto (Foto: Bobby Yip/Reuters)

O lobo da IKEA, que se converteu em símbolo da oposição em Hong Kong depois que um manifestante jogou o brinquedo na direção do líder de Hong Kong durante um comício no fim do ano passado.

Leung Chun-ying é é apelidado de “o lobo” por seus adversários, e é considerado pela oposição uma marionete da China, distante da ideia de uma gestão “independente” de Hong Kong.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Vendedor é clicado próximo a ‘parede pontual’ em loja de relógios na Índia

26/01/2014 14h00 – Atualizado em 26/01/2014 14h00

Vendedor foi visto oferecendo modelo de relógio à cliente em loja na Índia (Foto: Rupak De Chowdhuri/Reuters)Vendedor foi visto oferecendo modelo de relógio à cliente em loja na Índia (Foto: Rupak De Chowdhuri/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Vendedor de balões é ‘engolido’ pela mercadoria em rua no Vietnã

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Vendedor transforma moto em loja ambulante nas Filipinas

02/09/2013 08h52 – Atualizado em 02/09/2013 08h52

Um vendedor transformou sua moto em uma loja ambulante pelas ruas de Manila, nas Filipinas. Ele foi fotografado nesta segunda-feira (2) andando com uma moto superlotada de chinelos na capital filipina (Foto: Aaron Favila/AP)Um vendedor transformou sua moto em uma loja ambulante pelas ruas de Manila, nas Filipinas. Ele foi fotografado nesta segunda-feira (2) andando com uma moto superlotada de chinelos na capital filipina (Foto: Aaron Favila/AP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,