RSS

Arquivo da tag: utilizada

Acidente ocorre com grua utilizada em limpeza da usina de Fukushima

Um guindaste utilizado para retirar os escombros do edifício destruído do reator 3 da central de Fukushima, no Japão, apresentou problemas nesta quinta-feira (5), anunciou a empresa Tepco. O fato está sendo investigado.

“Os operários descobriram às 09h15, antes do início dos trabalhos”, afirmou um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco). “Não sabemos como aconteceu, mas a união entre o braço da grua e o mastro principal está danificada”, completou.

A grua gigantesca tem dois mastros, um deles serve de contrapeso, e conta com um sistema da câmeras, além de ser controlada a distância. A estrutura é utilizada para a retirada dos dejetos acumulados sobre o reator 3, cuja estrutura de proteção queimou parcialmente em uma forte explosão de hidrogênio após o tsunami de março de 2011.

“Este incidente da grua não tem consequências na piscina de desativação de combustível situada no topo do reator 3 e as medidas de radioatividade ao redor não mudaram”, afirmou o porta-voz. Depois do incidente, nada pôde ser feito para reparar a grua ou colocá-la na posição vertical. “Estamos estudando como fazer isto”, completou.

Vídeo
Ainda nesta quinta, o Japão divulgou, pela primeira vez, imagens do vazamento de água radioativa de um reator da Usina Nuclear de Fukushima, que sofreu graves danos após o terremoto e o tsunami que atingiram o país há dois anos.

O vídeo foi feito na última sexta-feira (30), e mostra a água que escapou do reator vazando por uma tubulação. A contaminação estaria atingindo o Oceano Pacífico. O Japão informou esta semana que irá gastar cerca de R$ 1,1 bilhão para controlar a crise atômica.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Acidente ocorre com grua utilizada em limpeza da usina de Fukushima

Um guindaste utilizado para retirar os escombros do edifício destruído do reator 3 da central de Fukushima, no Japão, apresentou problemas nesta quinta-feira (5), anunciou a empresa Tepco. O fato está sendo investigado.

“Os operários descobriram às 09h15, antes do início dos trabalhos”, afirmou um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco). “Não sabemos como aconteceu, mas a união entre o braço da grua e o mastro principal está danificada”, completou.

A grua gigantesca tem dois mastros, um deles serve de contrapeso, e conta com um sistema da câmeras, além de ser controlada a distância. A estrutura é utilizada para a retirada dos dejetos acumulados sobre o reator 3, cuja estrutura de proteção queimou parcialmente em uma forte explosão de hidrogênio após o tsunami de março de 2011.

“Este incidente da grua não tem consequências na piscina de desativação de combustível situada no topo do reator 3 e as medidas de radioatividade ao redor não mudaram”, afirmou o porta-voz. Depois do incidente, nada pôde ser feito para reparar a grua ou colocá-la na posição vertical. “Estamos estudando como fazer isto”, completou.

Vídeo
Ainda nesta quinta, o Japão divulgou, pela primeira vez, imagens do vazamento de água radioativa de um reator da Usina Nuclear de Fukushima, que sofreu graves danos após o terremoto e o tsunami que atingiram o país há dois anos.

O vídeo foi feito na última sexta-feira (30), e mostra a água que escapou do reator vazando por uma tubulação. A contaminação estaria atingindo o Oceano Pacífico. O Japão informou esta semana que irá gastar cerca de R$ 1,1 bilhão para controlar a crise atômica.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Acidente ocorre com grua utilizada em limpeza da usina de Fukushima

Um guindaste utilizado para retirar os escombros do edifício destruído do reator 3 da central de Fukushima, no Japão, apresentou problemas nesta quinta-feira (5), anunciou a empresa Tepco. O fato está sendo investigado.

“Os operários descobriram às 09h15, antes do início dos trabalhos”, afirmou um porta-voz da Tokyo Electric Power (Tepco). “Não sabemos como aconteceu, mas a união entre o braço da grua e o mastro principal está danificada”, completou.

A grua gigantesca tem dois mastros, um deles serve de contrapeso, e conta com um sistema da câmeras, além de ser controlada a distância. A estrutura é utilizada para a retirada dos dejetos acumulados sobre o reator 3, cuja estrutura de proteção queimou parcialmente em uma forte explosão de hidrogênio após o tsunami de março de 2011.

“Este incidente da grua não tem consequências na piscina de desativação de combustível situada no topo do reator 3 e as medidas de radioatividade ao redor não mudaram”, afirmou o porta-voz. Depois do incidente, nada pôde ser feito para reparar a grua ou colocá-la na posição vertical. “Estamos estudando como fazer isto”, completou.

Vídeo
Ainda nesta quinta, o Japão divulgou, pela primeira vez, imagens do vazamento de água radioativa de um reator da Usina Nuclear de Fukushima, que sofreu graves danos após o terremoto e o tsunami que atingiram o país há dois anos.

O vídeo foi feito na última sexta-feira (30), e mostra a água que escapou do reator vazando por uma tubulação. A contaminação estaria atingindo o Oceano Pacífico. O Japão informou esta semana que irá gastar cerca de R$ 1,1 bilhão para controlar a crise atômica.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Twitter é rede mais utilizada durante os Jogos Olímpicos de Londres

De acordo com Ezra Gottheil, analista da Technology Business Research, serviço é “um meio de difusão, por isso realmente o melhor para esse tipo de notícias sobre eventos”

O Twitter está sob os holofotes nessas Olimpíadas, com atletas tuitando sobre os jogos e fãs ao redor do mundo oferecendo seu apoio ao microblog.

As redes sociais, do Facebook ao Google+, estão repletas de usuários postando comentários – e reclamações – sobre os Jogos, mas alguns observadores acreditam que o serviço de microblog é o que está vendo mais tráfego. Alguns dizem até que os Jogos poderão ser reconhecidos como “As Olimpíadas do Twitter”.

“O Twitter é um meio de difusão, por isso é realmente o melhor para esse tipo de notícias sobre eventos”, disse Ezra Gottheil, um analista da Technology Business Research. “Se você estivesse em uma equipe na escola, provavelmente postaria comentários no Facebook. Mas com as Olimpíadas, é como se o mundo inteiro estivesse assistindo a mesma coisa ao mesmo tempo, e isso é uma coisa do Twitter, não do FB ou do Google+”. 

Já que o serviço é um site para dividir experiências comuns, usuários em massa têm recorrido a ele para aplaudir as vitórias de seus atletas olímpicos e lamentar suas perdas. Quando a nadadora americana Missy Franklin, que tem 210 644 seguidores na rede, ganhou uma medalha de ouro no nado de 100 metros no início desta semana, tuítes sobre ela subiram a um ritmo de 12,7 mil por minuto. Alguns outros eventos trouxeram picos ainda maiores.

Quando a equipe de ginastas femininas dos EUA ganhou medalha de ouro, o site chegou a ter 29 mil tuítes por minuto, segundo o Twitter. E quando o nadador americano Michael Phelps alcançou um número recorde de medalhas olímpicas, levantou cerca de 37 mil postagens por minuto.

Um número significativo de atletas olímpicos está ajudando o crescimento da rede ao tuitar durante os jogos. Por exemplo, o nadador Tyler Clary, dos EUA, ganhou uma medalha de ouro na tarde de quarta-feira (1) e, depois, tuitou ao vivo uma análise de seu desempenho durante a transmissão de um vídeo do evento, feito pela NBC. “Nunca me senti tão relaxado e preparado para voar!”, disse. 

Já Phelps trocou tuítes com o presidente Barack Obama, que escreveu: “Parabéns para Michael Phelps por quebrar o recorde de medalhas olímpicas de todos os tempos. Você deu orgulho ao seu país – bo”.  Michael respondeu: “Obrigado Sr. Presidente. É uma honra representar os EUA”.

Mas nem tudo têm sido medalhas de ouro para o Twitter. O site saiu do ar um dia antes do começo das Olimpíadas, e ficou em voga por suspender temporariamente a conta de um jornalista que criticou a cobertura que a NBC está fazendo dos jogos. Ele também publicou o e-mail corporativo de um executivo da empresa.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Twitter é rede mais utilizada durante os Jogos Olímpicos de Londres

De acordo com Ezra Gottheil, analista da Technology Business Research, serviço é “um meio de difusão, por isso realmente o melhor para esse tipo de notícias sobre eventos”

O Twitter está sob os holofotes nessas Olimpíadas, com atletas tuitando sobre os jogos e fãs ao redor do mundo oferecendo seu apoio ao microblog.

As redes sociais, do Facebook ao Google+, estão repletas de usuários postando comentários – e reclamações – sobre os Jogos, mas alguns observadores acreditam que o serviço de microblog é o que está vendo mais tráfego. Alguns dizem até que os Jogos poderão ser reconhecidos como “As Olimpíadas do Twitter”.

“O Twitter é um meio de difusão, por isso é realmente o melhor para esse tipo de notícias sobre eventos”, disse Ezra Gottheil, um analista da Technology Business Research. “Se você estivesse em uma equipe na escola, provavelmente postaria comentários no Facebook. Mas com as Olimpíadas, é como se o mundo inteiro estivesse assistindo a mesma coisa ao mesmo tempo, e isso é uma coisa do Twitter, não do FB ou do Google+”. 

Já que o serviço é um site para dividir experiências comuns, usuários em massa têm recorrido a ele para aplaudir as vitórias de seus atletas olímpicos e lamentar suas perdas. Quando a nadadora americana Missy Franklin, que tem 210 644 seguidores na rede, ganhou uma medalha de ouro no nado de 100 metros no início desta semana, tuítes sobre ela subiram a um ritmo de 12,7 mil por minuto. Alguns outros eventos trouxeram picos ainda maiores.

Quando a equipe de ginastas femininas dos EUA ganhou medalha de ouro, o site chegou a ter 29 mil tuítes por minuto, segundo o Twitter. E quando o nadador americano Michael Phelps alcançou um número recorde de medalhas olímpicas, levantou cerca de 37 mil postagens por minuto.

Um número significativo de atletas olímpicos está ajudando o crescimento da rede ao tuitar durante os jogos. Por exemplo, o nadador Tyler Clary, dos EUA, ganhou uma medalha de ouro na tarde de quarta-feira (1) e, depois, tuitou ao vivo uma análise de seu desempenho durante a transmissão de um vídeo do evento, feito pela NBC. “Nunca me senti tão relaxado e preparado para voar!”, disse. 

Já Phelps trocou tuítes com o presidente Barack Obama, que escreveu: “Parabéns para Michael Phelps por quebrar o recorde de medalhas olímpicas de todos os tempos. Você deu orgulho ao seu país – bo”.  Michael respondeu: “Obrigado Sr. Presidente. É uma honra representar os EUA”.

Mas nem tudo têm sido medalhas de ouro para o Twitter. O site saiu do ar um dia antes do começo das Olimpíadas, e ficou em voga por suspender temporariamente a conta de um jornalista que criticou a cobertura que a NBC está fazendo dos jogos. Ele também publicou o e-mail corporativo de um executivo da empresa.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,