RSS

Arquivo da tag: usados

Softwares usados na Copa são os primeiros a ter selo ‘made in Brazil’

Software que será usado na Copa do Mundo, Módulo Risk Manager foi um dos primeiros a receber Certic, selo nacional de desenvolvimento no Brasil. (Foto: Divulgação/Módulo)Software que será usado na Copa do Mundo, Módulo Risk Manager foi um dos primeiros a receber Certic, selo nacional de desenvolvimento no Brasil. (Foto: Divulgação/Módulo)

Dois programas de computador que serão utilizados na Copa do Mundo são os primeiros softwares a receberm o certificado de desenvolvimento no Brasil. As primeiras plataformas “made in Brazil” são o IntelleTotum, para interceptações telefônicas (conhecidas como “grampos”), e o Módulo Risk Manager, que compila informações para gerir grandes eventos e situações de risco.

Concedidos nesta semana, os primeiros selos, chamados de Certic, saem quase um ano e meio após o lançamento do programa nacional TI Maior, que, entre outros objetivos, procura engrossar o ecossistema de tecnologia da informação no país.

Uum dos primeiros a receber Certic, o selo nacional de desenvolvimento no Brasil, o Módulo Risk Manager foi usado na Jornada Mundial da Juventude e será usado na Copa do Mundo. (Foto: Divulgação/Módulo)Uum dos primeiros a receber Certic, o selo
nacional de desenvolvimento no Brasil, o Módulo
Risk  Manager foi usado na Jornada Mundial da
Juventude e será usado na Copa do Mundo.
(Foto: Divulgação/Módulo)

Veterano de grandes eventos, o Módulo Risk foi utilizado na Jornada Mundial da Juventude, no Panamericano e na Rio+20. Ele reúne os dados dos diversos órgãos envolvidos na segurança, processa a informação e a exibe em telões, para que os operadores tomem decisões rápidas.

Durante os jogos da Copa, por exemplo, os telões irão mostrar imagens de todas as câmeras que filmarem a localidade da partida, desde aquelas utilizadas para controle do trânsito até as que são posicionadas nos helicópteros da polícia.

“A informação muitas vezes vem de fontes distintas, que nem sempre tem um valor por si só”, diz Marlon Gaspar, diretor de desenvolvimento da carioca Módulo, responsável pelo software que será usado durante a Copa do Mundo nos centros de comando e controle das 12 cidades sede e no utilizado pelo Ministério da Justiça. Por essa solução, integrada a sistemas de radiocomunicação, vídeo e processamento de dados, o governo desembolsou R$ 244 milhões.

Grampeando redes sociais
O outro software “made in Brazil” que estará na Copa é o IntelleTotum, plataforma de interceptações telefônicas. Desenvolvido pela catarinense Dígitro, o programa é usado por vários órgãos de segurança pública e por Ministérios Públicos de todo o Brasil.

Uma das aplicações do IntelleTotum é o software Guardião, utilizado pelo Centro de Defesa Cibernética do Exército (CDCiber) para monitorar redes sociais, como o Facebook e o Twitter, em busca de informações para conter atos contra a segurança nacional.

Ao G1 o general José Carlos dos Santos, militar à frente do CDCiber, afirmou que o Guardião foi usado para monitorar as manifestações que pipocaram pelo Brasil em julho de 2013, bem como durante a Copa das Confederações e a JMJ. Em junho, quando a bola rolar, o Exército colocará o Guardião em campo.

O Certic é a credencial necessária para que empresas de software obtenham vantagens em uma licitação pública, benefício concedido nesta semana pelo governo. Com ele, os preços das empresas autenticadas recebem uma margem de preferência de 18% em relação ao das estrangeiras. Isso quer dizer que, caso tenham um software até 18% mais caro que suas concorrentes de fora do país, ainda assim podem vencer a licitação.

Espionagem
Segundo membros do governo e empresários ouvidos pelo G1, as Certics miram um problema e acabam destravando outro: ajudam a reduzir a dimensão da espionagem cibernética dos Estados Unidos, que, segundo revelações do ex-técnico da CIA Edward Snowden, chegam a forçar o acesso aos sistemas de empresas norte-americanas.

“Não é nenhuma panaceia em questão de segurança, não, mas ajuda um pouco”, diz Rafael Moreira, secretário de Política de Informática do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

“Acaba resvalando, porque empresas que não tem nenhum tipo de desenvolvimento no país vão acabar tendo dificuldade aqui”, diz. Para gozar do benefício de ter margens preferenciais, as empresas precisarão garantir a abertura do código, explica Moreira.

“Isso não garante que o software não tenha ‘porta dos fundos’, mas a empresa que mantiver caixas pretas terá mais dificuldades, sim”, afirma. As “portas dos fundos” são brechas nos códigos dos softwares que, segundo as revelações de Snowden, são deixadas por companhias dos EUA para que agências de segurança como a NSA aproveitem e espionem usuários.

Para Gaspar, da Módulo, a Certic “vai levar a gente a ter uma segurança muito maior nos nossos sistemas de informação, na nossa segurança contra espionagem e contra a robustez desses sistemas”

Nos próximos dias, mais cinco softwares devem ganhar o Certic. Outros cinco também aguardam na fila. Segundo Moreira, do MCTI, desde que o governo abriu o processo para análise prévia dos programas, 60 pedidos foram feitos. O documento é fornecido pelo Centro de Tecnologia da Informação (CTI) Renato Archer, de Campinas.

Veja como obter um selo ‘made in Brazil’:

1) A entidade interessada se inscreve na plataforma CERTICSys, que simula a avaliação do software (Veja aqui);
2) Depois do cadastro, a contratação da avaliação deve ser feita para que avaliadores façam uma visita e colham evidências do desenvolvimento do software;
3) São avaliados critérios como investimento em pesquisa e desenvolvimento no Brasil, aplicação desses resultados no software e nível de inovação tecnológica;
4) O CTI Renato Archer decida se valida a análise ou não; em caso positivo, o MCTI emite o certificado.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Caminhões e distribuição de sal são usados para derreter gelo em NY

Neve se acumula na Times Square; governadores de Nova York e Nova Jersey declararam estado de emergência (Foto: Carlo Allegri/Reuters)Caminhões e pontos de distruibuição de sal são 
acionados para derreter gelo em NY
(Foto: Carlo Allegri/Reuters)

Intensas nevascas, fortes ventos e um frio glacial afetavam nesta sexta-feira (3) o nordeste dos Estados Unidos, onde a primeira grande tempestade de inverno do ano prejudicava os voos em vários estados e cidades importantes.

Em Nova York, a meteorologia prevê mais de 20 centímetros de neve e ventos gelados superiores a 50 km/h, com temperaturas de até 12 graus negativos, com sensação térmica de até -23°C. As autoridades pediram aos moradores que permaneçam em casa para que possam realizar as tarefas de acondicionamento urbano e 450 pontos de distribuição de sal foram acionados para derreter o gelo durante a madrugada.

Ouotrs 1.700 caminhões foram mobilizados para limpar a neve das ruas de Nova York.

Em todo o país, na quinta-feira, 2.200 pousos e decolagens foram cancelados. O Serviço Meteorológico Nacional (NWS) emitiu alertas de fortes tempestades de inverno em uma grande área do país, que vai de Chicago a Nova York, passando por toda a Nova Inglaterra e inclui a capital Washington.

O frio intenso também afeta o meio-oeste do país, com nevascas e cancelamento de voos no aeroporto internacional O’Hare de Chicago. Mas o comissário de Saúde Pública, John Doherty, recordou que a tarefa de limpar as ruas é difícil e pediu paciência.

A nevasca em Nova York é o primeiro teste do novo prefeito da cidade, Bill de Blasio, que tomou posse na quarta-feira. “Estamos focados como um laser, estamos prontos”, afirmou na quinta-feira o novo prefeito. Ele recomendou que os moradores não saiam de suas residências.

O governador de Nova York, Andrew Cuomo, declarou estado de emergência e solicitou que a população utilize o transporte público.

 No estado vizinho de Nova Jersey, o governador Chris Christie também decretou emergência.

O governador de Connecticut, Dannel Malloy, pediu para que os funcionários do estado encerrassem o expediente mais cedo na quinta-feira para evitar congestionamentos durante a passagem da tempestade.

As autoridades também advertiram para o risco de congelamento ou hipotermia em consequência do frio intenso.

Em Boston, onde a temperatura deve cair nesta sexta-feira a 21 graus negativos, as escolas e prédios públicos permanecerão fechados.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Mísseis podem ter sido usados em suposto ataque químico na Síria

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Embora muitos aspectos sobre o aparente envenenamento com gás de civis sírios nos subúrbios de Damasco continuem desconhecidos, especialistas acreditam que foram usados mísseis ou foguetes para dispersar um agente nervoso, no que pode ser o pior ataque com armas químicas ocorrido em um quarto de século.

Os especialistas suspeitam que um agente de fosfato orgânico, possivelmente gás sarin, foi usado no ataque de quarta-feira. Contudo, o elemento químico básico pode ter sido misturado com outras substâncias que atuaram como conservantes ou, talvez, para alternar ou mudar os efeitos do gás.

“Já que não são agentes persistentes, eles se dissipam muito rapidamente”, disse Hamish de Bretton-Gordon, um ex-chefe da força contra ataques nucleares, biológicos e químicos do Reino Unido que agora trabalha como consultor privado.

“Em termos puramente militares, a ideia é deixar cair essas coisas sobre a população, matar muitas pessoas rapidamente e então suas próprias forças podem entrar sem sofrer consequências”, afirmou.

Nesta sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediu aos inspetores da Organização das Nações Unidas (ONU) atualmente na Síria que fizessem uma exaustiva investigação.

Entre os governos ocidentais, contudo, autoridades dizem que existem poucas ou nenhuma dúvida de que as forças leais ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, atacaram as áreas sob controle dos rebeldes.

O governo sírio rejeita essas acusações, enquanto a mídia russa e síria afirmou que os rebeldes são os responsáveis pelo incidente.

Os rebeldes dizem que cerca de 1.300 pessoas morreram no ataque ocorrido antes do amanhecer de quarta-feira.

Os especialistas defendem, porém, que o número relativamente alto de sobreviventes sugere que a arma química mais poderosa da Síria, o gás VX, não foi usada. Uma gota do tóxico VX pode matar e converter uma área em local potencialmente letal por um longo período de tempo.

Nem todos os mísseis lançados na quarta-feira pareciam conter armas químicas, de acordo com um porta-voz do Exército Livre da Síria, mas os que continham supostamente carregavam gás sarin, um agente nervoso criado na Rússia chamado CS3 e um amoníaco líquido fornecido pelo Irã.

Alguns analistas e funcionários do Ocidente dizem que os próprios rebeldes capturaram alguns equipamentos bélicos químicos básicos, mas duvidam que possam ter a capacidade de lançar um ataque da magnitude daquele de quarta-feira na Síria.

arte síria versão 21.08 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Compra de iPhones 4S usados pela Apple sugere lançamento de novo modelo

Usuários dos EUA podem revender de volta seus smartphones para a companhia por preços que variam entre US$285 e US$345.A Apple está comprando de volta modelos usados do iPhone 4S como parte do seu programa Reuse and Recycle Program – um possível indício de que a chegada do novo iPhone está próxima.

Presumindo que seu iPhone 4S esteja em boas condições (e você more nos EUA), a Apple te paga um valor entre 285 dólares por um modelo básico de 16GB até 345 dólares por uma versão de 64GB.

Mas vale notar que essa pagamento não é feito em dinheiro: o usuário recebe um gift card que pode ser usado para comprar produtos da empresa – talvez até mesmo o novo iPhone – em lojas online ou físicas da Apple. O programa de compra foi primeiramente noticiado pelo The Next Web.

Apesar de a Apple não ter anunciado formalmente um “evento de mídia” para anunciar o novo iPhone ou qualquer outro lançamento, diversos veículos especializados apontam 12 de setembro como a data mais provável para a estreia da sexta geração do smartphone.

Vários outros locais nos EUA também compram iPhones usados, mas pagam em dinheiro. Além desses sites, como NetWorth, Gazelle, YouRenew, as operadoras norte-americanas AT&T, Sprint e Verizon também estão comprando de volta o smartphone da Apple. Nesses casos, o pagamento também é feito em créditos locais.

iphone4s390b

Sucessor do iPhone 4S (foto) deve ser apresentado em setembro

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Novo iPhone à vista? Apple começa a comprar modelos usados do 4S

A Apple está comprando de volta modelos usados do iPhone 4S como parte do seu programa Reuse and Recycle Program – um possível indício de que a chegada do novo iPhone está próxima.

Presumindo que seu iPhone 4S esteja em boas condições (e você more nos EUA), a Apple te paga um valor entre 285 dólares por um modelo básico de 16GB até 345 dólares por uma versão de 64GB.

Mas vale notar que essa pagamento não é feito em dinheiro: o usuário recebe um gift card que pode ser usado para comprar produtos da empresa – talvez até mesmo o novo iPhone – em lojas online ou físicas da Apple. O programa de compra foi primeiramente noticiado pelo The Next Web.

Apesar de a Apple não ter anunciado formalmente um “evento de mídia” para anunciar o novo iPhone ou qualquer outro lançamento, diversos veículos especializados apontam 12 de setembro como a data mais provável para a estreia da sexta geração do smartphone.

Vários outros locais nos EUA também compram iPhones usados, mas pagam em dinheiro. Além desses sites, como NetWorth, Gazelle, YouRenew, as operadoras norte-americanas AT&T, Sprint e Verizon também estão comprando de volta o smartphone da Apple. Nesses casos, o pagamento também é feito em créditos locais.

iphone4s390b

Sucessor do iPhone 4S (foto) deve ser apresentado em setembro

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Novo iPhone à vista? Apple começa a comprar modelos usados do 4S

A Apple está comprando de volta modelos usados do iPhone 4S como parte do seu programa Reuse and Recycle Program – um possível indício de que a chegada do novo iPhone está próxima.

Presumindo que seu iPhone 4S esteja em boas condições (e você more nos EUA), a Apple te paga um valor entre 285 dólares por um modelo básico de 16GB até 345 dólares por uma versão de 64GB.

Mas vale notar que essa pagamento não é feito em dinheiro: o usuário recebe um gift card que pode ser usado para comprar produtos da empresa – talvez até mesmo o novo iPhone – em lojas online ou físicas da Apple. O programa de compra foi primeiramente noticiado pelo The Next Web.

Apesar de a Apple não ter anunciado formalmente um “evento de mídia” para anunciar o novo iPhone ou qualquer outro lançamento, diversos veículos especializados apontam 12 de setembro como a data mais provável para a estreia da sexta geração do smartphone.

Vários outros locais nos EUA também compram iPhones usados, mas pagam em dinheiro. Além desses sites, como NetWorth, Gazelle, YouRenew, as operadoras norte-americanas AT&T, Sprint e Verizon também estão comprando de volta o smartphone da Apple. Nesses casos, o pagamento também é feito em créditos locais.

iphone4s390b

Sucessor do iPhone 4S (foto) deve ser apresentado em setembro

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Compra de iPhones 4S usados pela Apple sugere lançamento de novo modelo

Usuários dos EUA podem revender de volta seus smartphones para a companhia por preços que variam entre US$285 e US$345.A Apple está comprando de volta modelos usados do iPhone 4S como parte do seu programa Reuse and Recycle Program – um possível indício de que a chegada do novo iPhone está próxima.

Presumindo que seu iPhone 4S esteja em boas condições (e você more nos EUA), a Apple te paga um valor entre 285 dólares por um modelo básico de 16GB até 345 dólares por uma versão de 64GB.

Mas vale notar que essa pagamento não é feito em dinheiro: o usuário recebe um gift card que pode ser usado para comprar produtos da empresa – talvez até mesmo o novo iPhone – em lojas online ou físicas da Apple. O programa de compra foi primeiramente noticiado pelo The Next Web.

Apesar de a Apple não ter anunciado formalmente um “evento de mídia” para anunciar o novo iPhone ou qualquer outro lançamento, diversos veículos especializados apontam 12 de setembro como a data mais provável para a estreia da sexta geração do smartphone.

Vários outros locais nos EUA também compram iPhones usados, mas pagam em dinheiro. Além desses sites, como NetWorth, Gazelle, YouRenew, as operadoras norte-americanas AT&T, Sprint e Verizon também estão comprando de volta o smartphone da Apple. Nesses casos, o pagamento também é feito em créditos locais.

iphone4s390b

Sucessor do iPhone 4S (foto) deve ser apresentado em setembro

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,