RSS

Arquivo da tag: usada

Nokia não será usada por muito mais tempo como marca, diz executivo

Stephen Elop apresenta novos smartphones da Nokia na MWC, em Barcelona (Foto: Gustau Nacarino/Reuters)Stephen Elop apresenta novos smartphones da Nokia na MWC, em Barcelona (Foto: Gustau Nacarino/Reuters)

Após a Microsoft ter anunciado a conclusão da aquisição da fabricante de celulares Nokia, Stephen Elop, vice-presidente de dispositivos da Microsoft, afirmou nesta segunda-feira (28) que smartphones com a marca da companhia que um dia liderou o segmento de aparelhos estão com os dias contados.

“A marca Nokia está disponível para o uso da Microsoft em seus produtos de celulares por um período de tempo, mas Nokia, como marca, não será usada por muito mais tempo para smartphones”, afirmou Elop, durante uma sessão de perguntas e respostas.

Na sexta (25), as companhias informaram terem concluído a negociação que chegou a movimentar US$ 7,52 bilhões. Com isso, a fabricante de celulares deixou de se chamar Nokia e foi renomeada para Microsoft Mobile. No mesmo dia, Elop, que era presidente-executivo da Nokia, afirmou que “juntos, podem conectar e empoderar as pessoas”.  “De hoje em diante, as possibilidades são ilimitadas. A partir de agora, nós somos um”, afirmou, em nota.

Nesta segunda, o executivo teve de explicar novamente que a Microsoft não pensa em desenvolver novos smartphones que rodem o sistema Android, do Google, além da linha Nokia X. Os três modelos da família, anunciados em fevereiro, parecem que serão os únicos a rodar Android.

“Quando nós tomamos uma decisão de focar no Windows Phone em 2011, nós estávamos muitos preocupados que essa decisão de perseguir o Android nós colocaria em um curso de colisão com a Samsung, que já tinha estabelecido uma vantagem em torno do Android”, afirmou. “Essa foi a decisão correta”, completou.

Como a linha Nokia X é a única que roda o Android, Elop teve de esclarecer que a Microsoft não pretende encerrá-la.

“A Microsoft adquiriu o negócio de celulares, inclusive o Nokia X, para ajudar a conectar os próximo bilhão de pessoas aos serviços da Microsoft. Nokia X usa a nuvem da Microsoft, não a do Google. Essa é uma grande oportunidade para conectar novos consumidores ao Skype, Outlook.com e Onedrive pela primeira vez”, afirmou.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Banda cobra direitos autorais do EUA após ter música usada em tortura

Integrantes da banda canadense Skinny Puppy (Foto: Divulgação)Integrantes da banda canadense Skinny Puppy (Foto: Divulgação)

O grupo de rock canadense Skinny Puppy exigiu do departamento de Defesa americano US$ 666 mil em direitos autorais de sua música, transmitida com o propósito de torturar detidos na base naval de Guantánamo, segundo meios de comunicação canadenses.

“Enviamos a conta a eles, já que utilizaram nossa música sem nossa autorização, como arma contra outras pessoas”, declarou Kevin “Ogro” Ogilvie, membro fundador deste grupo de rock, à rede CTV.

Vários grupos, entre eles Rage Against the Machine e Metallica, denunciaram antes dos Skinny Puppy a utilização de sua música, tocada durante horas e em um volume muito alto nas celas dos presos de Guantánamo, na ilha de Cuba.

O Metallica pediu há um ano que o Pentágono não utilizasse suas músicas.

O Skinny Puppy exige uma indenização por ter “baixado e utilizado ilegalmente nossa música para torturar pessoas”, explicou há vários dias Kevin Ogilvie em um vídeo do Huffington Post. O Pentágono disse não ter recebido nenhuma conta do grupo.

“Cabe se perguntar como é possível gerar e entregar legalmente uma fatura que se baseia em uma queixa infundada de algum fã anônimo ou gerada ao acaso”, declarou à AFP o porta-voz do Pentágono, Todd Breasseale, sugerindo que poderia se tratar de uma estratégia do Skinny Puppy para se autopromover.

O coronel Brasseale ressaltou que o uso da privação do sono e da manipulação sensorial não estão autorizados no Exército e são proibidos por lei.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Adobe corrige falha grave no Flash Player usada para invadir PCs

A Adobe lançou nesta terça-feira (4) uma atualização de segurança para o Flash Player contendo uma correção para uma vulnerabilidade grave que permite a qualquer site na web infectar o computador com um vírus apenas com o carregamento de uma página web. Segundo o alerta da companhia, a falha já teria sido explorada para atacar sistemas, mas não há dados sobre as vítimas ou detalhes técnicos do problema.

As versões corrigidas são a 12.0.0.44 e superiores para Windows Mac, 11.7.700.261 e superiores para Windows e Mac, 12.2.202.336 para Linux. A versão do Flash em uso pelo navegador pode ser conferida em uma página no site da Adobe (veja aqui).

No boletim de segurança publicado pela Adobe, identificado por APSB14-04, dois pesquisadores da empresa de antivírus Kaspersky Lab recebem agradecimentos por terem colaborado com a empresa na solução da vulnerabilidade. Nesta segunda-feira (3), a Kaspersky Lab informou que descobriu um novo ataque sofisticado que a companhia chamou de “O Máscara” (“The Mask”). O ataque envolveria Flash, mas nenhum detalhe técnico foi fornecido até o momento.

A versão do Flash em uso pode variar de acordo com o navegador usado. Internautas que fazem uso de mais de um navegador regularmente precisam confirmar que a atualização foi instalada em ambos. Caso a atualização não ocorra automaticamente, o download do Flash Player pode ser feito no site da Adobe (clique aqui para acessar).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Senha ‘123456’ foi a mais usada em 2013, diz pesquisa

A senha “123456”, simples assim, foi a mais usada em todo o mundo em 2013, de acordo com uma pesquisa da empresa SplashData publicada nesta segunda-feira (20). A lista apresenta as 25 senhas mais usadas por usuários de PC.

Segundo o estudo, os dados foram obtidos em arquivos com milhões de senhas roubadas durante 2013. Com o roubo de 38 milhões de senhas dos usuários de produtos da Adobe em outubro, muitas das senhas incluídas na lista são “photoshop” e “adobe123”.

O alerta para os usuários é para que criem senhas difícieis para evitar que hackers possam acessar dados pessoais.

Veja a lista completa:
1 – 123456;
2 –  password;
3 – 12345678;
4 –  qwerty;
5 –  abc123;
6 – 123456789;
7 – 11111;
8 – 1234567;
9 – iloveyou;
10 – adobe123;
11 – 123123;
12 – Admin;
13 – 1234567890;
14 – letmein;
15 –  photoshop;
16 – 1234;
17 – monkey;
18 –  shadow;
19 – sunshine;
20 – 12345;
21 – password1;
22 – princess;
23 – azerty;
24 -trustno1;
25 – 000000;

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

ONG diz que bomba termobárica foi usada em ataque à escola na Síria

A Human Rights Watch (HRW) denunciou nesta terça-feira (1°) o uso de bomba termobárica em um ataque, no último domingo (29), contra uma escola na cidade síria de Raqa, que deixou ao menos 16 mortos.

“O tipo de ferimento e a pele queimada nas vítimas apontam para o uso de bomba termobárica’, afirmou a ONG.

Estas armas “não devem ser usadas em zonas habitadas, já que atingem de forma cega”, destacou a HRW, sediada em Nova York. Esse tipo de bomba, por conta da grande concentração de calor, causa queimaduras e pode tirar o oxigênio dos pulmões das pessoas.

Ao menos 16 pessoas – a maioria estudantes e professores – morreram no domingo passado em um ataque aéreo do regime sírio contra uma escola do ensino médio em Raqa, cidade controlada pelos rebeldes no norte da Síria, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), que exibiu na internet imagens chocantes da ação.

Priyanka Motaparthy, especialista em direitos das crianças da HRW, afirmou que o bombardeio aéreo de Raqa é “o último de uma longa série de ataques do regime contra escolas”.

“Estes ataques já custaram a vida de numerosas crianças”, afirmou Motaparthy.

De acordo com a HRW, as forças do regime sírio utilizam bombas termobáricas desde 2012.

Para a organização, os ataques contra escolas são uma “violação do direito internacional” e seus autores cometem “crimes de guerra”.

“Enquanto o mundo tenta destruir o arsenal químico sírio, as forças do regime matam civis com outras armas extremamente poderosas”, concluiu Motaparthy.

Arte Síria 17/09 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

NSA teria capacidade de quebrar criptografia usada na web, diz jornal

A Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA, na sigla em inglês) e o GCHQ, o serviço de inteligência britânico, teriam capacidade para quebrar a segurança de boa parte das comunicações transmitidas pela internet. A informação está em documentos vazados ao jornal “The Guardian” por Edward Snowden , ex-colaborador terceirizado da NSA.

Além do “The Guardian”, o jornal “New York Times” e o site “ProPublica” também publicaram artigos sobre as revelações contidas nos documentos. De acordo com o “The Guardian”, oficiais de inteligência pediram aos jornais que o artigo não fosse publicado. Em resposta, alguns trechos teriam sido removidos das reportagens.

Os documentos revelam que a NSA e o GCHQ trabalham juntos em um programa que tem custado US$ 250 milhões (R$ 581 milhões) por ano e que tem como objetivo decodificar dados protegidos com criptografia, procedimento que impede a leitura de informações interceptadas.

O programa teria sido criado após o fracasso da NSA em garantir que todas as tecnologias de criptografia tivessem uma “porta dos fundos” para o uso da agência.

O programa é composto por iniciativas de quebra dos algoritmos de segurança com o uso de supercomputadores. É uma área conhecida como “criptoanálise”.

Além disso, a NSA também conta com a cooperação de empresas, que forneceriam as chaves de segurança após pedidos judiciais para que as comunicações interceptadas possam ser lidas. Outra medida seria a invasão dos sistemas de empresas de internet para o roubo dos certificados de segurança para esse mesmo fim.

Os documentos não informam quais empresas seriam colaboradoras ou o nome de tecnologias específicas que já teriam sido quebradas pela NSA.

Em uma entrevista ao “The Guardian” em junho, Edward Snowden disse que a NSA não era capaz de quebrar certos algoritmos de criptografia, mas que nesses casos a Agência tirava proveito de falhas nos próprios sistemas para interceptar a comunicação já decodificada, não os dados codificados em transmissão.

Segundo os documentos, a NSA estaria competindo nessa área com outras potências, entre as quais a China e a Rússia. “No futuro, as superpotências existirão ou não com base na força de seus programas de criptoanálise. É o preço da entrada dos Estados Unidos para manter acesso e uso irrestrito do ciberespaço”, diz um dos documentos, datado de 2007.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Substância foi usada e causou mortes na Síria, diz enviado da ONU

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O enviado especial da Liga Árabe e da ONU, Lakhdar Brahimi, lamentou nesta quarta-feira (28) o uso “de uma substância” no ataque de 21 de agosto na Síria que provocou centenas de mortes.

“Parece que se usou um tipo de substância que matou muitas pessoas, sem nenhuma dúvida mais de 100, alguns falam de 300, alguns falam de 600, talvez 1.000, talvez mais de 1.000”, declarou Brahimi em uma entrevista coletiva em Genebra.

Brahimi também advertiu que é necessária uma autorização do Conselho de Segurança da ONU para uma intervenção militar na Síria.

“Acredito que a lei internacional é clara sobre isto. A lei internacional diz que é possível realizar uma ação militar depois de uma decisão do Conselho de Segurança”, declarou Brahimi.

arte síria versão 21.08 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,