RSS

Arquivo da tag: ucranianos

Militares ucranianos morrem em confronto com separatistas no leste

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Seis soldados ucranianos foram mortos e oito ficaram feridos por tiros de lança-foguetes de insurgentes pró-russos no leste do país, assolado por uma insurgência armada, anunciou nesta terça-feira (13) o Ministério da Defesa.

O comboio militar ucraniano caiu em uma emboscada de mais de 30 rebeldes perto da localidade de Oktiabrské, localizada entre as cidades rebeldes de Slaviansk e Kramatorsk (região de Donetsk), de acordo com o ministério. Os soldados reagiram aos disparos. Durante o “longo combate”, seis militares foram mortos e oito ficaram feridos, um deles com gravidade, segundo a mesma fonte.

A Rússia acusou nesta terça-feira o governo da Ucrânia de ter se negado a negociar com os separatistas pró-russos do leste do país e pediu que os militantes respeitem o plano traçado pela Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE), se o governo ucraniano interromper a ofensiva militar e retirar suas tropas.

No entanto, o presidente ucraniano interino anunciou nesta terça-feira que a operação militar no leste do país estava sendo mantida.

O plano da OSCE tem quatro pontos principais e retoma o estipulado em abril na cidade suíça de Genebra por UE, Ucrânia, Estados Unidos e Rússia: o fim da violência e a anistia aos opositores pró-russos; o desarmamento dos grupos armados e o “retorno do monopólio da força ao Estado”; a promoção do diálogo nacional e a realização de eleições presidenciais em 25 de maio.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Rebeldes pró-Rússia derrubam dois helicópteros ucranianos

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Helicóptero militar ucraniano voa perto de um posto de controle da Ucrânia, perto da cidade de Slaviansk (Foto: Baz Ratner/ Reuters)Helicóptero militar ucraniano voa perto de um posto de controle da Ucrânia, perto da cidade de Slaviansk (Foto: Baz Ratner/ Reuters)

Rebeldes pró-Rússia derrubaram dois helicópteros ucranianos nesta sexta-feira (2), matando dois tripulantes, à medida que tropas da Ucrânia apertam o cerco sobre Slaviansk, cidade mantida por separatistas, no que Moscou classificou como um ataque “criminoso” por Kiev que arruína as esperanças de paz.

O porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, disse que o Kremlin estava “extremamente preocupado” porque não tinha notícias de um representante que Putin enviara à cidade para ajudar a libertar reféns estrangeiros.

Ele disse que uma “operação punitiva” organizada por forças ucranianas acabou com um plano de paz acertado com potências ocidentais duas semanas atrás.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Governo de Kiev prepara plano para retirar ucranianos da Crimeia

O governo de Kiev aprovou nesta quarta-feira (19) um plano para evacuar, em caso de necessidade, os cidadãos ucranianos da Crimeia, a península que foi anexada ontem pela Rússia.

O ministro porta-voz do executivo ucraniano, Ostal Semerak, disse em entrevista coletiva que o plano foi preparado pelo governo e pelo Conselho de Segurança, órgão assessor adjunto, e adotado na reunião do Conselho de Ministros.

“Prevemos que esse processo possa ser realizado em larga escala”, declarou, enquanto especificou que se ordenou a todos os órgãos do poder executivo concluir os preparativos.

A Crimeia, um território do sul da Ucrânia com maioria de língua russa, proclamou sua independência após a mudança de poder em Kiev, e aprovou com 97% dos votos em um referendo no domingo sua incorporação à Rússia, denunciada pelas potências ocidentais.

O presidente Vladimir Putin assinou na terça-feira (18) o tratado através do qual este território integra a Federação da Rússia.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Após show, Jared Leto homenageia manifestantes ucranianos em Kiev

Jared Leto na Praça da Independência, em Kiev, no dia 13 de março (Foto: Reprodução/Statigram/Elijah Parker)Jared Leto na Praça da Independência, em Kiev, no
dia 13 de março (Foto: Reprodução/Statigram/Elijah
Parker)

Após mencionar manifestantes venezuelanos e ucranianos em seu discurso no Oscar, ao ganhar o prêmio de melhor ator coadjuvante, Jared Leto homenageou pessoalmente os participantes das manifestações na Ucrânia durante uma visita ao país. O ator e cantor esteve esta semana em Kiev para um show de sua banda, a Thirty Seconds to Mars.

Na última quarta-feira (12), durante a apresentação, o vocalista agitou uma bandeira do país, falou ao público sobre os protestos e garantiu que, de forma alguma, cancelaria os shows por causa do clima tenso na região.

“Vocês estão no meio de algo realmente bonito e pode ser difícil, mas o privilégio de ser seu próprio dono não tem preço. E quero que vocês saibam, entendo que outras bandas tenham cancelado seus shows, mas de forma alguma, nem f***, o 30 Seconds to Mars não estaria aqui nesta linda cidade, neste país incrível, esta noite”, disse.

Foto da Praça da Independência, em Kiev, publicada por Jared Leto no Instagram (Foto: Reprodução/Instagram/Jared Leto)Foto da Praça da Independência, em Kiev, publicada
por Jared Leto no Instagram (Foto: Reprodução/
Instagram/Jared Leto)

No dia seguinte, Leto esteve na Praça da Independência, palco de diversos conflitos entre manifestantes e a polícia, que causaram ao menos 80 mortes. Acompanhado por dois seguranças, o artista caminhou pela praça, parando nos pontos onde foram depositadas coroas de flores em homenagem aos mortos. Ele também tirou fotos no local, inclusive publicando em seu perfil no Instagram uma vista aérea.

Nesta sexta (14) a banda chegou à Rússia, onde tem shows marcados em Krasnodar, Rostov-On-Don, Moscou e São Petersburgo. Em seguida, a turnê segue para a Austrália.

Em maio, o Thirty Seconds to Mars volta ao Brasil, meses após ser uma das atrações do Rock in Rio. Os shows estão marcados para os dias 13, em Brasília, 15, em São Paulo, e 16, no Rio.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Opositores ucranianos atiram contra polícia com catapulta

Catapulta usada pelos opositores em Kiev (Foto: Vasily Fedosenko/Reuters)Catapulta usada pelos opositores em Kiev (Foto: Vasily Fedosenko/Reuters)

Os opositores ucranianos que protestam nesta segunda-feira (20) em Kiev lançaram uma catapulta de madeira contra os soldados antidistúrbios no centro da capital, sem, no entanto, atingir o alvo.

O projétil lançado pelos manifestantes entrincheirados na Praça da Independência foi parar a dez metros de distância. A catapulta, de três metros de altura, foi construída com vigas e tábuas de madeira por dez pessoas, que correram para terminar sua construção antes que caísse a noite.

Quase 200 mil pessoas se reuniram no domingo (19) na mesma praça, epicentro dos protestos que começaram em dezembro, quando o presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, se negou a assinar um acordo de associação com a União Europeia (UE) e optou por uma aproximação com a Rússia.

Os enfrentamentos violentos continuam nesta segunda pelo segundo dia consecutivo em Kiev, sem que as autoridades sejam capazes de restabelecer a ordem pública.

O descontentamento explodiu com a recente aprovação de um pacote de leis que restringem a liberdade de reunião ao proibir a instalação de barracas, alto-falantes e palcos em lugares públicos, e permitir a detenção de manifestantes que estiverem usando capacetes ou máscaras.

Presidente fala em ‘ameaça’
As manifestações em Kiev que ‘terminam em confusões em massa’ são uma ameaça para toda a Ucrânia, declara o presidente ucraniano, Viktor Yanukovitch, em um pronunciamento ao país, nesta segunda-feira, no qual convoca a oposição ao diálogo.

‘Eu entendo sua participação nessas ações de protestos em massa (…) mas quando as ações pacíficas terminam em confusão em massa e são acompanhadas de violência e de incêndios criminosos, isso ameaça não apenas os cidadãos de Kiev, mas toda a Ucrânia’, afirma ele, segundo o texto disponível na página da Presidência na Internet.

‘Convoco ao diálogo, ao compromisso com a calma’, insiste.

O Ministério Público da Ucrânia pediu nesta segunda-feira aos manifestantes a parar os confrontos com as forças de ordem, considerando que se trata de um ‘crime contra o Estado’.

‘É necessário pôr fim imediatamente aos motins que são acompanhados de violência, incêndios criminosos, distúrbios violentos e que ameaçam a segurança nacional da Ucrânia. Não é só ‘vandalismo’. É um crime contra o Estado’, declarou o promotor Viktor Pchonka em um comunicado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,