RSS

Arquivo da tag: trnsito

SP pagará hackers para melhorar trânsito; salário é de até R$ 5,9 mil

Trânsito durante a manhã na Avenida Washington Luis, na Zona Sul de São Paulo, próximo ao aeroporto de Congonhas. (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)Trânsito durante a manhã na Avenida Washington Luis, na Zona Sul de São Paulo, próximo ao aeroporto de Congonhas. (Foto: Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo)

A Prefeitura de São Paulo vai convocar hackers para ajudarem a melhorar o trânsito na capital paulista. Eles não trabalharão nas ruas fiscalizando o tráfego, mas na frente de computadores processando os dados gerados pelos meios de transporte de São Paulo. O quartel general onde se reunirão será o Laboratório de Mobilidade, que será inaugurado pela São Paulo Transportes (SPTrans) na próxima quarta-feira (20).

“O nosso objetivo é usar a tecnologia para melhorar as condições de mobilidade urbana”, diz Ciro Biderman, chefe de gabinete da presidência da SPTrans ao G1. Caótico, o trânsito paulistano piora com o aumento de pessoas que usam carros mais intenso do que o das que utilizam ônibus: o número dos que optaram pelos automóveis e motos avançou 21%, enquanto os que escolheram o transporte coletivo subiu apenas 16%, em 2012.

Ciro Biderman, chefe de gabinete da presidência da SPTrans. (Foto: Divulgação/SMT/Elisa Rodrigues)Ciro Biderman, chefe de gabinete da presidência
da  SPTrans. (Foto: Divulgação/
SMT/Elisa Rodrigues)

A missão deles será desenvolver novos softwares e aperfeiçoar os já existentes para ajudar a administração a encontrar melhores saídas para gerenciar o tráfego na cidade. Além disso, se debruçarão sobre os equipamentos eletrônicos (câmeras, placas e semáforos) espalhados pela cidade para transformá-los em ferramentas mais interativas.

A prefeitura pagará aos desenvolvedores entre R$ 351,90 e R$ 5,9 mil, que dependerão das qualificações de cada um. Os recursos serão gerenciados pela Universidade de São Paulo (USP) via Fundação USP. Com o dinheiro, sob a forma de bolsas de apoio à pesquisa, dez vagas serão abertas logo quando o laboratório abrir.

Para aumentar o número de hackers, a prefeitura busca mais recursos junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Instalado no prédio da SPTrans, o laboratório comporta até 70 pessoas.

Hackaton
Equipado com 15 computadores de mesa, o local terá espaço para que os desenvolvedores se acomodem com seus próprios notebooks. Os hackers terão à disposição ainda sala de descanso e de reunião com Smart TV para apresentações. A ideia é que funcione 24 horas, para dar maior flexibilidade aos programadores.

A ideia de levar hackers para dentro de casa surgiu após uma maratona de desenvolvimento de software, as chamadas “hackatons”, promovida em outubro de 2013 pela SPTrans, em parceria com a Controladora Geral do Município e Fundação Getúlio Vargas. O aplicativo vencedor foi “Cadê o Ônibus”, que, entre outros serviços, oferece aos passageiros consulta de linha, itinerário e situação do trânsito. Os hackers participantes foram convidados agora a integrar o laboratório.

Depois da hackaton, aliar tecnologia e trânsito virou exigência do secretário de Transportes, Jilmar Tatto. Tanto que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) realizará também no dia 20 a sua própria maratona, com foco no transporte individual –o escopo da SPTrans é o transporte público. “No laboratório, as duas empresas estarão integradas”, diz Biderman. No dia 17, Tatto e Biderman se reunirão para definir as datas dos encontros com os hackers convocados e como será a comunicação do laboratório.

Ônibus lotado
O trabalho dos desenvolvedores se dividirá em duas linhas, organizadas em diversos grupos de estudo. A primeira é coleta e tratamento de informações que a SPTrans recebe dos diversos sensores sob seu controle, como GPS dos ônibus, semáforos, radares e câmeras. Essas informações serão matéria-prima para os hackers.

As aplicações serão desenvolvidas pelos hackers, mas a prefeitura já tem uma ideia de alguns dos resultados. Com os registros dos GPS dos coletivos, por exemplo, é possível determinar a velocidade média de uma via e até os locais de maior lentidão durante o trajeto. Já as catracas podem fornecer um retrato da lotação dos ônibus ponto a ponto. “Você começa aí a ter ideia do quão lotado está o ônibus para decidir se tem que colocar mais veículos em uma linha”, afirma Biderman.

Como os ônibus enviam dados a cada 85 segundos, só o sistema do GPS recebe 15 milhões de registros por dia. Os planos são engordar ainda mais a o volume de dados. Segundo Biderman, a SPTrans negocia com o sindicato dos taxistas para ter acesso ao GPS deles, pois a velocidade dos táxis se aproxima à dos carros de passeio. Devido à quantidade de informação, a primeira tarefa desses hackers será levar hospedar esses dados nos servidores da Fusp. Todos os aplicativos e softwares desenvolvidos, bem como os registros da SPTrans, serão disponibilizados ao público.

Cidadão fiscal
Ainda dentro desse campo de atuação, um dos desafios será incorporar os dados dos radares e a integrar os sensores da Defesa Civil e do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), para que a SPTrans possa alterar o trânsito com maior agilidade em caso de enchentes, por exemplo. Outro deles é criar mecanismos para o cidadão ajudar a mapear calçadas ruins, buracos e lombadas ruins nas vias.

Na outra mão, os hackers trabalharão com os equipamentos eletrônicos que fazem os sensores funcionar. A missão será fazer com que as informações à disposição da administração pública possam ser incrementadas de forma mais rápida no trânsito. Entram na mira, por exemplo, os painéis luminosos, que informam as condições de tráfego e hoje são subutilizados, e os semáforos, que às vezes represam os veículos desnecessariamente.

Prefeito Fernando Haddad (PT), de camisa azul, ao lado do secretário municipal de transportes Jilmar Tatto, durante a maratona hacker da SPTrans, em outubro de 2013. (Foto: Divulgação/SMT/Elisa Rodrigues)Prefeito Fernando Haddad (PT), de camisa azul, ao lado do secretário municipal de transportes Jilmar Tatto, durante a maratona hacker da SPTrans, em outubro de 2013. (Foto: Divulgação/SMT/Elisa Rodrigues)

View the original article here

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

App Google Maps indicará o caminho com trânsito menos congestionado

Aplicativo Google Maps passa a mostrar via alternativa com trânsito menos congestionado. (Foto: Divulgação/Google)Aplicativo Google Maps passa a mostrar via alternativa com trânsito menos congestionado. (Foto: Divulgação/Google)

Uma atualização do aplicativo do Google Maps lançada nesta terça-feira (3) avisa aos motoristas quais são as vias em que tráfego está menos carregado. O update com esse mecanismo vale tanto para o aplicativo que roda no iPhone quanto para o voltado a dispositivos Android.

Isso quer dizer que em situações em que um motorista estiver preso no trânsito, o aplicativo irá enviar um alerta se houver uma via alternativa menos congestionada. O aviso chega até a informar quanto tempo será poupado ao escolher a rota sugerida.

Para isso, o motorista deverá acionar a função do Maps que elabora rotas. Para acessar o novo serviço, os donos de iPhone têm de baixar a nova versão do app. Já os usuários de aparelhos Android não precisam.

O sistema do Google Maps, tanto do aplicativo quanto da versão para PCs, reúne informações de diversas fontes, como dados de trânsito da SPTrans, em São Paulo, até de fontes menos óbvias como a concentração de telefones Android em uma dada via –se muitos celulares estão parados em uma rua, por exemplo, provavelmente há uma grande concentração de carros e há congestionamento.

O Maps possui sistema de roteamento de trajeto em 200 países e mapeia o trânsito em quase 800 cidades. Além disso, conta com serviço de sugestão de lugares como restaurantes, museus e lojas, que até mostra imagens internas. O Google não mencionou quando a função será disponibilizada para o Maps acessado em computadores.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Da série: lidando com babacas do trânsito

Fonte: ahnegao.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Acidente de trânsito mata crianças no Paquistão

Um acidente matou 20 pessoas, na maioria crianças e adolescentes entre 10 e 15 anos, nesta quarta-feira (15) quando o ônibus em que viajavam bateu na cidade de Nawabshá, no sudoeste do Paquistão, informou à Agência Efe uma fonte policial.

“No ônibus viajava um total de 25 pessoas, incluindo o motorista, os estudantes e três professores”, detalhou pouco depois do acidente uma autoridade policial de Nawabshá, Asif Alí, que reconheceu que ainda não foram identificadas todas as vítimas.

A fonte acrescentou que 18 pessoas morreram na hora e que outras duas crianças morreram pouco depois no hospital.

O acidente aconteceu pouco depois do meio-dia (local), quando o veículo escolar, que vinha de uma cidade vizinha, bateu de frente com um caminhão que circulava por uma rua da cidade “aparentemente em velocidade acima do limite”, contou Alí.

O ônibus virou por causa da colisão e saiu da pista. O motorista do caminhão sobreviveu e fugiu, o que levou a polícia a organizar uma operação na região para localizá-lo.

De acordo com veículos de imprensa locais, diversas autoridades mostraram sua consternação pelo trágico fato.

O Paquistão conta que tem um dos índices mais altos de acidentes de trânsito do mundo devido ao péssimo estado das estradas, aos problemas mecânicos dos veículos e a que os transportes públicos costumam circular lotados de passageiros.

Na semana passada, 12 pessoas morreram após a batida de dois ônibus perto de Islamabad, e há um mês e meio sete crianças e o motorista do triciclo que os levava à escola morreram após serem atropelados por um trem no sul do país.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Brasileiro é preso após acidente de trânsito com três mortes na Austrália

Um brasileiro de 29 anos foi preso em Melbourne, na Austrália, após um acidente de trânsito no qual três pessoas morreram, segundo a polícia do estado de Victória. O acidente aconteceu no domingo (12). Nesta terça-feira (15), uma corte australiana negou o pagamento de fiança para o acusado.

De acordo coma polícia local, o brasileiro responde por três acusações de condução culposa, três acusações de negligência causando ferimentos graves e uma acusação de conduta imprudente colocando vidas em risco.

O acidente aconteceu na noite de domingo na Dandenong Road em Oakleigh, subúrbio de Melbourne. Um pedestre e um casal morreram e outras três pessoas ficaram feridas.

De acordo com o jornal “Herald Sun”, o acidente aconteceu quando o brasileiro ultrapassou um sinal vermelho e atingiu um pedestre, Anthony Parsons, de 45 anos, que morreu na hora.

Em seguida, ele atingiu um carro onde estavam Savvas e Ismini Menelaou, que também morreram.

Durante a audiência desta terça, o detetive Mark Amos disse ao juiz responsável que o brasileiro admitiu ter consumido metaanfetamina antes do acidente, e traços da droga foram encontrados em seu corpo.

A polícia também informou que ele estava a 120 km/h quando atingiu Parsons.

Ainda de acordo com as investigações, o brasileiro já era investigado por conduta perigosa, e teve que comparecer à Justiça por ter dirigido a quase 50 km/h acima do limite permitido em uma via de Melbourne em abril do ano passado.

Segundo o jornal “The Australian”, Lisa Mendicino, advogada do brasileiro, disse que seu cliente tem consciência de que terá que passar um tempo na prisão, e que o pedido de fiança foi feito para que ele pudesse colocar seus assuntos pessoais em ordem.

Entretanto, o juiz Charlie Rozencwajg negou o pedido de fiança, alegando que o desrespeito às regras de trânsito apresentado pelo brasileiro mostra quem ele é um risco inaceitável para as outras pessoas.

A decisão foi comemorada por parentes das vítimas do acidente.
Segundo o jornal “The Australian”, o brasileiro é casado, tem uma filha de 2 meses e sua mulher está grávida.

Uma nova audiência sobre o caso será realizada em março.

A Embaixada do Brasil em Camberra informou que ainda não foi notificada formalmente sobre o caso por familiares do brasileiro – por isso nenhuma providência oficial foi tomada. A embaixada já informou o Itamaraty sobre o caso.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Bêbado de cueca faz vídeo ‘selfie’ ao ficar preso em placa de trânsito

Após beber demais, um jovem britânico publicou um vídeo em primeira pessoa no YouTube no qual afirma estar preso no topo de uma placa de trânsito no Reino Unido, sem conseguir descer por estar bastante embriagado, além de estar apenas de cueca (assista ao vídeo).

Jovem bêbado gravou vídeo 'selfie' ao narrar que estava preso no topo de placa de trânsito (Foto: Reprodução/YouTube/RayC)Jovem bêbado gravou vídeo ‘selfie’ ao narrar que estava preso no topo de placa de trânsito (Foto: Reprodução/YouTube/RayC)

Por mais de dois minutos e meio, o rapaz visivelmente bêbado narra sua aventura, contando que estava bebendo na casa de um amigo, e que achou que seria “uma boa ideia” subir em uma placa de trânsito, que sinaliza para a região de Manchester. “Como eu vim parar aqui em cima? É maluco!”, diz o rapaz exaltado.

A gravação do jovem, intitulada “por que eu não deveria beber”, em tradução livre, foi bastante compartilhada na rede, e assistida mais de 290 mil vezes.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Acidente de trânsito deixa 30 mortos na Índia

Pelo menos 30 pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um acidente envolvendo um caminhão e duas caminhonetes no noroeste da Índia nesta quinta-feira (3). Entre os mortos estavam 13 crianças, segundo as equipes de resgate.

De acordo com a agência France Presse, as duas caminhonetes carregavam mais pessoas que o permitido. O motorista do caminhão foi preso logo após o acidente.

Polícia retira o que restou de um dos veículos envolvidos no acidente que matou 30 pessoas na Índia (Foto: Reuters)Polícia retira o que restou de um dos veículos envolvidos no acidente que matou 30 pessoas na Índia (Foto: Reuters)

O acidente aconteceu no começo da manhã no distrito de Barpeta, a cerca de 160 quilômetros de Guwahati, a capital do estado de Assam, quando o caminhão colidiu contra uma das caminhonetes, que por sua vez se chocou com a segunda, disse o inspetor de polícia Sunil Das à agência EFE.

As caminhonetes transportavam trabalhadores, alguns acompanhados de seus filhos, para uma fábrica de tijolos.

Cerca de 125 mil pessoas morrem por ano na Índia em acidentes de trânsito. Segundo um relatório publicado em 2011 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a Índia é o país com maior número de mortes no trânsito.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , ,