RSS

Arquivo da tag: tirar

Turquia rejeita tirar Facebook e YouTube do ar por gravações

O presidente da Turquia, Abdullah Gul, descartou nesta sexta-feira (7) qualquer suspensão ao Facebook e ao YouTube, depois que o primeiro-ministro Tayyip Erdogan ameaçou bani-los, numa tentativa de impedir adversários políticos de divulgarem anonimamente gravações que supostamente revelam casos de corrupção e outras irregularidades por parte do seu círculo íntimo.

Na gravação mais recente, divulgada na noite de quinta-feira (6) no YouTube, Erdogan é supostamente ouvido ao telefone gritando impropérios ao dono de um jornal por causa de uma reportagem e sugerindo que os jornalistas fossem demitidos, num material que deve acentuar as preocupações com a liberdade de imprensa e com o estilo autoritário de Erdogan.

O premiê, que nega qualquer denúncia de corrupção, acusa seu ex-aliado Fethullah Gullen, um pregador muçulmano turco radicado nos EUA, de “fabricar” as gravações de áudio. Gulen, que nega envolvimento, tem muitos seguidores na Turquia, especialmente dentro da polícia e do Judiciário.

O presidente Gul, co-fundador do partido governista de raízes islâmicas AK, de Erdogan, disse que a liberdade de expressão é um valor importante sustentada por reformas do próprio governo.

“Fechar (os sites de mídia social) está fora de questão”, disse Gul, quando questionado sobre a ameaça de Erdogan, acrescentando que, de acordo com uma lei recente, autoridades poderiam bloquear o acesso a material nos sites, se a privacidade de uma pessoa for violada.

“Estamos sempre orgulhosos das reformas que fizemos em relação à ampliação das liberdades”, completou.

Em entrevista à emissora local ATV, transmitida na noite de quinta-feira, Erdogan havia levantado a opção de banir Facebook e YouTube depois das eleições locais de 30 de março.

“Estamos determinados a respeito desse assunto. Não deixaremos esta nação à mercê do YouTube e do Facebook…Vamos tomar as medidas necessárias da forma mais forte”, disse ele.

Sobre a possibilidade de tais medidas incluírem a retirada dos sites do ar, ele disse: “Incluem, porque essas pessoas ou instituições encorajam todo tipo de imoralidade e espionagem para seus próprios fins.”

Não houve reação imediata por parte do Facebook e do YouTube.

A Turquia proibiu o YouTube por mais de dois anos, até 2010, depois que usuários postaram vídeos que o governo considerou insultantes ao fundador da República, Mustafa Kemal Ataturk.

Recentemente, o governo reforçou o controle da Internet, alegando a necessidade de defender a privacidade dos usuários. Críticos de Erdogan dizem que a nova lei foi mais uma tentativa de abafar as denúncias de corrupção que invadem as redes sociais e os sites de compartilhamento de vídeos.

Erdogan diz que essas denúncias são parte de uma campanha para desacreditá-lo e desestabilizar seu governo. Segundo ele, fragmentos de conversas reais foram usados em uma “montagem”. A Reuters não foi capaz de confirmar a autenticidade das gravações.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 10 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Turistas abraçam coalas para tirar fotos em parques na Austrália

Crianças tiram foto abraçada com coala no parque de Hamilton Island (Foto: Flávia Mantovani/G1)Crianças tiram foto abraçada com coala no parque de Hamilton Island (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Coalas cheiram a eucalipto e têm textura de tapete felpudo. Essas são algumas constatações que é possível fazer ao chegar perto desse simpático animal que é um dos símbolos da Austrália.

No Wild Life Hamilton Island – uma espécie de zoológico na ilha de Hamilton, na costa leste do país –, turistas fazem fila para tirar fotos abraçados ao bichinho que parece um pequeno urso, mas na verdade é um marsupial e, assim como os cangurus, carrega seus filhotes em uma bolsa em seu corpo. O estado de Queensland, onde fica a ilha, é um dos poucos a permitir esse tipo de aproximação.

A estrela do “Koala Cuddle” no dia da visita do G1 era Willy, um macho adulto que era colocado no colo dos visitantes pelas cuidadoras do parque e ficou quietinho durante os cliques. A foto é cobrada no final da visita.

O parque, que tem também cangurus, cacatuas e outros animais típicos da fauna australiana, serve buffet de café da manhã em um espaço rodeado por árvores às quais se agarram outros coalas.

Menino tira foto abraçado a coala em Hamilton Island (Foto: Flávia Mantovani/G1)Menino tira foto abraçado a coala em Hamilton
Island (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Na maioria das vezes eles estão dormindo – a espécie só fica acordada de duas a seis horas por dia, já que precisa poupar energia para digerir as folhas de eucalipto que compõem a sua dieta e que são fibrosas e cheias de componentes tóxicos.

Placas alertam os turistas para que não incomodem os bichos e não usem flash nas fotos que tirarem deles.

Bem-estar animal
Outros lugares que permitem abraçar coalas para tirar fotos são o Lone Pine Koala Sanctuary, em Brisbane, o Kuranda Koala Gardens, em Kuranda, e o Cairns Tropical Zoo, em Cairns.

Os parques negam que a atividade deixe os animais estressados. Eles afirmam que seguem o código de baos práticas sobre o tema do estado de Queensland, que determina que os coalas só podem “trabalhar” até 30 minutos por dia, e não mais de dois dias seguidos. Dizem ainda que possue, uma grande colônia de animais para que nenhum deles fique sobrecarregado.

Segundo os administradores do Cairns Tropical Zoo, pesquisas mostram que a maioria dos coalas criados em cativeiro ficam confortáveis enquanto são tocados e não sofrem impacto  na saúde ou no comportamento.

Vídeo: veja ao lado um filhote de coala

Mas em New South Wales, estado onde fica Sydney, a prática é banida desde 1997. No Featherdale Wildlife Park, perto da famosa cidade australiana, o que é permitido é tirar fotos acariciando o animal em um tronco específico do zoológico. Os visitantes podem usar a própria câmera fotográfica, portanto não é preciso pagar pela imagem.

No dia da visita do G1, quem estava no tronco era um macho de dois anos que dormia, indiferente aos cliques e às caras maravilhadas dos turistas.

Na beira da estrada

Em seu habitat natural, os coalas são encontrados especialmente do leste e do sul da Austrália: Queensland, New South Wales, Victoria e South Australia são alguns estados onde eles podem ser vistos nas florestas de eucalipto.

Bebê coala ao lado da mãe em uma das árvores do Parque Nacional Cape Otway (Foto: Flávia Mantovani/G1)Bebê coala ao lado da mãe em uma das árvores
do Parque Nacional Cape Otway
(Foto: Flávia Mantovani/G1)

Um exemplo é a região do Cape Otway National Park, próxima a Melbourne. Ao passar de carro por lá, basta prestar atenção às árvores na beira da estrada para encontrar adultos e filhotes pendurados, dormindo, mastigando folhas de eucalipto ou se esticando preguiçosamente.

Só existe uma espécie de coala, e ela vive uma média de dez anos quando em seu habitat natural. É proibido mantê-los como animais de estimação.

A perda do habitat devido a incêndios, doenças nos eucaliptos e à ocupação urbana é um grave problema enfrentado por esses animais. A Australian Koala Foundation estima que haja menos de 80 mil exemplares no país – antes da colonização europeia, eram milhões. A entidade também estima que 4 mil coalas sejam mortos a cada ano atropelados por carros ou atacados por cães.

7 INFORMAÇÕES CURIOSAS SOBRE OS COALAS

Turista tira foto com coala no Featherdale Park, perto de Sydney; nessa região não é possível abraçar o bicho, mas dá para tocá-lo levemente para a imagem (Foto: Flávia Mantovani/G1)Turista tira foto com coala no Featherdale Park, perto de Sydney; nessa região não é possível abraçar o bicho, mas dá para tocá-lo levemente para a imagem (Foto: Flávia Mantovani/G1)

1) Eles não são ursos
Assim como os cangurus, coalas são marsupiais, ou seja, seus filhotes nascem imaturos e se desenvolvem em uma bolsa no corpo da mãe. Eles começaram a ser chamados de ursos pelos europeus que colonizaram a Austrália e acharam que eles se pareciam a esses animais.

Coala no Featherdale Park, perto de Sydney (Foto: Flávia Mantovani/G1)Coala no Featherdale Park, perto de Sydney
(Foto: Flávia Mantovani/G1)

2) Comida tóxica
A dieta do coala é composta por folhas de eucalipto, que são tóxicas para a maioria dos mamíferos, mas que eles conseguem digerir graças a adaptações em seu sistema digestivo.

Ainda assim, só absorvem 25% da fibra consumida, e por isso precisam de muita quantidade para se nutrir. Um coala adulto come cerca de meio quilo de folhas por dia.

3) Bêbado, não!
Coalas dormem entre 18 e 22 horas diariamente, pois precisam economizar energia para digerir as folhas de eucalipto, que são fibrosas, tóxicas e pouco nutritivas. Há um mito de que eles dormem muito porque ficam “bêbados” com essa planta, mas ele não tem fundamento.

4) Cada um por si
Coalas são animais solitários e não andam em grupos. Cada um deles visita regularmente um conjunto de árvores, que passa a ser sua casa. Um coala não costuma ir à “casa” de outros, exceto para acasalamento. Os machos adultos têm uma glândula no centro do peito que exala uma substância grudenta e preta que é esfregada nas árvores para demarcar território.

Coala bebê em Hamilton Island (Foto: Flávia Mantovani/G1)Coala filhote em Hamilton Island
(Foto: Flávia Mantovani/G1)

5) Na bolsa da mãe
As fêmeas normalmente têm um filhote por ano quando jovens e um a cada dois ou três anos quando mais velhas. O filhote nasce com apenas 2 cm, cego, surdo e sem pelos. Ele fica na bolsa por seis a sete meses, bebendo apenas leite materno.

Após sair da bolsa, monta nas costas ou no abdome da mãe e continua retornando à sua bolsa para beber leite até ser grande demais para caber lá dentro.


6) Seletivos
Há mais de 600 variedades de eucalipto, mas os coalas comem apenas algumas poucas, que eles detectam serem mais nutritivas e terem menos toxinas. As demais servem apenas como apoio para eles.

7) Sem sede
Acredita-se que a palavra “coala” significasse “não beber” em uma das línguas aborígenes antigas. Esses animais normalmente não precisam beber água porque obtêm a hidratação das folhas de eucalipto – portanto, só buscam o líquido isolado quando necessário.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Reino Unido quer tirar nacionalidade de suspeitos de terrorismo

A ministra do Interior britânica, Theresa May, quer retirar a nacionalidade de cidadãos naturalizados suspeitos de delitos de terrorismo, em uma emenda ao projeto de lei de imigração que está sendo discutido.

Segundo a proposta, será retirado o passaporte dos britânicos naturalizados e cuja conduta seja “seriamente prejudicial aos interesses vitais do Reino Unido”.

A ministra do Interior já conta com o poder de tirar a cidadania britânica de quem tem dupla nacionalidade.

Mas, neste caso, poderá retirar a nacionalidade também das pessoas que se converteram em britânicos e que só contam com esta nacionalidade, o que os faria ser apátridas.

“Quem ameaça desse país coloca em perigo a todos nós (…) A cidadania é um privilégio, não um direito”, sentenciou Harper.

A emenda deixaria nas mãos dos ministros, e não dos juízes, a decisão de deportar delinquentes convictos estrangeiros.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Como tirar uma aranha do corpo… NA AUSTRÁLIA

Fonte: ahnegao.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Revista vai tirar de site informação sobre caso de Hollande e atriz

A revista Closer vai retirar, “provavelmente nesta sexta-feira (10) à noite” de seu site as informações segundo as quais o presidente francês François Hollande teria um caso com a atriz Julie Gayet. O pedido foi feito pelo advogado da atriz, anunciou à AFP Laurence Pieau, diretora da revista.

“O advogado de Julie Gayet entrou em contato para nos pedir que retirássemos de nosso site toda menção desta relação e de garantir o mesmo no Google”, declarou Laurence Pieau.

A diretora indicou que o mesmo não foi pedido para a versão impressa da revista.

A atriz francesa Julie Gayet em 25 de maio de 2012 (Foto: AFP)A atriz francesa Julie Gayet em 25 de maio de 2012
(Foto: AFP)

François Hollande denunciou nesta sexta um atentado a sua vida privada, após a revelação pela revista especializada em celebridades de seu suposto caso com a atriz Julie Gayet.

A revista francesa “Closer” revelou nesta sexta que o Hollande e Julie Gayet estão mantendo um romance, em uma matéria de sete páginas ilustrada com várias fotos.

A publicação também anunciou, em seu site, uma edição especial “que revela em um dossiê de sete páginas as fotos da relação entre o chefe de Estado e a atriz”.

“No dia do Ano Novo, o chefe de Estado visita de scooter a atriz em sua residência, onde o presidente costuma passar a noite”, informou a revista.

Julie, de 41 anos, moveu uma ação em março do ano passado para identificar os autores de um boato na internet sobre um suposto caso com Hollande, de 59 anos.

Oficialmente, a atual companheira do chefe de Estado francês é Valérie Trierweiler.

Em 2012, Julie participou de um videoclipe eleitoral do candidato Hollande à presidência, a quem ela qualificava de homem “humilde, formidável e que escuta de verdade”.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Russo é preso ao tirar a roupa e meditar nu em estrada na China

O estudante russo Limag Bodrov, de 23 anos, atrapalhou no mês passado o trânsito em uma estrada em Haikou, na província de Hainan, na China, depois que tirou a roupa no meio da via e começou a meditar. Assista ao vídeo.

Amigos tentaram convencer Bodrov a sair da estrada, pois era muito perigoso. O jovem, que está estudando em uma universidade em Haikou, negou-se a levantar e disse que queria sentir a harmonia com a natureza.

Como se recusou a colocar roupa, a jovem acabou detido pela polícia.

Limag Bodrov tirou a roupa no meio da via e começou a meditar (Foto: Reprodução/YouTube/Paikechina)Limag Bodrov tirou a roupa no meio da via e começou a meditar (Foto: Reprodução/YouTube/Paikechina)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Americana com sobrenome gigante ‘não consegue’ tirar documentos

Janice, ao lado do marido falecido. Mulher não consegue portar documento que comporte nome completo (Foto: Janice “Lokelani” Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele/AP)Janice, ao lado do marido falecido. Mulher não consegue portar documento que comporte nome completo (Foto: Janice “Lokelani” Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele/AP)

Na cidade de Kamuela, no Havaí, uma mulher com um sobrenome com 35 letras está revoltada por não conseguir uma indentificação oficial, já que o cartão não comporta seu nome completo.

Janice “Lokelani” Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele não consegue obter um documento com seu nome completo porque nem a habilitação ou mesmo o cartão de identidade possuem espaço suficiente para que o sobrenome caiba por completo.

A mulher chegou a carregar dois documentos para que todo seu sobrenome fosse comportado, mas, na nova identidade, o nome chegou incompleto. Após muitos problemas enfrentados por Janice não possuir um documento apropriado, a justiça do Havaí está buscando uma forma de fazer com que a identidade comporte todo o nome de Janice Keihanaikukauakahihuliheekahaunaele.

A americana se negou a voltar a utilizar o nome de solteira, já que o sobrenome longo era do marido, que faleceu.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,