RSS

Arquivo da tag: testa

Padaria drive-thru testa drone para a entrega de pães em São Carlos, SP

A franquia da Pão To Go, padaria drive-thru criada em São Carlos (SP), está testando um drone para entrega do pão francês e outros produtos aos clientes, que deverão pagar uma taxa de R$ 2 pela comodidade. O serviço, entretanto, ainda não tem data para ser disponibilizado, pois no Brasil não há regulamentação para o uso comercial de veículos aéreos não tripulados. Segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a proposta deverá ser submetida ao processo de audiência pública este ano.

O empresário Tom Ricetti já realizou três testes com a aeronave em São Carlos. Ele disse ter gostado da ideia da gigante do varejo on-line Amazon e da rede americana de pizzarias Domino’s, que anunciaram no ano passado o desejo de usar os aviões não tripulados para levar pequenos produtos aos clientes. “Pensei que seria uma facilidade imensa para pães, frios, bolos. O drone é o entregador do futuro”, afirmou ele ao G1.

O aparelho utilizado, cujo investimento foi de R$ 6 mil, possui seis hélices e tem capacidade para carregar uma carga de até 3,5 quilos. A ideia é que a aeronave não pouse no local. Para isso, o empresário desenvolveu uma caixa especial e uma pinça para soltá-la de uma altura entre 2,5 e 3 metros de altura sem prejudicar os produtos.  Leite, refrigerante ou qualquer outro tipo de líquido, contudo, ficariam de fora nesse tipo de entrega. “Nos testes a essa altura percebemos que a caixa aguenta bem e não prejudica os produtos, como pão, frios, bolos, doces e outras mercadorias embaladas”, explicou o empresário.

Por enquanto, a ideia é que o drone voe até um quilômetro da padaria. O serviço será oferecido, a princípio, em condomínios. “Temos o receio de quem alguém derrube ou pegue o aparelho, então vamos trabalhar em lugares fechados. Não que não possa acontecer, mas diminuem os riscos”, disse.

Empresário testa uso de drone para entregar produtos da padaria em São Carlos (Foto: Tom Ricetti/Arquivo pessoal)Empresário testa uso de drone para entregar produtos da padaria (Foto: Tom Ricetti/Arquivo pessoal)

Benefícios
O empresário ressaltou que o uso do drone não vai eliminar a entrega feita por motos, mas será um serviço facilitador para quem quer praticidade sem sair de casa. “Com a padaria drive-thru a gente já resolveu um grande problema para as pessoas que têm dificuldade de locomoção. Com o drone, queremos facilitar ainda mais”, declarou. Segundo ele, o uso será opcional aos franqueados.

Regulamentação
As aeronaves não tripuladas (que compreendem as aeronaves remotamente pilotadas e as aeronaves totalmente autônomas) se enquadram na definição de “aeronave” presente no Código Brasileiro de Aeronáutica e, portanto, são objeto de regulação e fiscalização da Anac. Por esse motivo, nenhum voo de aeronave civil remotamente pilotada pode ser realizado no Brasil sem a devida autorização da Agência, que avalia caso a caso os requerimentos para esse tipo de operação.

As questões técnicas envolvidas com a pilotagem remota e outras peculiaridades destes sistemas têm sido o foco dos engenheiros, pilotos e especialistas no assunto, tanto na indústria como nas autoridades de aviação civil, que buscam a demonstração da segurança das operações.

Embora não exista restrição à compra de um veículo aéreo não tripulado (vant, na sigla em português)  por um cidadão, instituição ou empresa, a sua operação depende de uma autorização específica da Anac. O procedimento para que uma aeronave receba o Certificado de Autorização de Voo Experimental (Cave). O documento permite, entretanto, apenas operações experimentais sobre áreas não densamente povoadas, ou seja, não permite operações com fins lucrativos e nem operações em áreas urbanas.

A Anac ressalta que a utilização de uma aeronave sem autorização está sujeita às penalidades previstas na própria Lei 7.565/86. O infrator estará ainda sujeito a ações de responsabilidade civil e penal.

Padaria drive-thru em São Carlos (Foto: Fabio Rodrigues/G1)Padaria drive-thru foi idealizada em
São Carlos (Foto: Fabio Rodrigues/G1)

Padaria drive-thru
Atualmente com 112 franquias, a Pão To Go tem conquistado clientes no Brasil e no exterior. A rede fechou contrato para unidades em Miami, Orlando e Los Angeles. A Argentina já conta com um master franqueado (que subfranqueia as unidades) e a primeira loja será na grande Buenos Aires. Chile e Angola também estão em negociação com um master franqueado, disse o empresário.

O investimento inicial para abrir uma unidade é a partir de R$ 195 mil, o que inclui taxa de franquia, capital de giro, maquinário e obras. O espaço mínimo para instalar o ponto é de 200 metros quadrados, sendo necessário 40 metros quadrados de área construída para um box.

De acordo com Ricetti, o faturamento médio mensal do empreendimento é de R$ 50 mil a R$ 70 mil. A recuperação do valor investido pode ser de até 12 meses, que varia de região.

new WM.Player( { videosIDs: “3315798”, sitePage: “afeptvg1_saocarlos/videos”, zoneId: “129099” } ).attachTo($(“#3315798”)[0]);

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Microsoft testa teclado com sensores para identificar gestos do usuário

Sensores colocados ao lado das teclas permitem a leitura de gestos do usuário (Foto: Divulgação)Sensores colocados ao lado das teclas permitem a
leitura de gestos do usuário (Foto: Divulgação)

A Microsoft estuda meios de unir gestos em uma área sensível ao toque (trackpad) com as teclas de um teclado de PC tradicional. O recurso permitiria que o usuário realizasse gestos com as mãos por cima do teclado para realizar ações nos programas.

A empresa publicou uma pesquisa em que revela um protótipo deste teclado que tem sensores infravermelhos de proximidade colocados acima das teclas. Desse modo, ao passar a mão por cima do teclado, seria possível mudar de página ou mudar a orientação de uma imagem. Ainda, com movimentos dos dedos poderia aumentar o diminuir o tamanho da foto na tela. O recurso é similar ao visto pela tecnologia Leap Motion.

A intenção da empresa é trazer o uso de gestos para comandar o PC que fosse natural e fácil para todos os usuários. O recurso não seria um substituto do mouse e, sim, um complemento.

A tecnologia ainda está sendo testada e não há uma previsão de ser lançada no mercado.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Google testa visualização de e-mails do Gmail em blocos

Google testa nova visualização para e-mails de anúncios e promoções no Gmail (Foto: Divulgação/Google)Google testa nova visualização para e-mails de anúncios e promoções no Gmail (Foto: Divulgação/Google)

O Google está testando uma nova interface para a aba de promoções e de anúncios do serviço de e-mails Gmail, que poderá ser visualizada em blocos, lembrando o site Pinterest. Os e-mails de marketing já tinham sido separados em uma aba única no serviço.

Em vez de aparecerem como mensagens normais na aba “Promoções”, ao clicar na opção “Grid”, eles aparecerão em grandes imagens, mostrando fotos do seu conteúdo e o ícone da empresa remetente.

Como parte da mudança, o Google está oferecendo às empresa meios de sinalizar melhor suas mensagens e imagens neste formato. Caso os remetentes não façam nada, o Google irá decidir o que mostrar nesta nova visualização.

O recurso ainda está em fase de testes, mas o Google aceita inscrições dos interessados em participar (acesse aqui). Para isso, é necessário ter uma conta do Gmail.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Mozilla testa protótipo de tablet com sistema Firefox OS

Mozilla texta sistema Firefox OS em tablets (Foto: Divulgação/Asa Dotzler/Mozilla)Mozilla texta sistema Firefox OS em tablets
(Foto: Divulgação/Asa Dotzler/Mozilla)

A Mozilla, organização que desenvolve o navegador Firefox e o sistema operacional móvel Firefox OS, começou a testar uma versão do seu sistema operacional móvel em tablets, criando um protótipo de aparelho exclusivo para as pesquisas. A intenção da empresa é que o FirefoxOS integre, além dos smartphones, televisores, tablets e outros dispositivos conectados.

O desenvolvedor da Mozilla, Asa Dotzler, publicou imagem do tablet rodando o sistema operacional em seu blog. O “codinome” do tablet é “Flatsifh”.

O protótipo foi construído pela Foxconn e tem uma tela de 10 polegadas com resolução de 1280×800, 2 GB de memória RAM e 16 GB de espaço de armazenamento, além de conexões Wi-Fi e Bluetooth. Tem câmeras frontal e traseira, entrada para cartão de memória microSD e porta micro USB.

Com configurações inferiores a produtos como iPad Mini com tela retina, Nexus 10 ou o Nexus 7, a Mozilla aposta em mercados emergentes.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Startup testa drone para monitorar rinocerontes e evitar caça no Quênia

Engenheiros da startup Airware mostram imagens captadas por drones que vigiam rinocerontes e outros animais selvagens a patrulheiros de reserva ambiental no Quênia. (Foto: Divulgação/OI Pejeta Conservancy)Engenheiros da startup Airware mostram imagens
captadas por drones que vigiam rinocerontes
e outros animais selvagens a patrulheiros de
reserva ambiental no Quênia. (Foto: Divulgação/
OI Pejeta Conservancy)

Chegar próximo de um rinoceronte não é das tarefas mais fáceis. Monitorá-los para evitar o avanço de caçadores também não.

Por isso a startup norte-americana Airware, que desenvolve drone (veículos aéreos não tripulados), testou o uso das máquinas aéreas na vigilância de áreas selvagens na África, para evitar o extermínio de algumas espécies, como o rinoceronte negro.

Um vídeo do procedimento foi divulgado pela companhia nesta terça-feira (14) (Veja aqui).

Chamado de Patrulheiro Aéreo, o drone foi testado no OI Pejeta, o maior santuário de rinocerontes negros do Leste da África. Localizado no Quênia, a área de preservação é a única no país onde se podem ver chipanzés, além de reunir a maior densidade de predadores selvagens.

Devido à caça predatória, o número de rinocerontes vem caindo drasticamente. Em 1960, 2 mil rinocerontes habitavam a reserva. Somente em 2013, 50 foram mortos e apenas sete ainda vivem no parque.

A área é administrada por uma organização sem fins lucrativos, chamada OI Pejeta Conservancy, que, junto do Serviço do Quênia de Vida Selvagem, trabalharam nos testes com a Airware.

Monitores mostram imagens captadas por drone da Airware, que vigia rinocerontes e outros animais selvagens em reserva ambiental no Quênia. (Foto: Divulgação/OI Pejeta Conservancy)Monitores mostram imagens captadas por drone
da Airware, que vigia rinocerontes e outros animais
selvagens em reserva ambiental no Quênia.
(Foto: Divulgação/OI Pejeta Conservancy)

O teste foi realizado no Natal de 2013. O drone usado estava equipado com a plataforma de piloto automático e o software de controle da Airware, que, em conjunto, funcionam como uma ferramenta de monitoramento que transmite vídeos e imagens térmicas em tempo real à base dos patrulheiros.

Com o veículo, é possível sobrevoar áreas habitadas por animais selvagens e fazer a contagem de populações com mais frequência. Tanto a rota do drone quanto as câmeras presentes nele podem controladas por patrulheiros.

Enquanto esteve na área de preservação, a Airware também testou planadores convencionais e vários tipos de aterrisagem.

Até março de 2013, a startup participava do programa da aceleradora Y Combinator, pioneira no mundo nesse ramo de acolher empresas iniciantes de tecnologia para ajuda-las a construir um plano de negócio que sustente financeiramente as inovações tecnológicas que criaram. Passaram por ela Reddit, Dropbox, Airbnb, Pebble, Rap Genius, iCracked e Coinbase.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Chinês tem o nariz implantado na testa! Será?

Fotos que circulam pela web mostram um chinês com um nariz colado na testa. A notícia afirma que isso seria um tratamento médico. Será verdade?

A notícia apareceu em diversos blogs, sites de notícias e nas redes sociais no dia 25 de setembro de 2013. De acordo com a manchete, um cirurgião chinês teria implantado um nariz na testa de um jovem de 22 anos, chamado apenas de Xiaolian, porque seu nariz foi deformado por causa de uma infecção.

Mas será que essa história é verdadeira ou falsa?

Rapaz tem um nariz implantado em sua testa. Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Reuters) Rapaz tem um nariz implantado em sua testa. Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Reuters)

Por incrível que pareça, o caso é real!

Em agosto de 2012, o jovem chinês Xiaolian, teve sua vida mudada drasticamente depois que um acidente de carro deixou seu nariz totalmente desfigurado. Como havia uma grave infecção nasal (que não sarava de jeito nenhum), os médicos do hospital de Fuzhou, na província de Fujian (China) decidiram esculpir um nariz novinho em folha para ele.

De acordo com o jornal britânico Mirror, essa é uma nova técnica utilizada na cirurgia plástica reconstrutiva. Os cirurgiões retiraram pedaços da pele e cartilagem das costelas de Xiaolian e reimplantaram em sua testa até que o tecido fique irrigado para, então, fazer a reconstrução nasal.

Segundo especialistas, a testa foi uma boa escolha, pois a pele da região é bem parecida com a do local onde será reimplantado o novo órgão.

O nariz novo será transplantado para o local correto em breve, afirma o jornal especializado Medical Daily.

Tem vídeo do chinês com o nariz na testa:

Xiaolian não é a primeira pessoa a ter um órgão crescido em outra parte do corpo. No final de 2012, um empresário britânico de 58 anos perdeu seu nariz para um câncer. Os médicos criaram um novo nariz a partir de células do próprio paciente e “plantaram” no braço do senhor. Depois que o nariz chegou a um tamanho ideal, especialistas da University College London implantaram no rosto do empresário.

nariz_03 Reprodução/Daily Mail

Em setembro de 2012, a norte-americana Sherrie Walters, de 42 anos, depois de perder uma das orelhas por causa de um câncer de pele, ganhou um novo órgão que foi criado a partir de uma de suas costelas e plantado em seu braço. De acordo com o Medical Daily, a nova orelha ficou crescendo no braço da paciente por vários meses antes de ser transplantada para o local definitivo!

Orelha crescendo no braço da paciente! (foto: Divulgação) Orelha crescendo no braço da paciente! (foto: Divulgação)

História real! O chinês teve mesmo um nariz implantado em sua testa!

Agradecimentos ao Buteco da Net e a diversos leitores do E-farsas pela dica!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Assange testa paciência do Equador em busca por vaga de senador

Vídeo de Assange provocou nota do presidente do Equador (Foto: AFP)Vídeo de Assange provocou nota do presidente d
o Equador (Foto: AFP)

Estaria Julian Assange prestes a mudar seu domicílio, da embaixada do Equador em Londres para uma vaga no Senado australiano? A resposta curta é: provavelmente não.

A pergunta que fica é: como alguém faz campanha para o Congresso da Austrália enquanto mora em solo equatoriano na Inglaterra?

O fundador do WikiLeaks lançou sua campanha no dia 25 de julho em uma ligação de Skype – cheia de interrupções – para partidários seus no Estado de Victoria, que se reuniram em uma biblioteca.

Antes de a imagem do Skype falhar, Assange explicou que seu partido, o Partido WikiLeaks, “trará o jornalismo investigativo para o coração do Senado australiano e cobrará as obrigações do governo”.

O professor de lei constitucional da Universidade de New South Wales, George Williams, disse que a campanha de Assange é inédita.

“Normalmente, os políticos põem ênfase nos seus laços com a comunidade. Por isso, concorrer estando enfurnado em uma embaixada fora do país é bastante audacioso”, diz Williams.

Assange está morando na embaixada equatoriana há mais de um ano, para evitar extradição para a Suécia, onde a polícia quer interrogá-lo por acusações em um caso de assédio sexual.

Ele teme que, caso deixe a embaixada, esteja vulnerável a uma eventual extradição para os Estados Unidos, onde poderia ser processado por espionagem, depois que o WikiLeaks revelou documentos americanos secretos.

Apesar de não ter sido condenado ou sequer indiciado por qualquer crime, a frágil situação de Assange o expõe a diversos problemas, mesmo caso consiga ser eleito.

“A questão legal que surge está na seção 20 da Constituição. Ela afirma que a vaga do senador se torna nula caso ele não apareça em sessões no Senado por dois meses consecutivos sem permissão do Senado. E ele precisaria aparecer para tomar posse”, diz Williams.

Abertura radical
Estas complicações não desanimaram Assange.

No último mês, ele tem tentado se conectar com eleitores de dentro da sala de imprensa da embaixada equatoriana através do Skype, Google Hangouts e YouTube – alguns deles testando a hospitalidade do Equador.

Em uma paródia recente, Assange ironiza os políticos australianos. Vestindo uma peruca loira, ele dubla a canção You’re the Voice (Você é a voz), de John Farnham.

O vídeo não foi bem recebido pelo presidente do Equador, Rafael Correa, que soltou uma nota oficial.

“As regras do asilo em princípio proíbem intromissão na política do país que concede asilo. Mas como cortesia não vamos impedir Julian Assange de exercer seu direito de ser candidato. Mas só enquanto ele não zombar de políticos ou pessoas australianas”.

O Partido WikiLeaks tem seis candidatos concorrendo a vagas no Senado australiano. Assange lidera as iniciativas políticas de mudanças climáticas, tributárias, de concessão de asilos, de liberdade de expressão e de “abertura radical”.

No entanto, a sigla já sofreu um golpe em seu começo. Uma briga interna levou à renúncia de Leslie Cannold, um dos mais conhecidos nomes do Partido WikiLeaks, que concorria à vaga também no Estado de Victoria. Muitos voluntários do partido deixaram a sigla junto com Cannold.

Mas Assange segue otimista.

“Vai ser uma briga dura, mas nossas chances são boas”, disse Assange à agência de notícias Associated Press.

‘Sem apoio’
A mensagem de Assange tem ressonância em alguns setores do eleitorado.

A famosa jornalista e ativista de direitos humanos australiana Mary Kostakidis aderiu à campanha. Ela se diz uma ‘otimista cautelosa’ em relação às chances de Assange.

“Com seu trabalho junto ao WikiLeaks, ele cativou a imaginação do público”.

Mas o consenso geral é que as chances do fundador do WikiLeaks são remotas.

Antony Green, analista político da ABC (principal TV australiana), disse que Assange é muito famoso, mas apesar disso não tem muitas chances.

“Ele simplesmente não tem apoio popular. Ele não conseguirá votos suficientes para se eleger”, diz Green.

A tarefa não é fácil. Assange concorre com outros 96 candidatos de 40 partidos diferentes por apenas seis vagas em Victoria.

Para Rodney Smith, especialista em política da Universidade de Sydney, partidos pequenos têm muitas dificuldades em pleitos australianos.

“Como muitas siglas, o Partido WikiLeaks subestimou o tempo e o esforço necessários para construir um partido pequeno”, diz ele.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,