RSS

Arquivo da tag: tenha

Diplomata nega que tio de Kim tenha sido jogado a cães na Coreia do Norte

Foto publicada no jornal norte-coreano 'Rodong Sinmun' e divulgada nesta sexta-feira (13) pela agência de notícia sul-coreana Yonhap mostra Jang Song-thaek na quinta (12), antes de ser executado (Foto: Reuters/Yonhap; Reuters/KCNA)Foto publicada no jornal norte-coreano ‘Rodong Sinmun’ mostra Jang Song-thaek antes de ser executado (Foto: Reuters/Yonhap; Reuters/KCNA)

Um diplomata norte-coreano negou os rumores sensacionalistas segundo os quais o tio do líder Kim Jong-un foi executado nu e jogado para cães famintos, em uma entrevista para a TV britânica.

“Não, não. Foi executado a tiros”, afirmou Hyun Hak-bong, embaixador do país comunista na Grã-Bretanha, em uma entrevista ao canal Sky News.

Jang Song-thaek, que foi o segundo homem mais forte da Coreia do Norte e mentor político de seu sobrinho Kim, foi condenado a morte em 12 de dezembro, por várias acusações, incluindo alta traição e corrupção.

A história de que Kim teria ordenado que o tio fosse jogado nu para um grupo de cães famintos foi, aparentemente, baseada em um tuíte satírico publicado em um site chinês.

O pequeno texto foi retomado por um jornal de Hong Kong, o que provocou comoção na imprensa ocidental. Assim como o recurso dos “cães famintos”, também foram denunciados outros métodos de execução na Coreia do Norte, como o uso de lança-chamas e granadas.

Sobre a suposta execução de toda a família de Jang, o diplomata afirmou: “É propaganda política feita por nossos inimigos”.

‘Esta informação, completamente inventada, não merece comentários’, completou.

Jang, de 67 anos, marido da irmã do falecido Kim Jong-il, teve um papel vital na consolidação da liderança do inexperiente Kim e virou uma espécie de “eminência parda” do regime de Pyongyang, até cair em desgraça.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Vaticano nega que Papa Francisco tenha conversado com Assad

Papa Francisco posa ao lado de um menino depois de audiência no Vaticano. (Foto: Vincenzo Pinto/AFP)Papa Francisco posa ao lado de um menino depois de audiência no Vaticano. (Foto: Vincenzo Pinto/AFP)

O Vaticano negou nesta quinta-feira (5) que o Papa Francisco tenha conversado por telefone com o presidente da Síria, Bashar al-Assad, como publicou um meio de comunicação argentino, segundo a agência de notícias EFE

O porta-voz do Vaticano, o jesuíta Federico Lombardi, desmentiu “categoricamente” que Francisco tenha ligado para Assad nos últimos dias para mediar o conflito sírio.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

Já a imprensa italiana divulgou nesta quinta que o Papa escreveu uma carta ao presidente russo, Vladimir Putin, por ocasião da abertura da cúpula do G20 em São Petersburgo, e pediu que os líderes mundiais “deixem de lado a busca inútil por uma solução militar” na Síria, informou a gência de notícias Reuters.

“Em vez disso, que haja um renovado compromisso de buscar, com coragem e determinação, uma solução pacífica através do diálogo e da negociação das partes, com o apoio unânime da comunidade internacional”, disse o Papa na carta.

‘Aos dirigentes presentes, a cada um de vocês, faço um apelo do fundo do meu coração para que ajudem a encontrar o caminho para superar as posições de conflito e para que abandonem o vão afã de uma solução militar’, afirmou o Papa em sua carta.

‘É necessário um compromisso renovado para buscar, com coragem e determinação, uma solução pacífica através do diálogo e da negociação entre as partes, apoiado unanimemente pela comunidade internacional’, acrescenta o texto.

O Papa se reuniu nesta quinta-feira com todos embaixadores credenciados na Santa Sé para informá-los sobre a jornada de oração e jejum que convocou para sábado para pedir a paz na Síria e no mundo.

O pontífice, que enviou várias mensagens nos últimos dias para pedir a paz, também convocou para este sábado uma vigília na praça São Pedro pela paz na Síria, que será realizada das 19h locais até a meia-noite.

O apelo do Papa obteve até agora inúmeros apoios de personalidades religiosas, que advertem para o perigo de uma guerra generalizada, rejeitam um ataque limitado e questionam a intenção dos Estados Unidos e da França de intervir sem o aval da ONU.

O apelo teve inclusive o apoio de igrejas orientais e de outras religiões. Segundo a agência vaticana Fides, o grande mufti da Síria, Ahmad Badredin Hasu, líder espiritual do islã sunita no país, quer estar presente na praça de São Pedro para a vigília de sábado.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Irã nega que ex-presidente tenha acusado Assad de usar gás venenoso

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O Ministério das Relações Exteriores do Irã negou nesta segunda-feira (2) que o ex-presidente iraniano Akbar Hashemi Rafsanjani tenha acusado o governo sírio de utilizar armas químicas na guerra civil do país.

No domingo (1º), a Agência de Notícias Trabalhista do Irã (Ilna) citou Rafsanjani que teria dito que as autoridades sírias dispararam armas químicas contra seu próprio povo –uma afirmação impressionante, dada a estreita aliança de Teerã com Damasco. Horas mais tarde, a Ilna substituiu a notícia por uma matéria que não atribui culpa pelo ataque.

“As declarações do presidente do Conselho de Discernimento (Rafsanjani) foram distorcidas e negadas por seu gabinete”, disse Marzieh Afkham, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, segundo a agência de notícias Isna.

A Ilna, inicialmente, citou Rafsanjani que aparece dizendo que “o povo foi alvo de um ataque químico por seu próprio governo e, agora, também deve esperar por um ataque por estrangeiros”. Em reportagem posterior da Ilna, a frase da fonte é outra. “Por um lado, o povo da Síria é alvo de um ataque químico e agora devem esperar por um ataque por estrangeiros.”

Rafsanjani se referia aos preparativos dos EUA para um ataque militar punitivo contra Assad, em resposta ao ataque químico.

A primeira versão do seu discurso é nitidamente diferente dos comentários de outras autoridades iranianas, as quais sustentam que os rebeldes que lutam contra o presidente sírio, Bashar al-Assad, foram responsáveis ??pelo ataque com gás em um subúrbio de Damasco no dia 21 de agosto.

Rafsanjani é um aliado próximo do presidente iraniano, Hassan Rouhani, e comanda o Conselho de Discernimento do Irã, que aconselha o líder clerical supremo, o aiatolá Ali Khamenei.

Soldados iranianos sofreram ataques com gás venenoso durante a guerra do país contra o Iraque entre 1980 e 1988 e os líderes iranianos condenaram repetidamente o uso de armas químicas.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

TIM nega que tenha derrubado ligação de consumidor

Relatório da Anatel constatou que o plano Infinity da operadora tem mais quedas que os outros. Segundo agência, documento é preliminar.

O vice-presidente de assuntos regulatórios da TIM, Mário Girasole, negou hoje (7/08) que a operadora tenha interrompido propositalmente ligações de seus clientes do plano Infinity – modalidade de contrato no qual os clientes são cobrados por ligação e não por tempo de chamada.

Girasole foi ao Senado conversar com líder do governo e presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), para dar explicações sobre o relatório de fiscalização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que trata do assunto.

“A TIM nega veementemente qualquer hipótese de interromper as ligações. Isso não faz parte da gramática da empresa”, disse Girasole à imprensa, ao sair do encontro.

O relatório da Anatel, encaminhado ao Ministério Público (MP) do Paraná, estudou o padrão de quedas nas ligações dos clientes da companhia telefônica e observou que elas aconteciam quatro vezes mais entre os clientes do plano Infinity.

Com base no relatório, o MP daquele estado está pedindo que a TIM seja novamente proibida de vender novas linhas, sofra condenação por dano moral coletivo e devolva os valores cobrados a mais.

Mário Girasole garante que o relatório tem “falhas graves” e que está sendo questionado pela empresa na Anatel. Segundo ele, o documento não leva em consideração, por exemplo, se a queda na ligação é de responsabilidade da empresa ou provocada por fatores externos, como a falta de carga na bateria no celular.

“O que aconteceu foi um relatório que apontou quedas e construiu isso como uma suposta ação. Com uma análise desconstruímos isso. Esse relatório faz parte de procedimento, onde há nossa contra-análise. Não é coisa nova. Há falhas técnicas graves, acredito que está sendo reformulado. E faz parte de um processo de contraditório que, a nosso ver, acabará em nada”, afirmou o diretor da TIM.

Após a reunião, o senador Eduardo Braga disse que, se a prática for comprovada, a empresa terá praticado crime e poderá inclusive perder a outorga para atuar no Brasil. “Se for comprovado que isso foi feito de forma deliberada, ela [a empresa TIM] terá que sofrer todas as sanções previstas, inclusive a cassação da outorga e o ressarcimento aos consumidores. Agora, isso precisa ser comprovado. Não podemos agir com irresponsabilidade”, disse o senador.

Segundo ele, a empresa terá oportunidade de apresentar dados que comprovem a sua inocência em audiência pública que já está marcada para amanhã (8/08) na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado.

O presidente da Anatel, João Rezende, disse hoje (7/08) que o relatório que mostra uma queda maior de chamadas no plano Infinity da TIM, em relação a outros planos, ainda é preliminar.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,