RSS

Arquivo da tag: talib

Presidente afegão tem conversas secretas com Talibã, diz jornal

Hamid Karzai fala durante uma conferência em Cabul, neste sábado (25) (Foto: Reuters/Mohammad Ismail)Hamid Karzai fala durante uma conferência em
Cabul em 25 de janeiro (Foto: Reuters/Mohammad
Ismail)

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, tem participado de reuniões secretas com autoridades do Talibã na expectativa de persuadi-los a reconciliar-se com o governo, informou nesta terça-feira o jornal “The New York Times”, citando autoridades afegãs e ocidentais que não foram identificadas.

O porta-voz de Karzai não foi encontrado para comentar a informação. O jornal, no entanto, informou que ele confirmou que o contato tem sido feito e descreveu os dois últimos meses como positivos.

Autoridades disseram ao jornal, por outro lado, que as conversas iniciadas pelo Taliban foram frustrantes até agora, apesar de que poderiam explicar o aumento na hostilidade em público de Karzai contra Washington.

Em novembro, aproximadamente na mesma época em que as conversas teriam começado, Karzai anunciou sua intenção de evitar a assinatura de um acordo bilateral de segurança com os Estados Unidos até depois da eleição presidencial em abril.

Karzai já está em seu segundo mandato e não pode assumir um novo.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, frustrado com a recusa de Karzai em assinar um acordo, deve se reunir com altos comandantes na Casa Branca nesta terça-feira para discutir o futuro da missão norte-americana no Afeganistão.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Talibã fala à BBC e promete voltar ao poder no Afeganistão

Porta-voz do Talibã disse que tropas estrangeiras estão acuadas em suas bases (Foto: BBC)Porta-voz do Talibã disse que tropas estrangeiras
estão acuadas em suas bases (Foto: BBC)

Um porta-voz do Talibã disse que o grupo extremista já controla várias áreas do país e que deve voltar ao poder, vencendo as forças da Otan (aliança militar ocidental) que ainda permanecem no país.

Em entrevista ao editor de Internacional da BBC John Simpson, Zabiullah Mujahed disse que o Taleban estava ‘em toda a parte’ e que as tropas estrangeiras estavam acuadas.

‘Em áreas remotas, vemos apenas mujahedins do Talibã. Eles estão se movendo e tomando o controle de outros vilarejos.’

‘As forças estrangeiras… eles estão com tanto medo que estão confinados em suas bases.’

Mujahed disse ainda que historicamente o Afeganistão sempre venceu seus ocupantes. ‘Temos certeza que eles serão derrotados.’

Ele disse ainda que se o grupo voltar ao poder, não vai tornar mais ameno os métodos extremos de governar e de punir.

Ação inesperada
De acordo com o editor da BBC, é difícil acreditar em um retorno do Talibã na atual situação do Afeganistão.

No entanto, ele lembra que a tomada de Cabul pelo grupo, em 1996, também foi inesperada, e a eleição de um presidente corrupto e enfraquecido poderia fortalecer o grupo extremista.

Segundo Simpson, além de poder afirmar que o Talibã está vencendo a guerra e que eles voltarão ao poder logo, outro objetivo do porta-voz ao dar a entrevista era o de negar a existência de rachas no grupo a respeito da eleição de abril.

Ele negou que líderes do grupo estejam negociando com o governo – apesar de o governo vir insistindo nisso – e que haja qualquer ligação com candidatos que concorrem às eleições presidenciais, marcadas para abril, dizendo que o pleito era uma ‘farsa’.

Retirada
A maior parte das tropas estrangeiras da Otan no Afeganistão vão deixar o país neste ano, passando o controle para o exército local.

Em dezembro de 2013, o comandante das tropas britânicas fez um alerta de que o Talibã poderia retomar alguns dos territórios após a saída dos militares estrangeiros.

O general Peter Wall disse que o Talibã poderia entrar em combate para recuperar terras que as forças da Otan ‘sofreram significantemente’ para capturar.

Documentos da inteligência americana informaram que o Afeganistão poderia mergulhar no caos se Cabul não conseguisse assinar um acordo, determinando que um contingente americano permanecesse no país após 2014.

As forças da Otan transferiram a segurança de todo o país para o governo afegão em 2013, mas ainda há 97 mil soldados no país, sendo 68 mil deles americanos.

No entanto, o presidente Hamid Karzai tem atrasado a assinatura de um pacto de segurança que prevê que parte das tropas americanas permaneça no país após a retirada neste ano.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Talibã paquistanês mata importante policial em explosão

Destroços de carro atingido após explosão nesta quinta-feira (9) na cidade paquistanesa de Karachi (Foto: AFP)Destroços de carro atingido após explosão nesta quinta-feira (9) na cidade paquistanesa de Karachi (Foto: AFP)

Um suicida talibã matou na cidade paquistanesa de Karachi nesta quinta-feira (9) um dos mais conhecidos comandantes da polícia, famoso por sua coragem no combate a militantes do Talibã paquistanês.

Chaudhry Aslam, que já havia sobrevivido a várias tentativas de assassinato, morreu junto a outros dois oficiais quando um homem-bomba atacou um comboio policial em uma via expressa no leste de Karachi.

Apesar de ser o principal centro econômico do Paquistão, esta cidade portuária tem sido assolada há anos pela brutalidade da violência étnica, política e sectária.

O grupo extremista reivindicou a autoria do ataque, alertando que outros perseguidores terão o mesmo destino.

“Sim, nós matamos Chaudhry Aslam. Ele torturou e feriu nossos amigos e, finalmente, demos a ele o fim merecido. Outros policiais e membros das forças de segurança que são brutais e nos torturam terão o mesmo destino”, disse à AFP o porta-voz Ehsanullah Ehsan por telefone, a partir de um local desconhecido.

Na quinta-feira mais cedo, Aslam disse ter matado três suspeitos de pertencerem ao Talibã paquistanês.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Ataque talibã a serviço de inteligência deixa mortos no Afeganistão

Pelo menos quatro agentes do serviço secreto afegão morreram e dezenas de civis ficaram feridos neste domingo (8) em um ataque dos rebeldes talibãs contra um prédio do Serviço de Inteligência (NDS) no sul do país.

Seis homens-bomba e quatro agentes do serviço secreto morreram nos confrontos. Trinta civis ficaram feridos, segundo o porta-voz do governo da província de Wardak, Ataulah Khogyani.

O primeiro terrorista morreu ao avançar com um carro-bomba contra a porta do edifício, um ataque que permitiu a passagem dos outros cinco.

Os combates duraram quase uma hora e terminaram com a morte de todos os insurgentes.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Ataque talibã mata soldado dos EUA e fere 10 poloneses no Afeganistão

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O Ministério polonês da Defesa anunciou nesta quarta-feira (28) que um soldado americano morreu e dez militares da Polônia ficaram feridos, um deles com gravidade, em um ataque do Talibã contra uma base militar em Ghazni, no sudoeste do Afeganistão.

A informação não foi confirmada pelo Pentágono, em Washington, nem pela força internacional da Otan no Afeganistão (Isaf).

“Quarta-feira, 28 de agosto, no início da tarde, um grupo de rebeldes tentou entrar na base polonesa em Ghazni, no Afeganistão, atacando-a com tiros. Todos os rebeldes foram eliminados”, segundo um comunicado oficial.

Numa mensagem de condolências no Twitter à embaixada americana em Varsóvia, o ministro da Defesa polonês, Tomasz Siemoniak, lamentou “a morte de um soldado do Exército dos Estados Unidos que tentava repelir ao lado dos soldados poloneses o ataque rebelde”.

Em um tuíte anterior, o ministro informou que dez soldados poloneses ficaram feridos, sendo um gravemente ferido, mas em condição estável, dois feridos com menor gravidade e sete levemente feridos.

O ataque foi reivindicado pelo grupo talibã Zabihullah Mujahid, segundo a agência PAP.

O contingente polonês é responsável pela segurança na província de Ghazni.

Com 1.600 homens presentes desde março de 2002, a Polônia é um dos principais contribuintes para a Isaf. Em outubro reduzirá a sua presença para 1.000 soldados.

O presidente polonês, Bronislaw Komorowski, anunciou em 15 de agosto que a Polônia limitará sua participação em missões militares distantes de seu território, para se concentrar na modernização de suas forças mobilizadas no país.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,