RSS

Arquivo da tag: substitui

Novo ‘Battlefield’ substitui temática militar por luta de polícia e criminosos

'Battlefield Hardline' substitui temática militar por luta entre polícia e criminosos (Foto: Divulgação/Electronic Arts)‘Battlefield Hardline’ substitui temática militar por luta entre polícia e criminosos (Foto: Divulgação/Electronic Arts)

A produtora Electronic Arts anunciou na terça-feira (27) o game “Battlefield Hardline”, novo título da série de tiro em primeira pessoa “Battlefield”. Ao contrário dos outros jogos da franquia, de temática militar e sob custódia do estúdio sueco DICE, “Hardline” mostra a “guerra contra o crime e a batalha entre policiais e criminosos” e está sendo desenvolvido pela Visceral Games, criadora da série “Dead Space”.

Nenhuma imagem ou detalhe do jogo foram divulgados. No entanto, em postagem no blog da EA, Steve Papoutsis, vice-presidente e gerente geral da Visceral Games, afirma que o estúdio irá divulgar mais informações sobre as “mudanças na fundação do multiplayer de ‘Battlefield’ e em como estamos trabalhando para trazer as forças da Visceral ao modo de um jogador” durante a E3, feira que acontece em junho em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Segundo Papoutsis, “Battlefield Hardline” será lançado no terceiro trimestre de 2014. As plataformas que receberão o game não foram confirmadas, mas espera-se um lançamento focado no PlayStation 4 e no Xbox One, os videogames de nova geração.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Papa substitui cardeal à frente de autoridade financeira do Vaticano

O Papa Francisco substituiu nesta quinta-feira (30) um cardeal que desempenhou um papel central nas finanças do Vaticano durante mais de uma década, seu gesto mais recente para reformar o organismo financeiro associado a seu antecessor.

O Vaticano afirmou que o Papa aceitou a demissão do cardeal Atillio Nicora como presidente da Autoridade de Informação Financeira do Vaticano (AIF), seu organismo regulatório interno.

Nicora, de 76 anos, exercia funções de alto nível nas finanças do Vaticano desde 2002. Ele foi substituído pelo bispo Giorgio Corbellini, de 66 anos, que tem um histórico de reformas dentro da burocracia do Vaticano.

A mudança, que se segue à troca de quatro cardeais ligados ao banco do Vaticano em 15 de janeiro – incluindo o brasileiro dom Odilo Scherer – acontece no momento em que Francisco se aproxima do primeiro aniversário de um pontificado marcado pela austeridade e sobriedade.

Com o gesto desta quinta-feira, o Papa rompeu quase totalmente com a estrutura financeira que herdou de Bento 16, que se aposentou no ano passado.

Entre 2002 e 2011, Nicora serviu como chefe da Administração do Patrimônio da Sé Apostólica (Apsa), que cuida dos investimentos imobiliários da cidade-Estado e dos portfólios financeiros e de ações e ainda atua como departamento de compras e de recursos humanos.

Entre 2007 e 2013, ele também integrou uma comissão de cardeais que supervisionou o problemático Banco do Vaticano, que atualmente passa por um processo de reforma para adaptá-lo aos padrões internacionais de transparência e contra a lavagem de dinheiro.

Um relatório de 2012 da Moneyval, um comitê de monitoramento do Conselho da Europa, expressou preocupação de que havia pessoas com cargos tanto na AIF, cujo mandato inclui a regulação do banco, quanto no próprio banco.

Velha Guarda
Nicora deixou o posto de supervisor do banco no ano passado, mas manteve seu cargo na AIF até quinta-feira.

A AIF terá um papel vital na reorganização das finanças do Vaticano nos próximos meses, quando as reformas de Francisco devem se intensificar. A Autoridade de Informação conduzirá uma investigação dentro do banco em breve a pedido da Moneyval.

Uma fonte do Vaticano disse que teria sido constrangedor para Nicora ter qualquer papel na investigação dos departamentos nos quais outrora teve cargos altos.

Ele disse que Nicora era parte da velha guarda, que teve que ser posta de lado por causa de sua associação passada tanto com o banco quanto com a Apsa durante um dos períodos mais turbulentos para as finanças do Vaticano.

Nicora estava no comitê supervisor de cardeais do banco, oficialmente conhecido como Instituto para as Obras de Religião (IOR) em 2012, quando o então presidente do IOR, Ettore Gotti Tedeschi, foi demitido pelo conselho não-clerical do banco.

O conselho disse que ele era um mau gerente, mas Gotti Tedeschi afirmou ter sido demitido por querer que o banco fosse mais transparente.

A Apsa, outro departamento que Nicora encabeçou durante anos, está sendo investigado pelo Promontory Financial Group, uma empresa independente.

O monsenhor Nunzio Scarano, um prelado que trabalhou na Apsa durante 22 anos como contador e está preso sob acusações de contrabando e lavagem de dinheiro, disse a magistrados italianos que a Apsa operava como um banco paralelo.

Scarano disse que pessoas de fora podiam ter conta na Apsa, embora seja contra seu regulamento.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Papa Francisco substitui comissão que supervisiona Banco do Vaticano

O Papa Francisco durante a audiência desta quarta-feira (15) no Vaticano (Foto: Andrew Medichini/AP)O Papa Francisco durante a audiência desta quarta-feira (15) no Vaticano (Foto: Andrew Medichini/AP)

O Papa Francisco substituiu por completo a comissão de cardeais encarregada de supervisionar o controvertido banco do Vaticano, o Instituto de Obras para a Religião e nomeou uma nova equipe, informou nesta quarta-feira (15) a Santa Sé.

A decisão foi anunciada poucos dias antes de ser divulgado um relatório com as reformas que serão aplicadas na entidade, envolvida por anos em escândalos de lavagem de dinheiro e intrigas internas.

Apenas um cardeal, o francês Jean-Louis Tauran, continuará fazendo parte da comissão, da qual foram destituídos o ex-secretário italiano Tarcisio Bertone, braço direito de Bento XVI, criticado por sua gestão da Cúria Romana, o italiano Domenico Calcagno, o brasileiro Odilo Scherer e o indiano Telesphore Toppo.

Francisco decidiu destituir a comissão antes da conclusão de seu mandato. Ela havia sido nomeada por Bento XVI pouco antes de o agora Papa Emérito apresentar sua renúncia, em fevereiro de 2013.

Entre os novos nomeados, figura o atual Secretário de Estado, o italiano Pietro Parolin, o cardeal austríaco Christoph Schönborn, um dos religiosos mais respeitados da Europa, o canadense Thomas Christopher Collins, e o espanhol Santos Abril y Castelló.

Desde que começou seu pontificado, em março, o Papa argentino tornou prioritária a reforma do banco do Vaticano, acusado também de corrupção.

A nova comissão, que deve supervisionar as atividades econômicas e a situação jurídica do IOR, permanecerá no cargo por cinco anos.

Uma investigação da procuradoria de Roma revelada pela imprensa mostrou que, por algumas das 19 mil contas do banco, que pertencem tanto a religiosos como laicos que trabalham no Vaticano, transitou dinheiro de origem duvidosa.

Um grupo de especialistas apresentará seu primeiro relatório no curso de uma reunião programada para fevereiro do chamado G8, os oito cardeais que assessoram o Papa na reforma da máquina administrativa do Vaticano.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,