RSS

Arquivo da tag: srias

Para Rússia, prazo para destruição de armas químicas sírias ainda é realista

O prazo estabelecido até 30 de junho para a destruição do arsenal químico da Síria como parte de um acordo internacional permanece “completamente realista” apesar dos atrasos, disse um diplomata russo nesta sexta-feira, segundo a agência de notícias Interfax.

Mikhail Ulyanov, chefe do Departamento de Segurança e Desarmamento do Ministério das Relações Exteriores, disse que os atrasos foram provocados por questões de segurança na estrada até a cidade portuária de Latakia e pelo apoio técnico insuficiente da comunidade internacional, de acordo com a Interfax.

Nesta quinta-feira (30), os EUA se mostraram preocupados com o atraso na saída das armas químicas, segundo indicação do Pentágono.

Um porta-voz do departamento de Estado, entretanto, disse que a Síria ainda pode alcançar o prazo de sua obrigação em remover as armas químicas. Segundo Jen Psaki, a ameaça de uso de força contra o regime sírio nunca foi tirada de cena, mas que os EUA preferem buscar meios diplomáticos.

arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,

Milícias sírias tentam acordo de paz em encontro na Turquia

Representantes das principais milícias rebeldes sírias se reuniram neste sábado (18)  em Ancara, na Turquia, para tentar acertar uma posição comum sobre as negociações de paz patrocinadas internacionalmente começando na Suíça, na próxima semana, disseram fontes da oposição.

Uma fonte no gabinete do presidente, que não quis ser identificada devido à sensibilidade das negociações,  disse que Ahmad Al-Jarba, chefe da Coalizão Nacional Síria, o principal grupo da oposição política no exílio, disse à assembleia geral do SNC em Silivri, perto de Istambul, que as milícias rebeldes se encontraram.

Um comandante rebelde disse que a Frente Islâmica deve participar da reunião, mas uma outra fonte da oposição disse que o grupo não esteve presente nas negociações.

Cessar-fogo
O ministro de Relações Exteriores da Síria, Walid al-Moualem, disse nesta sexta-feira (17) que entregou à Rússia uma proposta para um cessar-fogo na cidade de Aleppo, e que estava aberto para negociar uma possível troca de prisioneiros com os rebeldes que combatem o governo do presidente Bashar al-Assadem uma sangrenta guerra civil.

“Informamos ao ministro Lavrov que estamos dispostos a trocar detentos por prisioneiros capturados pelo bando contrário”, disse Moualem em uma entrevista em Moscou, após encontrar seu colega russo Sergei Lavrov.

Além disso, Damasco entregou a Moscou um plano para assegurar a segurança em Aleppo, segundo o ministro.

arte cronologia síria 31/12/2013 (Foto: 1)arte cronologia síria 31/12/2013 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Malala promove projeto educacional para crianças sírias refugiadas

Malala Yousafzai e o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown, em Nova York (Foto: Adrees Latif/Reuters)Malala Yousafzai e o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown, em Nova York (Foto: Adrees Latif/Reuters)

Malala Yousafzai, a estudante paquistanesa que sobreviveu a um ataque de talibãs, retornou nesta segunda-feira (23) à Nova York para promover um projeto educacional para milhares de crianças sírias refugiadas no Líbano.

O projeto busca escolarizar 400 mil crianças “o quanto antes”, explicou em uma coletiva de imprensa o ex-primeiro-ministro britânico Gordon Brown, enviado especial da ONU para a educação global.

O custo anual do projeto é estimado em US$ 175 milhões.

O projeto, que deve ser implementado em parceria com o governo libanês, “poderá começar em breve, utilizando as escolas que já existem e os professores sírios refugiados”, explicou.

Para isso, as escolas vão funcionar de “manhã, à tarde e talvez à noite”, disse.

O projeto “precisa de, em média, um dólar ao dia por cada criança”, explicou.

Malala Yousafzai, de 16 anos, ficou famosa ao escrever um blog para a BBC, onde contava sobre a opressão dos talibãs e sua paixão pela escola. Como punição a seu engajamento, ela foi alvo de um atentado em 9 de outubro de 2012, quando o ônibus em que ia para o colégio foi atacado.

Ela foi atingida com um tiro na cabeça e conseguiu sobreviver, depois de ter sido tratada em um hospital do Reino Unido.

Antes da coletiva de imprensa, Malala conversou com a jovem síria Farah Haddad, que cresceu em Damasco e agora continua seus estudos nos Estados Unidos.

No dia 12 de julho, Malala fez um apelo emocionado na sede da ONU em Nova York em favor da educação para os jovens. “Nossos livros e nossos lápis são nossas melhores armas”, disse ela na oportunidade. “A educação é a única solução, a educação em primeiro lugar”.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Forças sírias podem ter usado gás sem permissão de Assad, diz jornal

Forças do governo da Síria podem ter realizado o ataque com armas químicas próximo a Damasco, em 21 de agosto, sem a permissão do presidente Bashar al-Assad, segundo reportagem publicada neste domingo (8) pelo jornal alemão “Bild”, citando a inteligência nacional.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

As forças sírias haviam pedido ao governo permissão para usar armas químicas nos últimos meses, de acordo com mensagens de rádio interceptadas por agentes alemães, mas tal permissão tinha sido sempre negada, diz o jornal.

Assim, segundo agentes de inteligência sugeriram, isso pode significar que Assad talvez não tenha pessoalmente aprovado o ataque perto de Damasco no dia 21 de agosto, no qual estima-se que mais de 1.429 pessoas morreram, segundo os EUA.

A agência de inteligência alemã não estava disponível para comentar a reportagem.

O “Bild” diz que a transmissão de rádio foi interceptada por um navio de reconhecimento, que navegava perto da costa síria.

Na semana passada, o chefe da inteligência da Alemanha, Gerhard Schindler, se reuniu de forma confidencial com os comitês de defesa e relações exteriores do Parlamento alemão.

Segundo o “Bild”, Schindler disse que a guerra civil na Síria poderia continuar por anos. O general Volker Wieker, comandante das Forças Armadas, também em conversa com os legisladores, afirmou que a influência de forças ligadas à rede terrorista da Al-Qaeda tem ficado cada vez mais forte no lado rebelde.

Integrantes do comitê de relacões exteriores presentes durante o relato de Schindler afirmaram à Reuters que o chefe da inteligência havia dito que, apesar de não ter certeza absoluta de que o governo da Síria era o responsável, a agência tinha muita evidência para apontar que sim.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Forças sírias usaram arma química, segundo avaliação prévia ocidental

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Agências de inteligência dos Estados Unidos e de países aliados fizeram uma avaliação preliminar de que as forças do governo sírio usaram armas químicas para atacar uma área perto de Damasco nesta semana e que o ato provavelmente teve aprovação do alto escalão do governo do presidente da Síria, Bashar al-Assad, de acordo com fontes de segurança norte-americanas e europeias.

As conclusões iniciais devem intensificar a pressão sobre o presidente norte-americano, Barack Obama, por uma ação mais incisiva por parte dos Estados Unidos, embora ele já tenha sinalizado que pretende manter uma posição cautelosa.

Sob anonimato, fontes ouvidas pela Reuters ressaltaram que a avaliação é preliminar e que, nesta etapa, a busca por provas conclusivas ainda pode levar dias, semanas ou mais.

Em suas primeiras declarações sobre o caso, Obama disse à emissora CNN que o suposto ataque da madrugada de quarta-feira nos subúrbios de Damasco foi “claramente um fato grande, de grave preocupação”, mas salientou a importância de respeitar o direito internacional na resposta ao incidente, e alertou para os custos humanos e financeiros de um eventual envolvimento norte-americano em disputas externas.

Membros do Conselho de Segurança Nacional, do Pentágono, do Departamento de Estado e das agências de inteligência se reuniram na noite de quinta-feira na Casa Branca, mas não prepararam nenhuma recomendação ao presidente, segundo funcionários. Outras discussões estão programadas.

Uma fonte oficial admitiu que os participantes expressaram “pontos de vista diferentes”, mas negou que haja uma grave divisão no governo dos Estados Unidos sobre a Síria, tema que já provocou divergências internas anteriormente.

“Não é que as pessoas estejam gritando umas com as outras”, disse a fonte.

Potências internacionais, inclusive a Rússia, pedem que o governo sírio coopere com uma investigação da ONU sobre o incidente. Inspetores internacionais já estavam em Damasco desde domingo para apurar suspeitas anteriores de uso de armas químicas, em incidentes considerados menos graves do que o desta semana.

A oposição síria diz que pelo menos 1.300 pessoas morreram enquanto dormiam por causa do ataque com armas químicas em subúrbios de Damasco dominados pelos rebeldes. O governo sírio nega ter cometido o ataque, e não respondeu aos apelos internacionais sobre uma investigação independente.

Embora a avaliação preliminar dos EUA seja de que a cúpula do regime sírio autorizou o ataque, uma fonte oficial disse que não se descarta que um comandante local tenha decidido por conta própria disparar foguetes que emanam gás, preparando uma possível ofensiva terrestre.

arte síria versão 21.08 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 24 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,