RSS

Arquivo da tag: Soldado

Soldado ucraniano morre na Crimeia, diz ministério da Defesa

Um soldado ucraniano morreu e outro ficou ferido nesta terça-feira durante uma tentativa de ataque a uma base militar da Ucrânia na Crimeia, anunciou um porta-voz do ministério ucraniano da Defesa.

“Durante o ataque contra uma base militar em Simferopol, um militar ucraniano faleceu depois de ter sido baleado no pescoço. Outro militar ficou ferido”, declarou Vladislav Seleznyov, porta-voz do ministério ucraniano da Defesa na Crimeia.

Mais cedo, o primeiro-ministro da Ucrânia, Arseni Yatseniuk, declarou que o conflito de seu país com a Rússia em torno da Crimeia entrou em uma fase militar, depois que um oficial ucraniano foi baleado na península.

“O conflito está passando de uma fase política a uma fase militar”, declarou Yatseniuk em uma reunião de emergência de seu governo. “Soldados russos começaram a disparar contra militares ucranianos; isto é um crime de guerra”, acrescentou, segundo a France Presse.

Integração
O presidente russo, Vladimir Putin, e dois líderes da Crimeia assinaram nesta terça-feira (18) um acordo para tornar a República Autônoma parte da Rússia.

O tratado foi assinado no Kremlin dois dias após o povo da Crimeia aprovar em um referendo a separação da Ucrânia e a reunificação com a Rússia. O referendo foi condenado por Kiev, pela União Europeia e pelos Estados Unidos, que o consideraram ilegítimo.

A Ucrânia respondeu dizendo que não reconhecerá jamais a incorporação da Crimeia à Rússia. “Não reconhecemos e não reconheceremos nunca a chamada independência e o que foi chamado de acordo para incorporação da Crimeia à Rússia”, declarou o porta-voz da diplomacia de Kiev, Evguen Perebyinis.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Repórter relata tensão sob mira de soldado russo na Ucrânia

Jornalistas da BBC sofrem intimidação de militares vestidos de forma semelhante a russos (Foto: BBC)Jornalistas da BBC sofrem intimidação de militares
vestidos de forma semelhante a russos (Foto: BBC)

A base aérea de Belbek, na Crimeia, ficou famosa por confrontos tensos entre soldados usando uniformes militares russos, sem distintivos, e soldados ucranianos, tudo filmado por jornalistas ocidentais.

Olga Ivshina, uma repórter do Serviço Russo da BBC, descreve abaixo a situação tensa que passou com soldados que falavam russo e controlavam a base nos arredores da cidade de Sevastopol.

‘Não se mexa ou eu atiro!’, gritou uma voz de uma moita. Lentamente, viro minha cabeça e vejo uma arma com um silenciador apontanda para a minha direção.

Bases militares não são projetadas para acomodar jornalistas – você fica em pé durante horas, sem tomadas ou banheiros. Vejo apenas uma estrada estreita e arbustos sem fim.

Apenas alguns minutos antes, a ideia de se afastar algumas centenas de metros da multidão de colegas nos parecia segura e razoável.

‘Pare!’, o soldado grita novamente. Então, alguém responde com um grito, não muito distante. É estranho, mas estes homens armados aparentemente não têm rádios para comunicação.

Nós ficamos parados ali, com nossas mãos erguidas, repetindo que somos jornalistas, e apenas esperamos.

O soldado que nos observa está usando camuflagem ao estilo da usada pelo Exército russo, mas sem distintivos.

Um minuto depois, outros dois soldados chegam. Um tem um rifle de assalto Kalashnikov e o outro carrega com um rifle de precisão e um lançador de granadas. Acho que eles superestimaram a ameaça representanda por nossa equipe, mas não falo isto para eles.

‘Você deve vir conosco’, disse educadamente um deles, sem fôlego e fortemente armado. Parece impossível recusar esta oferta.

Suspeita
Caminhamos, passando por algumas trincheiras. As pessoas sentadas nestas trincheiras nos observam, surpresas.

Entramos em um prédio de tijolos pequeno e arruinado, com alguns buracos de balas na parede.

‘Parece que não somos os primeiros aqui!’, digo, tentando parecer despreocupada.

Os soldados sorriem e abaixam as armas. As coisas ficam um pouco mais calmas.

‘Seus documentos, por favor!’ diz um dos soldados.

Nós mostramos o que filmamos com nossa câmera e abrimos uma mochila.

Naquela manhã não tínhamos gravado muita coisa e, claramente, nada era muito interessante. Mas eles nos pedem para apagar tudo, apenas para ter certeza.

Lentamente, tiro uma garrafa de água e uma barra de chocolate da mochila.

‘Snickers? Você não deveria comer esta comida americana. Faz mal para sua saúde’, disse um soldado russo.

‘Você pode comer, se quiser’, respondi.

‘Não, não. Não comemos comida americana’, afirmou o soldado com o lançador de granadas, sorrindo satisfeito.

Continuamos esvaziando a mochila e apresentamos o estojo de primeiros-socorros.

‘Kit americano!’, disse o soldado com o lançador de granadas. Instantaneamente os soldados levantam as armas de novo.

‘Julgando pelo seu físico, vocês dois são espiões britânicos’, disse outro soldado.

‘Isso é elogio ou repreensão?’, perguntei. A resposta foi um silêncio tenso.

Tatuagem
O soldado que me acusou de espionagem me olhou diretamente nos olhos. Julgando pelo comportamento dele com os outros soldados, ele deve ser superior na hierarquia.

Embaixo de sua jaqueta camuflada, vejo uma camiseta com listras azuis. E também consegui ver uma tatuagem na parte de trás da mão: ‘za VDV’, o que significa que ele é um ‘paraquedista’.

‘E suas botas são especiais. Pessoas comuns não usam botas assim. Couro de qualidade’, disse o soldado.

‘Sim, elas são boas. Mas são pequenas. Não vão servir em você’, respondi.

‘Você tem tatuagens?’, perguntou o soldado.

‘Não.’

‘Tire suas roupas, vamos checar.’

‘Chequem os caras, mas deixem a garota em paz’, grita um homem que acabou de se aproximar de nosso grupo e parece ser o oficial mais importante.

‘Olga, você é uma cidadã russa? Venha comigo, precisamos conversar’, disse ele.

O oficial me leva para um lado e explica como é importante evitar provocações, como os jornalistas ocidentais são parciais e como é importante para todos fazer um trabalho honesto.

‘E não venha mais aqui. No final das contas, vocês são cidadãos russos. Não quero atirar contra meu próprio povo’, acrescentou.

Antes de nos despedirmos, os soldados tiram fotos nossas com os telefones celulares. Eles dizem que vão fazer uma busca no banco de dados e descobrir sobre nossa espionagem.

Eles nos mostram como voltar para a estrada principal e pedem para não olharmos para trás.

‘Olga, você e eu vamos nos encontrar de novo em Moscou’, disse o oficial, com um sorriso irônico.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Soldado ‘machão’ quebra concreto em chamas sobre o peito em Belarus

Um soldado de uma unidade de elite do Ministério do Interior de Belarus demonstrou sua força em treinamento em Minsk, capital do país, ao ficar deitado sobre dois banquinhos enquanto outro quebrava um bloco de concreto em chamas colocado sobre seu peito.

Soldado 'machão' quebra concreto em chamas sobre o peito em Belarus (Foto: Viktor Drachev/AFP)Soldado ‘machão’ quebra concreto em chamas sobre o peito em Belarus (Foto: Viktor Drachev/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Soldado é condenado por limpar fuzil em máquina de lavar na Coreia do Sul

Um tribunal sul-coreano condenou a seis meses de prisão um jovem que, no final de seu serviço militar, colocou seu fuzil em uma máquina de lavar e ligou o eletrodoméstico, informou o Ministério da Defesa de Seul.

Soldado foi condenado por limpar fuzil em máquina de lavar na Coreia do Sul (Foto: AFP)Soldado foi condenado por limpar fuzil em máquina de lavar na Coreia do Sul (Foto: AFP)

Desobedecendo as ordens de seu superior em novembro do ano passado, este soldado de 22 anos identificado como Choi lavou seu fuzil K-2 na máquina durante cinco minutos, disse à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa.

Durante o julgamento, que aconteceu em um tribunal civil de Seul, Choi confessou que pôs sua arma na máquina porque seu superior lhe ordenou que limpasse a arma um dia antes de finalizar seu serviço militar obrigatório em um batalhão de artilharia da capital.

“Este incidente feriu a dignidade dos soldados de sua unidade e dos demais membros” das Forças Armadas, afirmou em sua decisão o juiz, que também impôs ao ex-soldado 80 horas de serviços comunitários.

A pena de seis meses de prisão fica pendente durante dois anos, o que significa que Choi retornará automaticamente para a prisão se voltar a cometer uma infração similar.

A decisão do juiz reconhece, em todo caso, que “o acusado lamenta o que fez e foi liberado do serviço militar após completar seu período de serviço”.

Choi pediu perdão no julgamento por sua má conduta e negou, através de gestos com a cabeça, quando foi perguntado se apelaria da decisão do tribunal, segundo o Ministério da Defesa.

Todos os homens sem deficiência são obrigados a realizar o serviço militar durante dois anos na Coreia do Sul, país tecnicamente em guerra com Coreia do Norte desde o conflito da década de 1950, que terminou com um armistício que nunca foi substituído por um tratado de paz definitivo.

A sociedade sul-coreana considera o serviço militar como um assunto de grande importância, por isso que qualquer falta de respeito à instituição militar é considerada como um erro muito grave.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Soldado britânico é preso com cocaína após viagem ao Brasil

Britânico foi preso ao chegar do Brasil no Terminal 1 de Heathrow (Foto: PA)Britânico foi preso ao chegar do Brasil no
Terminal 1 de Heathrow (Foto: PA)

Um militar britânico foi preso e acusado formalmente de tentar entrar na Grã-Bretanha com cinco quilos de cocaína depois de uma viagem ao Brasil.

Daryl Archer, de 26 anos, que trabalha em um quartel da cidade de Colchester, no condado de Essex (sudeste da Inglaterra), foi preso ao chegar no Terminal 1 do Aeroporto de Heathrow, em Londres.

A prisão ocorreu na quarta-feira, mas só foi revelada nesta sexta.

Archer foi acusado de tentar traficar drogas para o país e permanece preso.

A primeira audiência deve ocorrer no dia 23 de janeiro.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Soldado da Otan morre em atentado no Afeganistão

Seis talibãs atacaram uma base conjunta da Otan e das forças afegãs no leste do Afeganistão neste sábado (4), matando um soldado da Força Internacional de Assistência para Segurança (Isaf, na sigla em inglês) no país em um tiroteio.

Um talibã que conduza um veículo carregado com explosivos explodiu sua carga na entrada da base, na província de Nangarhar, e outros cinco insurgentes morreram no tiroteio que se seguiu ao tentarem entrar nas instalações.

A Isaf confirmou um morto no ataque, sem dar maiores detalhes. Em um comunicado, o porta-voz talibã Zabihulá Mujahid reivindicou o ataque.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Soldado coreano quebra garrafas de cerveja com a mão em treinamento

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,