RSS

Arquivo da tag: Sochi

Presidentes da Rússia e da Ucrânia conversam em Sochi

Os presidentes da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e da Rússia, Vladimir Putin, durante encontro nesta sexta-feira (7) em Sochi (Foto: Alexei Nikolski/Ria-Novosti/AFP)Os presidentes da Ucrânia, Viktor Yanukovich, e da Rússia, Vladimir Putin, durante encontro nesta sexta-feira (7) em Sochi (Foto: Alexei Nikolski/Ria-Novosti/AFP)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, conversou com seu colega da Ucrânia, Viktor Yanukovitch na noite de sexta-feira por ocasião da abertura dos Jogos Olímpicos de Sochi, anunciou neste sábado (8) o serviço de imprensa do chefe de Estado ucraniano.

“Falaram no estádio. Não houve um encontro bilateral oficial, não estava previsto no programa de Yanukovitch em Sochi”, afirmou um porta-voz.

Citado pela agência Interfax Ucrânia, o porta-voz de Putin, Dimitri Peskov, limitou-se a fornecer a mesma informação.

Nenhum dos dois informou se seus líderes falaram da longa crise política que atinge a Ucrânia há mais de dois meses.

A Rússia condicionou o desembolso da próxima parcela de sua importante ajuda financeira a Kiev à evolução política do país, cujo primeiro-ministro renunciou na semana passada.

Moscou concedeu uma grande ajuda a Kiev depois que Yanukovitch decidiu não assinar um acordo de associação com a União Europeia e optou por uma aproximação da Rússia.

Os protestos contra a negativa do governo em assinar este acordo de associação em novembro se converteram em uma contestação contra a política de Yanukovitch.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Doodle do Google mostra bandeira gay em abertura dos Jogos de Sochi

Doodle do Google marca início dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia (Foto: Reprodução/Google)Doodle do Google marca início dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia (Foto: Reprodução/Google)

O Google substituiu nesta sexta-feira (7) seu logotipo habitual por uma bandeira com as cores do movimento LGBT em resposta a advertência do governo russo contra a “propaganda homossexual”. No dia da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, na Rússia, a página inicial da ferramenta de buscas também destaca um trecho da Carta Olímpica em defesa da igualdade.

A lei russa contra a “apologia” à homossexualidade para menores entrou em vigor no ano passado, provocando uma reação internacional que ameaça prejudicar os esforços de Vladimir Putin para usar as Olimpíadas como uma chance de mostrar a Rússia como um Estado moderno, com grandes avanços desde o fim da União Soviética, em 1991.

A bandeira colorida e a citação da Carta são uma provocação do Google contra o vice-primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Kozak, que advertiu os espectadores e atletas contra a promoção dos direitos dos homossexuais, já que a Carta Olímpica e as leis locais proibiriam protestos em eventos esportivos.

Debaixo da bandeira com as cores do arco-íris, a companhia cita um parágrafo da Carta: “A prática esportiva é um direito humano. Todas as pessoas devem ter a possibilidade de praticar esporte sem qualquer tipo de discriminação e conforme o ideal olímpico, que exige compreensão mútua e um espírito de amizade, solidariedade e ‘fair play'”.

A Campanha dos Direitos Humanos, uma organização de defesa dos direitos LGBT, elogiou o Google por demonstrar solidariedade com os homossexuais russos e com os atletas visitantes. “O Google mais uma vez provou ser um verdadeiro líder corporativo pela igualdade”, disse o presidente da entidade, Chad Griffin.

Empresas como a operadora AT&T, patrocinadora da equipe olímpica dos Estados Unidos, criticaram a Rússia nesta semana por causa da lei, ampliando a pressão para que outras empresas se manifestem. O Google se recusou a comentar sua iniciativa.

Quando o internauta clica sobre o “doodle”, o buscador redireciona a página a notícias relacionadas com a Carta Olímpica e outras que interpretam a ação do Google como um protesto ante a atmosfera contrária aos gays criada pelo governo russo.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Presidente da Ucrânia vai debater ‘relação bilateral’ com Putin em Sochi

O presidente da Ucrânia, Viktor Ianukovitch, vai se reunir com seu colega russo Vladimir Putin nesta sexta-feira em Sochi na abertura das Olimpíadas de Inverno, disse nesta quarta (5) à France Presse um porta-voz do Kremlin.

Durante o encontro, eles falarão das “relações bilaterais” entre os países, disse Dimitri Peskov.

A Ucrânia enfrenta, há mais de dois meses, uma onda de protestos de rua, em que a oposição pressiona por uma aproximação política e econômica da União Europeia.

Vários países acusam a Rússia de ter exercido pressões econômicas sobre as autoridades ucranianas para dissuadir Kiev de se aproximar do bloco europeu.

Após a decisão de Yanukovitch, Moscou anunciou em dezembro a concessão à ex-república soviética de um crédito de US$ 15 bilhões, dos quais já tornou disponíveis US$ 3 bilhões, e uma redução considerável do preço do gás.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Ministro norueguês gay levará marido para Jogos Paralímpicos de Sochi

O ministro da Saúde da Noruega vai defender os direitos dos homossexuais na Rússia ao comparecer aos Jogos Paralímpicos de Sochi com seu marido, mas o rei holandês e o primeiro-ministro estão sob pressão para boicotar os Jogos de Inverno.

O presidente russo, Vladimir Putin, tem enfrentado campanhas de boicote aos Jogos Olímpicos, que começam na sexta-feira (7), por causa de uma lei que proíbe a difusão de propaganda gay entre menores, o que ameaça suas tentativas de usar os Jogos para apresentar a Rússia como um Estado moderno.

Os Jogos Paralímpicos serão realizados em Sochi após os principais jogos.

“Mal posso esperar para assistir e apoiar todos os atletas noruegueses”, disse Bent Hoeie, que será o representante oficial do governo da Noruega nos Jogos Paralímpicos. “Estes são atletas com deficiência que se apresentam em um nível muito alto.”

Em declarações ao jornal Aftenblad Stavanger, Hoeie disse ser normal para um funcionário do gabinete viajar com o cônjuge em visitas oficiais.

A Noruega ganhou mais medalhas em Olimpíadas de Inverno do que qualquer outro país e devem terminar os jogos de Sochi na parte de cima da tabela de medalhas. A cidade de Oslo é candidata a sediar as Olimpíadas de Inverno de 2022.

Ativistas dos direitos dos homossexuais dizem que a “lei sobre propaganda gay”, sancionada por Putin no ano passado, causou um aumento da homofobia e crimes de ódio contra gays, ameaçando obscurecer os jogos de US$ 50 bilhões.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Prefeito diz que homossexualidade não é aceita na região de Sochi

O prefeito de Sochi, a cidade russa sede da Olimpíada de Inverno que começa em fevereiro, disse que a homossexualidade não é aceita na região do Cáucaso, mas que os visitantes gays são bem-vindos aos Jogos se respeitarem as leis russas.

A posição russa sobre os direitos dos gays, incluindo leis promulgadas no ano passado para proibir a disseminação de “propaganda gay” entre crianças, tem provocado fortes críticas vindas de países ocidentais e de grupos de defesa dos direitos dos gays com a aproximação dos Jogos, manchando o evento orçado em 50 bilhões de dólares.

Em comentários que devem ser transmitidos nesta segunda-feira, o prefeito Anatoly Pakhomov disse ao programa Panorama, da rede britânica BBC: “Nós dizemos apenas que é algo da sua conta, é a sua vida. Mas não é aceito aqui no Cáucaso onde vivemos. Nós não temos (homossexuais) em nossa cidade.”

O presidente Vladimir Putin defende as lei russas, dizendo que a Rússia não “persegue” pessoas gays.

Pakhomov disse que os homossexuais seriam bem-vindos durante a Olimpíada, que começa em 7 de fevereiro. “Nossa hospitalidade será estendida a todos que respeitem as leis da Federação Russa e não imponha seus hábitos aos outros”, disse ele.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Vigilância dos Jogos de Inverno em Sochi contará com 100 mil agentes

Cerca de 100 mil militares, policiais e agentes da inteligência vigiarão os Jogos Olímpicos de Sochi, que começam no dia 7 de fevereiro e terminam no dia 23 do mesmo mês, declarou nesta segunda-feira (27) um funcionário da Câmara de Representantes dos Estados Unidos em uma entrevista à imprensa russa.

“Segundo meus dados, cerca de 100 mil militares e agentes especiais estão atualmente em Sochi”, afirmou Michael McCaul, presidente da Comissão de Segurança Interior da Câmara de Representantes, ao jornal russo “Novaia Gazeta”.

“Depois do que vi em Sochi e do que sei, posso dizer que o nível de segurança será muito alto”, acrescentou McCaul depois de completar uma visita à cidade situada às margens do Mar Negro no âmbito da cooperação russo-americana para a segurança da competição olímpica de inverno.

“Os controles, os mísseis de defesa antiaérea nas montanhas e as tecnologias da informação estabelecidas pelas autoridades russas fizeram deste território uma verdadeira fortaleza”, explicou o político.

“Os serviços de inteligência de nossos países trabalham em coordenação. Mais de 20 agentes do FBI especializados na luta contra o terrorismo já chegaram a Sochi”, acrescentou.

As autoridades russas haviam indicado que 37 mil policiais e unidades do Exército velariam pela segurança da competição. O presidente do país, Vladimir Putin, reiterou em meados de janeiro às televisões estrangeiras que tudo será feito para garantir que os Jogos ocorram com total normalidade.

Em um vídeo divulgado dias depois, os islamitas do Cáucaso russo ameaçaram realizar atentados em Sochi durante a realização dos Jogos. No fim de dezembro de 2013, dois atentados suicidas deixaram 34 mortos em Volgogrado, cidade a 700 km de Sochi.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Islamitas do Cáucaso prometem atentados nos Jogos de Sochi

Islamitas do Cáucaso russo ameaçaram realizar atentados em Sochi durante a realização dos Jogos Olímpicos de inverno, que começam no dia 7 de fevereiro, em um vídeo que foi divulgado nesta segunda-feira no site jihadista vdagestan.com.

“Em relação aos Jogos Olímpicos, preparamos um presente para ti e para os turistas, a fim de vingar o sangue dos muçulmanos derramado no mundo inteiro”, afirmam – dirigindo-se ao presidente russo Vladimir Putin – dois homens de 25 anos, com o rosto descoberto, apresentados como os autores dos atentados suicidas que deixaram 34 mortos em Volgogrado no fim de dezembro.

Este vídeo de 49 minutos, intitulado “Convocação de Suleiman e Abdurajman antes da operação de Volgogrado”, se apresenta como a mensagem de despedida dos dois terroristas suicidas.

O vídeo mostra imagens dos dois atentados de Volgogrado, a preparação de uma bomba e a maneira como ela é atada ao braço de um terrorista e conectada a um detonador na palma de sua mão.

Os dois homens convocam a “levar a jihad não apenas ao Cáucaso, mas também às grandes cidades da Rússia” e afirmam que um grande número de jovens estão dispostos a participar de atentados suicidas como os de Volgogrado.

O vdagestan.com é o site dos islamitas do Daguestão, uma das repúblicas do Cáucaso mais instáveis e afetadas pela rebelião islamita.

A segurança é uma das principais preocupações das autoridades russas para os jogos de Sochi.

“Nossa tarefa como organizadores é garantir a segurança dos participantes e dos espectadores, e vamos fazer tudo nesse sentido”, declarou na sexta-feira Putin em uma entrevista concedida a várias redes de televisão russas e estrangeiras.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,