RSS

Arquivo da tag: russos

Visa e Mastercard deixam de servir clientes russos por sanções dos EUA

Os grupos americanos de cartões bancários Visa e Mastercard deixaram nesta sexta-feira (21) sem aviso prévio de fornecer seu serviço de pagamento aos clientes de vários bancos russos após as sanções anunciadas na véspera pelos Estados Unidos.

O banco Rossia, alvo das sanções americanas, anunciou nesta sexta-feira em um comunicado que Visa e Mastercard “deixaram, sem aviso prévio, de fornecer seus serviços de pagamento aos clientes do banco”. Sua filial, Sobibank, também foi afetada por esta decisão.

O banco SMP, controlado pelos irmãos Arkadi e Boris Rotenberg, cujos nomes foram acrescentados à lista de pessoas atingidas pelas sanções americanas, também anunciou que seus clientes com cartões Visa e Mastercard estavam com seus cartões bloqueados.

Na prática, estes clientes só podem retirar dinheiro com seus cartões nos caixas destes bancos e dos bancos associados, e não conseguem mais fazer compras com eles.

Na quinta-feira, o presidente americano, Barack Obama, anunciou que a lista das pessoas russas afetadas por sanções havia sido ampliada para incluir também oligarcas e banqueiros próximos ao presidente russo Vladimir Putin, entre eles Guenadi Timchenko, Arkadi Rotenberg e Yuri Kovalchuk, presidente do banco Rossia e considerado “o banqueiro pessoal dos funcionários de alto escalão na Rússia, incluindo Vladimir Putin.”

Segundo Obama, ele assinou uma ordem executiva abrindo caminho para sanções em setores chaves da economia russa, se necessário. As sanções poderiam afetar inclusive a economia global, disse ele no pronunciamento.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Obama diz que EUA vão impor novas sanções contra russos

Obama anunciou que banco que dá suporte ao governo da Rússia e pessoas que apoiaram anexação da Crimeia sofrerão sanções dos EUA (Foto: Mandel Ngan/AFP)Obama anunciou que banco que dá suporte ao governo da Rússia e pessoas que apoiaram anexação da Crimeia sofrerão sanções dos EUA (Foto: Mandel Ngan/AFP)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quinta-feira (20) que seu governo está se mobilizando para impor sanções adicionais contra indivíduos ligados à incorporação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia.

Entre os atingidos pelas sanções estão membros do governo da Rússia, outras pessoas e um banco que fornece apoio material para as lideranças russas. Ele não citou nomes e nem quantos seriam afetados.

“Nós estamos impondo sanções adicionais a indivíduos sêniores da Rússia e também de alguns setores importantes da economia que fornecem suporte de apoio ao governo da Rússia”, disse Obama em pronunciamento realizado nos jardins da Casa Branca, em Washington.

Segundo Obama, ele assinou uma ordem executiva abrindo caminho para sanções em setores chaves da economia russa, se necessário. As sanções poderiam afetar inclusive a economia global, disse ele no pronunciamento.

“A Rússia precisa saber que uma futura escalada do conflito irá apenas isolá-la na comunidade internacional”, afirmou Obama, afirmando que a anexação da Crimeia pela Rússia afetou a soberania da Ucrânia. As ameaças da Rússia em relação ao sudoeste e na região oriental da Ucrânia representam um sério risco de escalada do conflito, acrescentou.

“O povo da Ucrânia tem o direito de determinar o próprio destino”, disse.

Na próxima semana, ele irá participar de uma conferência do G7 em Haia para reiterar o “inabalável apoio” dos EUA à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ucrânia decide deixar a CEI e passa a exigir vistos para russos

A Ucrânia decidiu deixar a CEI, Comunidade de Estados Independentes, conforme declarou, nesta quarta-feira (19), o secretário do Conselho de Segurança Nacional e de Defesa, Andrei Parubi.

A Comunidade dos Estados Independentes foi fundada no final de 1991, depois do fim da União Soviética, e reúne onze ex-repúblicas. O grupo é liderado pela Rússia.

De acordo com Abdrei Parubi, a Ucrânia decidiu estabelecer a obrigação de vistos para os cidadãos russos. “Nós encarregamos o Ministério das Relações Exteriores de introduzir um regime de vistos com a Rússia”, declarou Parubi após uma reunião do conselho.

 Parubi também anunciou que a Ucrânia está elaborando um plano para evacuar os militares ucranianos e suas famílias da Crimeia. “Estamos elaborando um plano que nos permita evacuar os soldados e suas famílias da Crimeia, para que sejam levados rápida e eficientemente para a Ucrânia continental”, declarou.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

EUA estão preparados para impor mais custos aos russos, diz secretário

Em visita ao Brasil, o secretário do Tesouro dos EUA, Jack Lew, disse que o país está preparado para impor mais custos aos russos e pediu que eles optem pela redução da violência. Lew visitou o Brasil e fez um pronunciameto após reunião com o ministro Guido Mantega, nesta segunda-feira (17).

“Estamos completamente preparados para dar passos crescentes impondo mais custos políticos e econômicos. Ao mesmo tempo, queremos deixar claro que o caminho da redução de violência continua disponível para os russos, e eles deveriam optar por usá-lo”, disse Lew.

O ministro da Fazenda brasileiro se disse disposto a fortalecer a possibilidade de ajuda econômica à Ucrânia por meio do Fundo Monetário Internacional (FMI). “Acredito que dentro das regras do FMI possamos, através de nosso diretores, organizar um programa de ajuda à Ucrânia”.

Em resposta ao governo russo, Lew disse as ações russas têm dado mais respaldo à autoridade dos EU” para impor custos aos oficiais do governo, indivíduos ou entidades que operam o setor bélico na Rússia e os que ajudam o governo do país. “As sanções imediatas em indivíduos determinados demonstra que já estamos impondo custos para os atos provocativos que têm sido tomados pela Rússia”, falou.

Mantega e o secretário do Tesouro dos EUA após reunião nesta segunda. (Foto: Simone Cunha/G1)Mantega e o secretário do Tesouro dos EUA após
reunião nesta segunda. (Foto: Simone Cunha/G1)

A União Europeia (UE) e os Estados Unidos decidiram adotar sanções contra personalidades consideradas responsáveis pela organização do referendo no qual os habitantes da Crimeia votaram a favor da anexação da península à Rússia, informou o Conselho Europeu e o governo de Washington.

Entre os alvos estão 13 russos e 8 ucranianos que sofrerão sanções por seis meses, renováveis. A lista oficial com os nomes será revelada nesta tarde, quando for publicada com urgência no Diário Oficial da União, confirmaram agências.

Há personalidades da Crimeia e autoridades russas, principalmente da Duma (câmara baixa do Parlamento) e militares que participaram nas ações ilegais, segundo informaram ministros, e inclui apenas personalidades do “segundo escalão”.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Duma pede aos EUA e UE sanções contra todos os deputados russos

Parlamentares russos responderam nesta terça-feira (18) com sarcasmo às sanções ocidentais impostas contra autoridades envolvidas nos procedimentos para anexar a Crimeia, pedindo aos Estados Unidos e à União Europeia que imponham as mesmas penalidades a centenas de membros do Parlamento.

Uma declaração adotada por unanimidade pela Duma Federal, a câmara baixa do Parlamento, afirmou:

“Nós propomos ao sr. Obama e aos … euroburocratas que incluam todos os deputados da Duma Federal que votaram a favor desta resolução na lista de cidadãos russos afetados pelas sanções dos EUA e da UE”.

A declaração ocorreu após anúncio, na segunda-feira (17), do governo dos EUA e também da União Europeia de aplicarem sanções contra parlamentares e políticos russos e da Ucrânia que estavam envolvidos no referendo realizado no domingo (16), que aprovou a dissolução da Crimeia da Ucrânia e uma anexação à Rússia.

A resolução é uma resposta irônica à lista anunciada por Washington de políticos russos punidos com sanções, entre eles o vice-primeiro-ministro Dmitri Rogozin e os assessores do presidente Vladimir Putin, Vladislav Surkov e Sergei Glaziev, e a presidente do Conselho da Federação (Senado), Valentina Matvienko.

arte crimeia 17.03 (Foto: Arte/G1)

A lista de sancionados inclui os nomes de dois líderes separatistas da Crimeia, Sergei Axionov e Vladimir Konstantinov, e do ex-presidente ucraniano Viktor Yanukovich, deposto após três meses de protestos populares populares.

Por sua vez, os ministros das Relações Exteriores da União Europeia (UE) concordaram em sancionar 21 russos e ucranianos considerados responsáveis pela instabilidade na Crimeia.

Além disso, a Duma parabenizou o resultado do referendo na Crimeia, no qual a maioria arrasadora da população se manifestou no domingo a favor da união com a Rússia.

Ao término da sessão, o presidente russo, Vladimir Putin, deu sinal verde à minuta de um tratado para a incorporação da Crimeia à Federação Russa.

O parlamento da Crimeia aprovou na segunda-feira (17) uma resolução pela qual se declarou independente da Ucrânia e pediu oficialmente a incorporação da península à Rússia, depois que mais de 95% dos cidadãos que participaram do referendo apoiaram a reunificação ao país ao qual pertenceu até 1954.

Incorporação
Em discurso ao Parlamento, Putin disse que o referendo realizado na região ucraniana da Crimeia foi feito de acordo com os procedimentos democráticos e com a lei internacional.

“A questão da Crimeia tem uma importância vital, uma importância histórica para todos nós”, afirmou o presidente russo após ser recebido com aplausos no Parlamento. “Nos corações e mentes das pessoas, a Crimeia sempre foi e permanece como uma parte inseparável da Rússia. Esse comprometimento, baseado na verdade e na justiça, é firme, foi passado de geração em geração.

“O presidente russo condenou as “ditas” autoridades da Ucrânia, afirmando que elas conduziram um golpe de Estado e farão tudo para permanecer no poder.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Cem artistas russos assinam carta de apoio a Putin na Crimeia

Cem artistas russos, entre eles o maestro Valeri Guerguiev e o cineasta Pavel Lunguin, assinaram nesta quarta-feira (12) uma carta de apoio à política do presidente Vladimir Putin na Ucrânia e na Crimeia.

Na carta, publicada no site do ministério da Cultura, os artistas afirmam que não podem ser “observadores indiferentes, com o coração frio”.

“Apoiamos com firmeza a posição do presidente russo em relação à Ucrânia e à Crimeia”, escrevem.

Entre os signatários estão o diretor do Teatro Mariinski de São Petersburgo, Valeri Guergiev, do Bolshoi de Moscou, Vladimir Urin, a curadora do museu do Kremlin Elena Gagarina, filha do primeiro astronauta soviética Yuri Gagarin, e a do museu Pushkin Irina Antonova.

Muitos signatários são conhecidos por seu apoio a Putin, como o cantor do grupo de rock Liube Nikolai Rastorguev ou o cineasta Fiodor Bondarchuk.

Mas também há outros considerados até agora como mais distantes em relação ao poder, como o cineasta Pavel Lunguin, diretor de filmes como “Taxi Blues”.

O mundo artístico russo não tem, no entanto, uma posição unânime em relação ao papel da Rússia na Ucrânia.

Dez escritores, entre eles Liudmila Ulitskaia e Andrei Bitov, assinaram uma carta na qual pedem ao poder russo que “deixe seu jogo perigoso” na Ucrânia, onde forças russas controlam a península da Crimeia.

Três estrelas do rock russo, Boris Grebenchikov, Iacheslav Butusov e Yuri Shevchuk, gravaram na quinta-feira uma mensagem de vídeo aos povos russo e ucraniano, na qual denunciam “o grande jogo político” entre Kiev e Moscou.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Guardas russos prendem ativistas que escalavam plataforma de petróleo

Ativistas do Greenpeace tentaram escalar a plataforma de petróleo “Prirazlomnaya” da companhia Gazprom na costa nordeste da Rússia, no Mar de Pechora, nesta quarta-feira (18). O objetivo era protestar contra a exploração de petróleo no Ártico.

Dois manifestantes foram presos pela guarda costeira russa enquanto tentavam escalar estrutura. Autoridades dizem que ativistas mantiveram protestos mesmo diante de tiro de advertência disparados pela guarda costeira.

Ativistas começam a escalar estrutura de plataforma de petróleo na Rússia. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)Ativistas começam a escalar estrutura de plataforma de petróleo na Rússia. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)Membro da guarda costeira russa mascarado aponta arma para ativista do Greenpeace. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)Membro da guarda costeira russa mascarado aponta arma para ativista do Greenpeace. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)Guarda russo aponta uma faca para membro do Greenpeace. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)Guarda russo aponta uma faca para membro do Greenpeace. (Foto: AFP Photo/Greenpeace/Denis Sinyakov)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,