RSS

Arquivo da tag: russa

Exército da Ucrânia entra em ‘alerta total’ contra possível invasão russa

AppId is over the quota
AppId is over the quota

As forças militares da Ucrânia se encontram em “estado de alerta total” contra uma possível invasão das tropas russas posicionadas na fronteira, afirmou o presidente interino Olexander Turchynov durante uma reunião ministerial nesta quarta-feira (30) em Kiev.

“Nossas Forças Armadas se encontram em estado de alerta total. A ameaça da Rússia de começar uma guerra contra o território da Ucrânia é real”, disse.

Ele já havia anunciado há várias semanas que as forças de defesa estavam em alerta, mas não foram registrados sinais de aumento do dispositivo.

“Nossas Forças Armadas se encontram em estado de alerta total. A ameaça da Rússia de começar uma guerra contra o território da Ucrânia é real”, disse Turchynov.

“Nosso primeiro objetivo é impedir que o terrorismo passe das regiões de Donetsk e de Lugansk para outras regiões”, destacou. “Há tentativas de desestabilizar a situação em Kharkiv (leste), Odessa (sul), Dnipropetrovsk (leste), Zaporijjia (sudeste), Kherson e Mykolaiev (sul).”

Estas oito regiões, juntas, constituiriam um amplo arco de território contíguo à Crimeia e Transnistria (região separatista da Moldávia), que a Rússia controla de fato.

A Rússia mobilizou em março 40 mil homens na fronteira que compartilha com a Ucrânia.

Sabotagem
O Serviço de Segurança Ucraniano (SBU) afirmou nesta quarta-feira ter descoberto um grupo de sabotadores que preparava um atentado para a festa de 9 de maio, que comemora tanto na Rússia como na Ucrânia a vitória sobre a Alemanha nazista em 1945.

“Os criminosos se preparavam para cometer um atentado com explosivos no momento em que os veteranos de guerra depositassem flores no monumento da Segunda Guerra mundial em Mykolaiev”, afirmaram fontes do SBU.

O presidente russo, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro Dmitri Medvedev pretendem visitar a Crimeia depois do tradicional desfile militar previsto para o mesmo dia em Moscou, segundo a imprensa russa.

Os rebeldes pró-Moscou prosseguiram nos últimos dias com a ampliação de seu domínio sobre uma série de cidades do leste da Ucrânia, controlando atualmente locais estratégicos (prefeitura, quartel da polícia e prédios das forças de segurança) em mais de 10 cidades.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , , ,

Otan alerta para ameaça russa à região separatista na Moldávia

Um importante comandante da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse neste domingo (23) que a Rússia tem uma grande força na fronteira leste da Ucrânia e que está preocupado que ela possa representar uma ameaça à região separatista de Transnístria, na Moldávia.

Guardas ucranianos em um posto de controle na fronteira com a região separatista da Transnístria, na Moldávia (Foto: Yevgeny Volokin/Reuters)Soldados ucranianos fazem guarda em um posto de controle na fronteira com a região separatista da Transnístria, na Moldávia (Foto: Yevgeny Volokin/Reuters)

O alerta veio um dia depois de tropas russas, usando veículos blindados, armas automáticas e bombas de efeito moral, ocuparem as últimas instalações militares sob controle ucraniano na Crimeia, a península do Mar Negro que o presidente russo, Vladimir Putin, anexou formalmente na sexta-feira.

“A força russa que está na fronteira ucraniana agora é muito, muito volumosa e está muito, muito preparada”, disse o general da Força Aérea dos EUA e comandante supremo da Otan na Europa, Philip Breedlove, em um evento realilzado pelo centro de estudos German Marshall Fund.

A tomada russa da Crimeia, que tem uma população de maioria russa, após a deposição do presidente ucraniano pró-Rússia Viktor Yanukovich na esteira de grandes protestos, desencadeou a pior crise desde a Guerra Fria.

Os Estados Unidos e a União Europeia emitiram sanções pessoais contra alguns dos aliados políticos e empresariais mais próximos de Putin, e ameaçaram sanções econômicas mais abrangentes se as forças de Putin se instalarem em outras partes do sul e do norte da Ucrânia com grandes populações falantes de russo.

Breedlove disse que a Otan está muito preocupada com a ameaça à Transnístria, que declarou independência da Moldávia em 1990 mas não foi reconhecida por nenhum Estado-membro das Nações Unidas.

Cerca de 30% de sua população de meio milhão de pessoas têm etnia russa, a língua-mãe da grande maioria.

A Rússia iniciou um novo exercício militar, envolvendo 8.500 oficiais de artilharia, perto da fronteira ucraniana dez dias atrás.

“Há uma força russa suficiente estacionada na fronteira leste da Ucrânia para correr para a Transnístria se essa decisão for tomada, e isso é muito preocupante”, afirmou Breedlove.

O presidente da Moldávia, ex-república soviética, alertou a Rússia na terça-feira para que não cogite qualquer ação para anexar a Transnístria, que se localiza na fronteira oeste da Ucrânia, como fez com a Crimeia.

Anteriormente o presidente do parlamento da Transnístria havia exortado a Rússia a incorporar a região.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Diplomata ucraniano vê indícios de intervenção russa em grande escala

O chefe da missão da Ucrânia nas Nações Unidas em Genebra, Yuri Klimenko, afirmou que existem indícios de que a Rússia está disposta a lançar uma intervenção no leste e no sul da Ucrânia.

O diplomata informou que reforços militares significativas chegaram à região ucraniana Kherson, norte da Crimeia, e no sul há ativistas pró-russos portando cartões de identificação dos serviços de segurança russos.

“Há indicações de que a Rússia esta a caminho de iniciar uma grande intervenção militar no sul e no leste da Ucrânia”, afirmou.

Sua declaração foi apoiada por outros embaixadores, mas questionada por um diplomata russo, que leu uma declaração justificando as ações russas realizadas até agora.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Otan: ação russa é a ameaça ‘mais grave’ à Europa desde a Guerra Fria

O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, considerou nesta quarta-feira (19) que a incorporação da Crimeia por parte da Rússia constitui a ameaça “mais grave” para a estabilidade da Europa desde a Guerra Fria.

“Vivemos outras crises na Europa nos últimos anos: os Bálcãs nos anos 90, a Geórgia em 2008. Mas esta é a ameaça mais grave à segurança e à estabilidade da Europa desde o fim da Guerra Fria”, ressaltou Anders Fogh Rasmussen.

Crise

A Crimeia se tornou o foco da atenção da diplomacia internacional nas últimas semanas com uma escalada militar russa e ucraniana na região. As tensões separatistas da região, de maioria russa, se tornaram mais acirradas com a deposição do presidente ucraniano Viktor Yanukovich – o que levou a Rússia a aprovar o envio de tropas para “normalizar” a situação.

A medida só piorou as relações entre Ucrânia e Rússia, gerando grande perigo para a região. A tensão se intensificou após 16 de março, quando a população da Crimeia aprovou em imensa maioria sua adesão à Rússia em um referendo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Spyware suspeito de ter fabricação russa afeta governos da UE e EUA

Um tipo sofisticado de spyware (programa automático de computador) vem infetando sigilosamente centenas de computadores de governos por toda a Europa e nos Estados Unidos, em um dos mais complexos programas de espionagem cibernética descobertos até hoje.

Vários pesquisadores em segurança e funcionários da área de inteligência ocidentais dizem acreditar que o malware, conhecido como “Turla”, é obra do governo russo e está ligado ao mesmo software usado para promover uma violação maciça de dados no Exército dos EUA, descoberto em 2008.

O programa espião também está sendo vinculado a uma enorme operação previamente conhecida de espionagem cibernética mundial, apelidada de Outubro Vermelho, e cujo alvo eram redes de pesquisa nuclear diplomática e militar.

Essas constatações se baseiam na análise das táticas empregadas pelos hackers, bem como indicadores técnicos e as vítimas que eram seu alvo.

“É um malware sofisticado, que está ligado a outras façanhas dos russos, usa criptografia e tem como alvo os governos ocidentais. Tem pegadas russas por toda parte”, disse Jim Lewis, um ex-funcionário do serviço externo dos EUA, agora membro sênior do Centro para Estudos Estratégicos e Internacionais, em Washington.

No entanto, especialistas em segurança alertam que embora a probabilidade de que o Turla seja russo pareça forte, é impossível confirmar essas suspeitas, a menos que Moscou assuma a responsabilidade. Isto porque os desenvolvedores desses programas geralmente usam técnicas para mascarar a sua identidade.

A ameaça veio à tona nesta semana, após uma empresa alemã antivírus pouco conhecida, a G Data, ter publicado um relatório sobre o vírus, que chamou de Uroburos, o nome codificado que pode ser uma referência ao símbolo grego da serpente que come o próprio rabo.

Especialistas em ataques cibernéticos patrocinados por Estados dizem que os hackers bancados pelo governo da Rússia são conhecidos por serem altamente disciplinados, hábeis em esconder seus rastros, extremamente eficazes em manter o controle de redes infectadas e mais seletivos na escolha de alvos do que os seus homólogos chineses.

“Eles sabem que a maioria das pessoas não quer ter o conhecimento técnico ou a coragem para vencer uma batalha com eles. Quando eles percebem que alguém está em seu encalço, eles ficam inativos”, disse um especialista que ajuda vítimas de pirataria patrocinada por Estados.

Um ex-funcionário do setor de inteligência ocidental comentou: “Eles podem recorrer a alguns programadores e engenheiros de grau muito elevado, incluindo os muitos que trabalham para grupos do crime organizado, mas que também agem como corsários”.

O Escritório Federal de Segurança da Rússia se recusou a comentar o assunto, como também autoridades do Pentágono do Departamento de Segurança Interna dos EUA.

A BAE Systems Applied Intelligence, da Grã-Bretanha, publicou as conclusões de sua investigação sobre o spyware, que chamou de “cobra”.

A absoluta sofisticação do software, disse a empresa, estava muito além do que anteriormente foi encontrado — embora não tenha atribuído culpa pelo ataque.

“A ameaça … realmente dificulta as coisas em termos do que alvos potenciais, e a comunidade de segurança em geral, têm que fazer para se manter à frente dos ataques cibernéticos”, disse Martin Sutherland, diretor da BAE Systems.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Homens preparam panqueca gigante para celebrar feriado em cidade russa

Homens preparam panqueca gigante na Rússia neste domingo (2) (Foto: Eduard Kornienko/ Reuters)Homens preparam panqueca gigante na Rússia neste domingo (2) (Foto: Eduard Kornienko/ Reuters)

Homens cozinham uma panqueca gigante durante as comemorações do Maslenitsa, ou Semana da Panqueca, na cidade de Stavropol, localizada no sul da Rússia.

Maslenitsa é um feriado pagão que marca o fim do inverno e as pessoas comemoram comendo panqueca.

Pessoas pegam pedaços da panqueca gigante na cidade russa chamada Stavropol (Foto: Eduard Korniyenko/ Reuters)Pessoas pegam pedaços da panqueca gigante na cidade russa chamada Stavropol (Foto: Eduard Korniyenko/ Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Jornalista americana pede demissão ao vivo de TV russa e critica Putin

A apresentadora Liz Wahl pede demissão ao vivo no canal Russia Today (Foto: Reprodução/Youtube/RT)Liz Wahl pede demissão ao vivo no canal Russia
Today (Foto: Reprodução/Youtube/RT)

A apresentadora de um programa jornalístico do canal de TV russo “Russia Today” pediu demissão no ar por discordar das ações do governo Putin na Crimeia, na Ucrânia.

Liz Wahl, correspondente em Washington da emissora, afirmou, ao vivo, que não pode ser parte de “um canal fundado pelo governo russo e que encobre as ações de Putin”. “Tenho orgulho de ser americana e acredito em disseminar a verdade. É por isso que depois deste programa vou pedir demissão”, disse. (Veja o vídeo neste link)

Liz citou outra colega, Abby Martin, que criticou as ações do governo russo ao vivo. “Como ela, enfrento dilemas éticos e morais (…) Meus avós vieram para cá como refugiados durante a revolução húngara, ironicamente para escapar das forças soviéticas”, disse Liz. “Sou muito sortuda de ter crescido aqui nos Estados Unidos”, acrescentou.

‘Autopromoção’
Em seu canal do Youtube, a emissora “Russia Today” comentou o tema e disse que se trata de autopromoção de Wahl.

“Quando um jornalista discorda da posição editorial de sua organização, o caminho usual é levar essas queixas ao editor e, se elas não puderem ser solucionadas, pedir demissão como um profissional. Mas quando alguém transforma uma decisão pessoal em um grande show público, nada mais é do que uma estratégia de autopromoção”, diz o comunicado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,