RSS

Arquivo da tag: reunir

Se Rússia for expulsa, G7 pode se reunir em Londres

O Reino Unido sugeriu que Londres seja uma sede alternativa para o grupo dos países mais industrializados do mundo, caso a Rússia seja expulsa do G8 (que viraria, então, G7) por seu conflito com a Ucrânia. A informação foi divulgada neste sábado (15) pela revista alemã Der Spiegel.

A proposta de Londres foi bem recebida pelos outros seis membros do grupo (EUA, Alemanha, Japão, França, Canadá e Itália). A Der Spiegel cita fontes próximas ao gabinete da chanceler alemã Angela Merkel.

A Rússia seria o país anfitrião da próxima cúpula do G8, que ocorreria em Sochi, cidade que acabou de sediar os Jogos Olímpicos de Inverno. O encontro dos líderes mundiais estava marcado inicialmente para os dias marcada para os dias 4 e 5 de junho.

A expulsão da Rússia do grupo de países é uma das sanções internacionais contempladas pela comunidade internacional caso Moscou mantenha sua postura de instigar a separação de regiões russófonas (que falam russo) da Ucrânia, como a Crimeia, que realizará, neste domingo (16), um referendo sobre sua anexação ao país vizinho.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Kerry se reunirá com Lavrov para discutir Crimeia na sexta em Londres

O secretário de Estado americano, John Kerry, anunciou nesta quarta-feira que se reunirá com seu colega russo Serguei Lavrov na sexta-feira (14), em Londres, para discutir uma vez mais sobre um plano de saída para a crise na Ucrânia.

Kerry fez este anúncio ante uma comissão da Câmara de Representantes, acrescentando que a pedido do presidente Barack Obama, deixará Washington na quinta à noite para ver Lavrov no dia seguinte na capital britânica, no que será seu quarto encontro em uma semana para discutir a situação na Ucrânia.

Nesta quarta-feira, a Crimeia anunciou que assumir a propriedade das empresas estatais ucranianas em seu território, incluindo os campos de gás natural no mar Negro, disse o primeiro vice-premiê da região, consolidando a independência da península antes de um referendo sobre a anexação à Rússia.

A Crimeia, uma região no sul da Ucrânia que abriga a frota russa do mar Negro, votará no domingo a adesão à Rússia. Desde que separatistas pró-Rússia tomaram o controle do Parlamento regional há quase duas semanas, a região foi declarada parte da Federação Russa.

Acordo com UE
A parte política do acordo de associação da Ucrânia com a União Europeia poderá ser assinada na próxima semana, indicou a chanceler alemã Angela Merkel, em visita a Varsóvia.

“Nós nos pronunciamos a favor da assinatura o mais rápido possível da parte política do acordo de associação, provavelmente durante a próxima cúpula da UE”, prevista para Bruxelas entre os dias 20 e 21 de março, declarou em uma coletiva de imprensa com o primeiro-ministro polonês Donald Tusk.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Dilma se reunirá com Bachelet nesta terça, informa Itamaraty

A presidente Dilma Rousseff tem uma reunião marcada para esta terça-feira (11) com a presidente eleita do Chile, Michelle Bachelet.  De acordo com o subsecretário-Geral da América do Sul, Central e do Caribe do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Antonio José Ferreira Simões, a reunião vai tratar do comércio bilateral entre os países.

Dilma viajará para Viña Del Mar ainda nesta segunda (10) às 17h30, de acordo com a agenda oficial divulgada pelo Palácio do Planalto. A previsão de chegada da presidente no país é  21h30. A assessoria da presidente informou que ainda divulgará a data da volta.

A posse da nova presidente do Chile ocorrerá nesta terça-feira. Michelle Bachelet foi eleita em dezembro do ano passado, em segundo turno, para mais um mandato à frente do governo chileno. Ela obteve 62,2% dos votos – maior votação recebida por um candidato à presidência desde que o Chile retomou as eleições democráticas, em 1989.

Bachelet governou o Chile entre 2006 e 2010, mas não conseguiu eleger sucessor nas últimas eleições presidenciais. À época, Sebastián Piñera – atual presidente do Chile – venceu Eduardo Frei.

Segundo o embaixador Antonio Simões, às 12h desta terça (horário local), a presidente Dilma participará da cerimônia de transmissão de cargo no Congresso Nacional, que fica em Valparaíso, cidade vizinha a Viña Del Mar. Em seguida, por volta das 13h, Dima voltará para Viña Del Mar, onde irá se encontrar com Michelle Bachelet e outros presidentes para almoço oficial. Na sequência, haverá foto com todos os presidentes presentes.

Comércio
Na avaliação do embaixador Antonio Simões, o Chile é um “tradicional parceiro do Brasil em termos de comércio”. Segundo ele, o Chile está em terceiro lugar em volume de comércio com o Brasil entre os países da América Latina, com US$ 9 bilhões registrados no ano passado, atrás somente da Argentina, em primeiro lugar, e do México, em segundo.

Ainda de acordo com o embaixador, o Brasil é atualmente o principal destino dos investimentos externos do Chile, com cerca de US$ 22 bilhões investidos. “Hoje, também há cerca de 70 empresas brasileiras no Chile, nas áreas de energia, mineração, fármacos, no setor aéreo, entre outros”, disse Antonio Simões.

O embaixador ressaltou em entrevista a jornalistas nesta manhã que 98% do comércio bilateral entre Brasil e Chile circula com tarifa zero.

“Nós temos perspectivas muito boas de avançar na área de energia, educação, infraestrutura, direitos humanos e a nossa ideia é que o Brasil esteja cada vez mais próximo do Chile, e estamos muito felizes com a perspectiva de ter o Chile cada vez mais integrado na economia da America do sul”, disse o embaixador.

Crise na Venezuela
De acordo com o embaixador, a presidente Dilma não irá discutir com Michelle Bachelet a crise na Venezuela. O país passa por onda de protestos contra o governo de Nicolás Maduro e cerca de 20 pessoas já morreram em manifestações.

Antonio Simões informou que na quarta-feira (12), em Santiago, capital do Chile, o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, irá se reunir com chanceleres de outros países da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) para tratar da crise venezuelana.

Segundo o embaixador, Figueiredo irá apresentar aos países a posição do Brasil quanto à situação na Venezuela, reiterando notas divulgadas em conjunto com os países que compõem o Mercosul, a Unasul e a Cúpula da Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos (Celac).

“No dia 11, o governo brasileiro entende que é um dia de festa para o Chile, essas cerimônias são com atos. (…) Por isso os chanceleres estão com agenda para reunião no dia 12, para tratar da questão da Venezuela. Por enquanto, não está previsto pronunciamento de presidentes sobre o assunto. Houve consenso por parte dos presidentes de que o assunto Venezuela será entre chanceleres”, disse o embaixador.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Secretário americano se reunirá na Alemanha com oposição ucraniana

John Kerry fala à imprensa em um hotel em Jerusalém (Foto: Brendan Smialowski/Pool/Reuters)John Kerry durante visita a Israel
(Foto: Brendan Smialowski/Pool/Reuters)

O secretário de Estado americano, John Kerry, vai se reunir com líderes da oposição da Ucrânia, em paralelo à cúpula de segurança que acontece em Munique, na Alemanha, informou o governo dos Estados Unidos na quinta-feira (30).

No sábado à tarde, “ele [Kerry] terá a oportunidade de ter seu primeiro encontro com as principais figuras da oposição ucraniana”, disse um funcionário do alto escalão do Departamento de Estado dos EUA, pouco antes de o secretário ter iniciado sua visita de três dias à Alemanha.

A onda de manifestações na Ucrânia teve início depois que o governo desistiu de assinar, em 21 de novembro do ano passado, um acordo de livre-comércio e associação política com a União Europeia (UE), alegando que decidiu buscar relações comerciais mais próximas com a Rússia.

Na quinta-feira, o presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich, acusou a oposição de “continuar envenenando a situação”, mas reconheceu que as autoridades cometeram “erros” no país, imerso em uma grave crise política.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Maduro diz que se reunirá ‘em breve’ com Hassan Rohani, presidente do Irã

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta sexta-feira (17) que espera se reunir “em breve” com o presidente do Irã, Hassan Rohani, para “continuar aprofundando” as relações com o país islâmico, paralelamente à visita à Venezuela do vice-chanceler do Irã.

“Muito em breve, nos veremos para continuarmos aprofundando as relações estratégicas, históricas e profundamente humanas entre a República do Irã e a República Bolivariana da Venezuela”, disse Maduro no palácio presidencial de Miraflores.

“Está aqui o vice-chanceler da República Islâmica do Irã (Mayid Tajt Ravanchi), e, juntamente com o chanceler Elías Jaua, irei recebê-lo agora à noite. Trouxe para mim uma carta do presidente Hassan Rohani e de nossa irmã República do Irã”, assinalou.

O encontro seria o primeiro entre os dois chefes de Estado.

Os chanceleres dos dois países se reuniram nesta quinta-feira (16) para fechar acordos de cooperação da Venezuela com o novo governo iraniano, eleito em junho de 2013.

Os laços bilaterais fortaleceram-se depois que Mahmud Ahmadinejad assumiu a presidência do país islâmico, em 2005, após o quê foram assinados acordos de cooperação nas áreas energética, tecnológica, automotriz, industrial, alimentar e de infraestrutura.

O último encontro entre o presidente venezuelano Hugo Chávez e Ahmadinejad foi em junho de 2012, em Caracas. O ex-presidente iraniano retornou à Venezuela em março de 2013, para o funeral de Chávez.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Festival de pesca em lago congelado na Coreia de Sul deve reunir 1 milhão

Mais de 1 milhão de pessoas são aguardadas em festival de pesca no lago congelado (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)Mais de 1 milhão de pessoas são aguardadas em festival de pesca no lago congelado (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)

Mais de 1 milhão de pessoas são esperadas em um festival de pesca em lago congelado iniciado neste sábado (4) em Seul, na Coreia do Norte. O festival anual é um dos maiores e mais famosos festivais na Coreia do Sul. O evento ocorrerá por três semanas.

Mulher pesca em lago congelado em festival na Coreia do Sul iniciado neste sábado (4) (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)Mulher pesca em lago congelado em festival na Coreia do Sul iniciado neste sábado (4) (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Festival de pesca em lago congelado na Coreia de Sul deve reunir 1 milhão

Mais de 1 milhão de pessoas são aguardadas em festival de pesca no lago congelado (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)Mais de 1 milhão de pessoas são aguardadas em festival de pesca no lago congelado (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)

Mais de 1 milhão de pessoas são esperadas em um festival de pesca em lago congelado iniciado neste sábado (4) em Seul, na Coreia do Norte. O festival anual é um dos maiores e mais famosos festivais na Coreia do Sul. O evento ocorrerá por três semanas.

Mulher pesca em lago congelado em festival na Coreia do Sul iniciado neste sábado (4) (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)Mulher pesca em lago congelado em festival na Coreia do Sul iniciado neste sábado (4) (Foto: Kim Hong-Ji/Reuters)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,