RSS

Arquivo da tag: Registros

EUA abrem mão de poder sobre órgão que gerencia registros na web

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos informou que deixará de exercer controle sobre as decisões da Corporação de Atribuição de Nomes e Números na Internet (Icann, na sigla em inglês), entidade responsável pelos domínios de internet, como “.gov” e “.com”, segundo jornais norte-americanos.

A guinada no posicionamento do governo dos EUA, que controla a entidade, ocorre depois de países como Alemanha e Brasil terem criticado o domínio norte-americano sobre o órgão, fundamental na administração da rede. O mais duro ataque a esse modelo foi feito pela União Europeia, que chegou a sugerir propostas para uma reorganização das decisões sobre a internet, o que, na prática, pretendiam um distanciamento dos EUA.

Segundo o “Wall Street Journal”, a preocupação dos EUA agora é que a Icann não seja influenciada por nenhum outro país. Segundo o secretário de comunicação do Departamento de Comércio, Lawrence Strickling, afirmou ao “Washington Post”, as incumbências da Icann serão transferidos para uma coalização formada por organizações de diversos países. Citando fontes anônimas, o jornal informou que a ideia é transferir as funções da Icann para a “comunidade global da internet”.

Além disso, as autoridades exigiram em contrapartida que a segurança e a estabilidade da internet não sejam colocadas em risco, independentemente do modelo que a nova entidade irá seguir ou dos países que farão parte de sua gestão.

Segundo os jornais, não há data nem cronograma para que uma mudança seja colocada em prática. “A comunidade global estará completamente por dentro do que acontecer”, disse Fadi Chehade, presidente da Icann.

O contrato do Departamento de Comércio dos EUA para controlar a Icann vence em 2015. O primeiro deles foi firmado em 1998 e desde então vinha sendo renovado.

O Brasil pode ser parte da migração das funções de adminitração da Icann já que, em abril. São Paulo abrigará uma reunião sobre a governança da internet que contará com o presidente do Icann.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Registros profissionais poderão ser solicitados pela internet

Novo sistema estará disponível a partir de 29/4 para 20 estados. Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul serão os próximos a serem incluídos no sistema

Os trabalhadores das 14 categorias que dependem de registro para exercer a profissão poderão solicitá-lo via internet, a partir da próxima segunda-feira (29). Atualmente, a concessão do registro, feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), só pode ser feita mediante a apresentação do profissional nas superintendências do trabalho, com a documentação exigida. Para retirar o registro, a superintendência estabelece um prazo, sem que o profissional possa acompanhar o processo.

O novo Sistema Informatizado de Registro Profissional (Sirpweb) vai estar disponível já na próxima segunda-feira (29) para os seguintes estados: Acre, Alagoas, Amazônia, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

O programa piloto foi implantado em caráter experimental no Distrito Federal, em novembro de 2012. Numa segunda etapa, chegará aos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

“O sistema vai facilitar a vida dos trabalhadores e, em breve, pretendemos tê-lo implantado em todo o país”, disse, em nota, o ministro do Trabalho, Manoel Dias.

Por meio do Sirpweb, o trabalhador tem de informar, via internet, dados pessoais e relativos ao registro pretendido. Em seguida, será gerado um número de solicitação, discriminando a documentação que deverá ser protocolada na superintendência do Trabalho mais próxima do requerente. A partir de então, todo processo poderá ser acompanhado pela internet. O sistema será disponibilizado nas páginas das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego.

O registro profissional é um cadastro obrigatório a todos os trabalhadores que exercem atividades regulamentadas por legislação própria, entre os quais publicitários, jornalistas, etc. São, ao todo, 14 categorias: agenciador de propaganda, artista, atuário, arquivista, guardador e lavador de veículos, jornalista, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em espetáculos de diversões, técnico de Segurança do Trabalho, técnico em arquivo e técnico em Secretariado.

(*) Com Agência Brasil.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Registros profissionais poderão ser solicitados pela internet

Novo sistema estará disponível a partir de 29/4 para 20 estados. Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul serão os próximos a serem incluídos no sistema

Os trabalhadores das 14 categorias que dependem de registro para exercer a profissão poderão solicitá-lo via internet, a partir da próxima segunda-feira (29). Atualmente, a concessão do registro, feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), só pode ser feita mediante a apresentação do profissional nas superintendências do trabalho, com a documentação exigida. Para retirar o registro, a superintendência estabelece um prazo, sem que o profissional possa acompanhar o processo.

O novo Sistema Informatizado de Registro Profissional (Sirpweb) vai estar disponível já na próxima segunda-feira (29) para os seguintes estados: Acre, Alagoas, Amazônia, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

O programa piloto foi implantado em caráter experimental no Distrito Federal, em novembro de 2012. Numa segunda etapa, chegará aos estados da Bahia, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

“O sistema vai facilitar a vida dos trabalhadores e, em breve, pretendemos tê-lo implantado em todo o país”, disse, em nota, o ministro do Trabalho, Manoel Dias.

Por meio do Sirpweb, o trabalhador tem de informar, via internet, dados pessoais e relativos ao registro pretendido. Em seguida, será gerado um número de solicitação, discriminando a documentação que deverá ser protocolada na superintendência do Trabalho mais próxima do requerente. A partir de então, todo processo poderá ser acompanhado pela internet. O sistema será disponibilizado nas páginas das Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego.

O registro profissional é um cadastro obrigatório a todos os trabalhadores que exercem atividades regulamentadas por legislação própria, entre os quais publicitários, jornalistas, etc. São, ao todo, 14 categorias: agenciador de propaganda, artista, atuário, arquivista, guardador e lavador de veículos, jornalista, publicitário, radialista, secretário, sociólogo, técnico em espetáculos de diversões, técnico de Segurança do Trabalho, técnico em arquivo e técnico em Secretariado.

(*) Com Agência Brasil.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,