RSS

Arquivo da tag: Regio

Reunião do Tratado Antártico aborda impacto do turismo na região

O turismo na Antártica e seu impacto ambiental é um dos temas discutidos na 37ª reunião consultiva anual do Tratado Antártico, que teve início em Brasília nesta segunda-feira (28).

“Alguns países veem com certa preocupação a questão. Consideram que há turismo demais na região”, explicou em coletiva de imprensa o secretário da brasileira Comissão Interministerial de Recursos do Mar (CIRM), contra-almirante Marcos Silva Rodrigues.

“A preocupação do Sistema Antártico é que haja regras para a preservação do continente”, disse o diretor de Meio Ambiente do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, José Raphael Azeredo.

Trinta e dois mil turistas visitam todos os anos a Antártica, explica Francisco Berguño, chefe da delegação chilena e da Direção Antártica da chancelaria de seu país. “O mais importante é que o turismo tem que ser totalmente controlado para minimizar qualquer dano ao continente”, disse.

O turismo no continente branco, que nos anos 1990 não passava de 5.000 visitantes ao ano, multiplicou-se, principalmente com cruzeiros de luxo, embora também com voos que chegam à região. O caso de um navio russo que ficou parado vários dias no fim do ano passado na Antártica reavivou o debate sobre o turismo e desatou críticas nos meios científicos.

Outros temas
Cinquenta países são signatários do Tratado Antártico, que entrou em vigor em 1961. Desde 1983, o Brasil é um dos 29 membros consultivos, com direito de voto e decisão.

As reuniões, anuais, serão celebradas em Brasília até 7 de maio. Outros temas que serão abordados serão o avanço da pesquisa biológica e a preservação de fauna e flora no continente gelado, além da cooperação entre os Estados-membros, informou a chancelaria brasileira.

O Tratado Antártico estabelece a não militarização desde continente, liberdade de pesquisa científica, proteção ambiental e suspensão de reivindicações territoriais.

Exemplar de pinguim-papua é visto na Baía do Almirantado, região onde está abrigada a Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: Eduardo Carvalho/G1)Exemplar de pinguim-papua é visto na Baía do Almirantado, região onde está abrigada a Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: Eduardo Carvalho/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Otan alerta para ameaça russa à região separatista na Moldávia

Um importante comandante da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse neste domingo (23) que a Rússia tem uma grande força na fronteira leste da Ucrânia e que está preocupado que ela possa representar uma ameaça à região separatista de Transnístria, na Moldávia.

Guardas ucranianos em um posto de controle na fronteira com a região separatista da Transnístria, na Moldávia (Foto: Yevgeny Volokin/Reuters)Soldados ucranianos fazem guarda em um posto de controle na fronteira com a região separatista da Transnístria, na Moldávia (Foto: Yevgeny Volokin/Reuters)

O alerta veio um dia depois de tropas russas, usando veículos blindados, armas automáticas e bombas de efeito moral, ocuparem as últimas instalações militares sob controle ucraniano na Crimeia, a península do Mar Negro que o presidente russo, Vladimir Putin, anexou formalmente na sexta-feira.

“A força russa que está na fronteira ucraniana agora é muito, muito volumosa e está muito, muito preparada”, disse o general da Força Aérea dos EUA e comandante supremo da Otan na Europa, Philip Breedlove, em um evento realilzado pelo centro de estudos German Marshall Fund.

A tomada russa da Crimeia, que tem uma população de maioria russa, após a deposição do presidente ucraniano pró-Rússia Viktor Yanukovich na esteira de grandes protestos, desencadeou a pior crise desde a Guerra Fria.

Os Estados Unidos e a União Europeia emitiram sanções pessoais contra alguns dos aliados políticos e empresariais mais próximos de Putin, e ameaçaram sanções econômicas mais abrangentes se as forças de Putin se instalarem em outras partes do sul e do norte da Ucrânia com grandes populações falantes de russo.

Breedlove disse que a Otan está muito preocupada com a ameaça à Transnístria, que declarou independência da Moldávia em 1990 mas não foi reconhecida por nenhum Estado-membro das Nações Unidas.

Cerca de 30% de sua população de meio milhão de pessoas têm etnia russa, a língua-mãe da grande maioria.

A Rússia iniciou um novo exercício militar, envolvendo 8.500 oficiais de artilharia, perto da fronteira ucraniana dez dias atrás.

“Há uma força russa suficiente estacionada na fronteira leste da Ucrânia para correr para a Transnístria se essa decisão for tomada, e isso é muito preocupante”, afirmou Breedlove.

O presidente da Moldávia, ex-república soviética, alertou a Rússia na terça-feira para que não cogite qualquer ação para anexar a Transnístria, que se localiza na fronteira oeste da Ucrânia, como fez com a Crimeia.

Anteriormente o presidente do parlamento da Transnístria havia exortado a Rússia a incorporar a região.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Presidente de Israel agradece esforços de Kerry pela paz na região

O presidente israelense, Shimon Peres, agradeceu nesta terça-feira (4) os esforços no processo de paz com os palestinos do secretário americano de Estado, John Kerry, que foi fortemente criticado por membros do governo de Benjamin Netanyahu.

“Agradecemos seus esforços. Te encorajamos e esperamos alcançar em breve resultados positivos”, declarou o presidente, referindo-se a Kerry, em declarações divulgadas pela rádio militar.

O secretário de Estado “não vem aqui para nos combater”, declarou Peres em um comunicado divulgado por seus serviços.

O tom do presidente contrasta com as críticas a Kerry de membros do governo do primeiro-ministro Netanyahu, acusado de justificar as ameaças de boicote internacional contra Israel para conseguir concessões nas negociações com os palestinos.

Assim, o ministro da Defesa Interior, Gilad Erdan, próximo a Netanyahu, declarou na segunda-feira: “É lamentável constatar que a administração americana não compreende a realidade do Oriente Médio e exerce pressões no lado equivocado no conflito israelense-palestino”.

Seu colega de Habitação, Uri Ariel, um colono, acusou Kerry de ser “um mediador honesto quando fala de ameaça de boicote”.

No entanto, Netanyahu estimou na segunda-feira que “a melhor maneira de esclarecer os mal-entendidos é expressar as divergências de opinião, discutir as coisas com profundidade e não proferir ataques pessoais”.

Kerry reativou as negociações israelenses-palestinas em julho de 2013, após três anos de interrupção, mas apesar de suas reiteradas viagens à região não conseguiu aproximar as posições dos dois campos.

No fim de janeiro, Peres havia estimado que a insistência de Netanyahu para que se reconheça Israel como “Estado judeu” era desnecessária e podia “levar ao fracasso as negociações com os palestinos”.

Peres, que completou 90 anos no dia 2 de agosto, ostenta o cargo simbólico de presidente israelense desde 2007, após meio século ocupando cargos de responsabilidade nos sucessivos governos de seu país.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Tigresa mata 8 pessoas em um mês e assusta moradores de região da Índia

 Foto de 7 de janeiro mostra parentes confortando a mãe de Shobha Singh, morta por um tigre mo vilarejo de Chedri Akbarpur, no distrito de Sambhal, no estado de Uttar Pradesh; ela é uma das oito vítimas do animal. (Foto: AP Photo) Foto de 7/1 mostra parentes confortando a mãe de Shobha Singh, morta pela tigresa mo vilarejo de Chedri Akbarpur, distrito de Sambhal, estado de Uttar Pradesh; ela é uma das oito vítimas do animal. (Foto: AP Photo)

As autoridades indianas montaram um esquema para caçar uma tigresa que, no último mês, matou nada menos que oito pessoas no norte do país, informou nesta quarta-feira (29) o jornal local “Times of India”.

A última vítima da “devoradora de homens”, como a imprensa local a chama, foi Devendra Saini, um agricultor de 35 anos que foi atacado enquanto trabalhava no campo no distrito de Bijnor, no estado de Uttar Pradesh.

A esposa do agricultor contou às autoridades locais que a tigresa arrastou seu marido até a floresta antes de matá-lo.

O rastro de mortes do felino começou em 29 de dezembro, quando matou outro agricultor, Vijay Singh, de 20 anos, no distrito de Moradabad, também em Uttar Pradesh. Segundo fontes dos serviços florestais, sete dos ataques do animal aconteceram em Uttar Pradesh, enquanto o outro aconteceu no estado vizinho de Uttarakhand.

“Neste momento, a tigresa está perto da aldeia de Badhapur, no distrito de Bijnor”, afirmou o agente florestal Kamlesh Kumar.

A guarda florestal enviou seis homens armados à caça da tigresa. Eles espalharam várias armadilhas, porém sua busca é complexa já que durante o dia ela se esconde em canaviais, que cobrem 90% da região.

Atualmente, na Índia, há cerca de 1.700 tigres, 60% da população mundial de uma espécie que também habita outras nações asiáticas como Bangladesh, Vietnã, Tailândia, Nepal e Camboja.

Segundo a ONG WWF, os tigres perderam 93% do território global que costumavam ocupar, 45% na última década, devido ao aumento demográfico e o consequente uso das zonas florestadas para campos de cultivo, áreas urbanas e jazidas minerais. A perda de território tornou cada vez mais frequentes os ataques de tigres a pessoas.

O último caso de relevância na Índia ocorreu na sexta-feira passada, no estado de Tamil Nadu, quando após várias semanas de busca das autoridades locais conseguiram matar um tigre que havia matado três pessoas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Tigresa mata 8 pessoas em um mês e assusta moradores de região da Índia

 Foto de 7 de janeiro mostra parentes confortando a mãe de Shobha Singh, morta por um tigre mo vilarejo de Chedri Akbarpur, no distrito de Sambhal, no estado de Uttar Pradesh; ela é uma das oito vítimas do animal. (Foto: AP Photo) Foto de 7/1 mostra parentes confortando a mãe de Shobha Singh, morta pela tigresa mo vilarejo de Chedri Akbarpur, distrito de Sambhal, estado de Uttar Pradesh; ela é uma das oito vítimas do animal. (Foto: AP Photo)

As autoridades indianas montaram um esquema para caçar uma tigresa que, no último mês, matou nada menos que oito pessoas no norte do país, informou nesta quarta-feira (29) o jornal local “Times of India”.

A última vítima da “devoradora de homens”, como a imprensa local a chama, foi Devendra Saini, um agricultor de 35 anos que foi atacado enquanto trabalhava no campo no distrito de Bijnor, no estado de Uttar Pradesh.

A esposa do agricultor contou às autoridades locais que a tigresa arrastou seu marido até a floresta antes de matá-lo.

O rastro de mortes do felino começou em 29 de dezembro, quando matou outro agricultor, Vijay Singh, de 20 anos, no distrito de Moradabad, também em Uttar Pradesh. Segundo fontes dos serviços florestais, sete dos ataques do animal aconteceram em Uttar Pradesh, enquanto o outro aconteceu no estado vizinho de Uttarakhand.

“Neste momento, a tigresa está perto da aldeia de Badhapur, no distrito de Bijnor”, afirmou o agente florestal Kamlesh Kumar.

A guarda florestal enviou seis homens armados à caça da tigresa. Eles espalharam várias armadilhas, porém sua busca é complexa já que durante o dia ela se esconde em canaviais, que cobrem 90% da região.

Atualmente, na Índia, há cerca de 1.700 tigres, 60% da população mundial de uma espécie que também habita outras nações asiáticas como Bangladesh, Vietnã, Tailândia, Nepal e Camboja.

Segundo a ONG WWF, os tigres perderam 93% do território global que costumavam ocupar, 45% na última década, devido ao aumento demográfico e o consequente uso das zonas florestadas para campos de cultivo, áreas urbanas e jazidas minerais. A perda de território tornou cada vez mais frequentes os ataques de tigres a pessoas.

O último caso de relevância na Índia ocorreu na sexta-feira passada, no estado de Tamil Nadu, quando após várias semanas de busca das autoridades locais conseguiram matar um tigre que havia matado três pessoas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Prefeito diz que homossexualidade não é aceita na região de Sochi

O prefeito de Sochi, a cidade russa sede da Olimpíada de Inverno que começa em fevereiro, disse que a homossexualidade não é aceita na região do Cáucaso, mas que os visitantes gays são bem-vindos aos Jogos se respeitarem as leis russas.

A posição russa sobre os direitos dos gays, incluindo leis promulgadas no ano passado para proibir a disseminação de “propaganda gay” entre crianças, tem provocado fortes críticas vindas de países ocidentais e de grupos de defesa dos direitos dos gays com a aproximação dos Jogos, manchando o evento orçado em 50 bilhões de dólares.

Em comentários que devem ser transmitidos nesta segunda-feira, o prefeito Anatoly Pakhomov disse ao programa Panorama, da rede britânica BBC: “Nós dizemos apenas que é algo da sua conta, é a sua vida. Mas não é aceito aqui no Cáucaso onde vivemos. Nós não temos (homossexuais) em nossa cidade.”

O presidente Vladimir Putin defende as lei russas, dizendo que a Rússia não “persegue” pessoas gays.

Pakhomov disse que os homossexuais seriam bem-vindos durante a Olimpíada, que começa em 7 de fevereiro. “Nossa hospitalidade será estendida a todos que respeitem as leis da Federação Russa e não imponha seus hábitos aos outros”, disse ele.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Nevasca nos EUA cancela centenas de voos na região de Nova York

Máquinas pesadas limpam a neve acumulada no aeroporto de LaGuardia, durante uma tempestade de inverno em Nova York (Foto: Zoran Milich/Reuters)Máquinas pesadas limpam a neve acumulada
no aeroporto de LaGuardia, em Nova York
(Foto: Zoran Milich/Reuters)

Os voos do aeroporto JFK, em Nova York, que haviam sido cancelados por conta da neve que atinge a região nordeste dos EUA, foram retomados na tarde desta sexta-feira (3).

Houve centenas de cancelamentos de voos nos três aeroportos da região de Nova York -192 no JFK, 285 em Newark e 271 em LaGuardia.

O nordeste dos Estados Unidos enfrenta a primeira grande tempestade de inverno do ano, com intensas nevascas, ventos gelados, temperaturas abaixo de zero. Os estados de Nova York e Nova Jersey decretaram estado de emergência por conta das baixas temperaturas.

Nevasca no noroeste
A tempestade é apontada como causa de ao menos 9 mortes no país até o momento, segundo a agência de notícias AP. A pista molhada e escorregadia, provocada pela neve, é responsável por mortes no trânsito em Michigan, Kentucky, Indiana e Illinois.

Órgãos de saúde também informaram que uma mulher de 71 anos, que sofria de Alzheimer, morreu após perambular pela zona rural de Nova York, onde morava.

Nesta sexta-ferira, Nova York se encontra coberta por uma grossa camada de neve e vive temperaturas de -11 graus Celsius. “A previsão é de uma faixa de forte nevasca do leste da Pensilvânia até a costa sul da Nova Inglaterra, com uma massa de ar muito frio que se deslocará sobre o leste dos Estados Unidos”, destacou o Serviço Meteorológico Nacional (NWS).

O fenômeno, “com muitas áreas que verão temperaturas de 20 ou 30 graus abaixo do normal, com possíveis recordes”, envolve os estados de Massachusetts, Connecticut, Rhode Island, Nova York, Nova Jersey e Pensilvânia, completou o NWS.

O governador de Connecticut, Dannel Malloy, pediu para que os funcionários do estado encerrassem o expediente em três turnos, para evitar congestionamentos durante a passagem da tempestade.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,