RSS

Arquivo da tag: reforar

EUA vão reforçar apoio a aliados da Otan por crise na Ucrânia

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O Pentágono estuda medidas de apoio adicionais a seus aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Leste Europeu, diante da preocupação crescente com as manobras militares russas às portas da Ucrânia, informou um porta-voz militar americano nesta terça-feira (29).

Os Estados Unidos planejam fortalecer os exercícios de treinamento programados para junho nos países bálticos, no momento em que Moscou caracteriza as sanções decididas contra ela como a “Cortina de Ferro” do Ocidente.

Segundo o contra-almirante John Kirby, o Pentágono pretende fazer exercícios por mar e terra “mais fortes, usando elementos adicionais que já se encontram na Europa – provavelmente mais aviões, possivelmente mais navios”.

O secretário americano da Defesa, Chuck Hagel, sugeriu isso a seu homólogo da Estônia, Sven Mikser, durante uma reunião nesta terça no Pentágono.

Em paralelo, o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, reuniu-se na Casa Branca com a primeira-ministra da Letônia, Laimdota Straujuma, e destacou o “firme compromisso” de Washington com a defesa coletiva de seus aliados da Otan, anunciou o Executivo americano em um comunicado.

“Ambos os líderes conversaram sobre a importância crítica de fortalecer a segurança energética da Europa, por meio de ações coordenadas entre os Estados europeus”, completou a nota

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

EUA enviam seis F-15 para reforçar a vigilância do espaço aéreo báltico

Os Estados Unidos, encarregado da vigilância do espaço aéreo báltico dentro da Otan, decidiram enviar à área seis caças F-15 adicionais, anunciou nesta quinta-feira (6) o ministro da Defesa lituano, Juozas Olekas.

“Tenho confirmação de que a missão de vigilância do espaço aéreo báltico será reforçada com seis aparelhos F-15 adicionais”, declarou à AFP o ministro.

Os aviões chegarão à Lituânia nesta quinta-feira à tarde.

O ministro afirma que o envio dos aviões é uma resposta “à agressão russa na Ucrânia e à intensificação da atividade militar russa na região de Kaliningrado”, um reduto russo situado entre a Lituânia e a Polônia.

Os membros da Aliança Atlântica se alternam na proteção do espaço aéreo dos países bálticos porque estes não dispõe de aviação suficiente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Relatório reforçará elo entre mudança do clima e ser humano, diz agência

Imagem acima mostra instrumento da NOAA em região congelada do Polo Norte, em 7 de junho. Na imagem debaixo, derretimento do gelo no mesmo local, em 25 de julho, formou um lago (Foto: NOAA/AP)Imagem acima mostra instrumento da NOAA, do governo americano, em região congelada do Ártico, em 7 de junho. Na imagem debaixo, derretimento do gelo no mesmo local, em 25 de julho, formou um lago (Foto: NOAA/AP)

Cientistas do clima estão cada vez mais seguros de que a atividade humana está causando o aquecimento global, segundo trechos de um importante relatório da ONU que será publicado em breve, mas estão achando mais difícil do que o esperado prever o impacto sobre determinadas regiões nas próximas décadas.

A incerteza é frustrante para estrategistas governamentais: o relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC) é o principal guia para os países determinarem transferências de vários bilhões de dólares para energia renovável e investimentos para regiões costeiras considerarem mais defesas marítimas ou para agricultores desenvolverem variedades resistentes ao calor.

Rascunhos vistos pela Reuters de um estudo feito por um painel de especialistas da ONU, que deve ser publicado no mês que vem, dizem que é ao menos 95% provável que a atividade humana –liderada pela queima de combustíveis fósseis– seja a principal causa de aquecimento desde os anos 1950.

Isso é mais do que os 90% registrados no último relatório, em 2007, os 66% em 2001 e os 50% em 1995, reduzindo cada vez mais os argumentos de uma pequena minoria de cientistas que culpa as variações naturais do clima.

Isso muda o debate para a extensão dos aumentos de temperatura e para os prováveis impactos, dos quem podem ser gerenciados ao catastróficos. Os governos concordaram em trabalhar em um acordo internacional até o final de 2015 para controlar as emissões crescentes.

“Estamos um pouco mais certos de que a mudança climática… é largamente provocada pelo homem”, disse Reto Knutti, professor no Instituto Federal Suíço de Tecnologia, em Zurique. “Temos menos certeza do que muitos esperariam sobre os impactos locais”.

Também se mostra mais difícil medir como o aquecimento afetaria a natureza, de plantações a cardumes de peixes, já que vai muito além da física, segundo ele. “Não se pode escrever uma equação para uma árvore”, disse.

O relatório do IPCC, o primeiro de três que serão lançados em 2013 e 2014, enfrentará intensa análise, principalmente depois que o painel admitiu um erro no estudo de 2007 que previu erroneamente que todas as geleiras do Himalaia poderiam derreter até 2035.

O novo estudo irá declarar com maior confiança do que o de 2007 que as crescentes emissões de gases do efeito estufa provocadas pelo homem já significam mais ondas de calor. Mas deve subestimar algumas descobertas de 2007, como a de que atividades humanas contribuíram para mais secas.

Quase 200 governos concordaram em tentar limitar o aquecimento global a 2 graus Celsius acima da época pré-industrial, visto como um limiar para mudanças perigosas, incluindo mais secas, extinções, enchentes e elevação do mar, que poderia inundar áreas costeiras e nações insulares.

O relatório vai levantar a bandeira sobre um alto risco de que as temperaturas globais aumentem neste século acima daquele nível, e dirá que provas do aumento dos níveis do mar agora são “inequívocas”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Oracle compra empresa para reforçar estratégia de Big Data

Produtos da DataRaker são voltados para a análise de dados de medidores inteligentes. Termos do acordo não foram divulgados.

13 de dezembro de 2012 – 17h30

A Oracle anunciou a compra da DataRaker em um movimento que vai contribuir para a fabricante acrescentar ao seu portfólio uma plataforma baseada em nuvem para análise de dados de medidores inteligentes usados por concessionárias de energia. Os termos do acordo, que foi anunciado nesta quinta-feira (13/12), não foram divulgados.

A aquisição da Oracle faz parte da estratégia da empresa para iniciar a venda de produtos para que clientes possam extrair informações valiosas da montanha de dados.

A tecnologia da DataRaker será combinado com ofertas de aplicativos da Oracle para serviços públicos, de acordo com um documento de FAQ sobre o acordo.

Segundo o FAQ, a companhia adquirida tem uma série de aplicações de alto desempenho, pré-embalados, que podem resolver complexos desafios analíticos atualmente enfrentados pelo setor de serviços públicos. A equipe da DataRaker será integrada ao grupo de Oracle Utilities, informam as empresas. 

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Microsoft promete reforçar segurança na nuvem com compra da PhoneFactor

Empresa adquirida fornece sistema de autenticação por múltiplos fatores. Tecnologia será integrada aos produtos corporativos.

A Microsoft anunciou a compra da empresa PhoneFactor, especializada em soluções de autenticação por múltiplos fatores. Com a compra, a gigante de software promete integrar a tecnologia de segurança aos seus aplicativos em nuvem e que estão dentro das empresas.  

Baseada em Kansas (EUA), a PhoneFactor fornece sistema de autenticação por múltiplos fatores, utilizando dispositivos móveis para o mercado corporativo. Sua tecnologia foi desenvolvida para funcionar com produtos da Microsoft e plataformas de outras companhias.

“A Microsoft planeja integrar a tecnologia da PhoneFactor com os produtos Active Directory, Windows Azure Active Directory e Office 365”, informa Bharat Shah, vice-presidente de produtos corporativos da Microsoft.

Por enquanto a PhoneFactor continuará vendendo seus sistemas como um serviço idependente. No entanto, no futuro, os produtos da empresa serão transferidos para os contratos de licenciamento da Microsoft.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de novembro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

HP busca reforçar estratégia de storage com abordagem convergente

Fabricante quer conquistar pequenas e médias empresas com tecnologias de storage 3PAR, que foi integradas às soluções HP.

Há dois anos, logo após o anúncio da compra da 3PAR, a HP sinalizava que buscava reforçar sua área de storage. Trabalhou nos últimos meses para unir os dois mundos e consolidar o portfólio batizado de HP Converged Storage, que integra hardware e software.

De acordo com Carlos Toledo, diretor da unidade de armazenamento da HP no Brasil, a tecnologia convergente de storage atende aos requisitos de virtualização, cloud computing e massas de dados, sejam eles estruturados ou não.

Ele explica que, ainda que tenha atrativos para as grandes empresas, a ideia é fisgar cada vez mais os pequenos e médios negócios, ampliando o leque de atuação. “Temos um mercado grande de PMEs no País e as oportunidades com soluções de storage HP 3PAR são imensas. Isso porque, nosso storage foi desenhado em linha com os desafios atuais da TI”, diz.

Andrew Manners, vice-presidente de Storage da HP Américas, afirma que sistemas de armazenamento fabricados nos anos 80 não foram preparados para lidar com o grande volume de dados, a internet e outras megatendências da TI. “Com a aquisição da 3PAR, construímos um sistema que consegue atuar nos dias de hoje e continuar a atender às necessidades das empresas no futuro.”

Ele destaca que com isso foi possível criar uma lista de atrativos. “Um deles é a tecnologia de Thin Provisionig, que possui recursos para liberação de espaços não ocupados por dados físicos. Após a aquisição da máquina, os usuários acabam adquirindo menos de capacidade storage, reduzindo a compra de disco físico”, garante.

Segundo o executivo, se uma empresa que usa storage de outra fabricante com um volume de um petabyte migrará para 3PAR usando meio petabyte. “Alguns me perguntam se é mágica, mas na verdade a resposta é simples. O Thin Provisionig possibilita isso”, brinca. Outro destaque, prossegue, é o gerenciamento. “É possível reduzir em 90% a gestão da capacidade de armazenamento”, completa.

Em solo nacional, a Alog foi uma das primeiras a adotar HP Converged Storage. Provedores de serviços são, aliás, um dos grandes usuários da tecnologia, afirma Toledo. “A solução é nova por aqui e estamos buscando conquistar outros segmentos”, assinala.

Expansão dos negócios

Storage é uma das áreas mais importantes da HP e a CEO da empresa, Meg Whitman, está empenhada com os negócios no segmento, afirma Manners. “Não me recordo de nenhum outro momento da história da HP de existir desejo tão forte por sermos líderes em storage”, relata.

O executivo acredita que com a constante pressão por reduzir custos, aumentar da eficiência dos negócios e ainda com o advento de Big Data, a busca por tecnologias de armazenamento deve crescer. “Está acabando aquela visão de que comprar soluções de storage é um custo. A empresa não está comprando TI, mas investindo para que tenha sucesso”, observa.

De acordo com ele, a expectativa de crescimento é maior nos países que compõem o BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China). Mas Manners não relevou números.

Os resultados financeiros do último trimestre fiscal da empresa mostram, no entanto, que a fabricante terá de reverter o cenário de queda. A companhia registrou receita 4% inferior nas vendas de servidores corporativos, networking e storage, somando receita de 5,1 milhões de dólares, ante os 5,3 milhões de dólares de igual período de 2011.

Uma das movimentações para ampliar a penetração da nova família de storage é a aposta em parceiros. “Nosso foco é o canal, pois acreditamos que eles nos ajudam a crescer no mercado”, sintetiza Jeff McCullough, diretor sênior da área de storage da HP Américas.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

iG investe em tecnologia para reforçar segurança de TI

Portal contratou serviço que gerencia e controla o ambiente de produção de mais de cem sites, incluindo os de conteúdo e que realizam transações.

Com mais de cem sites internos e a necessidade de desenvolver diversas aplicações para suportá-los, o iG precisou reforçar a segurança para controlar o seu ambiente de produção e monitorar riscos de ataque. A companhia investiu na implementação de um projeto que gerencia e protege todas as aplicações web.

Para realizar esse trabalho, o iG contratou o sistema Rede Segura, fornecido pela empresa brasileira Rede Segura Tecnologia. A ferramenta é baseada no software N-Stalker Web Application Security Scanner, criado pelo brasileiro Thiago Zaninotti e adotado atualmente por cerca de 400 empresas no País. A solução monitora todo o ciclo de desenvolvimento até sua implementação, fazendo varredura dos programas para corrigir falhas.

Segundo o diretor de tecnologia da informação (CTO) do iG, André Galvani, o portal adotou essa tecnologia para ampliar a segurança das aplicações web, que são criadas e liberadas por meio de vários serviços oferecidos aos seus usuários, desde hospedagem, e-mail e backup até jogos e entretenimento.

O projeto contempla todos os cerca de cem sites do portal, incluindo os de conteúdo e que realizam transações. Um appliance instalado no iG se encarrega de escaneá-los e avaliar a segurança, iniciando pela certificação das entregas das aplicações na fase de homologação e incluindo o monitoramento de risco de ataques nos ambientes de produção.

Em operação desde janeiro de 2000, o portal iG conta com uma base de mais de 8 milhões de usuários de variadas faixas etárias e níveis de formação que fazem diferentes usos de seus serviços. O principal deles é o e-mail, mas o portal também opera como Internet Service Provider (ISP), o que, segundo Galvani, explica a oferta de tantos serviços e a necessidade de manter níveis elevados de proteção.

Galvani avalia que os principais ganhos com a adoção da nova ferramenta foram melhora na qualidade das entregas das aplicações e integração das áreas de segurança, desenvolvimento e infraestrutura. Esse trabalho, segundo ele, reduziu o número de incidentes, reforçou processos internos e aprimorou a gestão de segurança da TI.

“Segurança não é uma questão simples, e nem se resolve apenas com investimentos em tecnologia e equipamentos de rede e servidores. É preciso pensar na proteção como um processo preventivo, integrado, e dinâmico, que requer atualizações constantemente”, comenta Galvani.

O diretor comercial da Rede Segura Tecnologia, Eduardo Lanna, acrescenta que a solução implementada no iG propõe uma metodologia de segurança com um ciclo contínuo de melhoria da proteção da camada de aplicações.

O iG investe anualmente cerca de 1 milhão de reais em segurança, porém a empresa não revelou quanto foi aplicado nesse projeto, que é acompanhado por uma equipe interna formada por cinco pessoas. Segundo o CTO, esses especialistas ficam focados o tempo todo nas políticas de segurança e avaliam o cumprimento das boas práticas.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,