RSS

Arquivo da tag: recuperar

Área de árvore incendiada no AM deve levar 300 anos para se recuperar

Árvore de cerca de 35 metros de altura e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Árvore de cerca de 35 metros de altura e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Trezentos anos. Esse é o tempo que a área degradada pelo incêndio de uma árvore centenária na Reserva Florestal Adolfo Ducke (RFAD), em Manaus, precisa para se recuperar dos prejuízos causados pelo fogo à vegetação do local. A estimativa é do botânico do Museu da Amazônia (Musa), Mário Fernandez. A árvore de cerca de 45 metros de comprimento e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas supostamente durante um ritual religioso realizado na madrugada de sábado (3).

Da espécie Angelim-pedra, a árvore foi encontrada com a parte interna do tronco em chamas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros apagou o fogo na parte externa, no sábado (3), mas não conseguiu conter focos no interior do tronco. Na manhã desta segunda-feira (5), equipes ainda estavam no local para conter focos de brasa na estrutura da árvore e impedir que o fogo voltasse a se alastrar.

Funcionários da reserva florestal suspeitam que árvore foi queimada durante ritual de magia negra (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Funcionários da reserva florestal suspeitam que
árvore foi queimada durante ritual de magia negra
(Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Na avaliação do botânico do Musa, a área da reserva afetada com o incêndio da árvore vai precisar de, pelo menos, 20 anos para se regenerar inicialmente a partir das plantas de recomposição. Ele estima que o local deve voltar a ter a mesma vegetação de antes do incêndio no período de cem a 300 anos. “A árvore sozinha já é um ecossistema. Uma desse porte tem outros seres vivos que dependem dela, como plantas parasitas e não-parasistas, além de animais que utilizavam da estrutura da árvore, como as aranhas. Assim, a perda é maior. Essa árvore fazia sombra para várias plantas ao redor. Nos próximos 30 dias haverá mortalidade de plantas nessa área por causa do excesso de luminosidade que vai entrar na área. Algumas plantas não vão resistir”, disse. Esse é o primeiro caso do tipo registrado no Amazonas, segundo Mário Fernandez.

Ainda de acordo com o botânico, a árvore poderia chegar a mais de mil anos de vida. “É possível que a idade seja maior que 500 anos. Ficou difícil fazer a verificação de idade, porque os anéis de crescimento foram queimados, o que impossibilita algum especialista estimar precisamente a idade dela, isso acaba atrapalhando a verificação. Uma árvore dessa espécie chega a ter um tempo de vida de mais de mil anos”, informou.

Inicialmente, funcionários do Musa estimavam que a árvore tivesse cerca de 35 metros de altura. Após a árvore tombar no domingo (4), uma nova avaliação da espécie apontou que a árvore destruída tem cinco metros de circunferência, 45 metros de comprimento, incluindo galhos. São 25 metros somente de tronco.

Botânico fez avaliação do local após o incêndio da árvore (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Botânico fez avaliação do local após o incêndio da árvore (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)


Entenda o caso
A centenária árvore da espécie Angelim-pedra foi encontrada com a parte interna do tronco em chamas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros apagou o fogo na parte externa, mas não conseguiu conter  focos no interior do tronco. Velas coloridas e alimentos foram encontrados no local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado logo após a descoberta da árvore em chamas. Uma equipe da corporação apagou o fogo. Entretanto, no fim da tarde de sábado, o G1 esteve no local e constatou que ainda havia focos de fumaça e brasas no interior do tronco. “O âmago da árvore continuou sendo consumido pela brasa mesmo após a intervenção dos bombeiros. É lamentável, mas a árvore não sobreviverá e o risco agora é que ela continue queimando, atingindo as demais árvores da mata”, explicou a monitora do Musa, Larissa Rodrigues, na ocasião.

A Reserva Florestal Adolpho Ducke tem uma área de aproximadamente 10 mil hectares. O local tem igarapés e trilhas em meio à mata fechada. A RFAD é administrada pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Duas empresas terceirizadas são responsáveis pela segurança da reserva. Porém, há apenas três vigilantes na área, sendo um na guarita da reserva, um no Posto Sabiá 1 e outro segurança no Posto Sabiá 3.

Angelim Pedra foi completamente consumido pelas chamas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)Angelim Pedra foi completamente consumido pelas chamas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Área de árvore incendiada no AM deve levar 300 anos para se recuperar

Árvore de cerca de 35 metros de altura e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Árvore de cerca de 35 metros de altura e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Trezentos anos. Esse é o tempo que a área degradada pelo incêndio de uma árvore centenária na Reserva Florestal Adolfo Ducke (RFAD), em Manaus, precisa para se recuperar dos prejuízos causados pelo fogo à vegetação do local. A estimativa é do botânico do Museu da Amazônia (Musa), Mário Fernandez. A árvore de cerca de 45 metros de comprimento e 500 anos de vida foi destruída pelas chamas supostamente durante um ritual religioso realizado na madrugada de sábado (3).

Da espécie Angelim-pedra, a árvore foi encontrada com a parte interna do tronco em chamas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros apagou o fogo na parte externa, no sábado (3), mas não conseguiu conter focos no interior do tronco. Na manhã desta segunda-feira (5), equipes ainda estavam no local para conter focos de brasa na estrutura da árvore e impedir que o fogo voltasse a se alastrar.

Funcionários da reserva florestal suspeitam que árvore foi queimada durante ritual de magia negra (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Funcionários da reserva florestal suspeitam que
árvore foi queimada durante ritual de magia negra
(Foto: Adneison Severiano/G1 AM)

Na avaliação do botânico do Musa, a área da reserva afetada com o incêndio da árvore vai precisar de, pelo menos, 20 anos para se regenerar inicialmente a partir das plantas de recomposição. Ele estima que o local deve voltar a ter a mesma vegetação de antes do incêndio no período de cem a 300 anos. “A árvore sozinha já é um ecossistema. Uma desse porte tem outros seres vivos que dependem dela, como plantas parasitas e não-parasistas, além de animais que utilizavam da estrutura da árvore, como as aranhas. Assim, a perda é maior. Essa árvore fazia sombra para várias plantas ao redor. Nos próximos 30 dias haverá mortalidade de plantas nessa área por causa do excesso de luminosidade que vai entrar na área. Algumas plantas não vão resistir”, disse. Esse é o primeiro caso do tipo registrado no Amazonas, segundo Mário Fernandez.

Ainda de acordo com o botânico, a árvore poderia chegar a mais de mil anos de vida. “É possível que a idade seja maior que 500 anos. Ficou difícil fazer a verificação de idade, porque os anéis de crescimento foram queimados, o que impossibilita algum especialista estimar precisamente a idade dela, isso acaba atrapalhando a verificação. Uma árvore dessa espécie chega a ter um tempo de vida de mais de mil anos”, informou.

Inicialmente, funcionários do Musa estimavam que a árvore tivesse cerca de 35 metros de altura. Após a árvore tombar no domingo (4), uma nova avaliação da espécie apontou que a árvore destruída tem cinco metros de circunferência, 45 metros de comprimento, incluindo galhos. São 25 metros somente de tronco.

Botânico fez avaliação do local após o incêndio da árvore (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)Botânico fez avaliação do local após o incêndio da árvore (Foto: Adneison Severiano/G1 AM)


Entenda o caso
A centenária árvore da espécie Angelim-pedra foi encontrada com a parte interna do tronco em chamas. Uma equipe do Corpo de Bombeiros apagou o fogo na parte externa, mas não conseguiu conter  focos no interior do tronco. Velas coloridas e alimentos foram encontrados no local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado logo após a descoberta da árvore em chamas. Uma equipe da corporação apagou o fogo. Entretanto, no fim da tarde de sábado, o G1 esteve no local e constatou que ainda havia focos de fumaça e brasas no interior do tronco. “O âmago da árvore continuou sendo consumido pela brasa mesmo após a intervenção dos bombeiros. É lamentável, mas a árvore não sobreviverá e o risco agora é que ela continue queimando, atingindo as demais árvores da mata”, explicou a monitora do Musa, Larissa Rodrigues, na ocasião.

A Reserva Florestal Adolpho Ducke tem uma área de aproximadamente 10 mil hectares. O local tem igarapés e trilhas em meio à mata fechada. A RFAD é administrada pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa). Duas empresas terceirizadas são responsáveis pela segurança da reserva. Porém, há apenas três vigilantes na área, sendo um na guarita da reserva, um no Posto Sabiá 1 e outro segurança no Posto Sabiá 3.

Angelim Pedra foi completamente consumido pelas chamas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)Angelim Pedra foi completamente consumido pelas chamas (Foto: Marcos Dantas/G1 AM)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

App ajuda a recuperar 200 veículos roubados, diz Ministério da Justiça

Regina Miki, secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, mostra o aplicativo 'Sinesp Cidadão', que consulta placas de veículos, instalado em tablet. (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça/Isaac Amorim)Regina Miki, secretária Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça, mostra o aplicativo ‘Sinesp Cidadão’, que consulta placas de veículos, instalado em tablet. (Foto: Divulgação/Ministério da Justiça/Isaac Amorim)

Quem vê placa não vê coração. Um aplicativo que transforma smartphones e tablets em instrumentos para recuperar carros e motos roubadas roubados já ajudou a recuperar cerca de 200 veículos, de acordo com o Ministério da Justiça. Para ampliar o acesso de cidadão a dados da segurança pública, o próximo passo será lançar um aplicativo que checará se cidadãos possuem mandados de prisão emitidos em seu nome.

Desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) a pedido da pasta do governo federal, o aplicativo “Sinesp Cidadão” permite conferir o estado legal de um veículo a partir da placa. Está disponível para Android (veja aqui) e para o iOS (aqui).

“Na hora em que você coloca as letras da placa e os números, dá para verificar a situação atual do veículo”, diz Regina Miki, secretária Nacional da Segurança Pública. Para fornecer a informação, o aplicativo consulta as bases de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp).

A consulta básica aponta dados como marca, modelo e cor. Se indicar furto ou roubo, o aplicativo dá a opção de discar para o número de emergência da polícia (190) e denunciar a localização do veículo, para auxiliar na investigação do crime.

Clonagem
É por meio desse processo de checagem de placas que, depois de ser lançado em dezembro, o aplicativo já ajudou a reaver, nas contas do ministério, aproximadamente duas centenas de automóveis até fevereiro. “No estado de Goiás, nós tivemos grande parte deles”, diz Miki, que enumera ações motivadas pelo app em São Paulo, Bahia e Pernambuco. Até fevereiro, 60 milhões de consultas haviam sido feitas pelo app.

É possível ainda checar se um veículo foi clonado. Se o objeto da duplicação for a placa, a consulta indicará o registro de um automóvel diferente para a sequência digitada. Nesta semana, o aplicativo foi atualizado para flagrar clonagens e passou a permitir a conferência da situação do veículo a partir dos cinco últimos números do chassi.

Miki conta que nem toda consulta, porém, é destinada a propósitos relacionados a segurança pública. “Tem gente que quer saber o modelo de um carro e confere a placa para saber qual é” A última atualização aumentou a quantidade de informações exibidas e agora incluem ano do modelo e município e unidade federativa de origem.

Mandados de prisão
Para ampliar o uso de dados do Sinesp, o ministério expandirá a consulta para outros campos. “A gente está desenvolvendo um aplicativo que fará a leitura dos mandados de prisão do CNJ [Conselho Nacional de Justiça]”, diz –nas contas da secretária, o número de mandados em aberto é de aproximadamente 500 mil.

O conselho já possui uma ferramenta de pesquisa pela internet. Para conferir se há um mandado de prisão emitido para alguém, será preciso inserir alguma das informações, como nome, números do RG ou do CPF ou afiliação.

“O desafio do nosso pessoal é conseguir a informação com o menor número possível de cliques. Se acaso o cidadão quiser denunciar, ele poderá denunciar: ‘Olha, tem um mandado judicial em nome de fulano de tal que se encontra em tal lugar’”, diz Miki.

Os aplicativos colocam na palma da mão do cidadão informações reunidas em um banco de dados que, segundo aposta do Ministério da Justiça, será a central para auxiliar investigações em todo o Brasil.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governador de Nova Jersey tenta recuperar imagem após escândalo

O governador de Nova Jersey, Chris Christie, em foto desta terça-feira (7) (Foto: Mel Evans/AP)O governador de Nova Jersey, Chris Christie,
em foto de terça-feira (7) (Foto: Mel Evans/AP)

O governador de Nova Jersey (EUA), Chris Christie, está trabalhando para superar o teste mais desafiador de sua carreira política, um escândalo que abalou o ritmo de seu governo nesta semana e corre o risco de manchar sua imagem nacional antes da próxima disputa presidencial.

Na última quarta-feira, uma troca de emails de sua assessora com um funcionário nomeado indicou que seu governo mandou provocar um congestionamento em Fort Lee, na entrada da ponte George Washington, para punir seu rival político, o prefeito democrata da cidade. Christie demitiu a assessora e pediu desculpas, mas sua imagem de possível candidato à presidência em 2016 foi manchada.

Seus aliados garantem que o pior está nos bastidores de Christie, mas os críticos prometem manter a investigação do que aconteceu – o Ministério Público Federal está examinando o caso e mais centenas de documentos internos devem ser divulgados nesta sexta-feira (10).

“Estou envergonhado e humilhado pela conduta de algumas das pessoas da minha equipe”, disse Christie na quinta-feira, enquanto falava com jornalistas. O governador já havia assegurado ao público que sua equipe não tinha nada a ver com o fechamento das pistas no ano passado, que causaram grandes congestionamentos na ponte, um dos vãos mais movimentados do mundo. Mas depois que documentos revelaram que seu governo pode ter causado intencionalmente o engarrafamento, o governador demitiu uma assessora e despachou seu principal assessor político.

Christie veementemente negou qualquer “conhecimento ou envolvimento” pessoal nos fechamentos de pista, em um pronunciamento apaixonado que satisfez alguns críticos a curto prazo, mas que ainda deixa um risco político em meio às investigações em curso. Democratas e Republicanos concordaram que as perspectivas presidenciais do governador poderiam ser gravemente prejudicadas, se não eliminadas, se evidências que contradizem suas negações emergirem.

“A menos que algo novo aconteça, eu acho que ele vai sobreviver”, disse o ex-governador de Nova Jersey Tom Kean, um republicano que Christie descreveu como um mentor. “Mas se há um padrão desse tipo de coisa, se outros incidentes surgirem com características semelhantes, vai ser um problema real.”

David Axelrod, alto conselheiro das campanhas do presidente Barack Obama, disse Christie lidou com o caso nas entrevistas para a imprensa “o melhor que pôde”. A menos que algo novo aconteça, ele “vive para lutar pelo próximo outro dia”, disse Axelrod em seu Twitter.

O governador disse que demitiu a assessora Bridget Anne Kelly “porque ela mentiu para mim”, quando ele exigiu semanas atrás que quem soubesse algo sobre o episódio se pronunciasse. Ele também cortou laços com o ex-gerente de campanha Bill Stepien, pedindo-lhe para retirar uma tentativa de se tornar o próximo presidente do Partido Republicano no estado.

O governador disse que ficou perturbado pela “indiferença” mostrada por Stepien nos e-mails divulgados esta semana. Stepien era amplamente visto como um possível gerente de campanha de Christie se ele concorresse para presidente e tinha sido escolhido para servir como assessor político sênior da associação de governadores republicanos, que Christie vai liderar no próximo ano.

Christie disse que ainda está investigando o episódio e vai tomar atitudes contra outros funcionários superiores caso necessário.

Se o escândalo do engarrafamento irá definir o futuro político de Christie é difícil dizer. Mas isso levanta a questão de se Christie pode se tornar uma figura de destaque no Partido Republicano, no momento em que muitos norte-americanos lamentam as disfunções do governo, ou se ele vai simplesmente virara parte do imbróglio.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Exército do Sudão do Sul pretende recuperar cidade tomada por rebeldes

O Exército do Sudão do Sul afirmou nesta sexta-feira (3) que pretende retomar em menos de 24 horas a cidade estratégica de Bor, sob controle dos rebeldes, que recuam ante o avanço das forças governamentais.

“Nossas forças são suficientes para vencer os rebeldes nas próximas 24 horas”, afirmou o porta-voz do Exército do país, Philip Aguer.

Os rebeldes, que conquistaram Bor na terça-feira, estão recuando, segundo Aguer.

“Duvido que consigam passar a noite em Bor”, completou o porta-voz militar.

Bor, situada 200 km ao norte de Juba, a capital do Sudão do Sul, mudou de mãos três vezes desde meados de dezembro, quando explodiu o conflito entre o presidente Salva Kiir e os rebeldes do ex-vice-presidente Riek Machar.

Bor, capital do estado de Jonglei, é uma das localidades mais afetadas pelos combates que deixaram milhares de mortos e 200.000 deslocados.

Paralelamente aos combates em Bor, representantes do governo e dos rebeldes negociam em Addis Abeba, Etiópia, um cessar-fogo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Como recuperar PCs afetados pela atualização do Windows 7

“Pegou” o bug de atualização do Windows 7? Siga estes passos para ter o PC de volta sem precisar “reformatar” a máquina

Uma atualização do Windows 7 (chamada KB2823324) lançada nesta terça-feira pela Microsoft está causando dores de cabeça a muitos usuários. Após sua instalação várias máquinas estão mostrando telas azuis durante a inicialização do sistema ou entram em um “loop infinito” onde a máquina reinicia continuamente antes de completar o boot. Ou seja, fica impossível usar o PC, já que o sistema operacional não é carregado.

Mas não se desespere: é possível recuperar um PC afetado pelo problema sem ter de formatar o HD e reinstalar o sistema do zero. Basta seguir nossas instruções neste artigo.

Quem é afetado?

O problema afeta máquinas rodando uma versão de 32-Bits do Windows 7 (x86). Máquinas com uma versão de 64-Bits (x64) ou o Windows 8 estão imunes. Para saber qual a versão de seu Windows, abra o Painel de Controle (clique em Iniciar / Configurações / Painel de Controle) e clique em Sistema e Segurança / Sistema. Olhe o campo “Tipo de sistema:”. Se disser “Sistema operacional de 64 Bits”, seu PC não será afetado.

Se você tem um PC com sistema Windows 7 de 32 Bits e ainda não instalou as últimas atualizações do Windows, pode evitar todo o problema ignorando a atualização defeituosa. Consulte a seção “Evitando a atualização” logo abaixo.

Como resolvo o problema?

Se sua máquina foi afetada pelo problema, há algumas soluções possíveis. Uma delas é usar um ponto de restauração do sistema para reverter o Windows ao estado que tinha antes da atualização. Faça o seguinte:

1) Reinicie o computador e antes mesmo do Windows carregar tecle F8 para acessar o menu de Inicialização avançada.

2) Escolha a opção Reparar seu computador

3) Selecione o idioma e tipo de teclado, e clique em Avançar

4) Clique na opção Restauração do sistema

5) Clique em Avançar

6) Surgirá uma lista com os pontos de restauração disponíveis, indicados por data e hora. Escolha o mais recente e clique em Avançar

7) Clique em Concluir. Se surgir um aviso dizendo que a restauração não poderá ser interrompida e perguntando se você deseja continuar, clique em Sim.

8) Aguarde. Ao fim do processo seu PC mostrará uma mensagem de erro. Não se assuste, pois isso é esperado. Apenas clique em Fechar.

9) Seu computador irá reiniciar e executar uma verificação de disco. Deixe ela prosseguir até o final.

10) Pronto, agora o Windows deverá ser carregado normalmente. Se surgir uma mensagem dizendo que a restauração do sistema foi concluída com êxito, clique em Fechar.

Método alternativo

Caso um ponto de restauração do sistema não esteja disponível, ainda há uma possibilidade de recuperar a máquina usando um comando no terminal. Siga os passos anteriores até o item 3, e a seguir faça:

4) Clique em Prompt de Comando

5) Digite o comando abaixo, seguido de Enter no final:

dism.exe /image:C:\ /cleanup-image /revertpendingactions

Se o resultado for uma mensagem de erro, experimente trocar o C: no comando por D:

Evitando a atualização

Se você recuperar sua máquina a partir de um ponto de restauração do sistema, é provável que o Windows tente instalar a atualização problemática novamente. Para evitar que isso aconteça. Faça o seguinte:

1) Abra o Painel de Controle (clique em Iniciar / Configurações / Painel de Controle) e clique no item Windows Update.

2) Clique em Procurar atualizações no menu no lado esquerdo da janela

3) O Windows irá avisar de que “X atualizações importantes estão disponíveis” (o número exato varia de máquina para máquina). Clique nesse link para ver a lista das atualizações

4) Encontre o item Atualização de segurança do Windows 7 (KB2823324) e desmarque-o. Clique com o botão direito do mouse sobre ele e selecione o item Ocultar atualização, para que ela nunca mais seja sugerida.

5) Pronto, agora você pode instalar o restante das atualizações em seu PC sem medo.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Gartner: indústria de chips foi mal em 2012, mas deve se recuperar em 2013

Segundo o instituto de pesquisas, receita do setor terá queda de 3% em relação a 2011. Previsão para o ano que vem é subida de 4,5%

19 de dezembro de 2012 – 09h30

O Gartner reportou que a receita de chips (semicondutores) em todo o mundo vai chegar a 298 bilhões de dólares este ano, queda de 3% em relação aos 307 bilhões de dólares registrados em 2011. Segundo a empresa, esse mercado deve se recuperar em 2013.

Embora fosse esperado que a indústria estagnasse no primeiro semestre de 2012, também era previsto algum crescimento na segunda metade do ano, levando à recuperação em 2013. Mas não foi o que aconteceu.

Durante o terceiro trimestre do ano, os pedidos ficaram abaixo das expectativas sazonais e as previsões para o último trimestre de 2012 também mostram quedas, segundo a Gartner.

Mesmo assim, na semana passada a empresa previu que, apesar do desempenho fraco de 2012, a receita global de semicondutores deve alcançar 311 bilhões de dólares em 2013. Isso representaria aumento de 4,5% sobre este ano.

“A incerteza sobre o estado da economia, juntamente com excesso de estoque permanente, gera ruídos na indústria”, disse o diretor de pesquisas da Gartner, Steve Ohr. “As áreas mais atingidas incluem a cadeia de abastecimento de PCs, memória, e componentes analógicos. O mercado de PC, normalmente em crescimento, apresentou uma queda pela primeira vez em muitos anos – a produção de computadores caiu 2,5% em 2012.”

Smartphones
Ohr também observou que o mercado de smartphones, que foi extremamente forte durante muitos trimestres, começou a diminuir à medida que amadureceu. Ainda assim, ele permanece como o condutor mais forte no crescimento da receita de semicondutores de 2012.

O relatório da Gartner apontou que a Intel – maior fabricante mundial de chips – teve declínio de 2,7% na receita em 2012. Segundo a empresa de pesquisas, a culpa dessa diminuição é do mercado de PC, que luta para se manter de pé.

A Samsung Electronics, segunda maior fabricante de PCs, teve queda de 8,7% na receita este ano.

No entanto, a Gartner informou que a Qualcomm está tendo forte crescimento. A empresa, que passou de sexto lugar em 2011 para o terceiro este ano, aumentou o faturamento em 29,6%.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,