RSS

Arquivo da tag: recua

Lucro da Microsoft recua 6,5%, mas supera estimativas de Wall Street

O novo presidente-executivo da Microsoft teve um início vitorioso com Wall Street na quinta-feira (24), enquanto o lucro da maior empresa de software do mundo facilmente superou as estimativas dos analistas, apesar da pressão da queda vendas de computadores.

As ações subiam quase 3% no pregão after-hours, para US$ 40,96, mantendo o papel em níveis não vistos desde a virada do século, no boom das empresas de internet.

As ações da Microsoft estão em alta de cerca de 8% desde que o veterano da empresa Satya Nadella assumiu o cargo de presidente no início de fevereiro, e subiram 19% desde que seu antecessor, Steve Ballmer, anunciou planos de se aposentar em agosto de 2013, facilmente superando o índice Standard & Poor 500.

Os investidores estão animados sobre o foco de Nadella em dispositivos móveis e computação baseada na internet (computação em nuvem), que deve levar a Microsoft para além de seu negócio tradicional baseado em computadores com Windows.

A empresa divulgou lucro trimestral de US$ 5,66 bilhões, ou US$ 0,68 por ação, em comparação com US$ 6,05 bilhões, ou US$ 0,72, em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, uma queda de 6,5%.

O declínio foi exagerado pela receita diferida que impulsionou os números de 2013, e o lucro do último trimestre superou a estimativa média de Wall Street, de US$ 0,63 por ação, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

As vendas caíram 0,4%, para US$ 20,4 bilhões, atendendo as estimativas médias de analistas.

As vendas de computadores pessoais caíram em até 4,4% no trimestre, de acordo com a pesquisa de duas grandes empresas de tecnologia, tornando o oitavo trimestre consecutivo de declínio enquanto tablets e smartphones ganham popularidade.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Ação da Apple cai 5% e valor de mercado recua US$ 23 bi em 2 dias

Dois dos três principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em alta nesta quarta-feira (11), com o Standard & Poor’s 500 avançando pela sétima sessão consecutiva diante de menores preocupações geopolíticas em meio a esforços diplomáticos para permitir que a Síria ceda suas armas químicas, evitando uma ofensiva militar dos EUA.

Já o índice Nasdaq fechou em leve queda devido a vendas generalizadas da ação da Apple. O termômetro de tecnologia recuou 0,11%, para 3.725 pontos.

A ação da Apple, a maior companhia aberta dos EUA em termos de valor de mercado, recuou 5,4%, para US$ 467,71, ampliando um declínio de 2,3% registrado na sessão anterior, após os novos modelos do iPhone decepcionarem investidores, que esperavam versões mais baratas ou uma nova linha de produtos.

Foi a pior performance em dois dias do papel desde 18 de abril. A perda de US$ 23 bilhões em valor de mercado equivale a aproximadamente ao tamanho total da Dell, destaca a Reuters. A Apple está avaliada agora em US$ 427 bilhões.

Na avaliação do estrategista-chefe de investimentos do Janney Montgomery Scott, Mark Luschini, que ajuda a gerir cerca de US$ 58 bilhões em ativos, o que foi anunciado pela Apple foi “menos do que o esperado de uma companhia que tem a reputação de surpreender com ótimos produtos e estratégias”.

Ação do Facebook atinge preço recorde
A ação da rede social Facebook, por sua vez, fechou no maior preço desde a estreia do papel na bolsa americana, em maio de 2012. O papel terminou o dia em alta de 3,3%, negociado a US$ 45,04.

A alta era influenciada pela avaliação de que a empresa irá beneficiar do crescimento da publicidade em dispositivos móveis.

No dia de sua estreia na bolsa, 18 de maio de 2012, as ações da empresa fecharam a US$ 38,23, mas passaram a cair devido aos temores dos investidores sobre o futuro da empresa. Em setembro do ano passado, a ação da companhia chegou a cair para menos da metade do preço inicial, a US$ 17,55.

Dow Jones e S&P 500 sobem
O índice Dow Jones avançou 0,89% nesta quarta-feira, para 15.326 pontos. O índice S&P 500 teve valorização de 0,31%, para 1.689 pontos.

Declarações do presidente dos EUA, Barack Obama, apaziguaram o nervosismo do mercado diante de um possível ataque militar dos EUA contra a Síria. Enfrentando resistência nas  pesquisas de opinião e no Congresso, ele disse que uma oferta da Rússia para pressionar a Síria a colocar as armas químicas sob controle internacional eleva as chances de adiar uma ofensiva.

Obama também pediu a líderes do Congresso que adiem uma votação que autorizaria o uso de força militar em favor de negociações diplomáticas.

“O discurso alivia algumas das preocupações macro, e reduz a probabilidade de que o pior dos casos se confirme na Síria. Investidores estão voltando ao mercado”, disse o  vice-presidente de investimentos do First Citizens Banchsares, Eric Teal.

O S&P 500 acumula alta de cerca de 3,4% nas últimas sete sessões, série mais longa de ganhos desde julho.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,