RSS

Arquivo da tag: rebeldes

Líbia apreende navio-tanque em porto controlado por rebeldes

Forças do governo líbio apreenderam nesta segunda-feira (10) um navio-tanque que havia carregado combustível em um porto sob controle de rebeldes, que planejam vender o petróleo de forma independente do governo de Trípoli, disse a estatal National Oil Corp (NOC).

O navio com bandeira da Coreia do Norte estava sendo escoltado para o oeste da Líbia, afirmou o porta-voz da NOC Mohammed El-Harari à Reuters, confirmando relatos da mídia líbia.

O parlamentar Abdelwahab al-Qaim disse à agência de notícias Reuters: “O navio foi apreendido pelas forças do governo. Não houve danos ao navio.”

Um porta-voz rebelde já havia negado que eles tinham perdido o controle do navio.

Nesta segunda-feira, o Parlamento da Líbia ordenou que uma força especial seja enviada dentro de uma semana para “liberar” todos os portos tomados por rebeldes na volátil região leste do país, disseram autoridades, aumentando a tensão a respeito de um bloqueio que interrompeu a vital receita do petróleo.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Freiras libertadas por rebeldes após 3 meses chegam a Damasco

As freiras libertadas no domingo (9) na fronteira sírio-libanesa voltaram nesta madrugada para Damasco, informou nesta segunda-feira (10) a agência de notícias oficial síria, Sana. Elas haviam sido sequestradas e ficarem três meses em cativeiro.

As religiosas foram recebidas no bairro de Al Qasaa, na capital síria, pelas autoridades religiosas, divulgou a agência EFE. Elas foram postas em liberdade em uma operação que durou quase nove horas, explicou a madre superiora, Blayaa Sayyaf.

Durante o processo, o grupo rebelde que as tinha sequestradas as entregou na fronteira ao diretor da Segurança Geral do Líbano, Abbas Ibrahim. Após sua libertação, as freiras foram levadas para dentro do Líbano antes de retornar ao território sírio.

As freiras desapareceram do convento de Santa Tecla durante a tomada pelos rebeldes da população de maioria cristã de Malula, ao norte de Damasco, em 2 de dezembro.

O regime sírio acusou “terroristas”, como denomina os opositores, de terem sequestrado as religiosas, que depois foram transferidas à cidade de Yabrud, ao norte da capital síria e perto da fronteira com o Líbano.

Ibrahim ressaltou que uma das condições impostas pelos sequestradores para libertá-las era que as autoridades sírias soltassem 150 pessoas presas em prisões do governo. O regime do presidente sírio, Bashar al Assad, não anunciou por enquanto a libertação desses 150.

O mediador libanês negou qualquer tipo de pagamento de resgate, segundo a a agência oficial libanesa ANN. “O pacto de libertação das monjas estipula uma libertação, em contrapartida, de 150 presas pelo governo da Síria”, afirmu ele.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Rebeldes e jihadistas fazem trégua no norte da Síria

O Estado Islâmico no Iraque e Levante (EIIL) concluiu um acordo de trégua com uma brigada islamita rebelde que lutava contra este grupo jihadista.

O acordo assinado na terça-feira entre o EIIL e a Suqur al-Sham foi divulgado na internet e confirmado pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), uma ONG com sede no Reino Unido.

“Ele prevê o fim imediato dos combates e dos ataques entre os dois grupos. A partir de agora qualquer divergência que surja será submetida a um tribunal islâmico.”

Várias coalizões de rebeldes sírios iniciaram em janeiro uma ofensiva contra este grupo nas zonas controladas pela rebelião na região norte da Síria.

Os combates deixaram mais de 1.700 mortos, segundo o OSDH.

O EIIL é um braço do Estado Islâmico do Iraque (ISI), um grupo armado jihadista dirigido por Abu Bakr al-Bagdadi, que enviou os integrantes à Síria em meados de 2011 para fundar a Frente Al-Nusra.

Em abril de 2013, Bagdadi anunciou que o ISI e a Frente Al-Nusra se uniriam para virar o Estado Islâmico no Iraque e Levante. Mas a Al-Nusra não quis, e a Al-Qaeda anunciou o fim do vínculo com o EIIL em um comunicado publicado no domingo.

Em janeiro, a oposição síria acusou o EIIL de estar “estreitamente vinculado” com o regime do presidente sírio Bashar al-Assad e de ser útil ao governo “de forma direta ou indireta”.

arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Rebeldes xiitas capturam reduto de clã sunita rival no norte do Iêmen

Os rebeldes xiitas, também conhecidos como houthis, anunciaram neste domingo (2) que tomaram o controle do povoado população de Huz, no noroeste do Iêmen, após violentos combates com a tribo sunita Al-Ahmar, que deixou dezenas de mortos em ambos os lados.

Em comunicado, os xiitas explicaram que seus combatentes capturaram na tarde de sábado (1°) o povoado e conseguiram restaurar a segurança e a estabilidade em Huz.

saiba mais Oleoduto do Iêmen é bombardeado e fluxo de petróleo é interrompido

Esta região da província de Amran é um dos principais redutos do clã Al-Ahmar, que enfrenta os xiitas desde outubro do ano passado para respaldar a organização salafista contrária ao movimento houthi na vizinha região de Saada.

Esta vitória veio dois dias depois de os rebeldes xiitas tomarem outras duas fortificações do clã Al-Ahmar: as regiões de Jamri e de Anash.

O avanço houthi preocupa as autoridades e os grupos políticos, que temem sua chegada à capital, Sana, em cujos arredores aconteceram confrontos nos últimos dias entre os xiitas e grupos tribais seguidores do Partido Reforma Islâmica.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Exército iraquiano mata 50 rebeldes em ação no oeste do país

O exército iraquiano intensificou neste sábado (1) suas operações contra os rebeldes vinculados à Al Qaeda, grupo que controla várias regiões do oeste do país. Na ação, as forças de segurança do Iraque matou cinquenta deles, segundo a polícia e o ministério da Defesa.

Desde o começo de janeiro, rebeldes do Estado Islâmico no Iraque e o Levante (EIIL, vinculado à Al Qaeda) controlam por completo a cidade de Fallujah, onde instalaram um tribunal islâmico. também estão sob o controle dos insurgentes outros setores da cidade vizinha, Ramadi, e zonas rurais entre as duas cidades que ficam a oeste de Bagdá.

Soldados e policiais, apoiados por combatentes tribais, lançaram neste sábado um novo ataque contra três bairros de Ramadi. Pelo menos 35 rebeldes morreram, segundo um oficial da polícia.

Em Fallujah, o exército lançou ataques aéreos contra um bairro do norte da cidade, matando 15 rebeldes, segundo o ministério da Defesa. O exército se mantém mobilizado nos arredores da cidade, mas evita invadi-la para evitar um massacre.

Sessenta quilômetros a oeste de Bagdá, Fallujah foi um bastião da insurreição após a invasão dos Estados Unidos no Iraque em 2003.

Os combates que mobilizam de um lado membros do EIIL, aliados a outros insurgentes e a grupos que atuam contra o governo, e, de outro, o exército e a polícia, apoiados por tribos locais, deixaram centenas de mortos desde o começo do ano, segundo números oficiais.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Delegado de rebeldes xiitas é morto durante processo de transição

Um delegado dos rebeldes xiitas do norte do Iêmen que participava do processo de transição nacional, Ahmad Sharafedin, foi assassinado nesta terça-feira (21) em Sanaa por homens armados, indicou à AFP um funcionário da segurança.

“Homens armados abriram fogo contra Ahmad Sharafedin quando ia de carro de sua casa ao hotel onde ocorrem as reuniões”, declarou o funcionário à AFP.

Pessoas reagem ao assassinato de Ahmad Sharafedin delegado dos rebeldes xiitas do norte do Iêmen que foi morto nesta terça-feira (21) em seu carro quando seguia para reunião do processo de transição nacional (Foto: Khaled Abdullah/Reuters)Pessoas reagem ao assassinato de Ahmad Sharafedin delegado dos rebeldes xiitas do norte do Iêmen que foi morto nesta terça-feira (21) em seu carro quando seguia para reunião do processo de transição nacional (Foto: Khaled Abdullah/Reuters)

Trata-se do segundo representante dos rebeldes zaiditas de Ansarullah, um braço do xiismo, nas negociações que morre assassinado, após a morte em novembro do deputado Abdel Karim Jadban.

Apesar das negociações, os combates no norte do país entre rebeldes, tribos e fundamentalistas sunitas prosseguem.

Os zaiditas são majoritários no norte do Iêmen, mas em nível nacional predominam os sunitas.

O Iêmen é o único país da Primavera Árabe onde o levante popular levou à saída negociada do antigo presidente, Ali Abdullah Saleh.

O acordo de transição estabeleceu um diálogo nacional entre todas as forças políticas que deveria terminar no dia 18 de setembro com a redação de uma nova Constituição e a convocação de eleições gerais.

Mas o diálogo enfrenta muitos obstáculos, entre eles as demandas de autonomia do sul do país.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Forças de Assad matam dezenas de rebeldes na cidade síria de Homs

Forças leais ao presidente da Síria, Bashar al-Assad, mataram dezenas de combatentes rebeldes que tentaram escapar de um bloqueio do Exército à cidade de Homs, na região central do país, informaram a mídia estatal e um grupo de monitoramento da violência no país.

Segundo a agência de notícias Sana, uma fonte militar disse que unidades do Exército “confrontaram grupos terroristas armados” que tentaram invadir esta semana o bairro de Khaldiya, a norte da área controlada pelos rebeldes na Cidade Velha, no coração de Homs.

Trinta e sete rebeldes foram mortos pelo Exército, disse a Sana, que não informou o número de baixas entre as forças de Assad.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que ao menos 45 rebeldes foram cercados e mortos quando deixavam a Cidade Velha na quarta-feira à noite e na quinta de manhã.

O Observatório, com sede na Grã-Bretanha e que monitora a violência na Síria através de uma rede de fontes médicas e combatentes, disse não ter informações sobre mortos entre as forças do governo.

As forças de Assad cercam os rebeldes há mais de um ano em Homs, local onde começou em 2011 a revolta contra o presidente. Os protestos deram origem a uma rebelião armada e posteriormente a uma guerra civil depois que as forças do presidente reprimiram as manifestações.

As mortes ocorreram menos de duas semanas antes de negociações na Suíça para tentar encontrar uma solução que encerre o conflito de quase três anos, que segundo o Observatório já matou mais de 130 mil pessoas.

arte cronologia síria 31/12/2013 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,