RSS

Arquivo da tag: rebelde

Ataque rebelde mata 30 combatentes do governo sírio, dizem ativistas

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Rebeldes deixam local de explosão que teria matado 30 combatentes do governo sírio nesta terça-feira (6) (Foto: Rasem Ghareeb/Reuters)Rebeldes deixam local de explosão que teria matado 30 combatentes do governo sírio nesta terça-feira (6) (Foto: Rasem Ghareeb/Reuters)

Cerca de 30 integrantes das forças do governo sírio morreram na explosão de uma bomba colocada em um túnel sob um posto de controle na província de Idlib, noroeste do país, disseram ativistas da oposição nesta terça-feira (6).

Vídeos e fotos colocadas por partidários da oposição na internet mostram uma grossa nuvem de fumaça e também terra lançadas para o ar perto de uma pequena cidade enquanto homens gritavam “Allahu Akbar” (Deus é Grande).

Rebeldes que lutam para derrubar o presidente Bashar al-Assad promovem com frequência ataques contra suas forças, mas não são frequentes explosões dessa dimensão.

O grupo oposicionista de monitoramento Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede na Grã-Bretanha, disse que a explosão ocorreu na periferia da cidade de Ma’arat al-Nu’man, em Idlib.

Segundo o Observatório, cerca de 70 rebeldes morreram na segunda-feira (5) em confrontos entre grupos islamitas rivais numa região do leste do país, perto da fronteira do Iraque, onde eles disputam entre si o controle de áreas produtoras de petróleo.

arte síria versão 15.04 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Kerry propõe governo de transição com líder rebelde no Sudão do Sul

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Ministro dos negócios estrangeiros do Sudão do Sul, Barnabé Mariano Benjamin, cumprimenta John Kerry após a sua chegada a bordo de um avião militar dos EUA no Aeroporto Internacional de Juba nesta sexta (2) (Foto: Saul Loeb/ AFP)Ministro dos negócios estrangeiros do Sudão do Sul, Barnabé Mariano Benjamin, cumprimenta John Kerry após a sua chegada a bordo de um avião militar dos EUA no Aeroporto Internacional de Juba nesta sexta (2) (Foto: Saul Loeb/ AFP)

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, propôs nesta sexta-feira (2) em Juba a formação de um governo de transição e uma reunião entre o presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, e o líder dos rebeldes, o ex-vice-presidente Riek Machar, para dar fim ao conflito no Sudão do Sul.

No final de uma visita inesperada ao Sudão do Sul, Kerry anunciou a proposta para resolver a crise sul-sudanesa durante uma reunião com Kiir, e ameaçou com sanções caso não seja aceita pelas partes.

A solução proposta pelos EUA é a formação de um governo de transição e uma reunião entre Kiir e Machar, pelo ‘interesse e em serviço da paz e a estabilidade no Sudão do Sul’, explicou Kerry à imprensa.

O diplomata advertiu que, se nenhuma das partes apoiar a proposta, ‘serão impostas sanções por parte do governo americano, porque está se tratando o tema muito seriamente, já que milhares de pessoas morreram no conflito para permitir que o resto viva em um estado de guerra permanente’.

Kerry disse que já informou sobre a proposta americana em Adis-Abeba (Etiópia) aos ministros das Relações Exteriores da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento, grupo interestatal da África Oriental mediador nas conversas de paz no Sudão do Sul.

Por fim, explicou que o plano foi definido com o governo sul-sudanês após escutar as opiniões ‘da sociedade civil e os partidos políticos’ no país.

O secretário de Estado americano chegou hoje à capital do Sudão do Sul, Juba, em uma visita surpresa como parte de sua viagem pela África, que começou em 29 de abril e inclui as capitais da República Democrática do Congo, Kinshasha, e de Angola, Luanda.

Em 23 de abril, os Estados Unidos definiram como ‘abominável’ a violência no Sudão do Sul após o massacre de civis na cidade de Bentiu (no estado Unidade) e os ataques contra bases da missão da ONU no país africano.

O conflito começou em meados de dezembro, quando na capital houve combates entre o exército e militares insurgentes, e Kiir acusou Machar de tentar lhe dar um golpe de Estado.

Desde então se sucederam os enfrentamentos, que causaram milhares de mortos e deixaram o jovem país à beira da guerra civil, que se tornou independente do Sudão em julho de 2011.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Líder jihadista é morto em ofensiva rebelde no norte da Síria

Rebeldes sírios mataram nesta quarta-feira (15) um líder jihadista no 13º dia de sua ofensiva contra um grupo ligado à rede terrorista da Al-Qaeda nas províncias do norte do país, informou uma ONG síria.

O levante popular iniciado em março de 2011 contra o presidente Bashar al-Assad tem se transformado em um conflito cada vez mais complexo, com, além dos combates entre o regime e os rebeldes que querem sua queda, confrontos entre rebeldes e jihadistas, vindos em grande parte do exterior.

O Estado Islâmico do Iraque e Levante (EIIL), vinculado à Al-Qaeda, enfrenta desde o início de janeiro uma ofensiva lançada por coalizões de rebeldes islâmicos e moderados. Estes últimos, exasperados com as atrocidades atribuídas ao EIIL, voltaram suas armas contra este ex-aliado na luta contra o regime nas regiões sob seu controle no norte.

“O emir do EIIL em Saraqeb (na província de Idleb), Abul Baraa, foi morto a tiros nesta manhã”, informou Rami Abdel Rahman, diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Os rebeldes dispararam contra o comboio de Baraa na cidade de Saraqeb, reduto de EIIL, de acordo com a ONG, que acrescentou que “centenas de combatentes do EIIL ainda estão em Saraqeb”.

Abul Baraa, um jihadista belga de origem árabe, havia ameaçado na semana passada os rebeldes caso não parassem com sua ofensiva. Desde então, atentados suicidas foram lançados em Aleppo, Idleb e Raqa deixando dezenas de mortos.

Mais de 700 jihadistas e rebeldes morreram nesses confrontos desde 3 de janeiro, segundo o OSDH.

arte cronologia síria 31/12/2013 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Síria lança ataque aéreo para contra-atacar ofensiva rebelde, diz ONG

O regime sírio realizou nesta terça-feira (8) ataques aéreos contra os rebeldes na província de Idleb (nordeste) para contra-atacar uma ofensiva contra duas bases militares, anunciou a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

“Aviões de guerra realizam dois ataques perto de Maarat al Numan enquanto prosseguiam os confrontos entre rebeldes e as tropas do regime em torno da base militar de Wadi Deif”, afirmou o OSDH, que baseia suas informações em uma ampla rede de militantes e forças médicas no país.

Acompanhe a cobertura em tmepo real.

A fonte também informou que as forças do regime bombardearam as áreas de Maarshamsha e Deir al Sharqi, na região de Maarat al Numan, causando vítimas.

A ofensiva do regime aconteceu depois que na segunda-feira (7) os rebeldes sírios lançaram um ataque, denominado ‘o tremor’, contra duas bases militares do regime na província de Idleb, amplamente controlada pela oposição.

arte síria versão 08.10 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , ,

Liderança rebelde da Síria rejeita proposta russa sobre armas químicas

Um conselho da liderança rebelde síria apoiado pelo Ocidente rejeitou a proposta russa de colocar as armas químicas da Síria sob controle internacional, disse o grupo em uma declaração em vídeo.

Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU reuniram-se em Nova York na quarta-feira (11) para discutir o plano, que teria como objetivo eliminar os estoques de armas químicas da Síria e evitar um ataque militar dos EUA.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

“Nós anunciamos nossa rejeição definitiva à iniciativa russa de colocar armas químicas sob custódia internacional”, disse Salim Idriss, chefe do Conselho Militar Supremo dos rebeldes, em um vídeo veiculado na Internet na noite de quarta-feira.

Acompanhado por quatro líderes rebeldes, Idriss disse que o presidente sírio, Bashar al-Assad, deve ser responsabilizado depois que a Síria admitiu pela primeira ter a posse de armas químicas – algo que o país diz que precisava para enfrentar o suposto arsenal nuclear de Israel.

“Pedimos que a comunidade internacional não se contente com a retirada de armas químicas, que são um instrumento criminoso, mas que responsabilize o perpetrador e o processe no Tribunal Penal Internacional”, disse Idriss.

Mais de 100 mil pessoas morreram no conflito de dois anos e meio de duração na Síria, a esmagadora maioria morta por armas convencionais. O levante começou como um movimento de protesto pacífico contra as quatro décadas de governo da família Assad, mas transformou-se em uma guerra civil após a repressão do governo.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,

Investigadores da ONU visitam subúrbio rebelde em Damasco

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Uma equipe de inspetores da ONU chegou a uma localidade nos arredores de Damasco controlada por rebeldes nesta quarta-feira (28), disseram ativistas da oposição, para um segundo dia de investigação nos locais atingidos por um suposto ataque com armas químicas que matou centenas de pessoas.

“Eles chegaram à cidade de Maleiha e agora estão sob escola rebelde, em breve eles vão para as cidades onde os ataques aconteceram para começar suas inspeções”, disse o ativista Salam Mohammed, falando pelo Skype.

Na segunda-feira (26), um carro com os inspetores da ONU foi alvejado por franco-atiradores quando eles se dirigiam a subúrbios de Damasco supostamente atacados com armas químicas.

A oposição síria diz que centenas de pessoas morreram enquanto dormiam, na madrugada de quarta-feira, por causa do ataque químico realizado por forças do governo na semana passada.

O governo do presidente Bashar al-Assad nega ter cometido o massacre, e no domingo autorizou a visita de inspetores da ONU ao local.

Ban Ki-moon
Os inspetores precisam de tempo para determinar se foram usadas armas químicas, disse o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, em Haia, nesta quarta.

Ban disse que as imagens do conflito que dura mais de dois anos são “diferentes de qualquer uma que tenhamos visto no século 21”.

“É essencial estabelecer os fatos. Uma equipe de investigação da ONU está agora no terreno para fazer justamente isso. Apenas dias após o ataque, eles coletaram amostras valiosas e entrevistara vítimas e testemunhas. A equipe precisa de tempo para fazer seu trabalho”, disse Ban.

Inspetores da ONU aguardam seus veículos para deixar hotel em Damasco e retomar missão que investiga armas químicas (Foto: AFP)Inspetores da ONU aguardam seus veículos para deixar hotel em Damasco e retomar missão que investiga armas químicas (Foto: AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,