RSS

Arquivo da tag: quinta

One Direction estreia no Brasil nesta quinta; veja discografia comentada

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

Boy band mais popular da atualidade, o One Direction talvez não existisse se seus cinco integrantes não tivessem “fracassado” individualmente alguns anos atrás. Em 2010, os garotos participaram do reality show musical britânico The X Factor. Concorrendo cada um por si, foram eliminados antes da final. Mas os produtores do programa viram que, juntos, os rapazes tinham potencial. Assim nasceu o grupo, que nesta quinta-feira (8), no Rio, abre sua primeira turnê no Brasil.

Harry Styles, Niall Horan, Zayn Malik, Liam Payne e Louis Tomlinson lançaram o disco de estreia do One Direction, “Up all night”, em novembro de 2011. Desde então, mantiveram o esquema de um CD de inéditas a cada novembro. Em 2012, veio “Take me home”. Em 2013, “Midnight memories”.

É este trabalho mais recente que sustenta os shows da atual turnê do quinteto, chamada Where we are. A excursão começou no dia 25 de abril e já visitou Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Uruguai. No Brasil, passam primeiro pelo Rio. Em seguida, tocam duas vezes em São Paulo, neste sábado (10) e neste domingo (11).

De acordo com o site Setlist.fm, as apresentações na América Latina têm mostrado repertório idêntico. São sempre as mesmas 23 músicas – e elas devem se repetir no Brasil. Veja, a seguir, detalhes da discografia do One Direction e entenda como cada álbum do grupo contribui para os shows. Depois, o provável set list dos shows.

Capa de 'Up all night', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Up all night’, o CD de estreia
(Foto: Divulgação)

‘Up all night’ (2011)
A estreia do One Direction costuma ceder apenas três músicas aos shows da turnê – e elas devem aparecer apenas na segunda metade da apresentação. O single “What makes you beautiful”, primeiro hit da boy band, não poderia ficar de fora. Geralmente, é a 19ª da noite, logo antes de a banda sair de cena (depois vem o bis).

No Brasil, a música ficou ainda mais conhecida dois anos atrás, ao ser usada no vídeo comemorativo do garoto Nissim Ourfali. Com seus versos cantados em ritmo bem marcado e um refrão simples e feito para gritar junto, “Beautiful” é um pop grudento e encerra a primeira parte do show.

As outras de “Up all night” que têm vez são o single “One thing” (17ª do set), mais uma com versos relativamente tranquilos e refrão explosivo; e “Moments” (a 13ª). Esta sequer faz parte da versão original do CD, já que integra somente a edição “deluxe”.

Do CD, os fãs devem sentir falta de “Gotta be you” (uma balada que poderia funcionar num momento mais calmo ou para testar habilidades vocais dos jovens cantores) e de “More than this”. Também lançada como single, a faixa não tem sido tocado na Where we are tour.

Capa de 'Take me home', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Take me home’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

‘Take me home’ (2012)
O segundo CD do One Direction tem, usualmente, cinco músicas nos shows. Três delas foram lançadas como single. A dançante “Kiss you” (segunda do set), com sua levada à base de sintetizadores e leve influência hard rock, deve render palmas para acompanhar o ritmo.

Essa canção esteve no centro de uma polêmica com o Restart. Quando lançou “Cara de santa”, a banda brasileira recebeu críticas, justamente pelo fato de o arranjo supostamente lembrar o de “Kiss you” . Ao G1, o vocalista e guitarrista Pe Lu disse que tudo não passava de “picuinha” e classificou o trabalho do One Direction de “muito fino”. 

De “Take me home”, a apresentação provavelmente terá ainda o pop festivo de “Live while we’re young”, com seu coro de “ô, ô, ô, ô!” digno de estádio, e a baladona “Little things”, que investe em violões dedilhados e nos vocais sensíveis e emotivos. Finalmente, há o pop rock agitado “C’mon, c’mon”, com seu jeito de trilha sonora para cenas com carros correndo numa estrada, e “Rock me”, que propõe uma mistura de pop, hard rock levemente distorcido e R&B. Um “clássico” exemplar da sonoridade das boy bands.

Capa de 'Midnight memories', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Midnight memories’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

‘Midnight memories’ (2013)
Os singles do disco mais recente merecem toda atenção e aparecem em momentos marcantes do show. O número escolhido para abrir os trabalhos, por exemplo, é a música roqueira cheia de guitarras que batiza o disco. Para o desfecho, mesma coisa: lá está “Best song ever”.

Todos os demais hits de “Midnight memories” estão representados, caso de “Little black dress”, “Story of my life” e “You & I”, que sai como single em 25 de maio. Para se ter uma ideia, o bis só tem faixas do CD mais recente, incluindo “Little white lies”.

O site Metacritic.com, que compila críticas de publicações estrangeiras, dá uma média de 59 para “Midnight memories”. O número é inferior ao obtido por “Up all night” (média de 64) e “Take me home” (média de 68). De acordo com o resumo do portal, o novo disco é “mais rock” que os seus predecessores.

Mas, na avaliação da revista americana “Billboard”, “Midnight” mereceu nota 85 e supera “Take me home”, porque traz “ideias novas interessantes” e ajuda a “manter ouvintes ansiosos para a evolução da banda”. Já a crítica da “Rolling Stone” é menos generosa e atribui nota 50.  Cita que o One Direction “é feliz ao recorrer a riffs de rock e batidas de hip hop”. Mas peca ao oferecer a “baladas ruins que indicam que Bryan Adams encarna o ideal de maturidade” dos meninos.

Repertório da turnê ‘Where we are’, segundo o site Setlist.fm:

1. “Midnight memories”, de “Midnight memories”
2. “Little black dress”, de “Midnight memories”
3. “Kiss you”, de “Take me home”
4. “Why don’t we go there?, da versão deluxe de “Midnight memories”
5. “Rock me”, de “Take me home”
6. “Don’t forget where you belong”, de “Midnight memories”
7. “Live while we’re young”, de “Take me home”
8. “C’mon, c’mon”, de “Take me home”
9. “Right now”, de “Midnight memories”
10. “Through the dark”, de “Midnight memories”
11. “Happily”, de “Midnight memories”
12. “Little things”, de “Take me home”
13. “Moments”, da versão deluxe de “Up all night”
14. “Strong”, de “Midnight memories”
15. “Better than words”, de “Midnight memories”
16. “Alive”, da versão deluxe de “Midnight memories”
17. “One thing”, de “Up all night”
18. “Diana”, de “Midnight memories”
19. “What makes you beautiful”, de “Up all night”

Bis
20. “You & I”, de “Midnight memories”
21. “Story of my life”, de “Midnight memories”
22. “Little white lies”, de “Midnight memories”
23. “Best song ever”, de “Midnight memories”

Serviço
One Direction no Rio
Quando: quinta-feira, 8 de maio de 2014
Horário: 19h30
Onde: Parque dos Atletas (Avenida Salvador Allende, s/n°- Barra da Tijuca)
Capacidade: 35 mil pessoas
Ingressos: de R$ 280 a R$ 600 (com meia-entrada); esgotados
Classificação: não é permitida a entrada de menores de 6 anos; de 6 a 13 anos, permitida a entrada com pais ou responsávei; a partir de 14 anos, permitida a entrada desacompanhados

One Direction em São Paulo
Quando: sábado, 10 de maio de 2014
Show extra: domingo, 11 de maio de 2014
Horário: 19h30
Onde: Estádio do Morumbi (Praça Roberto Gomes Pedrosa, nº 1)
Capacidade: 65 mil pessoas
Ingressos: de R$ 150 a R$ 600 (com meia-entrada)
Classificação: não é permitida a entrada de menores de 6 anos; de 6 a 13 anos, permitida a entrada com pais ou responsávei; a partir de 14 anos, permitida a entrada desacompanhados

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Música

 

Tags: , , , , , ,

One Direction estreia no Brasil nesta quinta; veja discografia comentada

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

Boy band mais popular da atualidade, o One Direction talvez não existisse se seus cinco integrantes não tivessem “fracassado” individualmente alguns anos atrás. Em 2010, os garotos participaram do reality show musical britânico The X Factor. Concorrendo cada um por si, foram eliminados antes da final. Mas os produtores do programa viram que, juntos, os rapazes tinham potencial. Assim nasceu o grupo, que nesta quinta-feira (8), no Rio, abre sua primeira turnê no Brasil.

Harry Styles, Niall Horan, Zayn Malik, Liam Payne e Louis Tomlinson lançaram o disco de estreia do One Direction, “Up all night”, em novembro de 2011. Desde então, mantiveram o esquema de um CD de inéditas a cada novembro. Em 2012, veio “Take me home”. Em 2013, “Midnight memories”.

É este trabalho mais recente que sustenta os shows da atual turnê do quinteto, chamada Where we are. A excursão começou no dia 25 de abril e já visitou Colômbia, Peru, Chile, Argentina e Uruguai. No Brasil, passam primeiro pelo Rio. Em seguida, tocam duas vezes em São Paulo, neste sábado (10) e neste domingo (11).

De acordo com o site Setlist.fm, as apresentações na América Latina têm mostrado repertório idêntico. São sempre as mesmas 23 músicas – e elas devem se repetir no Brasil. Veja, a seguir, detalhes da discografia do One Direction e entenda como cada álbum do grupo contribui para os shows. Depois, o provável set list dos shows.

Capa de 'Up all night', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Up all night’, o CD de estreia
(Foto: Divulgação)

‘Up all night’ (2011)
A estreia do One Direction costuma ceder apenas três músicas aos shows da turnê – e elas devem aparecer apenas na segunda metade da apresentação. O single “What makes you beautiful”, primeiro hit da boy band, não poderia ficar de fora. Geralmente, é a 19ª da noite, logo antes de a banda sair de cena (depois vem o bis).

No Brasil, a música ficou ainda mais conhecida dois anos atrás, ao ser usada no vídeo comemorativo do garoto Nissim Ourfali. Com seus versos cantados em ritmo bem marcado e um refrão simples e feito para gritar junto, “Beautiful” é um pop grudento e encerra a primeira parte do show.

As outras de “Up all night” que têm vez são o single “One thing” (17ª do set), mais uma com versos relativamente tranquilos e refrão explosivo; e “Moments” (a 13ª). Esta sequer faz parte da versão original do CD, já que integra somente a edição “deluxe”.

Do CD, os fãs devem sentir falta de “Gotta be you” (uma balada que poderia funcionar num momento mais calmo ou para testar habilidades vocais dos jovens cantores) e de “More than this”. Também lançada como single, a faixa não tem sido tocado na Where we are tour.

Capa de 'Take me home', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Take me home’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

‘Take me home’ (2012)
O segundo CD do One Direction tem, usualmente, cinco músicas nos shows. Três delas foram lançadas como single. A dançante “Kiss you” (segunda do set), com sua levada à base de sintetizadores e leve influência hard rock, deve render palmas para acompanhar o ritmo.

Essa canção esteve no centro de uma polêmica com o Restart. Quando lançou “Cara de santa”, a banda brasileira recebeu críticas, justamente pelo fato de o arranjo supostamente lembrar o de “Kiss you” . Ao G1, o vocalista e guitarrista Pe Lu disse que tudo não passava de “picuinha” e classificou o trabalho do One Direction de “muito fino”. 

De “Take me home”, a apresentação provavelmente terá ainda o pop festivo de “Live while we’re young”, com seu coro de “ô, ô, ô, ô!” digno de estádio, e a baladona “Little things”, que investe em violões dedilhados e nos vocais sensíveis e emotivos. Finalmente, há o pop rock agitado “C’mon, c’mon”, com seu jeito de trilha sonora para cenas com carros correndo numa estrada, e “Rock me”, que propõe uma mistura de pop, hard rock levemente distorcido e R&B. Um “clássico” exemplar da sonoridade das boy bands.

Capa de 'Midnight memories', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Midnight memories’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

‘Midnight memories’ (2013)
Os singles do disco mais recente merecem toda atenção e aparecem em momentos marcantes do show. O número escolhido para abrir os trabalhos, por exemplo, é a música roqueira cheia de guitarras que batiza o disco. Para o desfecho, mesma coisa: lá está “Best song ever”.

Todos os demais hits de “Midnight memories” estão representados, caso de “Little black dress”, “Story of my life” e “You & I”, que sai como single em 25 de maio. Para se ter uma ideia, o bis só tem faixas do CD mais recente, incluindo “Little white lies”.

O site Metacritic.com, que compila críticas de publicações estrangeiras, dá uma média de 59 para “Midnight memories”. O número é inferior ao obtido por “Up all night” (média de 64) e “Take me home” (média de 68). De acordo com o resumo do portal, o novo disco é “mais rock” que os seus predecessores.

Mas, na avaliação da revista americana “Billboard”, “Midnight” mereceu nota 85 e supera “Take me home”, porque traz “ideias novas interessantes” e ajuda a “manter ouvintes ansiosos para a evolução da banda”. Já a crítica da “Rolling Stone” é menos generosa e atribui nota 50.  Cita que o One Direction “é feliz ao recorrer a riffs de rock e batidas de hip hop”. Mas peca ao oferecer a “baladas ruins que indicam que Bryan Adams encarna o ideal de maturidade” dos meninos.

Repertório da turnê ‘Where we are’, segundo o site Setlist.fm:

1. “Midnight memories”, de “Midnight memories”
2. “Little black dress”, de “Midnight memories”
3. “Kiss you”, de “Take me home”
4. “Why don’t we go there?, da versão deluxe de “Midnight memories”
5. “Rock me”, de “Take me home”
6. “Don’t forget where you belong”, de “Midnight memories”
7. “Live while we’re young”, de “Take me home”
8. “C’mon, c’mon”, de “Take me home”
9. “Right now”, de “Midnight memories”
10. “Through the dark”, de “Midnight memories”
11. “Happily”, de “Midnight memories”
12. “Little things”, de “Take me home”
13. “Moments”, da versão deluxe de “Up all night”
14. “Strong”, de “Midnight memories”
15. “Better than words”, de “Midnight memories”
16. “Alive”, da versão deluxe de “Midnight memories”
17. “One thing”, de “Up all night”
18. “Diana”, de “Midnight memories”
19. “What makes you beautiful”, de “Up all night”

Bis
20. “You & I”, de “Midnight memories”
21. “Story of my life”, de “Midnight memories”
22. “Little white lies”, de “Midnight memories”
23. “Best song ever”, de “Midnight memories”

Serviço
One Direction no Rio
Quando: quinta-feira, 8 de maio de 2014
Horário: 19h30
Onde: Parque dos Atletas (Avenida Salvador Allende, s/n°- Barra da Tijuca)
Capacidade: 35 mil pessoas
Ingressos: de R$ 280 a R$ 600 (com meia-entrada); esgotados
Classificação: não é permitida a entrada de menores de 6 anos; de 6 a 13 anos, permitida a entrada com pais ou responsávei; a partir de 14 anos, permitida a entrada desacompanhados

One Direction em São Paulo
Quando: sábado, 10 de maio de 2014
Show extra: domingo, 11 de maio de 2014
Horário: 19h30
Onde: Estádio do Morumbi (Praça Roberto Gomes Pedrosa, nº 1)
Capacidade: 65 mil pessoas
Ingressos: de R$ 150 a R$ 600 (com meia-entrada)
Classificação: não é permitida a entrada de menores de 6 anos; de 6 a 13 anos, permitida a entrada com pais ou responsávei; a partir de 14 anos, permitida a entrada desacompanhados

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Música

 

Tags: , , , , , ,

Competição de games Mega Arena começa nesta quinta em São Paulo

Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)

Com as competições de esporte eletrônico se tornando mais populares no Brasil, os fãs de games poderão acompanhar jogadores profissionais e também competir no evento X5 Mega Arena. Ele acontece a partir desta quinta-feira (1º) até o domingo (4) no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

A expectativa da organização é ter mais de 80 mil pessoas nos quatro dias de competições divididas entre gamers profissionais e amadores. As disputas serão nos jogos “League of Legends”, game de batalhas em arenas com equipes de cinco jogadores; “CrossFire”, jogo de tiro em primeira pessoa com foco mais tático; “Point Blank”, de tiro em primeira pessoa; e “Combat Arms”, um dos games de tiro mais populares no país.

Além de assistir aos profissionais do esporte eletrônico competindo, os visitantes poderão jogar os games e também participar de torneios. Serão 500 computadores disponíveis para o público. Há quatro espaços de “free-play” com 400 metros quadrados cada e o palco principal tem 20 metros, com direito a um painel LED de 10 x 7 metros.

As partidas serão transmitidas ao vivo por meio do site de transmissão de games “Twitch” em dois canais (acesse aqui e aqui).

Serviço
O que é: X5 Mega Arena;
Quando: de 1º a 4 de maio;
Onde: Centro de Exposições Imigrantes, Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – Cursino, São Paulo – SP;
Ingressos: R$ 40 por dia ou R$ 112  no pacote para todos os dias do evento;
Mais informações: site oficial (acesse aqui).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Decapre é quinta lutadora inédita de game ‘Ultra Street Fighter IV’

Decapre, quinta personagem inédita de 'Ultra Street Fighter IV' (Foto: Divulgação/Capcom)Decapre, quinta personagem inédita de ‘Ultra Street Fighter IV’ (Foto: Divulgação/Capcom)

A Capcom anunciou nesta segunda-feira (17) que Decapre, uma personagem mascarada subordinada ao vilão M. Bison, é a quinta e última lutadora inédita de “Ultra Street Fighter IV”, atualização do popular game de luta que sai em junho para PlayStation 3 e Xbox 360. Assista ao trailer de anúncio.

Em “Ultra”, terceira atualização do jogo “Street Fighter IV”, a Capcom ouviu a opinião de fãs do game e fez uma série de ajustes nos lutadores na tentativa de tornar as partidas ainda mais equilibradas e competitivas.

Além de Decapre, “Ultra Street Fighter IV” dá boas vindas aos lutadores Rolento, Hugo, Poison – originalmente personagens da série da Capcom “Final Fight” – e Elena, de “Street Fighter III”. O jogo ganha também seis novos cenários para as disputas.

De acordo com a produtora, quem já tiver as versões “Super Street Fighter IV” ou “Super Street Fighter IV: Arcade Edition” poderá adquirir “Ultra Street Fighter IV” por download ao custo de R$ 31, no PlayStation 3, e R$ 30, no Xbox 360.

A atualização será disponibilizada aos jogadores de PC em agosto, mês que também marca a chegada da versão em disco do game para PS3 e Xbox 360. Os preços para as cópias físicas de “Ultra” no Brasil ainda não foram confirmados.

Apesar de apenas ter 5 anos de vida, “Street Fighter IV” já é considerado um clássico entre os fãs de games de luta. Em 2010, a Capcom lançou a versão “Super Street Fighter IV”, com mais modos on-line de jogo, novos golpes especiais e 10 personagens novos. No mesmo ano, “Super Street Fighter IV: Arcade Edition” trouxe outros 4 lutadores e mais ajustes aos já existentes.

Tela de seleção de lutadores de 'Ultra Street Fighter IV' (Foto: Divulgação/Capcom)Tela de seleção de lutadores de ‘Ultra Street Fighter IV’ (Foto: Divulgação/Capcom)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Figueiredo vai aos EUA nesta quinta ouvir explicações sobre espionagem

O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, durante entrevista no Itamaraty (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto
Figueiredo (Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)

O ministro de Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, se reunirá nesta quinta-feira (30), em Washington, com a conselheira nacional de Segurança dos Estados Unidos, Susan Rice, segundo informou ao G1 o Palácio do Itamaraty.

O encontro servirá para discutir, entre outros temas, sobre as mudanças anunciadas no dia 17 pelo presidente Barack Obama no monitoramento pela Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês).

Em viagem a Cuba, onde participa da 2ª Cúpula dos Estados Latinoamericanos e Caribe (Celac), Figueiredo embarca nesta quarta (29) para a capital norte-americana.

De acordo com a assessoria do Itamaraty, o chanceler brasileiro aproveitará a passagem pelos Estados Unidos para se reunir com representante de Comércio do governo norte-americano, Mike Froman. O Ministério de Relações Exteriores não confirma qual será o tema do encontro. Segundo assessores, o convite foi feito pelos Estados Unidos.

Há 12 dias, o presidente dos Estados Unidos prometeu interromper as atividades de espionagem de chefes de Estado de países aliados. Depois das denúncias de que o governo norte-americano havia espionado cidadãos de outros países, além de presidentes e  auxiliares próximos, as regras que regem a NSA foram alteradas.

Após os dois encontros, Figueiredo deve falar com a imprensa brasileira nos Estados Unidos, informou a assessoria do ministério. A previsão é de que a entrevista ocorra às 11h desta quinta (horário de Washington).

Vazamentos
As mudanças anunciadas por Obama em meados de janeiro foram estimuladas pelos vazamentos de informações feitos, ao longo do último ano, por Snowden.

Snowden, um ex-contratado da NSA e agora exilado na Rússia, divulgou por meses nos meios de comunicação internacionais denúncias sobre a espionagem americana de líderes de outros países, como a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel. O Palácio do Planalto brasileiro e o Itamaraty informaram que não comentarão espionagem dos EUA.

As revelações enfureceram os aliados de Washington, envergonharam a Casa Branca e escandalizaram legisladores e ativistas do direito à privacidade.

O governo americano assegura que a informação que reúne é usada apenas para localizar suspeitos de terrorismo e que as autoridades não ouvem ligações telefônicas pessoais.

Em dezembro, um painel de cinco especialistas escolhidos por Obama formulou 46 recomendações para mudanças, muitas delas focadas no programa ultrassecreto de coleta de dados das chamadas telefônicas feitas no país.

O conjunto de propostas do presidente americano representa um compromisso entre as exigências dos defensores das liberdades civis, que consideram inconstitucional a coleta de dados, e as resistências a qualquer mudança na comunidade de inteligência.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Conselho de Segurança se reúne nesta quinta para tratar da crise síria

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Representantes dos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU devem se encontrar ainda nesta quinta-feira (29) para discutir a crise na Síria, segundo fontes diplomáticas ouvidas pela Reuters e pela France Presse.

Um dos diplomatas afirmou que a Rússia teria convocado a reunião.

As potências ocidentais, com os EUA à frente, tentam obter o apoio de Rússia e China para um ataque aliado às forças do presidente sírio Bashar al-Assad, em resposta ao suposto ataque químico lançado pelas tropas oficiais, semana passada, contra rebeldes antigoverno e civis. Centenas de pessoas morreram.

Os cinco membros permanentes -EUA, Reino Unido, França, Rússia e China- têm poder para vetar decisões no conselho.

arte síria versão 28.08 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Paul McCartney lança nesta quinta ‘New’, primeiro single de novo disco

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Paul McCartney durante show em Orlando, em 18 de maio de 2013 (Foto: AP Photo/John Raoux)Paul McCartney durante show em Orlando, em 18
de maio (Foto: AP Photo/John Raoux)

Chega às rádios nesta quinta-feira (29) o primeiro single do novo álbum de Paul McCartney, o 16º da carreira. O CD, que vem sendo produzido desde o ano passado, ainda não teve seu título divulgado e tem lançamento previsto para 14 de outubro.

“New” é uma amostra do novo álbum, e dá pistas do que esperar das 12 canções inéditas produzidas por Mark Ronson, que já trabalhou com Adele, Kaiser Chiefs, Lily Allen e ganhou um Grammy pelo álbum “Back to black”, de Amy Winehouse.

“Podemos fazer o que quisermos, podemos viver como decidirmos”, disse o ex-Beatle sobre o conteúdo da música que poderá ser ouvida na quinta, quando também começa a pré-venda do álbum no iTunes.

McCartney teve ainda a colaboração no disco de Paul Epworth; Giles Martin, filho do produtor dos Beatles, George Martin; e de Ethan Johns, integrante da banda americana Kings of Leon e filho de Glyn Johns, que já trabalhou com Beatles, Rolling Stones e The Who, entre outros.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Música

 

Tags: , , , , ,