RSS

Arquivo da tag: prximos

HP vai investir US$ 1 bilhão em ‘nuvem’ nos próximos dois anos

O grupo americano Hewlett Packard (HP) aumentará seus esforços na área de informática desmaterializada, com investimentos de mais US$ 1 bilhão na “nuvem”.

A HP anunciou nesta quarta-feira (7) que criará uma nova marca, a Helion, para reunir os atuais e os novos produtos e serviços em informática desmaterializada.

“A HP deve investir mais de US$ 1 bilhão nos próximos dois anos em produtos ligados à ‘nuvem’ e em iniciativas de engenharia, serviços profissionais e de expansão do alcance mundial da HP Helion”, esclareceu o grupo em comunicado.

A HP é mais uma concorrente de peso na corrida pela “nuvem”, que conta com outras grandes empresas americanas do setor de informática e de telecomunicações.

A Cisco anunciou em março investimentos de US$ 1 bilhão em dois anos no setor, e a IBM também havia adiantado em janeiro sua intenção de investir US$ 1,2 bilhão na “nuvem” da empresa.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Instagram irá começar a exibir anúncios ‘nos próximos dois meses’

Instagram cresce compra Facebook (Foto: Divulgação)Instagram cresce compra Facebook
(Foto: Divulgação)

O aplicativo de fotos Instagram confirmou nesta quinta-feira (3) que irá começar a exibir anúncios “nos próximos dois meses”. A princípio, a medida vale apenas para moradores dos Estados Unidos.

Dessa forma, os usuários começarão a ver em suas linhas do tempo fotos e vídeos de marcas que eles não necessariamente acompanham pela rede.

“Nosso objetivo é fazer com que os anúncios sejam tão naturais quanto as fotos e vídeos das marcas que você já segue no Instagram”, diz uma postagem no blog do aplicativo.

O texto diz ainda que os usuários poderão esconder um anúncio que não gostaram.

Operação do lucro
Em setembro, Emily White, diretora de operações de negócios do Instagram, afirmou ao The Wall Street Journal que o aplicativo estaria pronto em 2014 para exibir anúncios. “Nós queremos fazer dinheiro a longo prazo”.

White foi a executiva destacada pelo Facebook, que em abril de 2012 adquiriu o Instagram por pouco mais de US$ 1 bilhão, para criar uma estratégia de receita para o aplicativo.

Até então, o objetivo do Instagram era atrair o máximo possível de usuários. No início de setembro, o aplicativo anunciou ter atingido 150 milhões de membros.

Em 2012, uma mudança da política de uso do Instagram gerou uma repercussão ruim entre os usuários, pois o documento sugeria que as fotos hospedadas no serviço poderiam ser utilizadas em campanhas publicitárias sem remuneração. Após mobilização na internet, o documento foi reestruturado e essa possibilidade, retirada.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Teles devem investir R$ 18 bi no Brasil nos próximos 3 anos, estima ministro

Para que o setor possa alcançar esse valor, Ministério das Comunicações anunciou desoneração de R$ 6 bilhões com isenção de PIS/Pasep, Cofins e IPI para fabricação nacional de equipamentos para rede.

O governo vai promover desonerações de impostos da ordem de 6 bilhões de reais até 2016, visando a estimular a expansão das telecomunicações no País, com prioridade para aquisição de equipamentos produzidos e desenvolvidos no Brasil.  Em contrapartida, as empresas do setor deverão investir, nos próximos 3 anos, em projetos de infraestrutura cerca de 18 bilhões de reais, segundo estimativa do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

O Diário Oficial da União de amanhã (13/03) vai publicar portaria com as normas a que as empresas terão que se submeter para se beneficiar de desonerações de PIS/Pasep, Cofins e IPI. 

A expectativa do secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, Maximiliano Martinhão, é de que em 2016 as empresas de telecomunicações já estejam preparadas para operar com a tecnologia 4G.

O ministro Paulo Bernardo disse em entrevista, depois de assinar portaria que autoriza as desonerações, que espera adesão maciça das empresas do setor para os projetos de expansão de telecomunicações. 

Ele avalia que elas retardaram seus investimentos na expectativa da decisão anunciada hoje, que foi postergada depois que o Tribunal de Contas da União publicou acórdão fazendo considerações sobre a perda de receita com as desonerações.

O ministro prevê que os empresários, agora, deverão antecipar seus investimentos além do que fazem normalmente, acelerando a construção de infraestrutura de telecomunicações por fibra óptica, redes de rádio, serviços de provimento de internet por satélite, e TV por assinatura – que vem associada à internet. Tudo isso deverá acirrar a concorrência, provocando melhora de preços para o consumidor.

A tecnologia de 3G cresceu 80% só no ano passado e a demanda foi acima do que a infraestrutura foi capaz de oferecer, num momento em que “o consumidor se torna cada vez mais exigente”, destacou Paulo Bernardo. Ele repetiu que há preocupação da presidenta Dilma Rousseff para que a expansão dos serviços seja acelerada. 

Da parte do governo, o ministro prometeu que tudo será feito com agilidade, podendo até serem usados, se necessário, recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para melhoras de infraestrutura em algumas localidades e assim facilitar o trabalho do setor privado.

As empresas têm até o dia 30 de junho para apresentar seus projetos de expansão, cuja análise e aprovação vão ter rito curto no ministério, que já tem gente preparada para isso, declarou Bernardo. 

Na parte de equipamentos, já há isenção de IPI, PIS/Pasep e Cofins sobre aquisição de equipamentos e estruturas de construção civil para passar as redes, mas não será possível desonerar softwares. 

O ministro prevê que as estruturas que devem ser construídas para longas distâncias podem ter demora maior, mas onde os trabalhos de cabeamento já estiverem em condições de serem feitos, o público poderá contar com os novos serviços em curto espaço de tempo.

*Com informações da Agência Brasil 

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Nuvem terá problemas terríveis nos próximos anos, afirma Wozniak

A nuvem será algo horrível daqui alguns anos, acredita o cofundador da Apple, Steve Wozniak. O executivo falou sobre suas preocupações a respeito da nuvem após a apresentação do monólogo de Mike Daisey, que acusou a Apple de realizar maus-tratos a trabalhadores da fábrica da empresa na China.

“Estou realmente preocupado com tudo o que acontece na nuvem”, disse Wozniak. “Acho que vai ser horrível. Teremos problemas terríveis nos próximos cinco anos”, acrescentou. Para Wozniak, quanto mais pessoas e empresas transferirem tudo para a nuvem, menos terão controle sobre ela.

Em julho, ao participar de uma sessão de perguntas e respostas, Wozniak relatou sua preocupação sobre o modelo. “Não fazemos nada de próprio na cloud”, disse. “Uma vez que você não tem controle sobre a nuvem, ela pode mudar ou desaparecer sem aviso.”

wozniak390

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

BYOD deve explodir nos próximos 2 próximos anos, diz estudo

Profissionais de TI que desejam ardentemente desejam que o fenômeno “BYOD” acabe estão para receber más notícias: estamos apenas no início

Relatório  da Juniper Research publicado recentemente prevê que o número de smartphones e tablets particulares utilizados por funcionários para seus trabalhos mais que dobrará dentro de dois anos.

Intitulado “Mobile Security Strategies: Threats, Solutions and Market Forecasts”, o estudo estima que a atual quantidade de 150 milhões de dispositivos de propriedade de funcionários sendo implantados em empresas chegará a 350 milhões até 2014. E isso sem contar os dispositivos híbridos tablets/smartphones que estão para ser lançados.

Não surpreendentemente, empresas do setor público são mais relutantes em permitir o BYOD se comparadas às organizações do setor privado. Existem duas razões óbvias para isso: 1) As empresas do setor público, tais como agências do governo, têm preocupações sobre a proteção de dados confidenciais que, se vazados, poderiam criar problemas de segurança, e 2) As empresas do setor privado sentem a pressão para ficar competitivas ao abordarem as tendências tecnológicas e oferecer ambientes amigáveis aos funcionários. Uma forma de criar tais ambientes é permitir o BYOD, tendência impulsionada pelo cliente.

Ainda segundo o estudo da Juniper o BYOD é (e continuará a ser) mais popular na Europa Ocidental. Isto contradiz outra pesquisa recente, promovida pela Dell e a Intel, que mostra que a França, o Reino Unido (e os EUA) ficam atrás de mercados emergentes como China, México e Brasil na adoção do BYOD.

O estudo relata ainda que a maior parte dos funcionários pesquisados não possui um software de segurança em seus dispositivos pessoais – exatamente o tipo de coisa que tira o sono dos profissionais de TI.

Especial - IT Leaders 2011

O ITBOARD materializa a nova plataforma de conversas do Século XXI. Concentra o diálogo sobre tecnologia e inovação movido a tweets de quem está imerso nesses assuntos. ENTRE NA CONVERSA

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Dell quer reduzir US$ 2 bilhões em despesas nos próximos três anos

Corte de custos envolverá eficiência na cadeia de suprimentos e padronização de produtos.

A Dell quer reduzir cerca de 2 bilhões de dólares em custos ao longo dos próximos três anos para ampliar a lucratividade. Os cortes deverão acontecer em várias áreas e vão incluir a padronização de PCs, configurações do sistema da linha de servidores, mudanças de operações para áreas geográficas mais acessíveis e revisão da cadeia de suprimentos para torná-la mais eficiente, disse o CEO da empresa, Michael Dell, durante uma conferência online.

A organização vai reinvestir uma parte das economias obtidas nas reduções de custos em segmentos de crescimento, afirmou a Dell. Nos últimos 12 meses, a fabricante adquiriu oito empresas, muitas delas grandes companhias de software, segurança e migração de cargas de trabalho de mainframes para servidores padrão. Entre as compras estão SonicWall [segurança] e a Wyse Technology [especializada em thin clients].

Embora o foco da Dell sejam o mercado corporativo e os data centers, a empresa não está abandonando o negócio de PCs, afirmou o CEO. A fabricante está tentando manter o foco em produtos de maior margem, como desktops da linha XPS, que estão vendendo bem, assegurou. A ideia é também eliminar custos com a padronização e configuração de produtos.

A empresa está buscando uma redução de custo de 1 bilhão de dólares no negócio de PCs até 2016, adiantou Jeff Clarke, vice-chairman e presidente de operações globais e soluções de computação para usuário final da Dell. O mercado total de PC é uma oportunidade de 235 milhões de dólares, sendo que 65% dos preços das máquinas estão acima dos 500 dólares, o que é bom para a Dell.

A jornada de eliminação de custos tem sido realizada nos dois últimos anos, assinalou Clarke. A empresa cortou 30% das plataformas de PC como parte dos esforços de padronização, que têm ajudado a simplificar a cadeia de abastecimento a eliminar os custos dos componentes.

A organização também vê oportunidades no Windows 8, que deve impulsionar as vendas de tablet e de PC, informou Clarke. A Dell planeja incluir o Windows 8 em tablest das linhas Latitude e OptiPlex.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

App para iPhone mostra pontos de reciclagem mais próximos

AppId is over the quota

O Rota da Reciclagem é uma iniciativa da multinacional sueca Tetra Pak que compila cooperativas e pontos de coleta de materiais recicláveis, para que o usuário veja quais as opções mais próximas para o despejo correto e sustentável do lixo. Agora, a busca pode ser feita diretamente do iPhone ou iPad, a partir de informações de geolocalização.

O app homônimo possui a mesma interface do site da empresa e coloca alfinetes no mapa, que diferenciam os pontos de coleta como Cooperativas, Comércios e PEVs (Pontos de Entrega Voluntária). Há também uma barra de busca no topo da tela, para que o usuário insira seu endereço e possa encontrar mais rapidamente um local para entrega de embalagens longa vida e outros resíduos recicláveis.

De acordo com a desenvolvedora, há mais de 3.400 locais cadastrados, espalhados pelo País. Entretanto, o app chegou com alguns problemas: ele trava e fecha quando o usuário utiliza o zoom de pinça, expandindo a navegação. Sendo assim, só é possível utilizar o programa a partir da busca de endereço, que executa o zoom e diminuiu a quantidade de pontos de interesse exibidos na tela. Além disso, diferentemente do site, não há uma legenda que explique os símbolos e siglas exibidas na tela.

O aplicativo é gratuito e compatível com iPhone, iPod e iPad com iOS 3.2.1 ou superior.

reciclagemiphone01.jpg

Busca por endereço funciona muito bem, mas excesso de ícones trava aplicativo

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,