RSS

Arquivo da tag: prope

Kerry propõe governo de transição com líder rebelde no Sudão do Sul

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Ministro dos negócios estrangeiros do Sudão do Sul, Barnabé Mariano Benjamin, cumprimenta John Kerry após a sua chegada a bordo de um avião militar dos EUA no Aeroporto Internacional de Juba nesta sexta (2) (Foto: Saul Loeb/ AFP)Ministro dos negócios estrangeiros do Sudão do Sul, Barnabé Mariano Benjamin, cumprimenta John Kerry após a sua chegada a bordo de um avião militar dos EUA no Aeroporto Internacional de Juba nesta sexta (2) (Foto: Saul Loeb/ AFP)

O secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, propôs nesta sexta-feira (2) em Juba a formação de um governo de transição e uma reunião entre o presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, e o líder dos rebeldes, o ex-vice-presidente Riek Machar, para dar fim ao conflito no Sudão do Sul.

No final de uma visita inesperada ao Sudão do Sul, Kerry anunciou a proposta para resolver a crise sul-sudanesa durante uma reunião com Kiir, e ameaçou com sanções caso não seja aceita pelas partes.

A solução proposta pelos EUA é a formação de um governo de transição e uma reunião entre Kiir e Machar, pelo ‘interesse e em serviço da paz e a estabilidade no Sudão do Sul’, explicou Kerry à imprensa.

O diplomata advertiu que, se nenhuma das partes apoiar a proposta, ‘serão impostas sanções por parte do governo americano, porque está se tratando o tema muito seriamente, já que milhares de pessoas morreram no conflito para permitir que o resto viva em um estado de guerra permanente’.

Kerry disse que já informou sobre a proposta americana em Adis-Abeba (Etiópia) aos ministros das Relações Exteriores da Autoridade Intergovernamental para o Desenvolvimento, grupo interestatal da África Oriental mediador nas conversas de paz no Sudão do Sul.

Por fim, explicou que o plano foi definido com o governo sul-sudanês após escutar as opiniões ‘da sociedade civil e os partidos políticos’ no país.

O secretário de Estado americano chegou hoje à capital do Sudão do Sul, Juba, em uma visita surpresa como parte de sua viagem pela África, que começou em 29 de abril e inclui as capitais da República Democrática do Congo, Kinshasha, e de Angola, Luanda.

Em 23 de abril, os Estados Unidos definiram como ‘abominável’ a violência no Sudão do Sul após o massacre de civis na cidade de Bentiu (no estado Unidade) e os ataques contra bases da missão da ONU no país africano.

O conflito começou em meados de dezembro, quando na capital houve combates entre o exército e militares insurgentes, e Kiir acusou Machar de tentar lhe dar um golpe de Estado.

Desde então se sucederam os enfrentamentos, que causaram milhares de mortos e deixaram o jovem país à beira da guerra civil, que se tornou independente do Sudão em julho de 2011.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Premiê da Nova Zelândia propõe referendo para mudar bandeira

Atleta eleva bandeira atual da Zona Zelândia em competição (Foto: AFP)Atleta eleva bandeira atual da Zona Zelândia em
competição (Foto: AFP)

A população da Nova Zelândia será convocada para participar de um referendo para decidir se deve mudar a bandeira nacional, que em várias visões mantém uma referência ao antigo colonizador, o Reino Unido.

O premiê John Key anunciou planos para realizar um referendo em três anos. Seus adversários políticos falaram que irão acompanhar os planos mesmo que Key deixe o poder nas próximas eleições.

A bandeira atual leva a Constelação do Cruzeiro do Sul e inclui uma referência ao Reino Unido no topo. Muitas pessoas entendem que que uma bandeira similiar à atual não refletiria a situação de independência da Nova Zelândia.

A ideia foi divulgada durante pronunciamento de Key na Victoria Universidade de Wellington, capital do país. Ele disse que esta era a visão dele. “A bandeira mantém a dominação da Nova Zelândia à Union Black (nome da bandeira britânica) de uma forma que nós não estamos há muito tempo mais dominados pelo Reino Unido”, afirmou ele. 

Militares que serviram nas Forças Armadas se opuseram à mudança e um debate se instalou a respeito.

O premiê defendeu que a nova bandeira seja algo mais moderno e citou como exemplo a bandeira do All Blacks, como é chamada a seleção nacional de rúgbi. “Nós devemos ser representados por uma bandeira que realmente represente com distinção a Nova Zelândia”, afirmou.

Pesquisas de opinião recentes mostraram conflitos de opiniões sobre as mudanças, mas um levantamento privado indicou que a maioria tinha tendência favorável à mudança. Já outra pesquisa, divulgada por uma emissora de TV, deu resultado contrário: 72% se satisfeitos com o símbolo atual.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Deputado Rogério Medina propõe cotas para evangélicos em concursos!

Share Button

Um deputado do PMDB propôs que 10% das vagas em concursos públicos sejam reservadas para evangélicos. Mas será que isso aconteceu mesmo?

A notícia apareceu na primeira quinzena de fevereiro de 2014 na web. De acordo com a manchete, o deputado estadual Rogério Medina (PMDB do Espírito Santo) teria feito uma proposta de lei que prevê cotas de 10% nas vagas em concursos públicos para os evangélicos. O autor do projeto, segundo o que afirma a notícia, teria alegado que os evangélicos são vítimas de preconceito nos departamentos de recursos humanos das empresas privadas e, por isso, as cotas iriam ajudar na recolocação dessas pessoas.

O texto, que foi compartilhado inúmeras vezes nas redes sociais e publicado em vários sites e blogs, ainda afirma que a proposta teria sido feita numa sessão solene em homenagem ao Dia do Evangélico, realizada na Assembleia Legislativa na última quarta-feira.

Será que essa notícia é real?

Deputado propõe cotas para evangélicos em concursos publico! Verdadeiro ou falso? (foto: reprodução/Facebook) Deputado propõe cotas para evangélicos em concursos publico! Verdadeiro ou falso? (foto: reprodução/Facebook)

A primeira “pista” que o texto nos deu seria a data em que o fato teria ocorrido. O autor da notícia afirma que a proposta teria sido feita no Dia do Evangélico, que é comemorado em novembro (dia 30). Em 2013, essa data caiu num sábado. Portanto, é bem provável que a tal proposta não tenha sido feita numa quarta-feira. Seria apenas uma confusão com as datas?

Deixando esse detalhe de lado, vamos ao personagem principal da matéria em questão: o deputado estadual pelo PMDB do Espírito Santo Rogério Medina. Tentamos encontrar seu nome na lista de deputados estaduais do Espírito Santo na Wikipédia e não encontramos nenhum Rogério Medina.

Claro! A Wikipédia não é uma fonte confiável! Por isso, fomos fazer uma busca no site da Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo pelos deputados estaduais e, como já era de se imaginar, também não encontramos o nome do político em questão.

Ficamos, então, imaginando se havia a possibilidade da noticia ser antiga e que o mandato do deputado já pudesse ter acabado. Por isso, fizemos uma busca no site institucional do PMDB e, igualmente, não há nenhuma menção a algum Rogério Medina.

Só para que não reste nenhuma dúvida, fizemos também uma pesquisa no site da Câmara do Deputados, em Brasília. Nada encontrado para esse nome!

Além disso, uma busca por “Rogério Medina” no Google, nos retorna somente sites e blogs que apenas copiaram essa notícia. É como se o tal político só tivesse feito essa proposta em toda a sua vida política (e depois desapareceu) ou, o mais provável, que ele não exista!

Já nos conformando em admitir que o tal Rogério Medina não existe mesmo, resta saber quem é o homem que aparece na foto que ilustra a reportagem.

Não foi muito difícil descobrir que o senhor da fotografia é, na verdade, o vereador da cidade de Toronto (Canadá) Doug Ford, Jr. A imagem foi tirada dessa matéria publicada em novembro de 2013, no jornal Huffington Post.

Essa notícia falsa surgiu no dia 18 de novembro de 2013, em uma publicação no blog humorístico Bobagento e voltou a ser notícia em fevereiro de 2014, depois de ser republicada no já conhecido aqui do E-farsas, o Jornal VDD.

O autor dessa brincadeira é o humorista capixaba Fábio Flores que, inclusive, já inventou e espalhou várias notícias falsas pela web. Algumas já pesquisadas aqui no E-farsas como, por exemplo, o boato da nova bebida feita de sêmen que estaria fazendo sucesso na Europa.

Fabio Flores (divulgação) Fabio Flores (divulgação)

Um pouco mais sobre esse trollador da web pode ser lido nesse artigo que fizemos sobre os boateiros profissionais!

Atualização 13/02/2014

Em contato via Twitter, Fabio Flores nos explica que Rogério Medina é, na verdade, integrante de uma banda de axé:

Notícia falsa! Não existe nenhum deputado propondo cotas de evangélicos em concursos públicos. Tudo não passou de uma brincadeira que se espalhou como sendo real!

Share Button Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

UE propõe limitar preço de telefonemas entre países do bloco

O custo de telefonemas entre países da Europa será limitado ao preço de uma ligação doméstica de longa distância, propôs a Comissão Europeia nesta quarta-feira (11), como parte de um plano para harmonizar o mercado das telecomunicações na União Europeia e incentivar o investimento em redes de alta velocidade.

A proposta, que também sugere limitar preço para usuários que recebam ligações em celulares durante viagens na Europa, sugere garantir à UE o poder de veto sobre vendas de espectro móvel por países-membros.

A proposta terá de ser aprovada pelos 28 países da UE e legisladores europeus, e é planejada para encorajar empresas de telecom a investir mais em infraestrutura de banda larga, assegurando que cidadãos europeus baixem dados na internet com a mesma rapidez vista na Ásia e na América do Norte.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

França propõe debate entre os países sobre a Síria

O ministro francês das Relações Exteriores, Laurent Fabius, afirmou nesta quinta-feira (5), pouco antes do início da reunião do G20, que as negociações sobre a Síria deveriam reunir inicialmente os “grandes atores” do cenário internacional, sem representantes do regime ou da oposição.

“Os grandes atores devem sentar à mesas. Saber se devem sentar à mesa imediatamente as partes, ou seja os representantes do regime e os da oposição, é outra questão, mas acredito que os grandes atores têm que discutir entre eles”, declarou o ministro ao canal “France 2”.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

A reunião do G20 em São Petersburgo deve ter como tema central a situação na Síria.

Sem citar os “grandes atores”, Fabius disse que conversa com os chefes da diplomacia da Rússia, China, Estados Unidos, de vários países da Europa e do Irã.

Ao ser questionado sobre a presença de Bashar al-Assad em futuras negociações para encontrar uma solução ao conflito sírio, Fabius respondeu que “ele não participará de maneira direta”.

Os ministros das Relações Exteriores da União Europeia se reunirão de modo informal na sexta-feira e sábado em Vilna, capital da Lituânia, para buscar uma posição comum sobre uma intervenção armada na Síria.

Dos 28 países da UE, apenas a França é favorável no momento a uma intervenção.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Kim Dotcom, do Megaupload, propõe acordo com promotores dos EUA

No Twitter, ele disse que “não há necessidade de extradição”, e que apenas quer “fianças, fundos desbloqueados para advogados e despesas de moradia”

O fundador do Megaupload, Kim Dotcom, se ofereceu para fazer um acordo com promotores norte-americanos, que estão tentando sua extradição da Nova Zelândia para os EUA.

“Hey DOJ, nós iremos para os EUA. Não há necessidade de extradição. Queremos fianças, fundos desbloqueados para advogados e despesas de moradia”, disse Dotcom em uma mensagem no Twitter nesta terça-feira (10).

Um tribunal distrital de North Shore em Auckland, Nova Zelândia, remarcou provisoriamente para 25 de março do ano que vem a audiência sobre a extradição, que estava programada para começar dia 6 de agosto.

Dotcom tem usado com frequência sua conta no Twitter para ironizar os EUA. Mas em uma entrevista ao The New Zealand Herald, disse que os atrasos no caso foram colocando pressão sobre sua capacidade de se defender das acusações.

“Eles estão sentando em todo o meu dinheiro, de modo que não tenho nada para pagar meus advogados. Sabem que, a cada movimento que fazem, tenho que enviar meus advogados para lá. Fazem isso para que eu não tenha nenhuma chance de defesa a longo prazo. Advogados precisam de dinheiro também”, disse ele ao jornal. Os ativos de Kim foram apreendidos em janeiro.

Ele disse ao jornal que acumulou milhões de dólares em despesas legais e não tinha sido capaz de pagar um único centavo. “Eles só querem me deixar esperando até que eu não  tenha mais apoio”. Dotcom disse ainda que estaria disposto a ir até os EUA se ele e seus co-réus recebessem a garantia de um julgamento justo, dinheiro para pagar a defesa e  fundos para sustentar a si e suas famílias. “Eles nunca irão concordar com isso porque já sabem que não podem ganhar este caso”, disse ao jornal.

Dotcom e colegas, e duas empresas, incluindo o Megaupload, foram indiciados por um júri no Distrito Leste da Virgínia em 5 de janeiro, e acusados de fazer parte de “uma organização ilegal responsável por uma enorme rede de pirataria virtual mundial”. De acordo com as autoridades, o site causou prejuízos de 500 milhões de dólares pela violação de direitos autorais de conteúdos compartilhados pelos internautas.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Kim Dotcom, do Megaupload, propõe acordo com promotores dos EUA

No Twitter, ele disse que “não há necessidade de extradição”, e que apenas quer “fianças, fundos desbloqueados para advogados e despesas de moradia”

O fundador do Megaupload, Kim Dotcom, se ofereceu para fazer um acordo com promotores norte-americanos, que estão tentando sua extradição da Nova Zelândia para os EUA.

“Hey DOJ, nós iremos para os EUA. Não há necessidade de extradição. Queremos fianças, fundos desbloqueados para advogados e despesas de moradia”, disse Dotcom em uma mensagem no Twitter nesta terça-feira (10).

Um tribunal distrital de North Shore em Auckland, Nova Zelândia, remarcou provisoriamente para 25 de março do ano que vem a audiência sobre a extradição, que estava programada para começar dia 6 de agosto.

Dotcom tem usado com frequência sua conta no Twitter para ironizar os EUA. Mas em uma entrevista ao The New Zealand Herald, disse que os atrasos no caso foram colocando pressão sobre sua capacidade de se defender das acusações.

“Eles estão sentando em todo o meu dinheiro, de modo que não tenho nada para pagar meus advogados. Sabem que, a cada movimento que fazem, tenho que enviar meus advogados para lá. Fazem isso para que eu não tenha nenhuma chance de defesa a longo prazo. Advogados precisam de dinheiro também”, disse ele ao jornal. Os ativos de Kim foram apreendidos em janeiro.

Ele disse ao jornal que acumulou milhões de dólares em despesas legais e não tinha sido capaz de pagar um único centavo. “Eles só querem me deixar esperando até que eu não  tenha mais apoio”. Dotcom disse ainda que estaria disposto a ir até os EUA se ele e seus co-réus recebessem a garantia de um julgamento justo, dinheiro para pagar a defesa e  fundos para sustentar a si e suas famílias. “Eles nunca irão concordar com isso porque já sabem que não podem ganhar este caso”, disse ao jornal.

Dotcom e colegas, e duas empresas, incluindo o Megaupload, foram indiciados por um júri no Distrito Leste da Virgínia em 5 de janeiro, e acusados de fazer parte de “uma organização ilegal responsável por uma enorme rede de pirataria virtual mundial”. De acordo com as autoridades, o site causou prejuízos de 500 milhões de dólares pela violação de direitos autorais de conteúdos compartilhados pelos internautas.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,