RSS

Arquivo da tag: privativa

Mozilla renova navegação privativa no Firefox e corrige 13 bugs

O browser adotou o modo de privacidade por janela, e o estilo Safari de gerenciar downloads. Das falhas corrigidas 5 foram classificadas como “crítica” e 4 como “alta”

A Mozilla liberou o Firefox 20, com a navegação privativa mais flexível e com 13 vulnerabilidades corrigidas – cinco delas consideradas “crítica” pela equipe de segurança da empresa.

Junto com a mudança de privacidade, a Mozilla também renovou o gerenciador de downloads do Firefox, e acrescentou uma ferramenta de diagnóstico que avisa quando um plug-in for suspenso por pelo menos 11 segundos. Os usuários podem desabilitar o plug-in em vez de reiniciar o navegador.

A janela baseada na opção “Navegação privativa” foi a mudança mais perceptível no browser. Anteriormente, o Firefox salvava as guias atuais e abria uma janela de privacidade única e, então, recarregava as guias anteriores quando a opção privada fosse desativada. Agora os usuários podem abrir uma janela privada, sem precisar sair do navegador – e suas guias já abertas continuarão intocadas.

No post sobre o anúncio do Firefox 20, a Mozilla descreveu a mudança como útil para “comprar um presente de aniversário” ou “para verificar múltiplas contas de e-mail ao mesmo tempo”. Outros, no entanto, regularmente se referem a esses recursos do navegador como “modo pornô”, porque acreditam que essa seja o seu principal uso.

A navegação privativa por janela coloca o Firefox no mesmo patamar que o Chrome e o Internet Explorer 10 (IE10) – ambos oferecem o modo privativo por-guia. Todos os principais navegadores oferecem um modo de privacidade de algum tipo. O Safari foi o primeiro a adicionar o recurso em 2005, seguido pelo Chrome, IE e Firefox (em 2009) e, finalmente, o Opera em 2010. 

Todos funcionam de modo similar, permitindo aos usuários navegar sem deixar rastros evidentes na aplicação, fechando o registro de sites visitados e arquivos baixados, e impedindo que cookies e senhas sejam salvos. Qualquer evidência persistente é extraída do browser ao final da sessão.

Junto com a navegação privativa, o Firefox 20 também ostenta um novo gerenciador de downloads que dá aos usuários uma visão melhor sobre quais arquivos estão sendo ou já foram baixados e mais facilidade para escolher se o usuário quer abri-los. Os usuários podem usar a nova ferramenta clicando em um botão localizado à direita do campo de busca do navegador.

A localização do botão, e a maioria dos recursos insituídos pela Mozilla, lembram o gerenciador de downloads do Safari, que estreou em julho de 2011 com a versão 5.1.

O Firefox para Android também foi atualizado na terça e conta com a navegação privativa por-guia e suporte estendido da Mozilla para alguns smartphones que são baseados em processadores menos potentes da antiga arquitetura ARMv6 – incluindo Samsung Galaxy Next e o Galaxy Q, e o Legend da HTC.

Correção de segurança
Junto com as novas ferramentas, o Firefox também recebeu 13 correções de segurança – 5 delas classificadas como “crítica”, 4 como “alta” e outras 4 como “moderada”. Uma das vulnerabilidades era um bug do Android.

Das 13 falhas, uma das mais interessantes foi a vulnerabilidade de sequestro de DLL no Mozilla Updater, um componente do serviço de atualização da empresa. A Mozilla corrigiu uma falha similar no ano passado no Firefox 13.

Da mesma forma que a falha do ano passado, esta poderia ser usada para carregar um malware em um PC com Windows, assumindo que os crackers tiveram acesso ao sistema de arquivos local por outros meios.

As versões do navegador para Windows, Mac e Linux podem ser baixadas manualmente a partir do site da Mozilla; cópias já instaladas irão atualizar automaticamente. Os usuários do Firefox para Android podem atualizar pela Google Play.

A próxima versão do Firefox está programada para 14 de maio.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Mozilla renova navegação privativa no Firefox e corrige 13 bugs

O browser adotou o modo de privacidade por janela, e o estilo Safari de gerenciar downloads. Das falhas corrigidas 5 foram classificadas como “crítica” e 4 como “alta”

A Mozilla liberou o Firefox 20, com a navegação privativa mais flexível e com 13 vulnerabilidades corrigidas – cinco delas consideradas “crítica” pela equipe de segurança da empresa.

Junto com a mudança de privacidade, a Mozilla também renovou o gerenciador de downloads do Firefox, e acrescentou uma ferramenta de diagnóstico que avisa quando um plug-in for suspenso por pelo menos 11 segundos. Os usuários podem desabilitar o plug-in em vez de reiniciar o navegador.

A janela baseada na opção “Navegação privativa” foi a mudança mais perceptível no browser. Anteriormente, o Firefox salvava as guias atuais e abria uma janela de privacidade única e, então, recarregava as guias anteriores quando a opção privada fosse desativada. Agora os usuários podem abrir uma janela privada, sem precisar sair do navegador – e suas guias já abertas continuarão intocadas.

No post sobre o anúncio do Firefox 20, a Mozilla descreveu a mudança como útil para “comprar um presente de aniversário” ou “para verificar múltiplas contas de e-mail ao mesmo tempo”. Outros, no entanto, regularmente se referem a esses recursos do navegador como “modo pornô”, porque acreditam que essa seja o seu principal uso.

A navegação privativa por janela coloca o Firefox no mesmo patamar que o Chrome e o Internet Explorer 10 (IE10) – ambos oferecem o modo privativo por-guia. Todos os principais navegadores oferecem um modo de privacidade de algum tipo. O Safari foi o primeiro a adicionar o recurso em 2005, seguido pelo Chrome, IE e Firefox (em 2009) e, finalmente, o Opera em 2010. 

Todos funcionam de modo similar, permitindo aos usuários navegar sem deixar rastros evidentes na aplicação, fechando o registro de sites visitados e arquivos baixados, e impedindo que cookies e senhas sejam salvos. Qualquer evidência persistente é extraída do browser ao final da sessão.

Junto com a navegação privativa, o Firefox 20 também ostenta um novo gerenciador de downloads que dá aos usuários uma visão melhor sobre quais arquivos estão sendo ou já foram baixados e mais facilidade para escolher se o usuário quer abri-los. Os usuários podem usar a nova ferramenta clicando em um botão localizado à direita do campo de busca do navegador.

A localização do botão, e a maioria dos recursos insituídos pela Mozilla, lembram o gerenciador de downloads do Safari, que estreou em julho de 2011 com a versão 5.1.

O Firefox para Android também foi atualizado na terça e conta com a navegação privativa por-guia e suporte estendido da Mozilla para alguns smartphones que são baseados em processadores menos potentes da antiga arquitetura ARMv6 – incluindo Samsung Galaxy Next e o Galaxy Q, e o Legend da HTC.

Correção de segurança
Junto com as novas ferramentas, o Firefox também recebeu 13 correções de segurança – 5 delas classificadas como “crítica”, 4 como “alta” e outras 4 como “moderada”. Uma das vulnerabilidades era um bug do Android.

Das 13 falhas, uma das mais interessantes foi a vulnerabilidade de sequestro de DLL no Mozilla Updater, um componente do serviço de atualização da empresa. A Mozilla corrigiu uma falha similar no ano passado no Firefox 13.

Da mesma forma que a falha do ano passado, esta poderia ser usada para carregar um malware em um PC com Windows, assumindo que os crackers tiveram acesso ao sistema de arquivos local por outros meios.

As versões do navegador para Windows, Mac e Linux podem ser baixadas manualmente a partir do site da Mozilla; cópias já instaladas irão atualizar automaticamente. Os usuários do Firefox para Android podem atualizar pela Google Play.

A próxima versão do Firefox está programada para 14 de maio.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,