RSS

Arquivo da tag: prejudica

Kerry minimiza críticas e diz que não prejudica processo de paz com Israel

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, durante conferência de doadores para a Síria nesta quarta-feira (15) no Kuwait (Foto: Pablo Martinez Monsivais/AFP)O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, busca
um acordo de paz entre Israel e os palestinos
(Foto: Pablo Martinez Monsivais/AFP)

O secretário de Estado americano, John Kerry, afirmou nesta quarta-feira (15) que não deixará que certos comentários prejudiquem os esforços para alcançar um acordo de paz entre israelenses e palestinos, depois das declarações críticas que o ministro da Defesa israelense fez a seu respeito.

“Tenho conversas regulares com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, e estamos muito comprometidos em fazer avançar o processo de paz”, afirmou Kerry em coletiva de imprensa no Kuwait, onde participa em uma conferência sobre ajuda humanitária às vítimas da guerra na Síria.

“Não podemos deixar que alguns comentários socavem esse esforço e não pretendo fazê-lo”, afirmou Kerry, em referência à conversa privada de Moshé Yalon citada na véspera pelo jornal Yediot Aharonot, quando comentou que Kerry não compreendia o conflito israelense-palestino.

“O processo é difícil. É preciso tomar decisões difíceis. Vamos trabalhar com ambas as partes”, afirmou ainda. “Depois de cinco meses de negociações, creio firmemente na perspectiva da paz”, acrescentou ele.

Após um forte ataque pessoal contra o chefe da diplomacia dos Estados Unidos, o ministro da Defesa de Israel, Moshe Yaalon, pediu desculpas por ter acusado Kerry de não entender o conflito na região.

Pedido de desculpas
Em um comunicado, Yaalon afirmou que “não teve qualquer intenção de ofender o secretário de Estado e que apresentará suas desculpas caso o tenha ofendido com as declarações atribuídas ao ministro da Defesa”;

“Israel e Estados Unidos têm como objetivo comum fazer avançar as discussões de paz entre israelenses e palestinos conduzidas por John Kerry. Apreciamos os múltiplos esforços realizados por Kerry para atingir isto”.

Segundo o jornal israelense Yediot Aharonot, Yaalon afirmou, em conversa com altos funcionários israelenses, que “o secretário de Estado John Kerry chegou aqui determinado e animado por uma obsessão incompreensível e por uma espécie de messianismo, mas não pode nos ensinar nada sobre o conflito com os palestinos”.

“A única coisa que pode nos salvar é Kerry ganhar o Prêmio Nobel (da Paz) e nos deixar tranquilos”, ironizou o ministro israelense da Defesa.

Após a divulgação das declarações de Yaalon, o Departamento de Estado solicitou ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, um repúdio público aos comentários contra Kerry, e a presidência americana lamentou a situação.

Mais cedo, Yaalon já havia tentado apaziguar os ânimos, publicando um primeiro comunicado, mas sem negar as controversas declarações que teriam vazado do encontro privado com representantes da Defesa dos EUA e de Israel.

Premier ameniza episódio
Em discurso no Parlamento, o premier Benjamin Netanyahu também tentou amenizar o episódio, mas com indireta repreensão ao ministro da Defesa. “Às vezes, há divergências com os Estados Unidos, mas elas são sempre sobre o assunto em pauta, não sobre a pessoa”, frisou Netanyahu.

Falcão do governo de Benjamin Netanyahu, Yaalon criticou mais especificamente as propostas americanas sobre a segurança na Cisjordânia, em particular, no Vale do Jordão, ao longo da fronteira com a Jordânia.

“O plano americano de segurança que nos foi apresentado não vale o papel sobre o qual ele foi escrito. Não garante nem a segurança, nem a paz”, atacou.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Desleixo ao fazer currículo prejudica busca por emprego, diz pesquisa

Uma pesquisa feita na Grã-Bretanha indica que muitas pessoas colocam em risco suas chances de conseguir um emprego simplesmente por não tomarem cuidado ao elaborarem seus currículos.

O levantamento, do Serviço Nacional de Carreiras do país, foi baseado em entrevistas com quase 200 consultores de carreira e mais de 2 mil pessoas que buscam um emprego.

Dois terços dos consultores disseram que a falta de cuidado com o currículo faz com que pessoas não consigam uma vaga de trabalho.

Segundo a pesquisa, o erro mais comum dos candidatos é enviar o mesmo currículo a todos os potenciais empregadores, em vez de adaptá-los a cada vaga de trabalho específica.

Além disso, mais de 60% dos consultores de carreira disseram que erros de ortografia são um problema comum nos currículos.

Uma hora por semana
“As pessoas sabem que estão cometendo erros, mas não estão dedicando tempo suficiente para tornar seu currículo apresentável”, disse Joe Billington, diretor do Serviço Nacional de Carreiras.

“O currículo é a vitrine de um candidato. Com a consultoria certa, qualquer pessoa pode transformá-lo em um documento de sucesso.”

A maioria dos consultores de carreira acredita que as pessoas devem gastar uma hora por semana trabalhando em seu currículo, mas menos de um terço das pessoas procurando emprego ouvidas na pesquisa concordaram com isso.

Entre os erros encontrados pelos consultores do Serviço Nacional de Carreiras estão um currículo com 17 páginas; um digitado inteiramente em letras maiúsculas, e outro em que o nome do atual empregador do candidato aparece escrito incorretamente por todo o documento.

O Serviço Nacional de Carreiras, que fornece informações e consultoria sobre oportunidades de aprendizagem, formação e trabalho, diz que quem está a procura de emprego deve seguir alguns passos básicos para melhorar seus currículos:

– Verificar que o endereço de email para contato não é ‘peculiar’ a ponto de não ser levado a sério;

– Verificar com cuidado o currículo para ver se não há erros ortográficos e gramaticais;

– Evitar clichês comuns, tais como “trabalha bem em equipe” e “movido a resultados”;

– Fazer pequenas adaptações para que o currículo seja direcionado as necessidades específicas do trabalho que você está se candidatando.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Água radioativa não prejudica meio ambiente, diz agência japonesa

Funcionário mede radioatividade ao redor de tanque de água em usina de Fukushima. (Foto: Tepco/AFP Photo)Funcionário mede radioatividade ao redor de tanque de água em usina. (Foto: Tepco/AFP Photo)

As consequências para o meio ambiente da água radioativa da central nuclear acidentada de Fukushima não são tão preocupantes, afirmou o presidente da autoridade reguladora do setor.

“Não se pode negar que há vazamentos de água contaminada, mas não é necessário preocupar-se excessivamente com as consequências no meio ambiente”, disse Shuniche Tanaka.

“Não acredito que o que disse Abe seja cientificamente falso”, acrescentou Tanaka, em referência ao discurso do primeiro-ministro Shinzo Abe em Buenos Aires. Na capital argentina, ao apresentar a candidatura de Tóquio para os Jogos Olímpicos de 2020, Abe disse que o risco era limitado e a situação estava controlada.

“Não olhem as manchetes dos jornais, olhem a realidade: as consequências estão bloqueadas na zona de 0,3 quilômetro quadrado”, disse Abe. “Deixem-me assegurar que a situação está sob controle: isto não afeta e nunca afetará Tóquio”, completou o chefe de Governo japonês.

Ao ser questionado sobre as declarações, que não foram bem recebidas entre a opinião pública, Tanaka disse que “era uma declaração pessoal”. “Saber se a situação está sob controle ou não é uma apreciação pessoa, isto varia de um indivíduo para outro”, disse Tanaka.

“O pior que poderia acontecer à centra seria um terremoto ou tsunami que acabasse com o trabalho efetuado até agora”, concluiu.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Para diretor da Apple, Android prejudica usuários com “fragmentação”

Segundo Phil Schiller, fragmentação e grande número de versões do sistema do Google representam problema para consumidores.

O diretor de marketing da Apple, Phil Schiller, atacou nesta quarta-feira, 13/3, o sistema Android e a fabricante Samsung, dois dos principais rivais da “maçã” no mercado mobile. As informações são de Reuters.

Um dia antes de a fabricante sul-coreana lançar seu aguardado smartphone Galaxy S 4, cujo anúncio acontece hoje em Nova York, Schiller acusou o sistema do Google de ser fragmentado e prejudicar usuários de diferentes fabricantes, como a Samsung.

“Segundo os próprios dados deles (do Google), apenas 16% dos usuários Android estão com uma versão de até um ano do sistema. Mais de 50% ainda estão com software que já tem dois anos. Uma diferença realmente grande”, afirmou.

Para o executivo, a fragmentação e o grande número de versões customizadas do Android são um problema para os consumidores. Entre as empresas que customizam fortemente suas versões do sistema estão a Amazon. Assim, toda edição do Android precisa ser testada para garantir que funcione bem uma variedade de aparelhos de diferentes fabricantes, como a própria Samsung e a LG, por exemplo.

“E isso se estende às informações que estamos ouvindo nesta semana de que o Samsung Galaxy S4 seria lançado com um sistema que já tem quase um ano desde seu lançamento. Os consumidores teriam de esperar para receber um update.”

Além disso, Schiller aproveitou a oportunidade para apontar que, segundo pesquisas de terceiros, mais da metade dos usuários iOS rodam a versão mais recente do sistema em seus aparelhos.

Sobre as altas vendas do Android, que registra cerca de 1,5 milhão de ativações por dia, Schiller afirmou que isso não é importante para a Apple. “Na Apple, nós sabemos que apenas não basta ter produtos com grandes números. É preciso usá-los e amá-los. Há muitos dados mostrando uma grande disparidade aqui”, afirmou.

De acordo com a Reuters, o Google não quis comentar o assunto e a Samsung não respondeu ao pedido de comentário.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,