RSS

Arquivo da tag: Precisa

Bitcoin precisa de regulação para acabar com imagem negativa

Reguladores precisam criar regras para tornar moedas virtuais como o bitcoin mais atraentes para consumidores comuns, disse um advogado da Fundação Bitcoin nesta terça-feira (13).

O bitcoin foi notícia no início de 2014 quando a bolsa com sede em Tóquio Mt. Gox entrou com pedido de falência depois de comunicar a perda de 750 mil bitcoins em um ataque de invasores.

Patrick Murck, advogado geral da Fundação Bitcoin, disse que é necessário cooperação entre as autoridades para criar regras que possam apoiar os usuários que utilizam as moedas digitais de forma responsável.

“Há uma oportunidade de trabalharmos juntos, para que as pessoas parem de dizer que (o bitcoin) é assustador e arriscado”, disse. “O desafio é ter um marco legal que faça sentido para as pessoas”, completou Murck.

Lançado em 2009, o bitcoin permite realizar transações pela Internet. Apoiadores afirmam que o anonimato reduz o risco de fraude, enquanto críticos afirmam que o mesmo anonimato e a falta de uma autoridade central fazem com que seja mais fácil cometer crimes.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Vaticano precisa de nova mentalidade e de finanças transparentes, diz papa

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Nesta sexta-feira, o Francisco pediu mudança de "mentalidade" aos administradores do Vaticano e que as finanças da Santa Sé sejam eficientes (Foto: Reuters/Alessandro Bianchi)Nesta sexta-feira, o Francisco pediu mudança de “mentalidade” aos administradores do Vaticano e que as finanças da Santa Sé sejam eficientes (Foto: Reuters/Alessandro Bianchi)

Os administradores do Vaticano precisam de “uma mudança de mentalidade” e devem garantir que as finanças da Santa Sé sejam eficientes, transparentes e priorizem os mais necessitados, disse o papa Francisco nesta sexta-feira (2).

O papa fez os comentários em uma mensagem aos membros de um organismo recém-formado chamado Conselho para a Economia, um grupo de 15 prelados e leigos de todo o mundo que formulará uma política econômica para a Santa Sé e a supervisionará.

“Uma nova mentalidade de serviço ao evangelho deveria se enraizar nos vários níveis administrativos da Santa Sé”, disse Francisco. “O novo conselho terá um papel significativo neste processo de reforma”, afirmou.

A indicação de um conselho de especialistas externos, cujos membros foram nomeados no mês passado, foi a tentativa mais recente de Francisco de lidar com o que classificou como uma administração inflexível e autocentrada do Vaticano.

O conselho conta com 15 membros de 12 países. Nenhum deles é um burocrata do Vaticano. Eles darão orientações sobre política econômica a um novo departamento chamado de Secretariado para a Economia, liderado pelo cardeal australiano George Pell, que também é um rosto novo que não exerceu nenhum cargo anterior no Vaticano.

O estabelecimento tanto do secretariado quanto do conselho em fevereiro, assim como o cargo de auditor-geral, revolucionou as finanças do Vaticano, assoladas por escândalos, ao convidar especialistas externos para um mundo visto muitas vezes como nebuloso e repleto de segredos.

Francisco, eleito em março de 2013 com uma plataforma reformista, disse aos membros do conselho que as finanças da igreja devem estar a serviço “de sua missão evangélica, com atenção especial aos necessitados”.

“Não devemos nos desviar do caminho – transparência, eficiência. Tudo gira em torno desse objetivo”, declarou.

Em outro sinal de que quer livrar a igreja do autocentrismo, responsabilizado por alguns dos escândalos passados, Francisco disse que os cardeais e bispos no organismo não terão privilégios.

Ele disse aos especialistas financeiros leigos que não são “membros de segunda categoria… todos estão no mesmo nível”.

Dois departamentos do Vaticano, seu banco, cujo nome oficial é Instituto para Obras da Religião (IOR), e a Administração do Patrimônio da Sé Apostólica (Apsa, na sigla em italiano) estiveram no cerne dos escândalos dos últimos anos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Jiboia ‘faminta’ engole toalha e precisa ser operada nos EUA

Uma jiboia-constritora passa bem após engolir uma toalha inteira e precisar ser operada com urgência por veterinários em Tampa, na Flórida (EUA).

De acordo com uma comunicado emitido pela “BluePearl”, uma rede de clínicas veterinárias particulares que funciona no país, a cobra, chamada “Killer” (matador, em tradução livre), ingeriu a toalha por acidente, e foi levada às pressas para a clínica pelos donos.

O réptil foi operado pelos veterinários no mesmo dia, e os médicos conseguiram retirar toda a peça de dentro do animal com sucesso.

A instituição informou que Killer deve se recuperar completamente do incidente em breve.

'Killer' passa por exame de raio-X para revelar toalha dentro do réptil (Foto: Divulgação/BluePeral Veterinary)‘Killer’ passa por exame de raio-X para revelar toalha dentro do réptil (Foto: Divulgação/BluePeral Veterinary)Jiboia-constritora de 1,8 m precisou ser operado com urgência para retirar toalha do corpo (Foto: Divulgação/BluePeral Veterinary)Jiboia-constritora de 1,8 m precisou ser operado com urgência para retirar toalha do corpo (Foto: Divulgação/BluePeral Veterinary)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governo de RO diz que estado não precisa mais desmatar para produzir

Tratores são apreendidos durante operação contra desmatamento ilegal em RO (Foto: Paulo Diniz/Divulgação)Tratores são apreendidos durante operação contra
desmatamento ilegal em RO
(Foto: Paulo Diniz/Divulgação)

“Nós chegamos no limite do desmatamento no estado”, diz Lucindo Martins dos Santos, coordenador de proteção ambiental da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) em Rondônia. Segundo o coordenador, o estado não precisa mais desmatar nenhum hectare para produzir. Porto Velho, Cujubim e Machadinho D’Oeste foram os líderes do desmatamento ilegal em 2013 no estado que desmatou cerca de 21% a mais no ano passado, se comparado a 2012. Ações de conscientização estão sendo desenvolvidas pelo Estado para aproveitar as áreas já degradadas.

Lucindo diz que são vários os fatores que contribuem para o desmatamento. Dentre eles, a expansão agrícola, onde o pequeno produtor vende sua terra legalizada, para um grande produtor, por um preço mais elevado, e compra uma área de floresta, por um preço menor. “O camarada pensa: Eu não vou comprar floresta para manter em pé. Aí, ele não vai ao órgão ambiental pedir autorização e derruba o que não poderia. E se ele está recomeçando, ele precisa produzir, por isso desmata”, frisa.

Hoje, nós não precisamos desmatar nem um hectare para produzir. Nós precisamos é adquirir tecnologia para utilizar as áreas desmatadas de forma racional”Lucindo Martins dos Santos, coordenador de proteção ambiental da Sedam

Em outros casos, há ainda a expansão pecuária, quando o produtor deixa de cuidar do solo e ele fica fraco para o pasto, sendo obrigado a procurar outras áreas. Lucindo cita ainda a especulação imobiliária, onde uma empresa ou pessoa compra uma área de floresta, derruba, faz os lotes e vende. Além disso, há ainda as pessoas que desmatam um ou dois hectares. “O nosso maior problema é o somatório de pequenas quantidades. Parece pouco para uma unidade, mas o somatório é uma área muito grande”, diz o coordenador.

“Hoje, nós não precisamos desmatar nem um hectare para produzir. Nós precisamos é adquirir tecnologia para utilizar as áreas desmatadas de forma racional”, enfatiza Lucindo. Ele ressalta que os produtores rurais, pecuaristas precisam buscar tecnologias para melhor aproveitamento das áreas já degradadas e procurar orientação na própria Sedam.

De acordo como setor de educação ambiental da Sedam, já existem projetos que estão sendo desenvolvidos em comunidades rurais para que os produtores possam fazer melhor aproveitamento dessas áreas degradadas, sem a necessidade de desmatar. “Nós estamos levando às comunidades, alternativas, formas de melhoria destes solos. É um trabalho de conscientização”, afirma Eliezer Oliveira, coordenador de educação ambiental da Sedam.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Papa diz que ‘imprensa precisa de verdade, não de difamação e calúnia’

O Papa Francisco durante acena ao final da audiência com representantes da RAI neste sábado (18) no Vaticano (Foto: Vicenzo Pinto/APF)O Papa Francisco durante acena ao final da audiência com representantes da RAI neste sábado (18) no Vaticano (Foto: Vicenzo Pinto/APF)

O papa Francisco recebeu neste sábado (18) representantes e funcionários da Radio Televisão Italiana (RAI) que pediu “verdade” no processo informativo e “nunca desinformação ou calúnia”, para dotar assim a comunicação de um “alto nível ético”.

“Tem que ser um serviço à verdade, à bondade e à beleza. Tendes que evitar conceitos tão daninhos como a desinformação, a difamação, a calúnia e manter um alto nível ético”, recomendou o pontífice.

Com a audiência, o Vaticano participou dos atos de celebração do 90º aniversário da primeira emissão radiofônica e do 60º aniversário da primeira emissão televisiva da RAI.

Em uma abarrotada Sala Paulo VI, o pontífice cumprimentou trabalhadores do empresa audiovisual, cumprimentou e beijou as crianças e agradeceu aos presentes por “serem tantos”.

Depois das palavras da presidente da RAI, Anna Maria Tarantola, o papa Francisco procedeu com seu discurso, com o qual lembrou a “preciosa colaboração” entre o meio de comunicação italiano e os da Santa Sé, a Radio Vaticano e o Centro Televisivo Vaticano (CTV).

“A palavra-chave que eu gostaria ressaltar é colaboração graças à qual, o povo italiano sempre pôde ter acesso às palavras e às imagens do papa, e dos eventos da Igreja através desse serviço público”, ressaltou o pontífice.

Diante dos dirigentes da RAI e seus trabalhadores, o papa lembrou a “responsabilidade obrigatória para as titulares do serviço público” e lhes assegurou que seu empenho, “mais que informativo, é formativo”.

“A qualidade ética da comunicação é fruto, definitivamente, de uma consciência atenta, não superficial, sempre respeitosa das pessoas, já sejam protagonistas da informação ou os consumidores da mesma pelo que [os jornalistas] estão convocados a apresentar um alto nível ético à comunicação”, concluiu Francisco.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Australiano fica preso em máquina de lavar e precisa de azeite para sair

Um australiano precisou ser regado com azeite para conseguir sair de uma máquina de lavar roupa, na qual ficou preso após se esconder durante uma brincadeira.

Homem havia entrado na máquina de no lavar em sua casa na esperança de assustar sua namorada (Foto: Reprodução/YouTube/McPherson)Homem havia entrado na máquina de no lavar em sua casa na esperança de assustar sua namorada (Foto: Reprodução/YouTube/McPherson)

O homem havia entrado na máquina de no lavar sábado à tarde em sua casa no norte de Melbourne, na esperança de assustar sua namorada quando ela voltasse para casa.

Mas ele “ficou preso”, contou o sargento Tim Gleeson ao jornal Herald Sun.

Sem conseguir tirá-lo da máquina, policiais, bombeiros e equipes de resgate jogaram azeite de oliva no homem para ajudar no seu salvamento.

“Foi apenas uma brincadeira que acabou mal. O mínimo que podemos dizer é que o jovem está muito envergonhado”, acrescentou, com um toque de malícia, a sargento Michelle De Araugo.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Ação na Síria precisa de aval do Conselho de Segurança, diz enviado

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Qualquer ação militar americana em resposta ao aparente ataque químico na Síria deve ter aprovação do Conselho de Segurança da ONU, disse nesta quarta-feira (28) Lakhdar Brahimi, enviado de paz das Nações Unidas para o conflito sírio.

“Acho que a lei internacional é clara a respeito disso”, disse em Genebra. “A lei internacional diz que a ação militar deve ser tomada após uma decisão do Conselho de Segurança.”

arte síria versão 21.08 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , ,