RSS

Arquivo da tag: prdios

Mortos em explosão e desabamento de prédios em Nova York chegam a 6

Pelo menos seis pessoas morreram, 69 ficaram feridas e outras ainda estão desaparecidas após a explosão causada por um vazamento de gás que fez dois prédios desabarem em Manhattan, em Nova York, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (12), informaram as autoridades locais. Um porta-voz da polícia disse que cinco pessoas ainda eram procuradas no início desta manhã.

Arte com cronologia desabamento prédios NY 12.03 (Foto: G1)

A explosão atingiu um prédio no cruzamento das ruas 116th Street e Park Avenue, no bairro de East Harlem de Nova York, onde testemunhas disseram ter sido acordadas com o que pareceu ser um terremoto. O prédio ao lado também desabou.

Focos de fogo permaneciam acesos no meio da montanha de escombros várias horas após a explosão, complicando as operações de busca e resgate que entraram pela noite, informou o porta-voz dos bombeiros Michael Parrella.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, descreveu o fato como uma “tragédia da pior classe”, destacando que a polícia e os bombeiros ainda procuram um determinado número de pessoas.

De Blasio assinalou que a explosão foi provocada por um vazamento de gás, segundo os primeiros elementos da investigação.

“Aproximadamente às 9h30 ocorreu uma grande explosão que destruiu dois prédios, causada por um vazamento de gás”, no Spanish Harlem, um histórico bairro de Manhattan de maioria latina.

O Hospital Mount Sinai recebeu 22 feridos, incluindo 19 que já tiveram alta, entre eles três crianças. Das três pessoas que seguem internadas, uma se encontra em estado crítico, informou um funcionário.

Segundo a Corporação de Hospitais e Saúde da Cidade de Nova York, outras 30 pessoas foram atendidas “com ferimentos diversos” nos hospitais públicos do Harlem e Metropolitano.

Já o hospital Presbiteriano de Manhattan “recebeu onze pacientes vinculados ao incêndio dos prédios no East Harlem”, informou o próprio estabelecimento.

Os serviços de trem saindo e chegando ao terminal Grand Central foram suspensos após a tragédia, ocorrida perto de seus trilhos, mas retornaram ao normal durante a tarde.

Centenas de policiais e bombeiros foram mobilizados com veículos de emergência para socorrer as vítimas.

A companhia de energia Con Edison havia informado anteriormente à AFP que recebeu um telefonema alertando as equipes sobre um possível vazamento de gás às 9h13 locais, poucos minutos antes da explosão.

“Um morador relatou cheiro de gás no interior do prédio residencial em 1652 Park Avenue, mas indicou que o odor poderia estar vindo de fora do prédio”, declarou o porta-voz Bob McGee.

“Duas equipes da Con Edison foram enviadas às 9h15 e chegaram logo após a explosão”, acrescentou.

A empresa também disse que estava trabalhando em estreita colaboração com o Corpo de Bombeiros de Nova York (FDNY) para tornar a área segura.

“Nossas equipes estão verificando as nossas linhas de gás e trabalhando para isolar todas os vazamentos que encontrarem, e estão agindo conjuntamente com o FDNY para tornar a área segura”, disse McGee.

Moradores locais também falaram sobre cheiro de gás na área.

Um porta-voz do Departamento de Polícia de Nova York declarou à AFP que recebeu uma chamada de emergência às 9h34 local.

E o Corpo de Bombeiros informou à AFP que mais de 168 bombeiros e 44 unidades diferentes responderam ao chamado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Explosão de prédios em Nova York deixa três mortos


O número de mortos pela explosão que atingiu dois prédios no East Harlem, bairro de Nova York, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (12) subiu para três, segundo confirmou o prefeito da cidade, Bill de Blasio. Duas pessoas que morreram são mulheres, segundo informou o porta-voz da polícia Martin Speechley.

Além disso, nove pessoas estão desaparecidas. De acordo com a agência Associated Press, a explosão deixou mais de 60 feridos e pelo menos três deles são crianças.

Bill de Blasio disse que informações preliminares indicam que um vazamento de gás causou a explosão, de acordo com a imprensa norte-americana.

Arte com cronologia desabamento prédios NY 12.03 (Foto: G1)

Buscas estão sendo feitas nos destroços dos prédios. Mais de 250 bombeiros participam do resgate das vítimas.

Um dos prédios que caiu teria cinco andares, uma loja de reparos de pianos no térreo e apartamentos nos outros pisos. O outro imóvel era uma igreja. Ambos ficavam na Park Avenue, números 1644 e 1646.

A explosão ocorreu por volta das 9h30 locais – 10h30 de Brasília. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, chegou ao local no início da tarde.

Segundo informaram testemunhas ao jornal “New York Daily News”, o fogo começou dentro da loja de piano que fica no térreo de um dos prédios, no número 1646 da Park Avenue. Testemunhas também disseram ao jornal terem sentido cheiro de gás antes da forte explosão.

A Con Edison, empresa responsável pela distribuição de gás na cidade, informou que foi acionada devido a um odor de gás que atingia a região pouco antes da explosão. A ligação foi recebida às 9h13. Ela foi feita por um morador que disse que o cheiro parecia ser gerado do lado de fora do prédio.

Equipes da companhia foram enviadas ao local às 9h15. Elas chegaram pouco depois da explosão – os bombeiros foram acionados às 9h31 e chegaram ao local dois minutos depois. A Con Edison está monitorando a situação e verificando se houve danos a outras linha de gás para identificar e conter possíveis vazamentos.

“Com certeza o que vemos é algo que seria consistente (com um vazamento de gás), mas nós não podemos afirmar neste ponto o que provocou (a explosão)”, disse o porta-voz à emissora NY1.

O presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado sobre a situação. “A Casa Branca vai permanecer em contato próximo com parceiros federais, estaduais e locais que estão respondendo a este incidente. Nossos pensamentos e orações estão destinados a todos que foram impactados e também às equipes de resgate que estão trabalhando sem descanso para salvar vidas e conter o fogo”, informou um funcionário da Casa Branca.

Carmen Vargas-Rosa, dona da igreja que foi atingida, disse à rede CBS que sentiu um cheiro de gás no local na noite de terça. Ela disse que ainda não conseguiu falar com quatro de seus inquilinos. “Um deles estava de folga do trabalho, então é provável que ele estivesse no prédio”, afirmou. “Havia também uma mulher com um filho doente, e um jovem casal que estuda à noite e poderia estar dormindo no momento da explosão.”

A linha do trem suburbano Metro-North, que passa perto do local da explosão, suspendeu o serviço, mas retornou ao normal durante a tarde.

Unidades antibombas foram acionadas por precaução.

Pessoa ferida recebe socorros após ser retirada dos destroços do desabamento no Harlem, em NY (Foto: Mark Lennihan/AP)Pessoa ferida recebe socorros após ser retirada dos destroços do desabamento no Harlem, em NY (Foto: Mark Lennihan/AP)Diversos carros de bombeiros são usados para conter o fogo no local do desabamento no Harlem (Foto: John Minchillo/AP)Diversos carros de bombeiros são usados para conter o fogo no local do desabamento no Harlem (Foto: John Minchillo/AP)Bombeiros trabalham controlando o fogo ao lado dos trilhos do metrô sobre a Park Avenue, em Nova York (Foto: John Minchillo/AP)Bombeiros trabalham controlando o fogo ao lado dos trilhos do metrô sobre a Park Avenue, em Nova York (Foto: John Minchillo/AP)Comparativo mostra o local do desabamento em NY durante a ação dos bombeiros (topo) e antes, como eram os prédios (Foto: Reprodução/Twitter/FDNY; Editoria de Arte/G1 sobre Reprodução/Google Street View)Comparativo mostra o local do desabamento em NY durante a ação dos bombeiros (topo) e antes, como eram os prédios (Foto: Reprodução/Twitter/FDNY; Editoria de Arte/G1 sobre Reprodução/Google Street View)new WM.Player( { videosIDs: “3207141”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3207141”)[0]);

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Explosão atinge prédios em Nova York e deixa dois mortos

mapa desabamento prédio harlem (Foto: Arte/G1)

Uma explosão atingiu nesta quarta-feira (12) dois prédios no East Harlem, um bairro de Nova York, nos Estados Unidos, causando o desabamento parcial dos imóveis e deixando pelo menos dois mortos e 18 feridos, segundo a prefeitura da cidade. De acordo com a rede ABC News, são 28 feridos. Jornais locais informam que as duas pessoas que morreram são mulheres.

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, disse que informações preliminares indicam que um vazamento de gás causou a explosão, de acordo com a imprensa norte-americana.

Blasio também informou que o fogo ainda não foi apagado e que há relatos de pessoas desaparecidas – entretanto, não se sabe se elas estão presas nos escombros – ele não quis dar números. Buscas estão sendo feitas nos destroços dos prédios.

“Duas pessoas estão mortas, ambas mulheres”, disse o porta-voz da polícia Martin Speechley.

Um dos prédios que caiu teria cinco andares, uma loja de reparos de pianos no térreo e apartamentos nos outros pisos. O outro imóvel era uma igreja.  Ambos ficavam na Park Avenue, números 1644 e 1646.

Mais de 250 bombeiros participam do combate ao fogo e do resgate das vítimas.

A explosão ocorreu por volta das 9h30 locais – 10h30 de Brasília. O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, chegou ao local no início da tarde.

Segundo informaram testemunhas ao jornal “New York Daily News”, o fogo começou dentro da loja de piano que fica no térreo de um dos prédios, no número 1646 da Park Avenue. Testemunhas também disseram ao jornal terem sentido cheiro de gás antes da forte explosão.

A Con Edison, empresa responsável pela distribuição de gás na cidade, informou que foi acionada devido a um odor de gás que atingia a região pouco antes da explosão. A ligação foi recebida às 9h13. Ela foi feita por um morador que disse que o cheiro parecia ser gerado do lado de fora do prédio.

Equipes da companhia foram enviadas ao local às 9h15. Elas chegaram pouco depois da explosão – os bombeiros foram acionados às 9h31 e chegaram ao local dois minutos depois. A Con Edison está monitorando a situação e verificando se houve danos a outras linha de gás para identificar e conter possíveis vazamentos.

“Com certeza o que vemos é algo que seria consistente (com um vazamento de gás), mas nós não podemos afirmar neste ponto o que provocou (a explosão)”, disse o porta-voz à emissora NY1.

Segundo a rede CNN, o presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado sobre a situação. “A Casa Branca vai permanecer em contato próximo com parceiros federais, estaduais e locais que estão respondendo a este incidente. Nossos pensamentos e orações estão destinados a todos que foram impactados e também às equipes de resgate que estão trabalhando sem descanso para salvar vidas e conter o fogo”, informou um funcionário da Casa Branca.

Carmen Vargas-Rosa, dona da igreja que foi atingida, disse à rede CBS que sentiu um cheiro de gás no local na noite de terça. Ela disse que ainda não conseguiu falar com quatro de seus inquilinos. “Um deles estava de folga do trabalho, então é provável que ele estivesse no prédio”, afirmou. “Havia também uma mulher com um filho doente, e um jovem casal que estuda à noite e poderia estar dormindo no momento da explosão.”

A linha do trem suburbano Metro-North, que passa perto do local da explosão, suspendeu o serviço. “O serviço para e a partir do ‘Grand Central Terminal’ está temporariamente suspenso até novo aviso sobre a explosão em um edifício adjacente a nossa via”, anunciou a empresa no Twitter.

Unidades antibombas foram acionadas por precaução.

Pessoa ferida recebe socorros após ser retirada dos destroços do desabamento no Harlem, em NY (Foto: Mark Lennihan/AP)Pessoa ferida recebe socorros após ser retirada dos destroços do desabamento no Harlem, em NY (Foto: Mark Lennihan/AP)Diversos carros de bombeiros são usados para conter o fogo no local do desabamento no Harlem (Foto: John Minchillo/AP)Diversos carros de bombeiros são usados para conter o fogo no local do desabamento no Harlem (Foto: John Minchillo/AP)Bombeiros trabalham controlando o fogo ao lado dos trilhos do metrô sobre a Park Avenue, em Nova York (Foto: John Minchillo/AP)Bombeiros trabalham controlando o fogo ao lado dos trilhos do metrô sobre a Park Avenue, em Nova York (Foto: John Minchillo/AP)Comparativo mostra o local do desabamento em NY durante a ação dos bombeiros (topo) e antes, como eram os prédios (Foto: Reprodução/Twitter/FDNY; Editoria de Arte/G1 sobre Reprodução/Google Street View)Comparativo mostra o local do desabamento em NY durante a ação dos bombeiros (topo) e antes, como eram os prédios (Foto: Reprodução/Twitter/FDNY; Editoria de Arte/G1 sobre Reprodução/Google Street View)new WM.Player( { videosIDs: “3207141”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3207141”)[0]);

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Revoltados com desemprego incendeiam prédios na Bósnia

Policiais bósnios tentam conter manifestantes em sua tentativa de invadir edifício do governo em Sarajevo. (Foto: AFP)Policiais bósnios tentam conter manifestantes em sua tentativa de invadir edifício do governo em Sarajevo. (Foto: AFP)

Manifestantes em várias partes da Bósnia atearam fogo a edifícios governamentais e entraram em confronto com a polícia antidistúrbios nesta sexta-feira (7), no terceiro dia de protestos contra o desemprego e a inércia política.

De modo geral, as manifestações, a pior agitação social no país desde o fim da Guerra da Bósnia (1992-1995), continuaram restritas à metade do país habitada pelos bósnios-croatas e muçulmanos, mas estão ganhando intensidade.

Por volta de 19h (16h em Brasília), os participantes dos protestos se concentravam em três cidades em diferentes pontos do território, incluindo a capital, Sarajevo, mas a polícia manteve-se em ação. Todas as lojas foram fechadas e as ruas estavam repletas de vidros e destroços.

Horas antes, a polícia em Sarajevo usou balas de borracha contra milhares de manifestantes que atearam fogo à sede do governo local e a uma parte do edifício da Presidência do país. O prédio da administração local continuava em chamas à noite.

“Isto é tão triste”, disse uma mulher, que deu apenas o primeiro nome, Vildana, observando o edifício governamental. “Foram necessários quatro anos de guerra para destruí-lo e agora os vândalos o queimam em um dia. Isto é exatamente como em 1992.”

Os manifestantes também tentaram forçar a entrada na Presidência, mas foram repelidos por uma força especial que usou canhões d’água. Cerca de 145 pessoas ficaram feridas em Sarajevo, incluindo 93 policiais.

Vários milhares de pessoas na cidade de Mostar, ao sul, invadiram dois prédios governamentais e também puseram fogo na sede da prefeitura. A polícia não interveio. Na cidade de Tuzla, antes o coração industrial no norte da Bósnia, protestos contra o fechamento de fábricas se tornaram violentos.

Manifestantes apedrejaram e incendiaram dois prédios da administração local e entraram em confronto com a polícia. Presas em meio às chamas, algumas pessoas escaparam pelas janelas, disse um fotógrafo da Reuters.

“Acho que esta é uma autêntica primavera bósnia. Não temos nada a perder. Haverá mais e mais de nós nas ruas. Há cerca de 500 mil desempregados na Bósnia”, disse Almir Arnaut, economista desempregado e ativista de Tuzla.

Alguns manifestantes levaram computadores da administração municipal de Tuzla e saquearam um supermercado.

Em Sarajevo, dois carros e uma cabine policial foram incendiados diante do prédio da Presidência. Um edifício governamental na cidade central de Zenica também estava em chamas e mais de 50 pessoas ficaram feridas, incluindo 23 policiais. Os manifestantes, dos quais muitos fizeram chamados no Facebook para o protesto nas ruas, gritavam “ladrões” e “Revolução!”.

Os governos cantonais de Zenica e Tuzla disseram nesta sexta-feira que seus dirigentes haviam renunciado após os protestos.

Em Banja Luka, a capital da parte sérvia da Bósnia, cerca de 300 ativistas e outras pessoas realizaram uma manifestação pacífica pela unidade dos bósnios de várias etnias.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Fogo destrói prédios históricos de madeira na Noruega

Fogo destrói prédios históricos de madeira na Noruega (Foto: BBC)Fogo destrói prédios históricos de madeira na Noruega (Foto: BBC)

Mais de 20 prédios históricos do vilarejo de Laerdalsoyri, na Noruega, foram destruídos por um incêndio na madrugada do domingo. Assista ao vídeo.

A área, ao norte da capital Oslo, é conhecida por sua beleza natural e construções de madeira dos séculos 18 e 19.

Centenas de moradores tiveram de fugir das chamas às pressas e ainda estão chocados com o que aconteceu.

Ao menos 90 pessoas ficaram feridas.

Essa região da Noruega reúne algumas das construções de madeira mais bem preservadas do país e atrai levas turistas todos os anos.

Fogo destrói prédios históricos de madeira na Noruega (Foto: BBC)Fogo destrói prédios históricos de madeira na Noruega (Foto: BBC)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Incêndio atinge vários prédios em Tóquio e afeta trem-bala no Japão

Bombeiros trabalham no interior da estação de trem de Yurakucho. (Foto: Pres Jiji / Via AFP Photo)Bombeiros trabalham no interior da estação de trem de Yurakucho. (Foto: Pres Jiji / Via AFP Photo)

Um grande incêndio atingiu vários prédios no centro de Tóquio, no Japão, na manhã desta sexta-feira (3). Um dos edifícios afetados é o da estação de trem de Yurakucho, informa a rede de TV “NHK”.

Não há informações sobre feridos.

Ao menos quatro prédios pegaram fogo. Com a estação afetada, efeito cascata provocou atrasos nos trens-bala em todo o país.

A polícia informou que o fogo começou em uma loja de videogames no térreo de um dos prédios e se alastrou em pouco tempo.

Pelo menos cinquenta carros do Corpo de Bombeiros trabalharam no combate das chamas. A operação para controlar o fogo demorou cerca de seis horas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Presidente do Chile sofre queda em visita a escombros de prédios

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, sofreu uma queda grave nesta sexta-feira (30) ao subir nos escombros de habitações sociais que foram demolidas ao sul de Santiago. O acidente aconteceu em Bajos de Mena, em Puente Alto.

Piñera escorregou e bateu com a cabeça nos restos de concreto. O prefeito da localidade, German Codina, saiu correndo para tentar ajudar, sem sucesso. O presidente se levantou rapidamente e não teve ferimentos.

O presidente do Chile, Sebastian Piñera, tropeça e cai durante visita a escombros perto de Santiago (Foto: Sebastián Rodríguez/AFP)O presidente do Chile, Sebastian Piñera, tropeça e cai durante visita a escombros perto de Santiago (Foto: Sebastián Rodríguez/AFP)

“Na vida a gente sempre cai, o importante é ter a capacidade de voltar a ficar de pé”, disse o bem-humorado mandatário a jornalistas quando retornou ao palácio presidencial.

O presidente ainda acrescentou que é jovem, atleta e está “zero quilômetro”. “Sinto algumas consequências da queda, algumas dores. Mas a dor mais importante de todas não é a do corpo, mas sim da alma: o gosto que dei a todos vocês de verem o presidente cair”, disse dando risadas.

O prefeito de Puente Alto, German Codina, tenta socorrer o presidente do Chile, Sebastian Piñera, em uma queda durante visita a habitações demolidas perto de Santiago (Foto: Sebastián Rodríguez/AFP)O prefeito de Puente Alto, German Codina, tenta socorrer o presidente do Chile, Sebastian Piñera, em uma queda durante visita a habitações demolidas perto de Santiago (Foto: Sebastián Rodríguez/AFP)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,