RSS

Arquivo da tag: posts

Facebook altera privacidade e posts são divulgados apenas para amigos

O Facebook alterou sua configuração padrão de privacidade, limitando a audiência dos primeiros posts de novos usuários para “apenas para amigos”, em uma reversão de uma característica que, segundo críticos, fazia com que as pessoas compartilhassem mais informação pessoal que o desejado.

A companhia disse nesta quinta-feira (22) que a atualização de status que novos usuários publicam será agora visível apenas para amigos na configuração padrão, em vez de ser vista pelo público geral como anteriormente. Os usuários vão continuar podendo customizar suas configurações para que as atualizações sejam vistas por uma grande ou pequena audiência.

A mudança na configuração padrão, implementada pelo Facebook de forma silenciosa algumas semanas atrás, é resultado das respostas de usuários, disse o diretor de produto da empresa, Mike Nowak, em entrevista à Reuters.

“Algumas vezes as pessoas sentiram que estavam sendo surpreendidas de forma desagradável com o fato de que suas informações estavam se tornando mais públicas do que esperavam ou pretendiam”, disse. “A resposta que recebemos é que compartilhar demais é pior que de menos.”

A iniciativa reflete uma mudança de estratégia do Facebook sobre como lida com informação que as pessoas compartilham em sua rede social de 1,28 bilhão de usuários.

Em 2009, o Facebook introduziu um atributo que permitia que usuários compartilhassem posts para além de seu círculo de amigos. Quando novos usuários entravam no Facebook, suas atualizações de status eram automaticamente compartilhadas com o público em geral, a menos que os usuários alterassem manualmente as configurações.

A reversão desta quinta-feira ocorre enquanto usuários de internet parecem interessados em limitar quem vê suas atividades online. Aplicativos móveis como Snapchat e Whisper oferecem anonimato, o que se tornou popular entre muitos usuários. Em fevereiro, o Facebook anunciou planos de adquirir o WhatsApp, um aplicativo de mensagens instantâneas, por 19 bilhões de dólares.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Facebook cumpre ordem judicial, apaga posts e não sairá do ar

Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)

Depois de a Justiça de São Paulo ter ameaçado retirar o site do ar, o Facebook cumpriu a decisão judicial e excluiu nesta quinta-feira (3) as postagens sobre o caso da briga entre a apresentadora Luize Altenhofen e o dentista Eudes Gondim Jr. por causa do pit bull dela.

Um despacho da 1ª Vara Cível da Comarca de São Paulo deu prazo de 48 horas para que o Facebook retirasse do ar mensagens publicadas. Do contrário, a rede social seria tirada do ar, por meio do bloqueio do acesso feito por provedores.

Segundo o Facebook, a ordem judicial foi cumprida, porque dessa vez a defesa de Gondim Jr. enviou os links corretos das páginas. “Uma vez informado o conteúdo ilegal em questão, a ordem judicial foi cumprida”, afirmou a empresa, em comunicado.

O site foi pego no fogo cruzado entre uma disputa judicial que começou em janeiro deste ano entre a ex-Miss Brasil Internacional e o dentista. Morador do bairro do Butantã, zona Oeste de São Paulo, o mesmo que Luize, Gondim Jr. bateu com uma barra de ferro em um dos cachorros da raça pit bull da apresentadora. Segundo o dentista, o animal tentou atacar a ele, sua mulher e sua filha.

O cão teve convulsões e foi levado pela polícia ao veterinário. No mesmo dia, Luize arrebentou o portão da casa do dentista com sua caminhonete Amarok. Gondim registrou dois boletins de ocorrência, um pelo ataque do animal, outro pelo acidente com o veículo.

De acordo com a polícia, Luize disse que não conseguiu acionar o pedal do freio, o que causou a colisão, quando estava se dirigindo à clínica veterinária onde o pit bull estava.

O assunto foi parar no Facebook, em postagens que o dentista pede para retirar. O TJ-SP determinou que a rede social retirasse as publicações em abril deste ano e reiterou sua determinação em junho.

Descumprimento
Descumprindo da decisão, a empresa alegou que o “Facebook Brasil não é o responsável pelo gerenciamento e do conteúdo e da infraestrutura do Site Facebook”.

E completou: “Essa incumbência compete a duas outras empresas distintas e autônomas, denominadas Facebook Inc. e Facebook Ireland LTD., localizados nos Estado Unidos da América e Irlanda, respectivamente”.

O juiz do caso, Régis Rodrigues Bonvicino, considerou a declaração “afrontosa à soberania brasileira”. “Se o Facebook opera no Brasil, ele está sujeito às leis brasileiras”, escreveu.

Soberania e espionagem
O magistrado subiu o tom e citou ainda a revelação do Fantástico de que a presidente Dilma Rousseff e a Petrobras foram alvo dos programas de espionagem cibernético do governo dos Estados Unidos, fato que consta de documentos trazidos à tona pelo ex-técnico da CIA, Edward Snowden. “É uma desconsideração afrontosa agravada pela notória espionagem estatal, oficial, do governo americano”, escreveu o juiz. “O Facebook não é um país soberano superior ao Brasil”, enfatizou.

O advogado de Gondim Jr., Paulo Roberto Esteves, afirmou ao G1 que um dos advogados do Facebook entrou em contato para pedir os links, a fim de cumprir a decisão. “Ele vai excluir. Acredito que vai cumprir a determinação. Deve despachar com o juiz ainda hoje”, disse. O dentista pede uma reparação de R$ 106 mil por danos morais e materiais –o reparo do muro, segundo ele, custou R$ 6,5 mil.

A equipe de reportagem do G1 entrou em contato com os advogados de Luize, que disseram não ter o que comentar, pois o processo ainda está no início. A audiência entre as partes foi marcada para novembro.

Em agosto, a Justiça Eleitoral de Florianópolis determinou que o Facebook fosse bloqueado no Brasil por 24 horas por ter descumprido uma liminar de julho que estabelecia a exclusão da página “Reage Praia Mole” da rede social.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Dentista se diz satisfeito após retirada de posts de Altenhofen no Facebook

Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)Atriz Luize Altenholfen
(Foto: Mastrangelo Reino/Folhapress)

A defesa do dentista Eduardo Gondim Jr. diz que está satisfeita com a decisão da Justiça que obrigou o Facebook a remover postagens sobre um caso de agressão a um cão da atriz Luize Altenhofen. A rede social corria o risco de ser retirada do ar caso não cumprisse o pedido nesta quinta-feira (3).

A atriz soube que as mensagens poderiam derrubar o Facebook no Brasil justamente em uma conversa com amigos pelo chat do site. “Amigo meu, brincando comigo, disse: ‘Quer dizer que o Facebook vai acabar por sua causa?'”, afirmou Luize ao G1 na noite de quinta (3). “Eu achei que era brincadeira. Aí fui falar com meus advogados e fiquei sabendo de tudo isso”.

Amigo meu, brincando comigo, disse: ‘Quer dizer que o Facebook vai acabar por sua causa?’ Eu achei que era brincadeira”

Gondim Jr. e Luize estão no meio de uma disputa judicial que começou em janeiro deste ano. Vizinho da atriz no bairro do Butantã, Zona Oeste de São Paulo, o dentista bateu com uma barra de ferro em um dos cachorros da raça pit bull de Luize. Segundo Gondim Jr., o animal tentou atacá-lo, sua mulher e sua filha.

Segundo Luize, o cão Ryng passa bem, “mas hoje é um cachorro especial”. “Ele está cego de um olho, precisa de direção, precisa que levantem ele. Ele sofreu um traumatismo craniano e não é um cachorro como era antes do acidente”, diz.

Na época, uma série de comentários sobre a agressão foi postada no Facebook. A defesa de Gondim Jr. afirma que as mensagens eram ofensivas e que fotografias com tarjas de “assassino” foram publicadas. Ao G1, Luize ressalta que não se tratavam de comentários dela, mas de pessoas – algumas que ela não conhecia – testemunhas da cena.

“Ele não é um contumaz assassino ou um matador de cachorros. Nesse sentido, a decisão atingiu nosso objetivo principal, que era remover as frases ofensivas”, diz o advogado de Gondim Jr., Paulo Roberto Esteves.

Ele não é um contumaz assassino ou um matador de cachorros. Nesse sentido, a decisão atingiu nosso objetivo, que era remover as frases ofensivas”Paulo Roberto Esteves
advogado

Um despacho de quarta-feira (2) da 1ª Vara Cível da Comarca de São Paulo deu prazo de 48 horas para o Facebook retirar do ar as mensagens publicadas sobre o caso. A decisão da Justiça paulista faz parte de uma ação por danos morais e materiais que Gondim Jr. move contra Luize.

Sobre a possibilidade de o Facebook sair do ar por sua causa, Luize diz que “não iria se sentir bem, não iria gostar”. “Não fui eu que pedi. Eu torço para que tudo se resolva e que o Facebook continue no ar”. E completa: “Não quero esse poder que não é meu”.

Pedido de exclusão de posts não era novo
A rede social acatou o pedido da Justiça paulista ainda na noite de quinta. No entanto, essa não foi a primeira vez que a exclusão das postagens em questão fora determinada. Segundo o Facebook Brasil, o site descumpriu as determinações de abril e julho porque “não é o responsável pelo gerenciamento do conteúdo e da infraestrutura do site Facebook”.

De acordo com a companhia, “essa incumbência compete a duas outras empresas distintas e autônomas, denominadas Facebook Inc. e Facebook Ireland LTD., localizadas nos Estados Unidos da América e Irlanda, respectivamente”.

O juiz do caso, Régis Rodrigues Bonvicino, considerou a declaração “afrontosa à soberania brasileira”. “Se o Facebook opera no Brasil, ele está sujeito às leis brasileiras”, escreveu.

O magistrado subiu o tom e citou ainda a revelação do Fantástico de que a presidente Dilma Rousseff e a Petrobras foram alvo dos programas de espionagem cibernética do governo dos Estados Unidos, fato que consta em documentos trazidos à tona por Edward Snowden, ex-técnico da CIA, a agência de inteligência dos EUA.

“É uma desconsideração afrontosa agravada pela notória espionagem estatal, oficial, do governo americano”, escreveu o juiz. “O Facebook não é um país soberano superior ao Brasil”, enfatizou.

Se o Facebook opera no Brasil, ele está sujeito às leis brasileiras”Régis Rodrigues Bonvicino
juiz

De acordo com o advogado Paulo Roberto Esteves, a audiência da ação entre Gondim Jr. e Luize está marcada para o dia 6 de novembro. “Fica a cargo da Justiça decidir se ela [Luize Altenhofen] tem responsabilidade pelas ofensas replicadas no Facebook”.

No mesmo dia das agressões ao cão Ryng, Luize arrebentou o portão da casa de Gondim Jr. com sua caminhonete. De acordo com a polícia, ela afirma que se dirigia à clínica veterinária para onde o pit bull foi levado com convulsões, e não conseguiu acionar o pedal do freio, o que causou a colisão. Gondim Jr. registrou dois boletins de ocorrência: um pelo ataque do cão e outro pelo acidente com o veículo.

Após o incidente, Gondim Jr. moveu uma ação contra a atriz onde pede reparação de R$ 106 mil por danos morais e materiais – o reparo do portão, segundo ele, custou R$ 6,5 mil.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Nova função do Twitter exibe notícias relacionadas a posts

Exemplo da nova seção 'Related headlines' no blog do Twitter. (Foto: Reprodução/Twitter.com)Exemplo da nova seção ‘Related headlines’ no blog
do Twitter. (Foto: Reprodução/Twitter.com)

O Twitter ganhou uma nova função que exibe manchetes de notícias relacionadas a tuítes incorporados em outros sites. A seção “Related headlines” foi anunciada nesta segunda-feira (19) pelo microblog.

“Esta seção, que você pode ver a partir de um permalink na página do Twitter, traz listas e links para sites onde o tuíte foi incorporado, tornando mais fácil descobrir histórias que fornecem mais contexto”, explicou o Twitter em seu blog.

Procurado pelo G1, o Twitter Brasil ainda não tem informações sobre a chegada do “Related Headlines” aos usuários brasileiros do microblog.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de agosto de 2013 em Música, Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Como bloquear posts sobre política em seu feed no Facebook

Extensão para Chrome, Firefox, Safari e Opera permite bloquear desde atualizações de relacionamentos até os artigos mais lidos, bem como escolher determinadas palavras

Se você odeia crianças, há uma extensão que livra seu feed de notícias do Facebook delas (substituindo as fotos por bacon). Odeia o bate-boca político na rede social? Há uma extensão que exclui isso, também.

Com a temporada política acontecendo, você provavelmente já viu acalorados debates entre seus amigos do Facebook sobre Russomano contra Serra ou outras questões políticas. Se não aguenta mais, há uma extensão para o Google Chrome que promete adicionar neutralidade ao seu feed de notícias.

Para instalar o plugin, é preciso baixar o FB Purity, abrir o Chrome, ir até o ícone de chave inglesa no canto superior direito da tela, clicar em “Ferramentas” e depois “Extensões”. Feito isso, arraste o arquivo baixado até a tela, e está feito. Para verificar se ele foi instalado corretamente, visite sua página do Facebook. Você deve observar um novo conjunto de opções abaixo de sua barra de atualização de status.

fbp1.png

Link da extensão aparecerá logo abaixo da caixa de atualização de status, e conteúdo ocultado poderá ser visualizado, caso deseje

Para ocultar postagens políticas em sua página, é preciso editar as configurações da extensão. No Facebook, clique no botão ” F.B. Purity ” que aparece abaixo de sua barra de atualização de status. Isto irá abrir a página de configurações, onde você pode escolher quais recursos deseja ocultar: dos artigos mais vistos até alterações de estado de relacionamento, tudo é possível.

A partir desta página, você também pode criar uma lista personalizada de frases que deseja esconder de seu feed de notícias. O “Custom Text Filter” está próximo aos itens que podem ser bloqueados, e é onde você pode adicionar palavras e frases como “Russomano”, “Serra”, “campanha”, “política” e assim por diante.

Quando terminar de fazer alterações nas permissões da extensão, clique em ” Save and Close ” e atualize o navegador para ver seu feed de notícias recém personalizado.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de novembro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Como bloquear posts sobre política em seu feed no Facebook

Extensão para Chrome, Firefox, Safari e Opera permite bloquear desde atualizações de relacionamentos até os artigos mais lidos, bem como escolher determinadas palavras

Se você odeia crianças, há uma extensão que livra seu feed de notícias do Facebook delas (substituindo as fotos por bacon). Odeia o bate-boca político na rede social? Há uma extensão que exclui isso, também.

Com a temporada política acontecendo, você provavelmente já viu acalorados debates entre seus amigos do Facebook sobre Russomano contra Serra ou outras questões políticas. Se não aguenta mais, há uma extensão para o Google Chrome que promete adicionar neutralidade ao seu feed de notícias.

Para instalar o plugin, é preciso baixar o FB Purity, abrir o Chrome, ir até o ícone de chave inglesa no canto superior direito da tela, clicar em “Ferramentas” e depois “Extensões”. Feito isso, arraste o arquivo baixado até a tela, e está feito. Para verificar se ele foi instalado corretamente, visite sua página do Facebook. Você deve observar um novo conjunto de opções abaixo de sua barra de atualização de status.

fbp1.png

Link da extensão aparecerá logo abaixo da caixa de atualização de status, e conteúdo ocultado poderá ser visualizado, caso deseje

Para ocultar postagens políticas em sua página, é preciso editar as configurações da extensão. No Facebook, clique no botão ” F.B. Purity ” que aparece abaixo de sua barra de atualização de status. Isto irá abrir a página de configurações, onde você pode escolher quais recursos deseja ocultar: dos artigos mais vistos até alterações de estado de relacionamento, tudo é possível.

A partir desta página, você também pode criar uma lista personalizada de frases que deseja esconder de seu feed de notícias. O “Custom Text Filter” está próximo aos itens que podem ser bloqueados, e é onde você pode adicionar palavras e frases como “Russomano”, “Serra”, “campanha”, “política” e assim por diante.

Quando terminar de fazer alterações nas permissões da extensão, clique em ” Save and Close ” e atualize o navegador para ver seu feed de notícias recém personalizado.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de novembro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Veja 5 dicas para usar o recurso de posts pagos do Facebook

Saiba como funciona a funcionalidade para promover postagens na rede social e como usar ao máximo a ferramenta

Se a página da sua empresa possui mais de 400 likes, agora você tem a opção de tentar um novo recurso de publicidade chamado “Post Promovidos”. O botão, que é encontrado na base da caixa de updates (onde são inseridos os posts) permite você escolher um valor e gerar um alcance estimado para cada post. 

Essas postagens aparecem não só no feed de notícias das pessoas que curtiram sua página, mas também para amigos dessas pessoas que interagiram com seu post, de acordo com o Facebook. Mas antes de você começar a usar, veja algumas dicas que separamos para que otimizar esse recurso. 

1. Como promover uma postagem

Vá até sua página e clique na caixa de update, onde você normalmente insere seus textos e links. Na base, há um botão Promover, e nele você pode escolher o orçamento desejado – essa quantia é a longo prazo, e não uma taxa diária. Depois disso, basta clicar em Salvar. Você pode fazer isso com atualizações de status, fotos, ofertas, perguntas e vídeos enviados nos últimos três dias e, para fazer isso, basta clicar na opção Promover, abaixo da seção de comentários da postagem. 

Caso seja necessário, você pode alterar o valor do investimento no post. Para fazer isso, clique no botão “Promovido por $X”, selecione o ícone de lápis próximo de Orçamento e escolha o novo investimento. Após clicar em Salvar, a alteração é imediata. Depois que a promoção vai ao ar, é exibida uma etiqueta de “Promovido” na base do texto.  

2. Como direcionar e interromper promoções

Quando você cria um post, há uma opção para direcioná-lo para pessoas de uma determinada localização ou língua, a partir do menu drop-down “Público”, dentro da ferramenta de compartilhamento. No entanto, vale lembrar que esse tipo de ação pode diminuir o alcance que post possa ter. 

Para direcionar a postagem para um público de determinado idioma, vá no botão “Público” ao criar uma post e selecione “Localização/Língua”. No próximo formulário, insira a localização desejada; é possível escolher por país, estado, cidade ou língua. Clique em OK para finalizar. 

Para interromper a promoção de um post, vá até a postagem desejada e, na base, abaixo da seção de comentários, clique em “Promovido por $X”. Depois disso, clique no link “Parar Promoção”, e aguarde a confirmação de que a campanha foi posta em pausa. Para reiniciar uma promoção, basta seguir estes mesmo passos. 

3. Como ver a performance da promoção

Logo depois de promover um post, é possível checar a performance do mesmo na base da postagem, à esquerda do botão Promover. Ao colocar o mouse sobre o link, são exibidas informações a respeito de quantas pessoas viram o post, incluindo dados a respeito de alcance orgânico (das pessoas que já curtiam a página antes), alcance viral (as pessoas que viram a atualização por meio de amigos) e alcance pago (que acessaram o conteúdo pela promoção). 

4. Como suas promoções são cobradas

Seus posts promovidos serão cobrados na mesma conta que você escolheu no Gerenciador de Anúncios (Ads Manager, em inglês). Você pode ver sua principal fonte de financiamento, assim como as faturas de acesso, por meio do ícone de engrenagem no botão Promover, ou no próprio Gerenciador de Anúncios.

Em “promover”, clique no ícone de engrenagem e selecione “Alterar método de pagamento”. Aqui você pode ver todos os métodos de pagamento listados em sua conta de anúncios e fazer alterações na sua principal fonte de financiamento.

5. Quais os melhores métodos para promover postagens?

Para ajudar você e sua empresa a ter sucesso com os “posts promovidos”, o Facebook montou uma lista com quatro dicas:

Adicionar fotos e vídeos: “As pessoas tendem a responder a imagens simples e que chamam a atenção, principalmente de pessoas que utilizam seu produto ou serviço. Por exemplo, você pode promover uma foto de novos produtos que pretende vender – tenha em mente que a imagem de perfil da sua página irá aparecer ao lado de seu post promovido para que todos saibam que ele está ligado ao seu negócio”.

Promover ofertas: ”Promover uma oferta pode ajudar a aumentar o número de pessoas que veem e reivindicam sua oferta. Isso pode ajudar a conduzir mais pessoas ao seu negócio e aumentar o engajamento em sua página”.

Destaque eventos exclusivos ou notícias: “Promover mensagens com conteúdo exclusivo leva as pessoas a falar sobre sua página e compartilhar suas mensagens com os amigos. Este pode ser um especial diário no menu, um evento na loja ou o lançamento de um produto”.

Faça uma pergunta: “Promover uma pergunta diz às pessoas que você valoriza a opinião delas. Por exemplo, você pode promover uma pergunta pedindo às pessoas para votar em um novo produto ou serviço, o que as encoraja a ter um impacto direto sobre suas decisões de negócio”.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,