RSS

Arquivo da tag: postar

Ladrão é preso ao postar foto com submetralhadora no Facebook

Um ladrão de bancos do estado de Michigan, nos EUA, foi preso após postar fotos em seu perfil no Facebook mostrando uma metralhadora, utilizada em um dos três assaltos cometidos a instituições financeiras.

Em um período de 8 dias, Jules Bahler, de 21 anos, cometeu três assaltos a banco, e roubou mais de US$ 15 mil dos locais, de acordo com o site “The Smoking Gun”. No último crime em 5/3, o americano entrou no banco segurando uma submetralhadora, e conseguiu fugir levando dinheiro.

Jules Bahler foi preso após postar fotos em seu Facebook mostrando uma submetralhadora usada em um assalto a banco (Foto: Reprodução/Facebook/Jules Bahler e Divulgação/Oakland County Sheriff’s Office)Jules Bahler foi preso após postar fotos em seu Facebook mostrando uma submetralhadora usada em um assalto a banco (Foto: Reprodução/Facebook/Jules Bahler e Divulgação/Oakland County Sheriff’s Office)

No entanto, em seu perfil no Facebook, identificado como “King Romeo”, o jovem postou uma imagem no qual segura a arma em frente ao espelho, usando as mesmas roupas descritas pelos funcionários do banco no momento do assalto. Um dos amigos do rapaz até o alertou sobre a atitude, afirmando que “não deveria mostrar coisas assim [pois] a polícia está de olho”.

O conselho se mostrou verdadeiro, já que era dito por um dos membros do “King Machette”, a mesma gangue da qual Bahler fazia parte. Os oficiais passaram a vigiar a casa de Jules imediatamente e, ao pará-lo no trânsito, a mesma metralhadora foi encontrada no carro.

Ao ser detido, o americano confessou os crimes, e foi acusado pelos roubos a banco e por porte ilegal de arma para cometer crime violento.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Enfermeira é punida por postar fotos ao lado de idosos prestes a morrer

A enfermeira filipina Blaze Binder ao lado de um dos idosos (Foto: Reprodução/Facebook/Ghostinthedark Satania Blaze)A enfermeira filipina Blaze Binder posa como ‘dominatrix’ (Foto: Reprodução/Facebook/Ghostinthedark Satania Blaze)

A enfermeira filipina Blaze Binder, que se denomina “satanista” e “ladra de almas”, está sendo acusada de ter tirado fotos ao lado de idosos prestes a morrer em uma casa de repouso na Suíça. Ela postava as fotos no Facebook.

Blaze, de 37 anos, foi multada por um tribunal suíço em mais de R$ 3.100 por conta da publicação das imagens, segundo a imprensa local.

Em sua conta, sob o nome de “Ghostinthedark Satania Blaze”, ela afirma aos seus quase 2.000 amigos online que estava “colhendo” almas para Satã.

Ela também propunha um “quiz” macabro, em que os amigos deveriam adivinhar se os idosos das fotos estavam vivos ou mortos.

A imprensa suíça a apelidou de “enfermeira do diabo”.

A associação suíça de enfermeiros afirmou que estava “chocada e incomodada” com as imagens.

Recriminada online por um de seus amigos, Blaze respondeu que o Facebook era dela e ela poderia postar o que quisesse. Ao jornal “Blick”, ela disse que não entendia a polêmica provocada pelas fotos.

O tribunal de Saint Gallen a condenou por “violar a paz dos mortos” e por quebra de confiança.

Blaze também chocou por anunciar seus serviços como “dominatrix” na área de Saint Gallen.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Italiana cria polêmica ao postar que é favorável aos testes com animais

Uma mulher italiana que declarou em um post na internet que devia sua vida a medicamentos desenvolvidos com testes de laboratório em camundongos foi à televisão nacional para responder militantes dos direitos dos animais, que usaram as redes sociais para insultá-la.

Caterina Simonsen, de 25 anos, foi alvo de polêmica depois de postar no Facebook uma defesa sobre testes em animais. “Sem eles, eu teria morrido quando eu tinha nove anos”, escreveu ela, cuja história tem dominado os jornais italianos e reportagens de televisão.

Um ativista anti-vivissecção (ato de dissecar um animal vivo para estudar os órgãos) respondeu no Facebook “você pode morrer amanhã. Eu não sacrificaria meu peixinho dourado por você.” Outro comentou: “Se você tivesse morrido quando criança, ninguém teria dado a mínima.”

Chocada com o tom das mensagens, Caterina, que tem uma doença respiratória e precisa usar tubos de oxigênio, fez um vídeo que foi transmitido repetidamente em mídia nacional neste domingo.

“Eu quero ter um diploma para que eu possa ajudar a salvar os animais”, disse ela, falando enquanto usava uma máscara de oxigênio. Ela tem vários cães e está estudando para ser veterinária na Universidade de Bolonha.

“Recebi mensagens dizendo que a vida de 10 ratos são mais importantes do que a minha. Eu não sei em que planeta essas pessoas vivem e quem os criou”, disse ela, aos prantos. “Estou viva graças aos médicos, aos medicamentos e aos animais que tiveram que ser sacrificados.”

A mãe dela disse a um jornal italiano que recebeu mensagens de apoio no Facebook e no Twitter de todo o mundo, incluindo um de Matteo Renzi, o líder de centro-esquerda popular, amplamente esperado para ser um futuro primeiro-ministro.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,