RSS

Arquivo da tag: pornografia

Homem entra na justiça para se casar com notebook repleto de pornografia

AppId is over the quota
AppId is over the quota

The page you requested has been blocked because it contains some inappropriate contents.

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Google rebate acusação do MP de obstrução em caso de pornografia

A denúncia do Ministério Público Federal, em São Paulo, (MPF) de que dois diretores do Google estavam impedindo a investigação de casos de pornografia infantil deixou a companhia perplexa, afirmou Matt Sucherman, vice-presidente para assuntos jurídicos do Google, em mensagem publicada no blog corporativo da empresa nesta terça-feira (11).

“As alegações são ultrajantes –nenhum deles ajudou a disseminar material contendo abuso sexual de crianças ou desobedeceu ordens judiciais. Ambos trabalharam durante anos com o MPF para combater a pornografia infantil no Brasil”, escreveu Sucherman.

O Google diz que tem trabalhado há anos com autoridades públicas ao redor do mundo para impedir que pedófilos compartilhem fotos ilegais na web. “Aqui no Brasil, por exemplo, o Google forneceu informações ao Ministério Público Federal em milhares de casos diferentes, como parte de um acordo firmado em 2008”, escreve o executivo.

Como exemplos dos esforços do Google, o executivo cita a limpa da busca (evita que links direcionados a materiais de abuso sexual infantil apareçam nos resultados) e a detecção e remoção (imagens de abuso recebem uma “impressão digital” que avisa o Google todas as vezes que surge uma incidência na rede).

O executivo chamou ainda as acusações de “incompreensíveis”. No fim de fevereiro, a procuradoria pediu que a Justiça abrisse ações penais contra dois diretores do Google. Argumentou que eles cometeram o crime de desobediência.

Uma das diretoras do Google acusadas pelo Ministério Público é Fabiana Regina Siviero. Segundo a denúncia do MPF, assinada pelas procuradas da República Adriana Scordamaglia e Melissa Garcia Blagitz de Abreu e Silva, Fabiana foi a responsável pela maior parte dos atos de desobediência diante das ordens judiciais.

Segundo a entidade, desde 2010, a diretora demorou para fornecer as informações solicitadas e não deu maiores explicações. Além disso, ao fim do prazo de 180 dias, as informações que deveriam ser armazenadas eram apagadas, o que atrapalhava as investigações.

Já o outro diretor denunciado, André Zanatta de Castro, foi incluído na denúncia por não ter cumprido em duas oportunidades a ordem judicial de enviar dados referentes a um único perfil do Orkut. Segundo o MPF, um ano após receber a solicitação, Castro não havia enviado  qualquer resposta sobre o pedido.

“Esperamos que essas acusações sejam rejeitadas para que nossos funcionários possam continuar a ajudar na luta contra a exploração sexual de crianças on-line”, conclui Sucherman.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Presos 2 suspeitos de compartilhar pornografia infantil na Campus Party

Dois homens, um biólogo, de 30 anos, e um metalúrgico, de 26, foram presos em flagrante na tarde deste sábado (1º) compartilhando material de pornografia infantil durante a Campus Party, no Anhembi, na Zona Norte de São Paulo, de acordo com delegado titular da Delegacia da Atendimento ao Turista (Deatur), Osvaldo Nico Gonçalves.

Segundo o delegado, a polícia foi avisada pelos participantes do evento, que rastrearam o I.P., sigla para Internet Protocol (Protocolo de Internet), dos computadores dos suspeitos de distribuírem o material com pornografia infantil, crime previsto no artigo 241 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Os participantes tentam identificar outros suspeitos.

Por ter sido um flagrante, os dois suspeitos vão responder pelo crime na prisão. Eles deverão ser transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na Zona Oeste da capital. Um balanço com os furtos, roubos e outras ocorrências na Campus Party só deverá ser divulgado a partir da segunda-feira (3), de acordo com Nico.

Por meio de nota, a organização da Campus Party confirmou que dois suspeitos de compartilhar pornografia infantil dentro do evento na tarde de hoje foram presos. “Assim que identificados, os suspeitos foram encaminhados pela equipe de segurança do evento para a delegacia mais próxima”, diz o comunicado.

A Campus Party informou ainda “que monitora todo o sistema de internet fornecido”, e condenou “qualquer tipo de ato ilícito, além de colaborar com as autoridades para que qualquer ilegalidade dentro da rede seja combatida”.

Anteriormente, ao ser questionada neste sábado sobre o registro de furtos durante o evento, a assessoria de imprensa divulgou o seguinte comunicado:
‘A organização da Campus Party informa que tomou conhecimento de casos de furto na área Open Campus (gratuita e com acesso livre ao público).
A organização reforçou a equipe de segurança para coibir estas ações. A Campus Party ainda reforça que os participantes da área de Startup&makers Camps, campuseiros e visitantes são responsáveis pelos seus pertences‘.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Governo inglês desaprova filtros automáticos para pornografia

Bloqueios automáticos poderiam bloquear também conteúdo saúdavel, que nada tem a ver com pornografia, dizem ativistas

O governo britânico oficialmente se afastou da ideia de obrigar os provedores do país a habilitarem filtros pornográficos por padrão – embora eles ainda solicitem que os pais configurem esses filtros ao se conectarem à Internet pela primeira vez.

No futuro, segundo informações do Daily Mail, qualquer novo provedor acessado pela primeira vez perguntará ao usuário se ele tem filhos. Se responder que sim, então ele será automaticamente redirecionado a um processo de instalação de filtros antipornografia, se assim o desejar. Eles serão convidados a responder uma série de perguntas sobre quão restritas eles querem que as configurações sejam. O Daily Mail também disse que os usuários já existentes também serão convidados a instalar os filtros.

Se os provedores não oferecem os filtros pornográficos aos pais, o governo poderia intervir. A maioria dos provedores já os fornecem. A TalkTalk (empresa de telecomunicação do Reino Unido), por exemplo, já oferece o seu bloqueador de pornografia “HomeSafe” aos usuários.

Os bloqueios automáticos de certos conteúdos criados por provedores de banda larga móvel, por exemplo, são acusados por militantes a favor da privacidade de bloquear sites que não têm nada a ver com pornografia.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governo inglês desaprova filtros automáticos para pornografia

Bloqueios automáticos poderiam bloquear também conteúdo saúdavel, que nada tem a ver com pornografia, dizem ativistas

O governo britânico oficialmente se afastou da ideia de obrigar os provedores do país a habilitarem filtros pornográficos por padrão – embora eles ainda solicitem que os pais configurem esses filtros ao se conectarem à Internet pela primeira vez.

No futuro, segundo informações do Daily Mail, qualquer novo provedor acessado pela primeira vez perguntará ao usuário se ele tem filhos. Se responder que sim, então ele será automaticamente redirecionado a um processo de instalação de filtros antipornografia, se assim o desejar. Eles serão convidados a responder uma série de perguntas sobre quão restritas eles querem que as configurações sejam. O Daily Mail também disse que os usuários já existentes também serão convidados a instalar os filtros.

Se os provedores não oferecem os filtros pornográficos aos pais, o governo poderia intervir. A maioria dos provedores já os fornecem. A TalkTalk (empresa de telecomunicação do Reino Unido), por exemplo, já oferece o seu bloqueador de pornografia “HomeSafe” aos usuários.

Os bloqueios automáticos de certos conteúdos criados por provedores de banda larga móvel, por exemplo, são acusados por militantes a favor da privacidade de bloquear sites que não têm nada a ver com pornografia.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,