RSS

Arquivo da tag: poluio

Suprema Corte dos EUA restabelece limite de poluição entre estados

O presidente americano, Barack Obama, obteve uma importante vitória nesta terça-feira (29) com a decisão da Suprema Corte de Justiça restabelecendo uma regulamentação limitadora das emissões poluentes que cruzam as fronteiras estaduais nos Estados Unidos.

Uma maioria de juízes progressistas e conservadores conseguiu por seis votos a dois reverter a sentença de um tribunal de instância inferior, segundo a qual uma decisão da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) de 2011 excedia a autoridade desse órgão federal.

As opiniões diferem em relação às medidas de controle de emissões de gases causadores do efeito estufa transportados pelos ventos e que prejudicam estados que não os produzem. Isso violaria a regulamentação sobre ar limpo.

A regulamentação (Cross-State Air Pollution Rule) conta com a oposição de grupos industriais e de estados industrializados, como Michigan, Ohio e Texas. O texto exige de 28 estados que reduzam as emissões de suas fábricas, que afetam a qualidade do ar nos vizinhos.

A Lei do Ar Limpo, da qual a regulamentação deriva, é a base da agenda da administração Obama para a questão ambiental.

Apoiado por nove estados e seis cidades, o governo Obama argumenta que essas emissões são a origem de uma em cada 20 mortes registradas no país e por milhares de casos de asma.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Arquitetos sugerem ‘bolhas de ar limpo’ para isolar Pequim da poluição

Projeto 'Bolhas' (Foto: BBC)Projeto 'Bolhas' (Foto: BBC)

O céu escuro e poluído já se tornou uma marca da capital chinesa. Na maioria dos dias do ano, Pequim fica encoberta por uma névoa venenosa.

Mas se depender do projeto de um escritório de design e arquitetura, a cidade poderá ter vários “oásis” de ar limpo, com a construção de uma série de domos.

A ideia foi lançada pelo escritório de design e arquitetura londrino Orproject. O projeto “Bolhas” prevê instalar enormes estruturas com vegetação em seu interior, que se encarregaria de regenerar o ar.

Rajat Sodhi, diretor da Orproject na Índia, passou um ano e meio desenvolvendo o conceito com a equipe do escritório na capital chinesa.

“O projeto nasceu a partir da nossa compreensão de que em países em desenvolvimento, especialmente em grandes metrópoles da China e da Índia, a qualidade do ar ultrapassou todos os limites tidos como aceitáveis”, afirma Sodhi.

“Você não pode mais ficar ao ar livre. Hoje em dia, só dá pra ir de um lugar com ar condicionado para outro igual”.

Contaminação
Em março, o índice de contaminação do ar na China chegou a ficar até 20 vezes acima do limite recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) por vários dias.

A poluição causa 1,4 milhão de mortes prematuras por ano no país – e na sua principal metrópole, a situação é ainda pior.

Pequim ficou em penúltimo lugar entre 40 cidades globais numa avaliação de qualidade ambiental da Academia de Ciências Sociais de Xangai, só atrás de Moscou, e foi considerada “imprópria para viver”.

Os domos idealizados por Sodhi e seu time podem atenuar essa situação crítica. Seu design segue padrões encontrados na natureza, como a asa de uma borboleta ou as ranhuras de uma folha.

“Isso permite que a estrutura seja muito estável com uma grande economia de material”, afirma Sodhi.

A cobertura dos domos seria feita com um tipo de plástico leve e com grande durabilidade, que não se decompõe com o tempo.

Críticas
Alguns críticos à ideia a taxam de ‘derrotista’. Por que alguém se dará ao trabalho de limpar o ar de cidades como Pequim se é mais simples criar essas bolhas de ar urbanas?

Outros dizem que se trata de um projeto fora da realidade e que ele levaria à criação de duas categorias de cidadãos em áreas poluídas, porque só os mais ricos teriam acesso aos domos.

Sohdi diz compreender a reação de ambientalistas, mas afirma que sua função não é resolver problemas ambientais.

“Sou um arquiteto que cria ambientes habitáveis”, ele justifica.

Sohdi acrescenta que os domos poderiam ser usados em várias partes do mundo, onde é quente ou frio demais na maior parte do ano, dificultando a estadia em áreas livres.

“Em uma grande parte dos Estados Unidos, foi impossível ficar do lado de fora por causa do frio gerado pelo vortex polar”, diz, citando o fenômeno climático que congelou cidades americanas em uma das piores ondas de frio já vistas, no início do ano.

“Praticamente não havia áreas verdes nas cidades destas regiões, o que faz a qualidade do ar cair porque não ocorre uma regeneração natural.”

As autoridades chinesas ainda não responderam à proposta do escritório de design.

Projeto 'Bolhas' (Foto: BBC)Projeto ‘Bolhas’ (Foto: BBC)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

China lança seguro especial para férias prejudicadas pela poluição

Visitantes usam máscaras enquanto visitam o Templo do Céu, em Pequim. (Foto: China Out/AFP)Visitantes usam máscaras enquanto visitam o Templo do Céu, em Pequim (Foto: China Out/AFP)

Os problemas ambientais na China não causam danos apenas à saúde, mas também a setores econômicos como o turístico. Por isso algumas agências do país começaram a oferecer aos viajantes a possibilidade de ser indenizados se suas visitas forem arruinadas pela poluição.

Pioneiras nesse novo tipo de seguro são a agência de viagens chinesa Ctrip, especializada em reservas pela internet, e o gigante assegurador Ping An, que se uniram para começar a vender este seguro “anti-poluição” aos viajantes, informa nesta segunda-feira a agência oficial “Xinhua”.

A um preço entre 10 ou 15 iuanes diários (R$ 3,70 a R$ 5,60) os turistas podem receber uma compensação de cerca de 50 iuanes (R$ 18) por dia de viagem em que a poluição atmosférica seja especialmente prejudicial para a saúde e também para as fotos.

“A poluição pode arruinar uma viagem, portanto estamos tentando dar alguma compensação de certo modo”, disse à “Xinhua” Yann Xin, porta-voz da Ctrip, que ressaltou que com esta iniciativa também querem contribuir para uma maior conscientização nacional sobre os problemas ambientais.

A agência também informou que muitos clientes mostraram interesse no novo seguro, e que os primeiros a adquiri-lo foram três turistas de Xangai para uma viagem a Pequim (cidade que, após uma semana de céu azul, voltou nesta segunda-feira a estar envolvida por um nevoeiro tóxico).

Para poder cobrar o seguro, um turista em Pequim ou Xian, cidades do norte da China com altos níveis de poluição, precisam ser afetados por vários dias em que o Índice de Qualidade do Ar for superior a 200 (nível “fortemente contaminado” no padrão nacional), enquanto em cidades do sul, como Xangai e Cantão, bastaria que o índice passasse de 100 pontos.

Mulheres caminham com máscara em rua de Pequim, que sofre há uma semana com a presença de uma névoa de poluição (Foto: Ng Han Guan)Mulheres caminham com máscara em rua de Pequim afetada por névoa de poluição (Foto: Ng Han Guan)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Paris aplica 4 mil multas em dia de rodízio por poluição

A polícia de Paris aplicou cerca de 4 mil multas contra motoristas que tentaram driblar o rodízio de carros imposto nesta segunda-feira (17) na capital francesa.

A medida foi tomada para tentar reduzir a poluição atmosférica na cidade, mas durou apenas um dia – nesta terça-feira (18) a circulação de veículos voltou ao normal, após uma mudança no tempo que melhorou a situação do ar.

Salvo exceções, apenas os automóveis e motos com placa ímpar puderam circular durante o dia em Paris nesta segunda. O transporte público teve catracas abertas e foi gratuito.

Sem precedentes desde 1997, a decisão tomada no sábado, a oito dias das eleições municipais, conta com o apoio da esquerda e dos ecologistas, mas foi duramente criticada pela oposição e pelas associações de motoristas.

Cerca de 700 policiais foram deslocados para garantir que o rodízio fosse cumprido, aplicando 3.859 multas ao longo do dia. O congestionamento foi 60% menor que o usual, graças ao volume de tráfego, que foi reduzido em um quarto, segundo a polícia.

Empresas de compartilhamento e aluguel de carros registraram um aumento nos pedidos de veículos com placas pares – as únicas cuja circulação era permitida.

Os motoristas que não cumpriram a determinação foram multados em 22 euros. Durante todo o dia, 27 pessoas tiveram seus carros apreendidos devido a suas reações à multa.

Policiais controlam a passagem de carros em Paris nesta segunda-feira (17); poluição levou governo a estabelecer rodízio de carros (Foto: Francois Guillot/AFP)Policiais controlam a passagem de carros em Paris nesta segunda-feira (17); poluição levou governo a estabelecer rodízio de carros (Foto: Francois Guillot/AFP)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Para combater poluição, Paris restabelece rodízio de automóveis

Qualidade do ar de Paris atingiu um dos piores patamares da história, rivalizando com a capital chinesa Pequim, uma das cidades mais poluídas do mundo (Foto: AFP)Qualidade do ar de Paris atingiu um dos piores patamares da história, rivalizando com a capital chinesa Pequim, uma das cidades mais poluídas do mundo (Foto: AFP)

Após quase duas décadas, Paris decidiu restabelecer o rodízio de automóveis para combater os altos níveis de poluição do ar registrados na cidade.

É a segunda vez na história que a capital francesa lança mão da medida. Segundo a determinação, os motoristas só poderão dirigir em dias alternados.

A medida foi tomada depois que os níveis de poluição atmosférica excederam o limite de segurança por cinco dias consecutivos em Paris e nas áreas vizinhas.

A restrição passa a valer a partir desta segunda-feira (16).

Em 1997, por motivos semelhantes, Paris decidiu instaurar o rodízio de automóveis por tempo determinado.

Segundo as autoridades, as motocicletas também estarão sujeitas à medida.

Em uma tentativa de encorajar as pessoas a deixar seus carros em casa, o governo concedeu, na sexta-feira (14), acesso gratuito ao transporte público por três dias. O benefício termina nesta segunda-feira.

O nevoeiro de fumaça que encobriu a cidade-luz foi causado por uma combinação de noites frias e dias quentes, que impediu a dispersão da sujeira.

Segundo a agência de meio ambiente da França, a qualidade do ar de Paris atingiu um dos piores patamares da história, rivalizando com a da capital chinesa Pequim, uma das cidades mais poluídas do mundo.

Na sexta-feira, os níveis de poluição chegaram a 180 microgramas de PM10 por metro cúbico, mais do que o dobro do limite tolerável de 80.

As partículas PM10 são emitidas por veículos, sistemas de aquecimento e indústria pesada.

O governo vai revisar os níveis de poluição nesta segunda-feira, antes de decidir se estenderá as restrições para os automóveis.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Governo da China promete pulso firme contra corrupção e poluição

A Assembleia Nacional do Povo (ANP), o Legislativo chinês, concluiu nesta quinta-feira (13) suas sessões anuais com a promessa do primeiro-ministro, Li Keqiang, de que seu governo será implacável na luta contra a corrupção e a poluição ambiental.

Em entrevista coletiva após o encerramento das sessões anuais, Li, que completa agora seu primeiro aniversário de liderança junto ao presidente, Xi Jinping, prometeu que seu governo terá “tolerância zero” com a corrupção.

A respeito da poluição, assunto não menos polêmico na China, Li enfatizou que a China precisa de medidas e leis mais duras para combatê-la. “Os órgãos de controle que derem as costas a atividades poluentes e falharem no desenvolvimento de suas funções terão que prestar contas por isso”, disse o líder chinês.

Sobre a declaração de guerra contra o smog (nevoeiro), como manifestou durante seu discurso de abertura da ANP na semana passada, Li ressaltou que “não é declarar-lhe a guerra à natureza”. “Ao contrário, o que queremos dizer é que vamos declarar guerra a um modelo de crescimento e um modelo de vida ineficazes e insustentáveis”, acrescentou.

Controle da poluição
Em 2013, o Conselho de Estado emitiu um plano de dez pontos para prevenir o controle da poluição do ar, o qual a China utiliza para analisar o nível das partículas poluentes PM 2,5 em 161 cidades.

Essas partículas são as menores e mais prejudiciais para a saúde, já que podem penetrar diretamente os pulmões. “Trata-se da escala mais alta entre todos os países em desenvolvimento”, disse Li.

No entanto, algumas críticas frequentes apontam que as medições oficiais chinesas não são muito realistas e que costumam dar números abaixo dos que são publicados por algumas Embaixadas na capital, como a dos Estados Unidos, por exemplo.

A potência asiática também quer reduzir em 3,9% o consumo de energia, em contraste com os 3,7% que baixou no ano passado, o que equivale a reduzir a queima de carvão em 22 milhões de toneladas, principal fonte energética do país.

O primeiro-ministro admitiu que as causas da poluição são “complexas” e que reduzir o problema leva tempo. Por isso, Li pediu ao governo, às empresas e a cada indivíduo da sociedade “para agir juntos e realizar esforços para ganhar a batalha contra o ‘smog'”.

O primeiro-ministro chinês Li Keqiang, gesticula conforme fala durante uma coletiva de imprensa em Pequim nesta quinta-feir (Foto: Barry Huang/Reuters)O primeiro-ministro chinês Li Keqiang, gesticula conforme fala durante uma coletiva de imprensa em Pequim nesta quinta-feir (Foto: Barry Huang/Reuters)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Chinês processa governo devido à alta poluição atmosférica

Visitantes usam máscaras enquanto visitam o Templo do Céu, em Pequim. (Foto: China Out/AFP)Visitantes usam máscaras enquanto visitam o Templo do Céu, em Pequim. (Foto: China Out/AFP)

Um homem que vive em uma cidade encoberta pela poluição no norte da China tornou-se a primeira pessoa no país a processar o governo por não reduzir a poluição do ar, informou um jornal estatal nesta terça-feira (25).
Li Guixin , morador de Shijiazhuang, capital da província de Hebei , apresentou a sua queixa a um tribunal distrital, pedindo ao Gabinete Municipal de Protecção Ambiental de Shijiazhuang para “cumprir o seu dever de controlar a poluição do ar de acordo com a lei” , disse o Yanzhao Metropolis Daily.

Ele também está buscando compensação da agência para os residentes para a poluição sufocante que tomou conta de Shijiazhuang, e grande parte do norte da China, neste inverno.
“A razão que eu estou propondo compensação administrativa é deixar que cada cidadão ver que, em meio a essa névoa, nós somos as verdadeiras vítimas “, disse Li , citado pelo jornal.
Não está claro se o tribunal vai aceitar ação de Li.
Seu advogado, Wu Yufen, não quis comentar, dizendo à Reuters que “esta informação é muito sensível ” . O tribunal eo bureau de proteção ambiental Shijiazhuang não pôde ser encontrado para comentar o assunto.
Li disse que gastou dinheiro em máscaras faciais, um purificador de ar e uma esteira para fazer exercícios internos em dezembro do ano passado, quando a poluição foi particularmente grave .
“Além da ameaça à nossa saúde, nós também já sofremos perdas econômicas, e essas perdas devem ser suportadas pelo governo e os órgãos ambientais, porque o governo é o destinatário de impostos corporativos, é um beneficiário”, disse ele .
O Norte da China vem sofrendo a pior crise poluição do ar nos últimos meses.
Autoridades introduziram inúmeras ordens e políticas e fez inúmeras promessas para limpar o ambiente, mas o problema só parece piorar.

Homem faz exercício de máscara para se proteger da poluição em Pequim, na China. (Foto: Ng Han Guan/AP)Homem faz exercício de máscara para se proteger da poluição em Pequim, na China. (Foto: Ng Han Guan/AP)


Fábricas              
O governo tem investido em projetos e capacitado tribunais para infligir sanções mais duras mas a aplicação tem sido irregular ao nível local, onde as autoridades muitas vezes dependem dos impostos pagos pelas indústrias poluentes.
O Centro Nacional de Meteorologia elevou o alerta para poluição do norte e do centro da China , com poluição pesada esperado por mais dois dias, segundo a agência de notícias estatal Xinhua.
Pequim tem sido envolta em fumaça por mais de uma semana e em um esforço para reduzir a poluição, 147 empresas industriais em Pequim haviam cortado ou suspenso a produção a partir de terça-feira, disse a agência de notícias Xinhua estado.
Os moradores da cidade estão ficando com raiva e alarmados.
“É claro que , nos dias em que os níveis de poluição atingir ou mesmo exceder a escala estamos muito preocupados e temos que ver isso como uma crise”, disse Bernhard Schwartlander, representante da Organização Mundial de Saúde na China, à Reuters.
“Há agora evidências claras de que, a longo prazo, os altos níveis de poluição do ar pode realmente causar também câncer de pulmão… “, disse ele .
Hebei, uma importante região industrial que circunda Pequim, é o lar de algumas das cidades mais poluídas da China. Shijiazhuang rotineiramente gravou “além do índice” medições de material particulado no início de 2013.
A Academia de Ciências da China identificou a província como uma importante fonte de poluição nociva que pairava sobre Pequim há um ano.
O governo disse em um plano de ação para a Hebei em setembro que iria proibir novos projetos em certas indústrias, como as instalações de aço e cimento antigas, e reduzir o uso do carvão .
A província prometeu cortar a capacidade total de aço por 86 milhões de toneladas , cerca de 40 por cento da produção do ano passado, em 2020. Dados oficiais sugerem que está começando a acontecer.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,