RSS

Arquivo da tag: pista

Empresa que achou pista sobre rota do MH370 usou tecnologia inédita

A empresa de tecnologia de satélite Inmarsat disse ter confirmado o que muitas pessoas no mundo temiam – que o voo MH370 da Malaysia Airways caiu mesmo no sul do Oceano Índico, ao sudoeste da Austrália.

A empresa britânica Inmarsat, uma das maiores operadores de satélites do mundo, estava recebendo “pings” (pequenos sinais de dados) por hora emitidos por equipamentos a bordo do avião. Esses “pings” continuaram sendo emitidos por cinco horas depois que a aeronave deixou o espaço aéreo da Malásia.

Empresa britânica Inmarsat recebe 'pings' de aeronaves como a da Malaysia Airlines que sumiu (Foto: BBC)Empresa britânica Inmarsat recebe ‘pings’ de aeronaves como a da Malaysia Airlines que sumiu (Foto: BBC)

Inicialmente, os “pings” – que na prática funcionam como um recado de que todos os equipamentos estão ligados – revelaram duas possíveis rotas tomadas pelo avião: uma pelo norte e outra pelo sul.

A rota pelo norte parecia pouco provável porque teria sido feita em direção a países que possuem sofisticados mecanismos de defesa aérea. O avião dificilmente conseguiria evitar ser detectado.

A Inmarsat, que está colaborando com as investigações, passou o final de semana revisando todos os dados do MH370, e diz estar confiante de que o voo tomou a rota pelo sul.

A empresa examinou a frequência das transmissões de “ping” e as diferenças em relação a outros voos Boeing 777 da Malaysia Airlines.

Isso permitiu que os engenheiros construíssem um modelo de como essa frequência se altera enquanto o avião está em movimento.

Este é o famoso efeito Doppler – que busca “esticar” ou “comprimir” ondas de rádio que são emitidas por objetos em movimento. Com um carro de polícia em movimento, por exemplo, é possível perceber que o som da sirene varia.

Este tipo de análise é uma tecnologia de ponta que nunca foi usada antes.

O problema é que ainda assim não há indicação concreta da localização precisa da aeronave. Também há vários outros pontos de interrogação, como a altura, a velocidade e a quantidade de combustível.

A única conclusão possível é que o avião estava indo em uma direção agora conhecida.

Mas só este dado já é suficiente para confirmar os piores medos dos familiares dos passageiros, pois revela que o avião estava se distanciando de qualquer local onde seria possível aterrissar. A única conclusão possível é de que ele acabou mergulhando no oceano.

‘Palheiro’ certo
O vice-presidente da Inmarsat, Chris McLaughlin, disse à BBC que esta análise fez com que a empresa explorasse possibilidades nunca antes testadas. Seus engenheiros ainda estão analisando os dados, mas ele diz que há poucas esperanças de chegar a novas conclusões com base neles.

Nesta terça-feira, a entidade britânica que investiga acidentes aéreos – e que trabalhou com a Inmarsat – prometeu revelar mais detalhes sobre a análise.

Pelos menos agora, as missões de busca podem saber que estão procurando “uma agulha no palheiro certo” – mesmo que a área vasculhada ainda seja imensa.

As buscas entram agora em uma fase de urgência. As baterias das caixas-pretas dos aviões duram apenas 30 ou 40 dias – o que significa que elas emitirão “pings” por um tempo limitado. As equipes de busca precisam pelo menos se aproximar dos destroços do avião para conseguir captar esses sinais.

Os dados das caixas-pretas são preservados por um bom tempo e não serão perdidos, mesmo no caso de o avião só ser encontrado daqui a muitos anos.

Outra dificuldade é que esta região – a 2,4 mil quilômetros da cidade de Perth, na costa da Austrália – é muito pouco mapeada, devido ao pouco interesse que existe nela.

“Não temos muitos interesses em colocar recursos para mapear o leito do mar ali. Nós provavelmente possuímos mapas melhores da superfície da Lua do que desta parte do mar”, disse Simon Boxall, oceanógrafo da universidade de Southampton.

Fonte G1

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Dois foguetes explodem em pista de aeroporto da capital líbia

Dois foguetes explodiram na madrugada desta sexta-feira (21) em uma pista de pouso do aeroporto de Trípoli, provocando danos e a suspensão dos voos, informaram fontes aeroportuárias.

“Dois foguetes explodiram na pista principal do aeroporto, provocando danos. Por razões de segurança, os voos foram suspensos até nova ordem”, indicou esta fonte, que pediu o anonimato.

A origem dos foguetes ainda é desconhecida.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Austrália inicia buscas por ‘melhor pista’ de avião desaparecido

Austrália, Noruega, Estados Unidos e Nova Zelândia buscam por objetos presentes em imagens de satélite (Foto: Getty Images)Austrália, Noruega, Estados Unidos e Nova
Zelândia buscam por objetos presentes em
imagens de satélite (Foto: Getty Images)

Autoridades australianas estão investigando dois objetos vistos por satélite que podem estar ligados ao desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines.

O avião decolou em 8 de março de Kuala Lampur rumo a Pequim, na China, com 239 pessoas a bordo e perdeu contato com a torre de controle quando sobrevoava o Mar do Sul da China, na divisa dos espaços aéreos da Malásia e do Vietnã.

Nesta quinta-feira, autoridades do país afirmaram que este objetos podem ser a ‘melhor pista’ do que aconteceu com o aeronave.

Um navio da Noruega se juntou aos aviões da Austrália, Nova Zelândia e dos Estados Unidos nas buscas pelos objetos em uma área localizada a cerca de 2,5 mil quilômetros da cidade de Perth, na costa sudoeste australiana.

As buscas foram interrompidas com o cair da noite, sem que os objetos tenham sido avistados. Segundo as equipes envolvidas, o mau tempo tem prejudicado seu trabalho e esperam retomá-lo na sexta-feira.

Imagens de satélite

Mais cedo, o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, anunciou a presença destes dois objetos em imagens de satélite do mar feitas em 16 de março.

‘A Autoridade de Segurança Marítima Australiana (Amsa) recebeu informações com base em dados de satélite sobre objetos que possivelmente estão relacionados às buscas’, disse Abbott.

‘Após análises destas imagens por especialistas, dois objetos potencialmente ligados à aeronave foram identificados’.

Segundo o diretor da Amsa, John Yong, os objetos seriam de um tamanho ‘razoável’. Um deles teria cerca de 24 metros.

‘Os objetos são relativamente diferentes e têm afundado e retornado à superfície’, afirmou Yong.

‘Estas são provavelmente as melhores pistas que temos agora. Mas precisamos chegar até lá, encontrá-las, vê-las e avaliá-las para saber se realmente são significativas ou não’, acrescentou Young, alertando que a baixa visibilidade na área pode atrapalhar as buscas.

A Amsa disse ter coberto uma área de 23 mil km² nesta quinta-feira, mas que o mar turbulento e os ventos fortes dificultaram as buscas.

Sinal positivo

A Austrália informou as autoridades malaias sobre os novos desdobramentos nas investigações.

‘Nós temos seguido todos os passos e desta vez eu espero que seja um sinal positivo’, disse o ministro interino do Transporte da Malásia, Hishammuddin Hussein.

Segundo autoridades malaias, após sumir das telas de controle de tráfego aéreo, a aeronave teria então seguido para oeste e sua última posição, de acordo com radares militares, teria sido detectada quando sobrevoava o Estreito de Malaca, na direção oposta a seu plano de voo.

Investigadores indentificaram dois corredores de território onde as buscas deveriam ser realizadas – um ao norte e outro ao sul – para tentar abranger todas as possíveis posições do avião até sete horas após a decolagem.

No início desta semana, a Malásia pediu à Austrália que ficasse responsável pelas buscas no ‘corredor sul’.

Atualmente, 26 países estão envolvidos na procura por sinais do voo MH370.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Família oferece 10 mil euros por pista de brasileiro que sumiu na Espanha

Victor da Silva Lago desapareceu na Espanha após o réveillon. (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/TV Bahia)Victor da Silva Lago desapareceu na
Espanha após festa de Ano Novo.
(Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal/TV Bahia)

Um mês depois do desaparecimento do jovem brasileiro Victor da Silva na cidade de Zaragoza, no leste da Espanha, sua família oferece 10 mil euros a quem der uma “pista confiável” sobre seu paradeiro.

Victor da Silva, de 19 anos, natural de São Paulo, é filho único e, desde os 8, mora com a família em Zaragoza, onde frequenta a universidade.

Em 31 de dezembro, ele decidiu ir a uma festa de Ano Novo e não voltou para casa. Sua família descarta taxativamente que sua ausência seja voluntária, mas desde então não se sabe nada sobre ele.

As buscas se concentram na cidade e nos arredores e é feita tanto pela polícia quanto por seus familiares e amigos de universidade, mas sem resultados.

Thais Silva, prima de Victor, anunciou publicamente que a família do brasileiro dará 10 mil euros a quem der uma pista confiável sobre o paradeiro do jovem.

“Em casa, ninguém está preparado para nada”, disse, quando perguntada se a família acredita que Victor pode aparecer algum dia por conta própria. No entanto, “esteja onde estiver”, querem encontrá-lo, saber onde está e o que aconteceu, explicou Thais.

Apenas um policial disse tê-lo visto na manhã de Ano Novo em Zaragoza, mas desde então não se sabe mais nada sobre o rapaz.

Cedido por uma empresa, um drone (aeronave não tripulada) chegou a ser usado nas buscas.

Também estão sendo analisados traços de sangue encontrados em um campo e que foram comparados com o DNA da família de Víctor, mas por enquanto os resultados não foram divulgados, afirmou à Efe outra parente do rapaz, Selma da Silva.

As autoridades não descartam nenhuma hipótese, apesar de, segundo fontes da polícia, ser apontada como causa mais provável a possibilidade de ele ter sofrido um acidente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Cão invade a pista e rouba a cena em rali na Bolívia

Um cão “invadiu” a pista do Rali Dakar na frente do piloto espanhol Joan Barreda, da Honda, neste domingo (12), na chegada da sétima fase da competição, em Uyuni, na Bolívia.

A cena curiosa foi flagrada pelo fotógrafo Jean-Paul Pelissier.

Cão invade a pista e rouba a cena em rali na Bolívia (Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters)Cão invade a pista e rouba a cena em rali na Bolívia (Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Competição de carrinhos sem motor leva ‘sardinha’ e ‘macarrão’ à pista

Corrida de espaçonaves em Taiwan 2 (Foto: Wally Santana/AP )Sardinha consegue estabilizar carrinho na competição realizada em Taiwan  (Foto: Wally Santana/AP)

Uma competição de carrinhos sem motor realizada em Taipei, Taiwan, levou à pista competidores vestidos de sardinha, alienígena e até de vasilha de macarrão.

Os juízes avaliaram, além do tempo de chegada, a criatividade dos corredores. Os vencedores ganharão uma viagem para Macau, na China, para competir no Macau Grand Prix a ser relizado em novembro. 

Corrida de espaçonaves em Taiwan (Foto: Wally Santana/AP )Vasilha de macarrão entra na descida da pista de competição dos carrinhos (Foto: Wally Santana/AP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Carreta bate na Serra de Petrópolis, RJ, e deixa trânsito em meia pista

Uma carreta bateu no meio fio na altura do km 82 da BR-040, descida da serra de Petrópolis, no Rio de Janeiro. O incidente aconteceu na noite deste domingo (22) por volta das 22h, mas o trecho continua em meia pista na manhã desta segunda-feira (23), já que a carreta, carregada de tubos de metal, aguarda outro veículo para transportar a carga. Ninguém se feriu no cidente.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,