RSS

Arquivo da tag: perfil

Facebook lança modo ‘anônimo’ de usar perfil para entrar em outros apps

O Facebook lançou nesta quarta-feira (30) um modo anônimo de os usuários utilizarem seu perfil na rede social para fazer login em aplicativos.

Muitos apps oferecem suas possibilidades de ter acesso a seus recursos, ou preencher um cadastro ou usar a conta existente na rede social. Essa opção, porém, cede aos aplicativos alguns dos dados pessoais dos usuários mantidos pelo Facebook.

Argumentando que alguns de seus membros se preocupam em fazer essa concessão, a rede social criou o recurso “Anonymous Login” (login anônimo), para que o perfil ainda possa ser utilizado, mas as informações pessoas não sejam compartilhadas.

“As pessoas nos dizem que às vezes elas ficam preocupadas em compartilhar informações com aplicativos e querem mais opções e controle sobre o quais informações pessoais os apps recebem”, informou o Facebook.

Essa forma de login, diz o site, dá as pessoas o poder de pensar melhor se querem realmente ceder informações com o aplicativo. ”As pessoas podem decidir mais tarde se elas querem compartilhar qualquer informação adicional, uma vez que entenderam mais sobre o app.”

Além de liberar o uso das contas de forma anônima, a rede social liberou outra atualização na interação entre os aplicativos e dados pessoais.

Assim que os usuários entram nos aplicativos utilizando a conta do Facebook são avisados sobre quais informações serão cedidas (amigos, relações acadêmicas, endereço de e-mail, número de “curtidas”, etc). Agora, os usuários poderão escolher a quais de suas informações os apps poderão ter acesso.

O Facebook também redesenhou a central de controle dos aplicativos, área em que os usuários podem ampliar ou limitar o nível de abrangência dos programas sobre seus dados pessoais.

Facebook lança recurso para usuários utilizarem o perfil na rede como login em outro aplicativos de forma anônima. (Foto: Divulgação/Facebook)Facebook lança recurso para usuários utilizarem o perfil na rede como login em outro aplicativos de forma anônima. (Foto: Divulgação/Facebook)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Um mês após roubo de hacker, Twitter devolve perfil ‘@N’ ao dono

O Twitter devolveu nesta quarta-feira (26) o perfil “@N” ao seu dono, o programador japonês Naoki Hiroshima, quase um mês após o roubo da conta por um hacker. A demora ocorreu porque a conta, avaliada em cerca de US$ 50 mil (R$ 117 mil) por ter apenas um caractere, não foi roubada de maneira convencional.

Hiroshima cedeu seu usuário depois que um hacker conseguiu acesso à sua conta do provedor GoDaddy, que por sua vez permitia acessar os e-mails e o site pessoal do programador.

Como o GoDaddy não queria restaurar o acesso à conta, pois esta teve sua titularidade alterada, Hiroshima se viu obrigado a fazer “negócio” com o hacker, trocando uma conta pela outra.

Após o roubo e a publicação do caso, no final de janeiro, o perfil “@N” foi suspenso, mas não foi retornado para seu dono. Hiroshima seguiu usando o Twitter com a conta “@N_is_stolen” (“@N_foi_roubado”, em português).

“A ordem foi restaurada”, tuitou Hiroshima de sua conta @N, devolvida a ele nesta quarta. O Twitter não comentou o caso, alegando que não comenta assuntos de perfis específicos por questões de privacidade e segurança.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Justiça de SP condena Facebook a indenizar mulher por perfil falso

Facebook tem hoje mais de 750 milhões de usuários (Foto: Thierry Roge/Reuters)Empresa não retirou perfil falso após alerta de
usuária  (Foto: Thierry Roge/Reuters)

A Justiça de São Paulo condenou o Facebook a indenizar em R$ 8 mil por danos morais a uma mulher que teve perfil falso criado no site de relacionamentos. A decisão da 3ª Câmara de Direito Privado foi proferida em 22 de janeiro, mas divulgada somente nesta quarta-feira (5).

Decisão cabe recurso. Procurada, a assessoria do Facebook disse que a empresa não comenta casos específicos.

Segundo o Tribunal de Justiça, quando soube da existência do perfil falso, com mensagens difamatórias, a mulher solicitou ao Facebook que a página fosse deletada.

O site, porém, “considerou que não havia qualquer irregularidade, somente o fazendo por determinação judicial”, disse o relator do recurso, desembargador Beretta da Silveira.

O magistrado entendeu que o dano ficou caracterizado pelo fato de a empresa não ter suspendido a divulgação das ofensas quando alertada. “O dano moral da autora não decorre pelo fato de não ter impedido a divulgação das ofensas e sim por não ter suspendido a divulgação da mesma assim que foi alertada.”

Os desembargadores Egidio Giacoia e Viviani Nicolau também participaram do julgamento e acompanharam o voto do relator.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Com ‘conversinha’, hacker obtém acesso a perfil ‘@N’ no Twitter

O perfil “@N” no Twitter, pertencente ao programador Naoki Hiroshima, foi roubado na segunda-feira (27) e teve seu processo de hackeamento descrito na quarta (27) pela própria vítima. O hacker teria explicado a Hiroshima que obteve os quatro últimos dígitos do cartão de crédito do programador em uma ligação telefônica para o PayPal. Em seguida, ele usou essa informação para roubar um domínio registrado no provedor GoDaddy.

O acesso à conta do Twitter foi obtido por meio de extorsão. Hiroshima tinha seu perfil no Facebook registrado em seu domínio. A conta dele, portanto, estava sendo controlada pelo hacker, bem como seu site na internet e todos os dados que estavam chegando ao e-mail pessoal.

O Twitter, porém, estava associado a outro e-mail, o que impediu o hacker de obter a conta prontamente. De acordo com o próprio hacker, que usou o apelido de “Social Media King” (“Rei das Mídias Sociais”, em português), o alvo da operação foi, desde o início, a conta “@N”, pela qual Hiroshima diz já ter recebido ofertas de US$ 50 mil.

O hacker ofereceu “trocar” o acesso à conta do GoDaddy pela conta do Twitter. A troca ocorreu com sucesso.

Antes de realizar a troca, Hiroshima tentou contato com o GoDaddy para obter seu domínio de volta. No entanto, o hacker havia modificado todas as informações da conta, inclusive o nome do titular. O programador, portanto, não podia mais restaurar sua conta porque não era mais o dono dela.

O ataque sofrido por Hiroshima parece fazer parte de uma série de investidas contra contas de Twitter com nomes curtos. Um deles ocorreu contra o jornalista Mat Honan (@mat), em 2012, e usou táticas semelhantes.

Outro programador, Josh Bryant, dono da conta “@jb”, informou que também foi alvo de ataques, usando sua conta na Amazon. Bryant conseguiu recuperar suas contas antes que o hacker finalizasse a mudança de titularidade. 

Nenhuma vulnerabilidade técnica nos serviços foi explorada. A invasão se deu completamente em conversas por telefone com o suporte técnico.

GoDaddy admite ataque, PayPal nega
Em nota, o GoDaddy admitiu que um funcionário da empresa caiu na conversa do hacker e cedeu o controle da conta de Hiroshima. A empresa disse que está trabalhando com parceiros para restabelecer o acesso do programador a outros serviços.

O Twitter disse que está investigando o assunto, mas a conta “@N” ainda não está em nome de Hiroshima. Ele atualmente está usando a conta “@N_is_stolen” (“@N_está_roubada”, em português). Aparentemente, a conta foi registrada por alguém sem envolvimento com o caso e a conta está vazia. “Aparentemente, o Twitter me ignorou”, comentou o programador na rede social.

O PayPal negou que os dígitos do cartão de crédito de Hiroshima foram cedidos para um invasor. Eles confirmaram que a tentativa de invasão ocorreu, mas ela não teria tido sucesso. A negativa da empresa deixa em dúvida como a informação teria sido obtida.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Dilma cria perfil em rede social para publicação de vídeos

Perfil lançado pela presidente Dilma Rousseff no Vine (Foto: Reprodução)Perfil lançado pela presidente Dilma Rousseff no Vine (Foto: Reprodução)

A presidente Dilma Rousseff inaugurou nesta quinta-feira (23) conta na rede social Vine, utilizada para a publicação de vídeos. O primeiro post de Dilma foi uma série de imagens de estádios construídos para a Copa do Mundo de 2014.

Dilma anunciou sua estreia na rede social por meio do Twitter. “Ontem entregamos + um estádio p/ a #CopaDasCopas e a nossa estreia no Vine é sobre isso”, escreveu na rede social, onde sugeriu o link para sua página no Vine.

O Vine é uma rede social para publicação de vídeos curtos. Na página, é indicado ao usuário que há a possibilidade de agregar amigos e também acompanhar outras postagens. O Vine também está disponível em aplicativo e pode ser baixado gratuitamente para smartphones.

Dilma aumentou sua participação em redes sociais desde o ano passado. Em setembro, a presidente retomou as atividades no microblog Twitter, que não havia sido utilizado desde as eleições presidenciais, em 2010. Dilma, também no ano passado, chegou a receber, no Palácio do Planalto, o criador do perfil “Dilma Bolada”, Jéferson Monteiro. À época, Dilma também aderiu ao Instagram, rede social onde podem ser publicados vídeos e fotos.

Já em novembro, Dilma criou o seu perfil no Facebook. Inspirado no modelo adotado pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, a página é considerada institucional, com previsão de algumas postagens pessoais de Dilma. Ela anunciou a criação pelo Twitter, com um vídeo, no qual convidava os internautas a acompanharem as atividades do governo federal.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Perfil da modelo Luize Altenhofen no Facebook é excluído

Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino /
Folhapress)

O perfil da modelo Luize Altenhofen no Facebook foi excluído da rede social nesta sexta-feira (4), um dia após a atriz ser pivô de um pedido judicial para a exclusão de mensagens na rede que ameaçava retirar o site do ar em caso de descumprimento.

A própria Luize optou pela exclusão de sua conta na rede social depois da dimensão do pedido da Justiça de São Paulo, informou a assessoria da modelo.

O perfil da modelo na rede social era seguido por mais de 2 mil usuários. Ainda permanece no site uma página sobre a figura pública de Luize, que é seguida por 2.405 pessoas. Todas as pesquisas feitas na rede social por meio da Busca Social trazem apenas resultados relacionados a essa página.

Gondim Jr. e Luize estão no meio de uma disputa judicial que começou em janeiro deste ano. Vizinho da atriz no bairro do Butantã, Zona Oeste de São Paulo, o dentista bateu com uma barra de ferro em um dos cachorros da raça pit bull de Luize. Segundo Gondim Jr., o animal tentou atacá-lo, sua mulher e sua filha.

Segundo Luize, o cão Ryng passa bem, “mas hoje é um cachorro especial”. “Ele está cego de um olho, precisa de direção, precisa que levantem ele. Ele sofreu um traumatismo craniano e não é um cachorro como era antes do acidente”, diz.

Na época, uma série de comentários sobre a agressão foi postada no Facebook. A defesa de Gondim Jr. afirma que as mensagens eram ofensivas e que fotografias com tarjas de “assassino” foram publicadas. Ao G1, Luize ressalta que não se tratavam de comentários dela, mas de pessoas – algumas que ela não conhecia – testemunhas da cena.

“Ele não é um contumaz assassino ou um matador de cachorros. Nesse sentido, a decisão atingiu nosso objetivo principal, que era remover as frases ofensivas”, diz o advogado de Gondim Jr., Paulo Roberto Esteves.

Um despacho de quarta-feira (2) da 1ª Vara Cível da Comarca de São Paulo deu prazo de 48 horas para o Facebook retirar do ar as mensagens publicadas sobre o caso. A decisão da Justiça paulista faz parte de uma ação por danos morais e materiais que Gondim Jr. move contra Luize.

Sobre a possibilidade de o Facebook sair do ar por sua causa, Luize diz que “não iria se sentir bem, não iria gostar”. “Não fui eu que pedi. Eu torço para que tudo se resolva e que o Facebook continue no ar”. E completa: “Não quero esse poder que não é meu”.

Pedido de exclusão
A rede social acatou o pedido da Justiça paulista ainda na noite de quinta. No entanto, essa não foi a primeira vez que a exclusão das postagens em questão fora determinada. Segundo o Facebook Brasil, o site descumpriu as determinações de abril e julho porque “não é o responsável pelo gerenciamento do conteúdo e da infraestrutura do site Facebook”.

De acordo com a companhia, “essa incumbência compete a duas outras empresas distintas e autônomas, denominadas Facebook Inc. e Facebook Ireland LTD., localizadas nos Estados Unidos da América e Irlanda, respectivamente”.

O juiz do caso, Régis Rodrigues Bonvicino, considerou a declaração “afrontosa à soberania brasileira”. “Se o Facebook opera no Brasil, ele está sujeito às leis brasileiras”, escreveu.

O magistrado subiu o tom e citou ainda a revelação do Fantástico de que a presidente Dilma Rousseff e a Petrobras foram alvo dos programas de espionagem cibernética do governo dos Estados Unidos, fato que consta em documentos trazidos à tona por Edward Snowden, ex-técnico da CIA, a agência de inteligência dos EUA.

“É uma desconsideração afrontosa agravada pela notória espionagem estatal, oficial, do governo americano”, escreveu o juiz. “O Facebook não é um país soberano superior ao Brasil”, enfatizou.

De acordo com o advogado Paulo Roberto Esteves, a audiência da ação entre Gondim Jr. e Luize está marcada para o dia 6 de novembro. “Fica a cargo da Justiça decidir se ela [Luize Altenhofen] tem responsabilidade pelas ofensas replicadas no Facebook”.

No mesmo dia das agressões ao cão Ryng, Luize arrebentou o portão da casa de Gondim Jr. com sua caminhonete. De acordo com a polícia, ela afirma que se dirigia à clínica veterinária para onde o pit bull foi levado com convulsões, e não conseguiu acionar o pedal do freio, o que causou a colisão. Gondim Jr. registrou dois boletins de ocorrência: um pelo ataque do cão e outro pelo acidente com o veículo.

Após o incidente, Gondim Jr. moveu uma ação contra a atriz onde pede reparação de R$ 106 mil por danos morais e materiais – o reparo do portão, segundo ele, custou R$ 6,5 mil.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

NSA capta dados de rede social para traçar perfil de americanos, diz jornal

Arte cronologia snowden - vale este - 29/9 (Foto: Arte/G1)

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) explora desde 2010 o cruzamento de dados coletados em redes social, contatos telefônicos, contas bancárias e de sistemas de GPS (posicionamento global) para criar perfis de norte-americanos que identifiquem relações pessoais, localização em determinados períodos e companhias de viagem, segundo reportagem do jornal “New York Times” publicada neste sábado (28).

O periódico obteve novos documentos do ex-técnico da CIA Edward Snowden, que desde junho revela informações sobre os programas de ciberespionagem do governo dos Estados Unidos.

Com as informações coletadas, a maior parte metadados (registros de informações), a NSA conseguiu criar gráficos sofisticados sobre os cidadãos que eram alvo da investigação.

De acordo com esses documentos, a NSA desenvolveu um programa que busca por 94 tipos de informações, como números de telefone, endereços de e-mail e números de IP (espécie de identidade única de acesso à internet).

Além disso, a agência é capaz de correlacionar 164 tipos de relacionamento. Com esses cruzamentos, a entidade constrói a rede social de um indivíduo e as “comunidade de interesse” dele.

O esforço para construir as redes de relacionamento dos alvos começou em 2010. O plano era auxiliar a agência a descobrir e rastrear conexões entre alvos fora do país e cidadãos norte-americanos, de acordo com um memorando da NSA de janeiro de 2011.

Os oficiais da NSA evitaram dizer quantos americanos são alvo desse esforço de monitoramento ou se há estrangeiros na lista dos alvos.

Os documentos obtidos pelo jornal mostram que uma das principais ferramentas usadas pela agência para montar a cadeia de números de telefones e endereços de e-mail de um alvo é o programa chamado Mainway.

O serviço funciona como um repositório de dados para o qual é direcionada uma vasta quantidade de informação coletada nos cabos de fibra ótica da NSA, parceiros corporativos e redes de computador estrangeiras que foram hackeadas.

De acordo com um boletim interno da NSA, o Mainway recebia 700 milhões de registros telefônicos por dia em 2011. A partir de agosto daquele ano, o programa passou a receber um volume adicional de 1,1 bilhão de registros de ligações de celular por dia, fornecido por prestadoras do serviço pela lei de segurança nacional dos EUA.

No começo de setembro, o Fantástico mostrou que a presidente Dilma Rousseff e seus principais assessores eram alvo direto de espionagem da NSA, segundo documentos classificados como ultrassecretos pela agência (veja os documentos revelados). Também é espionada a comunicação dos assessores entre eles e com terceiros.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, também foi um alvo, segundo o material. A apresentação secreta, obtida pelo Fantástico, é chamada de “filtragem inteligente de dados: estudo de caso México e Brasil.” O programa da NSA, diz a apresentação, torna possível encontrar, sempre que quiser, uma “agulha no palheiro.”

O palheiro, no caso, é o volume imenso de dados a que a espionagem americana tem acesso todos os dias, espionando as redes de telefonia, internet, servidores de e-mail e redes sociais. A agulha é quem eles escolherem.

O Fantástico também mostrou que a Petrobras, quarta maior petroleira do mundo, também foi espionada.

Não há informações sobre a extensão da espionagem nem se a agência americana conseguiu acessar o conteúdo guardado nos computadores da empresa. Não há também informações a respeito sobre quais documentos a NSA buscava.

Este tipo de informação é liberada somente ao grupo chamado pelos americanos de “Five eyes” (cinco olhos, na tradução literal), que se refere aos cinco países aliados na espionagem: EUA, Inglaterra, Austrália, Canadá e Nova Zelândia.

O nome da Petrobras aparece em vários slides obtidos pela reportagem. Além da estatal, estão listados também como alvos da NSA a infraestrutura do Google, o provedor de e-mails e serviços de internet da

A suspeita causou desconforto entre as diplomacias de Brasil e EUA, tanto que a presidente Dilma cancelou a visita de estado planejada para outubro ao país.

Na última terça-feira (24), no discurso de abertura da  68ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova York, a presidente Dilma Rousseff afirmou que as ações de espionagem dos Estados Unidos no Brasil “ferem” o direito internacional e “afrontam” os princípios que regem a relação entre os países. Dilma discursou por 23 minutos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,