RSS

Arquivo da tag: pedofilia

Gary Glitter é acusado de atos de pedofilia cometidos entre 1977 e 1980

O cantor britânico Gary Glitter, em foto de 28 de outubro de 2012 (Foto: Leon Neal/AFP)O cantor britânico Gary Glitter, em foto de 28 de
outubro de 2012 (Foto: Leon Neal/AFP)

Gary Glitter, antigo astro pop britânico, foi acusado de oito delitos de pedofilia, cometidos há mais de 30 anos, anunciou a justiça britânica.

Glitter, de 70 anos e cujo nome real é Paul Gadd, foi o primeiro detido como parte de uma investigação aberta pelo escândalo dos abusos sexuais contra meninas envolvendo o ex-apresentador da BBC Jimmy Savile, já falecido.

Os delitos foram cometidos entre 1977 e 1980, e as duas vítimas tinham 12 e 14 anos, respectivamente.

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Nacional para a Proteção das Crianças contra a Crueldade (NSPCC, na sigla em inglês) revelou nesta segunda-feira (2) haver pelo menos 500 denúncias de abusos cometidos por Jimmy Savile, em comparação com uma suspeita de 140 casos, sendo a maioria das vítimas com idades entre 13 e 15 anos, mas mais nova, com apenas dois anos de idade.

Peter Watt, diretor da NSPCC, disse não haver dúvida de que Savile foi um dos maiores, se não o maior, criminoso sexual já descoberto pela entidade. “Ele era manipulador, arrogante, e controlador… Savile escapou da Justiça porque as pessoas não queriam ouvir ou acreditar no que as crianças diziam”, disse Watt, em um comunicado.

Watt disse ser incrível que depois de 60 anos as pessoas ainda esteja denunciando Savile, um personagem excêntrico, famoso por seus charutos, roupas extravagantes e jóias chamativas.

Savile, uma das maiores celebridades da BBC na década de 1970 e 1980, foi desmascarado após sua morte, em 2011, aos 84 anos, ao ser apontado como um dos piores criminosos sexuais da Grã-Bretanha.

A revelação chocou a Grã-Bretanha e mergulhou a BBC em uma crise. Um relatório de 2012 inocentou chefes da BBC das suspeitas de encobrir denúncias contra Savile, mas um informe da corregedoria da polícia, no ano passado, expressou preocupações sobre os erros da polícia.

O caso Savile levou a uma investigação mais ampla sobre crimes sexuais cometidos por figuras mais velhas do setor de entretenimento, com 17 prisões efetuadas incluindo o australiano Rolf Harris, em julgamento por 12 acusações de abuso sexual.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de junho de 2014 em Música

 

Tags: , , , ,

Apesar de popularidade, Papa não convence sobre pedofilia nos EUA

Papa Francisco chega à Praça São Pedro para a audiência pública desta quarta-feira (26) no Vaticano (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)Papa Francisco chega à Praça São Pedro para a
audiência pública desta quarta-feira (26) no
Vaticano (Foto: Vicenzo Pinto/AFP)

Um ano após sua eleição, o Papa Francisco é extremamente popular entre os católicos americanos, ainda que a sua atitude em relação aos escândalos de pedofilia não convença a todos.

Mais de oito católicos americanos em cada 10 (85%) têm uma opinião muito favorável sobre o Papa, segundo uma pesquisa realizada pelo Pew Research Center por ocasião do primeiro aniversário, em 13 de março, de seu pontificado.

Mas apesar de uma grande maioria elogiar o seu “bom trabalho” na difusão da fé ou da ajuda aos pobres, apenas um americano em cada dois (54%) têm a mesma opinião sobre sua luta contra os escândalos sexuais na Igreja.

Além disso, para 70% dos católicos americanos, esta deveria ser a “prioridade número 1” do Papa.

Nos Estados Unidos e na Irlanda, a Igreja Católica tem sido marcada por grandes escândalos sexuais que foram alvos de um recente relatório altamente crítico das Nações Unidas para o Vaticano.

Na quarta-feira (5), o Papa defendeu em uma entrevista ao jornal Corriere della Sera os esforços da Igreja neste combate, mas a associação americana de vítimas SNAP o acusam de “não fazer nada, literalmente nada” para proteger as crianças.

A pesquisa mostra que, além da personalidade do Papa, os católicos americanos apoiam em grande parte uma mudança na Igreja: quase oito em cada 10 acreditam que deve permitir a contracepção, e em torno de sete dos 10 apoiam o casamento dos padres e a ordenação de mulheres.

Eles são mais divididos, 50% a favor e 43% contra, sobre o reconhecimento de casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Quase 25% da população americana é católica, 78 milhões de pessoas.

A pesquisa foi realizada entre 14 e 23 de fevereiro, com 1.821 pessoas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Relatório da ONU sobre pedofilia no clero tem ‘limitações’, diz Vaticano

O Vaticano criticou nesta sexta-feira (7) um relatório incriminador de um órgão da ONU sobre o modo como a Igreja Católica lida com os casos de pedofilia, declarando que o documento possui “sérias limitações”, além de acusar os membros do Comitê da ONU de seguir visões preconceituosas.

“As recomendações publicadas pelo Comitê parecem apresentar… graves limitações”, declarou o porta-voz Federico Lombardi em um comunicado no site da Rádio Vaticano, defendendo os esforços para acabar com os abusos.

“Foi dedicada mais atenção a organizações não-governamentais bem conhecidas que têm preconceito em relação à Igreja Católica e à Santa Sé do que às posições da Santa Sé”, disse Lombardi.

“Isso nos faz pensar que o relatório já estava escrito ou já estava em estágio bem avançado antes da audiência” do Comitê da ONU sobre os Direitos da Criança em Genebra, que ouviu depoimentos de uma delegação do Vaticano sobre sua política de luta contra a pedofilia no mês passado.

A Igreja foi denunciada pelo Comitê da ONU por não conseguir acabar com os casos de padres que realizam abusos, e pediu para que a instituição religiosa entregue os suspeitos e criminosos para serem julgados.

Lombardi disse que a posição da Santa Sé, que tem dito repetidamente que não é legalmente responsável pelas ações de padres individuais, não foi compreendida.

“Eles não entendem ou não querem entender? Em ambos os casos surpreende”, declarou.

O porta-voz disse ainda que as observações no relatório do Comitê “parecem ir além de suas competências e interferir nas posições doutrinais e morais da Igreja Católica”.

Lombardi enfatizou, porém, que não houve confronto entre o Vaticano e as Nações Unidas, destacando as muitas áreas nas quais os dois trabalham juntos e encontram uma ampla base comum na promoção de valores humanitários.

Mas ele declarou que o trabalho do Comitê atraiu “críticas sérias e bem fundamentadas” e advertiu que a organização como um todo pode sofrer em termos de opinião pública devido às “consequências negativas” do relatório.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Veja os principais casos de pedofilia entre integrantes do clero católico

Muitos casos de pedofilia cometidos por membros do clero, muitas vezes acobertados por sua hierarquia, foram denunciados no passado. O Comitê de Direitos da Criança da ONU exigiu nesta quarta-feira (5) que o Vaticano denuncie os culpados.

CANADÁ: No final dos anos 1980, as revelações de abusos de crianças em um orfanato em Newfoundland (leste) nos anos de 1950 e 1960 provocaram um enorme escândalo. A hierarquia religiosa também foi acusada de não ter denunciado os casos de pedofilia em suas fileiras.

ESTADOS UNIDOS: Em 2004, uma investigação contabilizou 4.400 padres pedófilos e 11 mil crianças vítimas de abusos entre 1950 e 2002.

Um dos casos mais notórios envolveu o arcebispo de Boston, o cardeal Bernard Law, que foi forçado a renunciar em 2002 por ter protegido padres pedófilos.

Em 2007, a Arquidiocese de Los Angeles, então liderada pelo cardeal Roger Mahony, concordou em pagar 660 milhões dólares para 500 supostas vítimas.

Mahony, acusado de acobertar os padres pedófilos, foi demitido de seu cargo no início de 2013.

IRLANDA: Nos anos 2000, acusações de abusos sexuais cometidos durante décadas coloca em xeque a credibilidade das instituições católicas. Mais de 14.500 crianças teriam sido vítimas. Vários bispos e padres, acusados de esconder esses atos, foram punidos.

ALEMANHA: Desde o início de 2010, centenas de casos de abusos sexuais de crianças e adolescentes em instituições religiosas foram revelados. Um dos casos mais divulgados foi o do colégio jesuíta Canisius em Berlim envolvendo cerca de vinte crianças.

No final de 2012, um relatório indicou pelo menos 66 nomes de religiosos envolvidos em casos de pedofilia por um período de 10 anos.

ÁUSTRIA: Após uma série de revelações no início de 2010 de casos de abusos sexuais e maus tratos por sacerdotes entre as décadas de 1960 e 1980, uma comissão de inquérito é criada pela Igreja.

Cerca de 800 casos foram identificados e 8 milhões de euros concedidos às vítimas.

BÉLGICA: Em 2010, o bispo de Bruges, Roger Vangheluwe, renunciou após admitir ter abusado sexualmente de dois de seus sobrinhos.

Na sequência, milhares de testemunhos relataram casos de abuso sexual por monges belgas. Acusada de permanecer em silêncio, a hierarquia católica é atualmente alvo de um vasto inquérito judicial.

HOLANDA: No final de 2011, um relatório revelou o caso de “dezenas de milhares de crianças” abusadas sexualmente dentro da Igreja católica holandesa entre 1945 e 2010. Cerca de 800 supostos autores foram identificados.

AUSTRÁLIA: Em abril de 2013, é aberto uma investigação pública sobre o abuso sexual de crianças em associações religiosas e instituições públicas.

Cinco mil supostas vítimas devem ser entrevistadas.

POLÔNIA: Em agosto de 2013, o polonês Jozef Wesolowski, núncio na República Dominicana, foi destituído, e uma investigação foi instaurada no âmbito de outro padre polonês suspeito de crimes contra menores de idade.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Vaticano rebate ONU e afirma que enfrenta pedofilia com transparência

O porta-voz da Santa Sé, padre Federico Lombardi, disse nesta quarta-feira (5) que o Vaticano enfrenta os casos de pedofilia na Igreja Católica com uma “exigência de transparência”, e prova disso é que, nos próximos dias ou semanas, irá explicar o funcionamento da comissão criada para prevenir abusos sexuais contra crianças pelo clero.

A declaração foi feita na Conferência Episcopal Espanhola, quando o porta-voz do Vaticano foi questionado sobre um relatório do Comitê da Organização das Nações Unidas (ONU) para os Direitos da Infância que criticou a Igreja em relação à maneira como ela lida com os casos de pedofilia.

Pouco depois, o Vaticano reafirmou seu compromisso em “defender e proteger os direitos das crianças”,  e disse que o relatório da ONU vai ser estudado e examinado “com atenção”.

O comunicado do Vaticano também afirmou, entretanto, que a ONU em alguns pontos quis interferir na moral católica, quando por exemplo critica as posições da Igreja em relação a homossexualidade, contracepção e aborto.

‘Antecipação’
O observador do Vaticano na ONU, Silvano Maria Tomasi, disse que o relatório “não levou em consideração” as explicações da Santa Sé e que pareceu que estava “preparado com antecipação”.

Falando à Rádio Vaticana, Tomasi disse que as críticas causaram “surpresa” no Vaticano.

“A primeira reação é de surpresa, porque o aspecto negatico do documento que fizeram parece como se ele já estivesse preparado antes do encontro entre o comitê e a delegação da Santa Sé”, disse.

Para Tomasi, o Vaticano ofereceu respostas “detalhadas e precisas” sobre o modo como trata os abusos, e essas respostas não apareceram no relatório.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Vaticano anuncia ter expulsado 400 padres por denúncias de pedofilia

Bento XVI saúda fiéis que foram dar o último adeus antes de ele deixar de ser Papa em Castel Gandolfo, em imagem exclusiva disponibilizada pelo Osservatore Romano (Foto: Reuters/Osservatore Romano)Bento XVI saúda fiéis que foram dar o último adeus
antes de ele deixar de ser Papa em Castel Gandolf
(Foto: Reuters/Osservatore Romano)

O Vaticano indicou neste sábado (18) que tinha expulsado do sacerdócio cerca de 400 religiosos durante o pontificado de Bento XVI, após um aumento das denúncias por abusos sexuales contra crianças.

“Em 2012, foram por volta de 100, enquanto em 2011 foram cerca de 300”, declarou o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi.

Para a Rede de Sobreviventes de Pessoas Abusadas por Padres (SNAP por sua sigla em inglês), “o Papa tem que começar a expulsar do sacerdócio os eclesiásticos que acobertam crimes sexuais, não só aqueles que os cometem. Enquanto isso não acontecer, as coisas não mudarão muito”, acrescentou em um comunicado.

Na quinta-feira, o Comitê da ONU para os Direitos das Crianças pediu à Igreja Católica que atue fortemente contra os abusos sexuais dos quais menores de idade são vítimas, em um enorme escândalo em relação ao qual o papa Francisco, que substituiu Bento XVI este ano, expressou sua ‘vergonha’.

Pela primeira vez, os representantes do Vaticano responderam a perguntas relacionadas aos abusos cometidos contra menores de idade por religiosos católicos formuladas pelos especialistas desse comitê, que vai divulgar suas conclusões no dia 5 de fevereiro.

Durante mais de uma década, a Igreja Católica foi sacudida por uma avalanche de escândalos de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças, que começou na Irlanda e se estendeu para Alemanha, Estados Unidos e vários países latino-americanos, como Brasil e México.

Os abusos foram acobertados pelos superiores dos acusados, que, em muitos casos, os transferiram para outras paróquias, em vez de denunciá-los à polícia.

Em 2005, Bento XVI havia prometido afastar todos os que acobertassem abusos sexuais dentro da Igreja, mas não conseguiu.

Em dezembro, a Santa Sé se negou a responder a um questionário enviado em julho pelo comitê da ONU, sobre cerca de 4.000 investigações eclesiásticas atualmente analisadas pela Congregação para a Doutrina da Fé, que não revela seus trabalhos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Papa aceita renúncia de bispo envolvido em caso de pedofilia

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,