RSS

Arquivo da tag: passageiros

Familiares de passageiros de avião sumido protestam em Pequim

Familiares de passageiros chineses desaparecidos marcham na direção do prédio da Embaixada da Malásia em Pequim. (Foto: Mark Ralston / AFP Photo)Familiares de passageiros chineses desaparecidos marcham na direção do prédio da Embaixada da Malásia em Pequim (Foto: Mark Ralston/AFP)

A informação de que o avião do voo MH370 da Malaysia Airlines caiu no Oceano Índico e não deixou sobreviventes, anunciada na segunda-feira (24) pelo primeiro-ministro malaio, Najib Razak, revoltou familiares dos 239 passageiros desaparecidos desde o dia 8 de março. Nesta terça-feira (25), parentes das vítimas fizeram uma marcha de protesto em frente ao prédio da Embaixada da Malásia em Pequim, na China.

O Boeing 777 fazia o trajeto Kuala Lumpur-Pequim quando sumiu dos radares. A informação de que ele caiu no mar foi obtida com base em uma nova análise de dados de satélite da Grã-Bretanha, que apontaram que a última localização do avião foi no sul do Oceano Índico, cerca de 2.500 km ao sudoeste de Perth, na Austrália.

25/3 - Familiares de passageiros de avião sumido protestam em Pequim (Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters)Familiares de passageiros de avião sumido
protestam em Pequim (Foto: Kim Kyung-Hoon/
Reuters)

Até agora, porém, os destroços da aeronave ainda não foram avistados nem localizados. A conclusão do governo da Malásia se baseia na última localização da aeronave somada a cálculos que apontam que, se ela não avançou mais que isso e o combustível disponível era limitado, só poderia ter caído no mar.

Veja o que já se sabe e o que ainda se especula sobre o caso

Na manifestação desta terça, familiares dos passageiros tentaram furar um bloqueio erguido pela polícia chinesa, causando tumulto. O grupo exigia mais explicações sobre a tragédia. Mais de 150 passageiros a bordo do avião desaparecido eram chineses.

Cerca de 30 familiares que participavam do ato entraram em confronto com a polícia, acusando a Malásia de “atrasos e mentiras”. Os manifestantes jogaram garrafas d’água na Embaixada da Malásia e tentaram invadir o prédio, exigindo uma reunião com o embaixador. Entre os gritos, ouvidos em meio a lágrimas, estavam: “O governo malaio nos enganou” e “Malásia, devolva nossos parentes”.

Polícia chinesa reforça policiamento no prédio da Embaixada da Malásia em Pequim. (Foto: Mark Ralston / AFP Photo)Polícia reforça policiamento no prédio da Embaixada da Malásia em Pequim (Foto: Mark Ralston/AFP)

A China cobra da Malásia dados de satélite sobre o avião desaparecido. O vice-ministro das Relações Exteriores da China, Xie Hangsheng, informou ao embaixador da Malásia em Pequim que já pediu para que a Malásia entregue todos os dados significativos de satélites a respeito do voo MH370.

“Essa [o último dado de satélite] é uma localização remota, longe de quaisquer possíveis locais de pouso”, disse o primeiro-ministro malaio na segunda-feira. “Assim, é com profunda tristeza e lamento que devo informá-los que, de acordo com esses novos dados, o voo MH-370 terminou no sul do Oceano Índico”, declarou Razak.

Os comentários do premiê foram feitos em um momento em que um navio australiano estava perto de encontrar possíveis destroços de um avião, após uma série crescente de visualizações de objetos flutuando que, acredita-se, sejam parte do Boeing 777.

VALE ESTE - mapa avião desaparecido malásia - 21.03 (Foto: Arte/G1)

Os objetos, descritos como “circulares e cinzas ou verdes” e “retangulares laranjas”, foram vistos na tarde de segunda-feira, disse o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, acrescentando que três aviões também estavam a caminho da área.

O voo MH370 da Malaysia Airlines desapareceu dos radares civis menos de uma hora após ter decolado de Kuala Lumpur rumo a Pequim. Desde então, não houve nenhuma visualização confirmada da aeronave e não há pistas sobre o que deu errado no trajeto.

A atenção e os recursos na busca pelo Boeing 777 mudaram para um trecho cada vez mais estreito do mar revolto do sul do Oceano Índico, milhares de quilômetros distante da rota original do voo.

No início da segunda-feira, a agência de notícias oficial chinesa Xinhua disse que uma aeronave do país modelo Ilyushin IL-76 avistou dois objetos “relativamente grandes” e vários outros menores flutuando dispersos por vários quilômetros.

Além disso, a Marinha dos Estados Unidos está enviando para a área seu detector de caixas-pretas (gravador de voz e dados de voo na cabine) de alta tecnologia. Encontrar esses equipamentos rapidamente é crucial, porque o localizador emite sinais por apenas 30 dias.

“Se forem encontrados destroços, responderemos o mais rápido possível, já que a vida da bateria da caixa-preta é limitada”, disse o comandante Chris Budde, chefe de Operações da 7ª Frota dos EUA, em comunicado por e-mail.

Investigadores acreditam que alguém a bordo do voo MH370 tenha desligado os sistemas de comunicação do avião. Um rastreamento parcial de um radar militar mostrou que a aeronave virou para o oeste e cruzou novamente a Península da Malásia, aparentemente sob controle de um piloto habilidoso.

Isso levou os investigadores a cogitar as hipóteses de sequestro ou sabotagem, mas problemas técnicos também não são descartados. Pulsos eletrônicos tênues detectados por um satélite comercial indicam que o avião voou por cerca de 6 horas ou mais, mas não foi possível fazer mais do que localizar seu último sinal em um ou dois vastos arcos de busca ao norte e ao sul do Oceano Índico.

new WM.Player( { videosIDs: “3235888”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 320, height: 200 } ).attachTo($(“#3235888”)[0]);

Fonte G1

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Greve deixa passageiros sem ônibus em Buenos Aires

Quase 1,5 milhão de passageiros de ônibus de Buenos Aires e da periferia da capital argentina ficaram sem transporte nesta sexta-feira por uma greve de 12 horas contra a insegurança, depois que um motorista foi assassinado a sangue frio.

O motorista foi atingido por três tiros na insegura periferia sul da capital argentina, quando três homens assaltaram os passageiros de um ônibus.

“Isto não pode continuar, alguém tem que parar esta violência”, criticou o líder do sindicato da categoria, Roberto Fernández.

De acordo com as autoridades, quase 1,5 milhão de pessoas utilizam os coletivos diariamente.

Desde o início do ano, 57 pessoas foram mortas à queima-roupa em assaltos violentos na porta ou dentro de suas casas em Buenos Aires e seu perímetro urbano, onde vivem quase 14 milhões de pessoas.

Em 2013 foram registrados 161 assassinatos durante assaltos no maior conglomerado urbano do país.

A insegurança é a maior preocupação dos argentinos (23%), seguida pela inflação (13%), educação (12%), corrupção (10%) e desemprego (9%), segundo uma pesquisa recente de Expectativas Econômicas (IGEE) da Universidade Católica Argentina (UCA) e do instituto TNS Gallup Argentina.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Os telefones dos passageiros do Malaysia Airlines continuam tocando?

Share Button

É verdade que os celulares dos passageiros do voo 370 da Malaysia Airlines continuam tocando quando chamados pelos familiares? Será que o avião pousou?

No dia 8 de março de 2014, um avião da companhia Malaysia Airlines perdeu contato duas horas após decolar em Kuala Lampur. O Boeing 777 tinha 239 pessoas e as equipes de buscas ainda procuram por alguma pista de onde a aeronave foi parar (até o fechamento dessa matéria, não a haviam encontrado).

Logo após o anuncio da perda de contato com as torres de comando do solo, os familiares tentaram entrar em contato com seus parentes que estavam no voo. Daí, muitos sites publicaram a notícia de que as chamadas feitas para os celulares dos passageiros ficavam tocando antes de caírem na caixa postal.

A notícia alimentou a teoria de que o avião, na verdade, não teria caído no mar, ma teria apenas pousado em solo e que todos estariam vivos.

Será verdade que os celulares dos passageiros continuam tocando como afirmam inúmeros sites pela web?

Boeing 777 desapareceu e parentes afirmam que os celulares dos passageiros ainda funcionam! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook) Boeing 777 desapareceu e parentes afirmam que os celulares dos passageiros ainda funcionam! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)

Depois do sumiço do avião da Malaysia Airlines, muitas notícias e teorias apareceram na web a respeito do incidente misterioso. Muitas delas, pura especulação e invencionice.

Infelizmente, os celulares chamam, mas isso não significa que os aparelhos estejam ligados.

Em entrevista à CNN no dia 12 de março de 2014, o especialista em tecnologia Jeff Kagan explicou que o sistema de comunicação da telefonia celular deu uma falsa esperança aos familiares dos passageiros desaparecidos.

Jeff explica que:

 ”Quando um celular toca, ele primeiro se conecta com a rede e tenta localizar o telefone do usuário final. Se ele [o celular] não encontrar o telefone depois de alguns minutos, depois de alguns toques, normalmente, ele se desconecta e é isso que está acontecendo. Então, eles [os familiares] estão ouvindo tocar supõem que o celular está se conectando com seus entes queridos, mas não é. […] Só porque o aparelho começa a tocar não é prova de que há algum aparelho ligado do outro lado -. Isso é apenas a forma como as redes trabalham”

Ou seja, quem está ligando ouve o sinal de “chamando” uma vez, o que significa que a operadora está tentando localizar o telefone tendo como base no último local onde uma chamada foi completada. Quando a rede não encontra o aparelho naquele local, vai expandindo a sua busca, até encontrar o destinatário da chamada (ou cair na caixa postal).

Isso corrobora com informações vindas da China afirmando que as ligações feitas de lá para os passageiros chamam apenas uma vez e então cai.

Como ainda não encontraram nenhuma pista do paradeiro do Boeing 777, muito se especula sobre o que de fato teria acontecido com a aeronave. As teorias vão desde um possível sequestro, passando por alguma explosão no ar ou ainda (a teoria que achamos mais curiosa) que o aparelho tenha ido para outra dimensão no Triangulo das Bermudas (sim, tem site que está afirmando isso). Nenhuma dessas teorias se confirmou (ainda).

Os celulares dos passageiros parecem estar chamando quando os familiares tentam contato, mas isso é apenas o como o sinal da telefonia celular funciona.

Share Button Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Taxista esconde cobra no carro e apavora passageiros em pegadinha

O comediante e ex-motorista de táxi nova-iorquino Jimmy Failla publicou em seu canal no YouTube uma pegadinha aterrorizante, em que ele surpreende passageiros em Nova York, nos EUA, como um animal de estimação nada comum: uma píton albina de 3 m de comprimento (assista ao vídeo).

Durante a corrida, o motorista revela o animal, escondido sob uma jaqueta e uma bolsa no banco da frente.

“É uma cobra de estimação”, afirma o comediante, enquanto os passageiros têm as mais variadas reações de medo, apesar do fato de o réptil não ser venenoso.

O comediante Jimmy Failla foi às ruas de Nova York com píton escondida em táxi (Foto: Reprodução/YouTube/Jimmy Failla )O comediante Jimmy Failla foi às ruas de Nova York com píton escondida em táxi (Foto: Reprodução/YouTube/Jimmy Failla )Passageiros levaram susto e entraram em pânico diante de brincadeira (Foto: Reprodução/YouTube/Jimmy Failla )Passageiros levaram susto e entraram em pânico diante de brincadeira (Foto: Reprodução/YouTube/Jimmy Failla )

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Passageiros viajam aglomerados em cima de trem em Bangladesh

Passageiros viajam sobre o telhado de um trem para retornar de Daca, capital de Bangladesh, neste domingo (2). Milhares de muçulmanos se reuniram em Daca para a segunda fase do Biswa Ijtema, a segunda maior congregação muçulmana após o Haj. O evento religioso terminou com orações finais que buscavam o perdão e bençãos para a humanidade, segundo a imprensa local.

Multidão se aglomera em cima de trem em Bangladesh (Foto: Andrew Biraj/Reuters)Multidão se aglomera em cima de trem em Bangladesh (Foto: Andrew Biraj/Reuters)Multidão se aglomera em cima de trem em Bangladesh (Foto: Andrew Biraj/Reuters)Multidão se aglomera em cima de trem em Bangladesh (Foto: Andrew Biraj/Reuters)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Passageiros do navio que ficou preso na Antártica chegam à Austrália

Os 52 passageiros do navio russo que ficou preso durante duas semanas na calota de gelo da Antártica desembarcaram nesta quarta-feira (22) na Austrália após um resgate que contou com a cooperação de vários países.

Os líderes da expedição se desculparam pelos problemas causados na operação de resgate após a chegada do navio que os transportou até a cidade de Hobart, na ilha australiana da Tasmânia.

Um dos líderes expedicionários, Chris Turney, agradeceu o enorme esforço internacional da missão de resgate que envolveu efetivos de Austrália, China, França e Estados Unidos.

“Todo o mundo está bem de saúde. Estávamos em um maravilhoso navio, muito confortável e bem equipado com um montão de coisas para fazer. Encontramos um ambiente incrível”, disse o professor Andrew Peacock durante sua chegada no território australiano.

Uma operação iniciada na manhã desta quinta-feira (2) com um helicóptero chinês retirou todos os 52 passageiros que estavam no navio russo bloqueado há mais de uma semana na Antártica. (Foto: Zhang Jiansong/AP)Resgate de passageiros presos em navio
na Antártica. (Foto: Zhang Jiansong/AP)

“A Antártica é um lugar imprevisível, assim como as coisas que podem acontecer por lá”, afirmou Peacock.

O navio russo Akademik Shokalskiy ficou encalhado na véspera do Natal com 52 passageiros a bordo, entre eles vários cientistas australianos, neozelandeses e três latino-americanos, além de 22 membros da tripulação.

Os passageiros foram resgatados no dia 2 de janeiro com ajuda de um helicóptero do navio quebra-gelo chinês Xue Long, que os transportou até a embarcação australiana ‘Aurora Australis’ em uma operação complexa que passou por várias complicações devido às condições meteorológicas.

Mas depois, o navio chinês também ficou preso no gelo antártico, assim como o navio russo, o que fez com que a Austrália pedisse ajuda a um navio quebra-gelo americano, até que no dia 7 de janeiro conseguiram se soltar e navegar por si mesmos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Quebra-gelo usado no resgate de passageiros encalha na Antártica

O quebra-gelo 'Dragão da Neve' aparece no fundo da imagem, visto do 'Aurora Australis' durante a operação de resgate (Foto: Reuters/Fairfax/Australian Antarctic Division)O quebra-gelo ‘Dragão da Neve’ aparece no fundo da imagem, visto do ‘Aurora Australis’ durante a operação de resgate (Foto: Reuters/Fairfax/Australian Antarctic Division)

Um quebra-gelo chinês que ajudou a resgatar 52 passageiros de um navio russo retido no gelo da Antártida também encalhou na sexta-feira (3), complicando uma operação de resgate que já dura nove dias.

O Dragão da Neve havia transportado passageiros do navio encalhado para um quebra-gelo australiano na noite de quinta-feira. Os passageiros resgatados estão a salvo, mas agora há dúvidas sobre a sua própria capacidade de continuar navegando em mares agitados, segundo autoridades marítimas da Austrália.

“Ele tentará manobrar em meio ao gelo quando as condições da maré forem mais adequadas, nas primeiras horas de 4 de janeiro de 2014”, disse a Autoridade Australiana de Segurança Marítima.

O quebra-gelo australiano Aurora Australis permanecerá de prontidão para auxiliar no resgate. O plano inicial era que a embarcação navegasse até uma base antártica para reabastecer antes de viajar para a Austrália.

Na quinta-feira à noite, um helicóptero do Dragão da Neve transportou em pequenos grupos 52 cientistas e turistas do navio russo Akademik Shokalskiy para o navio australiano.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,