RSS

Arquivo da tag: paralisa

Falha humana paralisa sistema de resfriamento em Fukushima

Ministro de Comercio, Toshimitsu Motegi, inspecciona tanques da usina nuclear de Fukushima, em 26 de agosto. (Foto: Kyodo News / Arquivo / Via AP Photo)Ministro de Comercio, Toshimitsu Motegi, inspecciona tanques da usina nuclear de Fukushima, em 26 de agosto. (Foto: Kyodo News / Arquivo / Via AP Photo)

Uma bomba do sistema de resfriamento de um reator da usina nuclear de Fukushima foi temporariamente paralisada nesta segunda-feira (7) devido a um erro de manipulação elétrica, anunciou a companhia que gerencia a central.

Segundo um e-mail da Tokyo Electric Power (Tepco), uma das bombas que servem para injetar água no reator 1 (um dos três onde o combustível se fundiu) parou às 9h47 locais (21h47 de domingo, hora de Brasília). Um sistema de segurança entrou em funcionamento, evitando uma interrupção do resfriamento, o que poderia ter consequências graves.

Esse incidente teria sido causado por um corte da alimentação elétrica dessa bomba feito por engano, depois que um operário apertou o botão errado, acrescentou a Tepco.

Uma série de problemas, muitos deles causados por manipulações equivocadas, foram registrados nos últimos meses no complexo devastado em 11 de março de 2011 por um violento terremoto seguido de tsunami que atingiu o nordeste do Japão.

Cerca de três mil funcionários trabalham diariamente em Fukushima Daiichi para tentar evitar novos incidentes graves e preparar o desmonte das instalações, uma tarefa que levará quatro décadas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Falha humana paralisa sistema de resfriamento em Fukushima

Ministro de Comercio, Toshimitsu Motegi, inspecciona tanques da usina nuclear de Fukushima, em 26 de agosto. (Foto: Kyodo News / Arquivo / Via AP Photo)Ministro de Comercio, Toshimitsu Motegi, inspecciona tanques da usina nuclear de Fukushima, em 26 de agosto. (Foto: Kyodo News / Arquivo / Via AP Photo)

Uma bomba do sistema de resfriamento de um reator da usina nuclear de Fukushima foi temporariamente paralisada nesta segunda-feira (7) devido a um erro de manipulação elétrica, anunciou a companhia que gerencia a central.

Segundo um e-mail da Tokyo Electric Power (Tepco), uma das bombas que servem para injetar água no reator 1 (um dos três onde o combustível se fundiu) parou às 9h47 locais (21h47 de domingo, hora de Brasília). Um sistema de segurança entrou em funcionamento, evitando uma interrupção do resfriamento, o que poderia ter consequências graves.

Esse incidente teria sido causado por um corte da alimentação elétrica dessa bomba feito por engano, depois que um operário apertou o botão errado, acrescentou a Tepco.

Uma série de problemas, muitos deles causados por manipulações equivocadas, foram registrados nos últimos meses no complexo devastado em 11 de março de 2011 por um violento terremoto seguido de tsunami que atingiu o nordeste do Japão.

Cerca de três mil funcionários trabalham diariamente em Fukushima Daiichi para tentar evitar novos incidentes graves e preparar o desmonte das instalações, uma tarefa que levará quatro décadas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Usina nuclear na Suécia paralisa atividade por presença de águas-vivas

Imagem de 2008 mostra usina nuclear de Oskarshamn, na Suécia. Complexo teve que interromper atividades por conta da grande presença de águas-vivas (Foto: TT News Agency/Mikael Fritzon/AP)Imagem de 2008 mostra usina nuclear de Oskarshamn, na Suécia. Complexo teve que interromper atividades por conta da grande presença de águas-vivas (Foto: TT News Agency/Mikael Fritzon/AP)

Um reator nuclear sueco reiniciou sua atividade nesta quarta-feira (2) depois de permanecer três dias parado devido ao acúmulo de águas-vivas em um de seus circuitos de esfriamento, informou a empresa que administra a usina.

O incidente aconteceu no reator número 3 da central de Oskarshamn, na costa báltica, e não teve nenhum impacto sobre a segurança da central.

A OKG, filial da empresa alemã EON e encarregada da exploração desta central, anunciou no domingo (29) que precisou interromper o funcionamento do reator de maneira preventiva devido à presença de um número importante de águas-vivas na água usada para seu esfriamento.

As águas-vivas provocaram danos em um mecanismo de filtragem da água para o mar, o que obrigou a OKG a substituir certas peças e limpar o sistema de canalização com água em forte pressão.

Águas-vivas provocaram danos em mecanismos de filtragem de água para o mar (Foto: Lionel Cironneau/Archivo/AP)Águas-vivas provocaram danos em mecanismos de filtragem de água para o mar (Foto: Lionel Cironneau/Archivo/AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Governo dos EUA paralisa atividade também no Twitter e Facebook

A paralisação dos serviços públicos dos Estados Unidos não será tuitada. Pelo menos, se depender dos departamentos e órgãos do governo norte-americano. Muitos deles interromperam a atualização de suas ações no Twitter e Facebook, assim como a interlocução com os cidadãos dos países por meio dessas redes sociais.

O prazo para que o Congresso aprovasse um Orçamento que permitisse novos gastos federais acabou à meia-noite desta segunda-feira (30).

O impasse ocorre porque a Câmara, controlada pelos Republicanos quer fazer mudanças no programa de reforma do sistema de saúde do presidente Barack Obama, incluindo o adiamento de um ano da exigência para que os cidadãos adquiram plano de saúde. Para Obama, se trata de uma “questão ideológica”.

Pelo menos seis departamentos dos EUA (equivalentes aos ministérios no Brasil) avisaram em suas contas do Twitter que deixarão de atuar na rede social enquanto durar a paralisação no governo.

São eles o do Comércio (@commercegov), Segurança Nacional (@customsborder), Moradia e Desenvolvimento Urbano (@HUDgov), de Energia (@energy), Trabalho (@usdol) e Educação (@usedgov). A Segurança Nacional comunicou ainda a paralisação em sua página no Facebook.

A paralisação é comunicada quase que da mesma forma. “Devido á paralisação, novas atualizações não serão postadas ou respondidas até as operações se normalizarem. Obrigada pela compreensão”, tuitou o Departamento de Moradia e Desenvolvimento Urbano.

A paralisação já virou um dos assuntos mais comentados nos Estados Unidos. Pelo menos dois termos entre os trending topics do país são usados para discutir o assunto: Obamacare e #governmentshutdown.

Também aderiram à paralisação virtual a Agência Espacial Americana (Nasa), que alimenta o perfil @nasa, a Fundação Nacional para a Ciência (@nsf) e o Departamento de Combate às Drogas (@ondcp).

O departamento de Defesa (@deptoofdefense) não anunciou explicitamente uma paralisação como os demais, mas seu último tuíte de quatro horas atrás sugere que também aderiram. “#SecDef discute a segurança nacional durante o #govtshutdown.”

Outros departamentos, como o do Tesouro e da Justiça, não são tão atuantes no Twitter. As últimas interações dos dois são de 19 e 30 de setembro, respectivamente.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governo dos EUA paralisa atividade também no Twitter e Facebook

A paralisação dos serviços públicos dos Estados Unidos não será tuitada. Pelo menos, se depender dos departamentos e órgãos do governo norte-americano. Muitos deles interromperam a atualização de suas ações no Twitter e Facebook, assim como a interlocução com os cidadãos dos países por meio dessas redes sociais.

O prazo para que o Congresso aprovasse um Orçamento que permitisse novos gastos federais acabou à meia-noite desta segunda-feira (30).

O impasse ocorre porque a Câmara, controlada pelos Republicanos quer fazer mudanças no programa de reforma do sistema de saúde do presidente Barack Obama, incluindo o adiamento de um ano da exigência para que os cidadãos adquiram plano de saúde. Para Obama, se trata de uma “questão ideológica”.

Pelo menos seis departamentos dos EUA (equivalentes aos ministérios no Brasil) avisaram em suas contas do Twitter que deixarão de atuar na rede social enquanto durar a paralisação no governo.

São eles o do Comércio (@commercegov), Segurança Nacional (@customsborder), Moradia e Desenvolvimento Urbano (@HUDgov), de Energia (@energy), Trabalho (@usdol) e Educação (@usedgov). A Segurança Nacional comunicou ainda a paralisação em sua página no Facebook.

A paralisação é comunicada quase que da mesma forma. “Devido á paralisação, novas atualizações não serão postadas ou respondidas até as operações se normalizarem. Obrigada pela compreensão”, tuitou o Departamento de Moradia e Desenvolvimento Urbano.

A paralisação já virou um dos assuntos mais comentados nos Estados Unidos. Pelo menos dois termos entre os trending topics do país são usados para discutir o assunto: Obamacare e #governmentshutdown.

Também aderiram à paralisação virtual a Agência Espacial Americana (Nasa), que alimenta o perfil @nasa, a Fundação Nacional para a Ciência (@nsf) e o Departamento de Combate às Drogas (@ondcp).

O departamento de Defesa (@deptoofdefense) não anunciou explicitamente uma paralisação como os demais, mas seu último tuíte de quatro horas atrás sugere que também aderiram. “#SecDef discute a segurança nacional durante o #govtshutdown.”

Outros departamentos, como o do Tesouro e da Justiça, não são tão atuantes no Twitter. As últimas interações dos dois são de 19 e 30 de setembro, respectivamente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,