RSS

Arquivo da tag: Panasonic

Após incêndios, Panasonic fará recall de 43 mil baterias de notebook

A Panasonic fará um recall de 43 mil baterias usadas em notebooks depois de três acidentes em que os componentes superaqueceram e pegaram fogo, anunciou a companhia nesta quarta-feira (28).

O conglomerado japonês de eletrônicos disse que vai substituir gratuitamente as 43.140 baterias após ter identificado um problema no processo de fabricação entre abril de julho de 2011.

Dois dos incidentes ocorreram no Japão e outro na Tailândia, disse a companhia em um comunicado. Ninguém ficou ferido, de acordo com a Panasonic.

A companhia vem se reestruturando para mudar foco dos voláteis mercados voltados a bens de consumo para produtos industriais mais lucrativos, como baterias de automóveis.

Segundo a empresa, os notebooks que apresentam a falha não foram comercializados no Brasil. “As chances dos produtos existirem no país são mínimas, já que a Panasonic Brasil não importa e nem produz esses equipamentos, mas caso alguém possua o modelo, pedimos que procurem a assistência técnica mais próxima para que a troca seja realizada sem custos adicionais”, diz a Panasonic por meio de nota.

View the original article here

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Após incêndios, Panasonic fará recall de 43 mil baterias de notebook

A Panasonic fará um recall de 43 mil baterias usadas em notebooks depois de três acidentes em que os componentes superaqueceram e pegaram fogo, anunciou a companhia nesta quarta-feira (28).

O conglomerado japonês de eletrônicos disse que vai substituir gratuitamente as 43.140 baterias após ter identificado um problema no processo de fabricação entre abril de julho de 2011.

Dois dos incidentes ocorreram no Japão e outro na Tailândia, disse a companhia em um comunicado. Ninguém ficou ferido, de acordo com a Panasonic.

A companhia vem se reestruturando para mudar foco dos voláteis mercados voltados a bens de consumo para produtos industriais mais lucrativos, como baterias de automóveis.

Segundo a empresa, os notebooks que apresentam a falha não foram comercializados no Brasil. “As chances dos produtos existirem no país são mínimas, já que a Panasonic Brasil não importa e nem produz esses equipamentos, mas caso alguém possua o modelo, pedimos que procurem a assistência técnica mais próxima para que a troca seja realizada sem custos adicionais”, diz a Panasonic por meio de nota.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Panasonic compensará funcionário de cidades poluídas da China

Imagem compara poluição em Pequim em 2010 e em 2013 (Foto: Jason Lee/ Reuters)Imagem compara poluição em Pequim em 2010 e
em 2013 (Foto: Jason Lee/ Reuters)

A Panasonic, fabricante japonesa de eletrônicos, divulgou que vai compensar com dinheiro funcionários que vivem em áreas poluídas da China.

O pagamento se deve ao que a companhia descreve como “problema PM2.5”, em referência à poluição causada por pequenas partículas presentes no ar, que reduzem a visibilidade e aumentam os riscos à saúde.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, o acordo foi firmado para beneficiar empregados que foram enviados à China e que agora vivem em um ambiente diferente.

Cidades como Pequim e Xangai são algumas que sofrem constantemente com a névoa contaminada.

A companhia não revelou a quantia que será paga a partir de abril, nem o número de funcionários beneficiados. Atualmente, a Panasonic emprega 70 mil pessoas na China e é uma das empresas que mais crescem no país asiático.

Contaminação que atravessa o mar
A poluição chinesa viaja em grandes quantidades pelo Pacífico até os Estados Unidos, concluiu relatório publicado em janeiro pela revista da Academia Nacional de Ciência dos EUA, a “PNAS”.

Em alguns dias, a queima de combustíveis fósseis na China pode ser responsável por até um quarto da poluição de sulfato no oeste dos Estados Unidos. Cidades como Los Angeles recebem pelo menos um dia extra de fumaça por ano do óxido de nitrogênio e monóxido de carbono das fábricas chinesas dependentes das exportações, segundo o estudo.

Um terço dos gases do efeito estufa produzidos na China vem das indústrias exportadoras, de acordo com o instituto norte-americano Worldwatch. Vizinhos da China como o Japão e a Coréia do Sul têm sofrido com a poluição chinesa nas últimas décadas.

O governo chinês tem investido em projetos e capacitado tribunais para infligir sanções mais duras a empresas, mas a aplicação tem sido irregular ao nível local, onde as autoridades muitas vezes dependem dos impostos pagos pelas indústrias poluentes.

A poluição que atravessa fronteiras tem sido por vários anos um tema das negociações internacionais sobre mudanças climáticas, nas quais a China defende que países desenvolvidos devem se responsabilizar por uma parcela da sua emissão de gases do efeito estufa, já que ela é consequência da produção de bens para o Ocidente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Sony e Panasonic anunciam disco com 300 GB de armazenamento

As companhias japonesas Sony e Panasonic informaram nesta segunda-feira (10) que criaram um novo formato de disco óptico com capacidade de armazenamento de até 300 GB (Gigabytes), que chegará ao mercado em 2015, mas poderá atingir 1 TB (Terabyte).

A nova tecnologia, chamada de Archival Disc, é uma substituta natural do Blu-ray, que possui capacidade de armazenamento de 25 GB a 200 GB.

Outro tipo de disco óptico largamente utilizado, os DVD-R, tem capacidade para armazenar 4,7 GB. Ou seja, os novos discos de Sony e Panasonic de 300 GB podem armazenar até mais de 63 vezes o mesmo que um DVD-R comum.

As empresas informaram ainda que os esforços para ampliar a capacidade de arquivamente não vai parar por aí. A tecnologia do Archival Disc será aprofundada para que a capacidade de armazenamento por disco fique entre 500 GB e 1 TB (Terabyte). O que, em relação aos DVD-R, representa um salto na capacidade de 106 vezes e 217 vezes, respectivamente.

Segundo Sony e Panasonic, a aposta em uma mídia física em tempos de computação em nuvem (em que os arquivos digitais ficam guardados em servidores externos e somente são acessados pela internet) como a nova geração de armazenamento ocorre porque os discos ópticos são resistentes a pó, água, mudanças de temperatura e umidade.

Além disso, dizem as empresas, os discos permitem compatibilidade entre diferentes gerações de formatos, o que garante que um dado continue a ser lido mesmo com a evolução dos formatos.

As companhias nadam também contra a maré da indústria de computadores. Os notebooks, o tipo de computador mais vendido no mundo, já começam a ser desenhados sem leitor de CD e DVD. Dell e Apple são algumas das empresas que aderiram a essa tendência.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Sony e Panasonic cancelarão acordo para desenvolver telas flexíveis

A Sony e a Panasonic anularão seu programa de desenvolvimento conjunto de telas flexíveis, as oled (diodos orgânicos emissores de luz) por se consideraram incapazes de estabelecer um modelo de produção rentável, explicaram nesta quarta-feira (25) fontes das duas empresas à agência ‘Kyodo’.

Kazuhiro Tsuga, CEO da Panasonic, apresenta a TV de OLED com resolução de 4k nesta terça-feira (8), na CES 2013 (Foto: David Becker/Getty Images/AFP)Kazuhiro Tsuga, CEO da Panasonic, apresenta a TV
de OLED com resolução de 4k, na CES 2013, em
janeiro. (Foto: David Becker/Getty Images/AFP)

Nos próximos dias, quando expirar o contrato, os dois fabricantes do Japão darão por concluído o acordo que lhes levou a desenvolver em conjunto as telas durante um ano e meio.

Embora não renovem o convênio, ambas continuarão trabalhando no campo do oled de maneira independente, explicaram as fontes.

Sob o acordo de associação, Sony e Panasonic esperavam poder enfrentar seus rivais sul-coreanos LG Electronics e Samsung Electronics neste setor.

No entanto, o desenvolvimento da tecnologia oled se coloca até agora como um complicado desafio para a indústria, já que também está representando custos altíssimos para LG e Samsung.

Perante as perspectivas incertas em torno da produção de telas de próxima geração, Sony e Panasonic optaram por mudar o rumo, já que melhorar a rentabilidade de suas respectivas divisões de televisores lhes representa uma tarefa pendente há anos.

Por enquanto, os dois fabricantes japoneses focarão seus esforços financeiros e de capital humano principalmente no desenvolvimento dos televisores de cristal líquido 4K, capazes de mostrar imagens com resolução quatro vezes maior que os de alta definição (HD).

Samsung lança TV com tela curva de OLED na Coreia do Sul. O preço é de US$ 13 mil (Foto: DAhn Young-joon/AP)Samsung lança TV com tela curva de OLED na Coreia do Sul. O preço é de US$ 13 mil.
(Foto: DAhn Young-joon/AP)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Panasonic exibe primeiro tablet com resolução Ultra HD

Tablet da Panasonic tem tela gigante de 20 polegadas (Foto: Bruno Araujo/G1)Tablet da Panasonic tem tela gigante de 20 polegadas (Foto: Bruno Araujo/G1)

A Panasonic apresentou na IFA, feira de tecnologia que acontece anualmente em Berlim, na Alemanha, o primeiro tablet com resolução Ultra HD – cerca de quatro vezes maior que a Full HD. O Toughpad 4K é um aparelho de 20 polegadas com configurações poderosas e tem como público alvo fotógrafos, arquitetos e outros profissionais que precisam de uma tela grande e interativa para trabalhar.

Toughpad 4K tem bateria que dura 2 horas de uso (Foto: Bruno Araujo/G1)Toughpad 4K tem bateria que dura 2 horas de uso
(Foto: Bruno Araujo/G1)

O Toughpad 4K é enorme e, apesar dos seus cerca de 2,3 kg não serem tão pesados quanto o seu tamanho sugere, é impossível segurá-lo nas mãos por muito tempo. Ele deve ser apoiado em uma superfície ou cavalete e pode ser usado em conjunto com uma caneta (vendida separadamente) para maior precisão na inserção de comandos.

Com essa dimensão e configuração toda – o Toughpad 4K tem um processador Intel Core i5, 4 ou 8 GB de memória RAM e uma placa de vídeo NVIDIA GeForce 745M, com 2 GB – não é a toa que a bateria do Toughpad 4K dure apenas 2 horas, de acordo com a Panasonic.

A empresa japonesa afirma que o seu tablet gigante Ultra HD chegará na Europa em novembro deste ano. Datas de lançamento para Japão e Estados Unidos serão anunciadas nos próximos meses.

Tamanho do tablet com tela de 20 polegadas da Panasonic em comparação com o iPad mini, com tela de 7,9 polegadas (Foto: Bruno Araujo/G1)Tamanho do tablet com tela de 20 polegadas da Panasonic em comparação com o iPad mini, com tela de 7,9 polegadas (Foto: Bruno Araujo/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Panasonic irá sair do mercado de smartphones, diz presidente

A Panasonic vai sair do mercado de smartphones no Japão e terceirizar suas operações no setor em mercados emergentes como a Índia, afirmou o presidente da companhia nesta quarta-feira (4).

A empresa japonesa de eletrônicos, que somou um prejuízo de US$ 15 bilhões nos seus últimos dois anos fiscais, está apostando sua recuperação na transformação de fabricante de eletrônicos de consumo para fornecedora de outros negócios.

Arquiteto do plano de virada, o presidente da Panasonic, Kazuhiro Tsuga, tem alertado que irá eliminar toda divisão da companhia que não cumprir a meta de 5% de margem operacional dentro de três anos.

Tsuga disse à Reuters que a divisão móvel da empresa deve perder mais de 1,1 bilhão de ienes (US$ 11,02 milhões) no ano fiscal encerrado em março próximo. Em 2012, a divisão móvel da Panasonic registrou um prejuízo de 8,1 bilhões de ienes.

“Não é aceitável para a empresa estar sangrando dessa forma, por isso temos que pensar em maneiras de desenvolver os ativos que temos em uma direção mais eficaz”, disse Tsuga.

Apesar de recuar do mercado de smartphones voltados aos consumidores, a empresa tem afirmado estar desenvolvendo aparelhos para uso comercial, que seriam similares à sua popular linha “Toughbook”, de notebooks.

A Panasonic é uma das várias fabricantes de celulares afetadas pela ascensão meteórica das duas fabricantes de smartphones líderes do mercado, a Apple e a Samsung, que inverteram a tradicional hierarquia dos competidores no segmento.

Em 2001, a Panasonic era a segunda maior fabricante de celulares no Japão, atrás da NEC, com mais de 19% do mercado. Em 2012, a companhia mal alcançou 7%, bem atrás da fatia de 25% da líder Apple.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,