RSS

Arquivo da tag: operacionais

Smartphones terão dois novos sistemas operacionais em 2013

Firefox, da Mozilla, e Sailfish, da Jolla, serão lançados ainda este ano em diferentes aparelhos, e serão alternativa ao Android e iOS.

Smartphones executando o Mozilla Firefox e o Jolla Sailfish serão lançados separadamente em 2013, em meio a um populoso mercado de smartphones.

Seu impacto será pequeno, mas importante inicialmente, com a comunidade de smartphones buscando alternativas entre os sistemas operacionais móveis preferidos da maioria: o iOS, da Apple, e o Android, do Google, disseram analistas. A fabricante ZTE disse na semana passada que irá trabalhar com uma operadora sem fio europeia para desenvolver um smartphone baseado no Firefox, o OS móvel da Mozilla. A empresa também pode oferecer um dispositivo com o mesmo sistema operacional nos EUA, disse Cheng Lixen, CEO da unidade dos EUA da ZTE, ao Bloomberg.

Separadamente, o sistema operacional Sailfish, da Jolla, é esperado para aparecer em um smartphone no primeiro trimestre, possivelmente na China, de acordo com várias fontes. O OS foi mostrado pela primeira vez em Helsínquia, em novembro. Jolla significa “bote” em finlandês, e a empresa é composta por ex-funcionários da Nokia que trabalharam no sistema operacional MeeGo antes de a  empresa dispensar o OS em favor do Windows Phone, em Fevereiro de 2011.

Alguns críticos iniciais têm comparado a interface do Sailfish com os blocos dinâmicos do Windows Phone 8, uma vez que os usuários podem interagir com os ícones diretamente na tela inicial. A Jolla postou uma breve visualização da interface no YouTube. O Engadget também postou um vídeo de demonstração de oito minutos feito por um desenvolvedor do Jolla Sailfish em um protótipo.

O smartphone com Firefox
Funcionários da Mozilla também mostraram um “mistérioso” smartphone com Firefox OS antes da CES, mas os visitantes não conseguiam executá-lo direito com a rede Wi-Fi gratuita do evento. O dispositivo não tinha a marca de nenhum fabricante específico.

A Mozilla afirmou que o Firefox será alimentado por HTML5 e fabricado pela TCL Communication Technology de Hong Kong, sob sua placa de identificação Alcatel One Touch, bem como a ZTE. O celular aparecerá pela primeira vez na América do Sul ainda este ano, de acordo com representantes da Mozilla na CES. Operadoras de telefonia móvel que se comprometeram a apoiar o Firefox OS incluem a Sprint,  nos EUA, a alemã Deutsche Telekom, a Smart Communications, nas Filipinas, a italiana Telecom Italia, a Telefonica, da Espanha, e a Telenor, da Noruega.

Parece que ambos os sistemas operacionais móveis estão indo para smartphones de preço baixo ou médio, de acordo com vários analistas. A Strategy Analytics prevê que o Firefox irá capturar 1% do mercado mundial de smartphones em 2013. O analista Ramon Llamas, da IDC, disse que tanto o Firefox quanto o Sailfish chegarão aos consumidores “muito lentamente”. Os novos sistemas estarão competindo em um mercado dominado por Android e iOS, enquanto o mercado de celulares usando Windows Phone OS ganha vapor e smartphones BlackBerry 10 serão lançados em 30 de janeiro.

“Por hora, parece que há muita conversa, mas não muito para mostrar”, disse Carolina Milanesi, analista do Gartner. “Acho que 2013 verá fornecedores e operadoras olhando para estas alternativas de OS impulsionados principalmente por uma necessidade de não colocar todo seu futuro nas mãos do Google”. Ela disse que alguns dos novos sistemas operacionais poderiam acabar em dispositivos white label, que são feitos por um mesmo fabricante e oferecidos por várias operadoras.

O lançamento de smartphones executando Firefox e Sailfish será seguido com interesse pelos quatro maiores fabricantes de sistema operacional para smartphones, disse William Dudley, diretor do grupo de gerenciamento de produtos da SAP. Dudley segue as tendências da indústria móvel,  e um novo sistema operacional móvel em 2013 foi uma de suas 10 previsões móveis para o ano. “Há uma grande quantidade de inovação na indústria, e eu acho que algum entre os quatro primeiros não estará mais entre nesse ‘top 4’ até o final desta década”, escreveu. Ele disse que um novo sistema operacional móvel em 2013 poderá até suportar aplicativos de outros sistemas operacionais.

Dudley afirmou numa entrevista que muitos pioneiros e desenvolvedores não têm sido felizes com sistemas operacionais mais antigos. A maior ruína do Android é que ele é “muito fragmentado” por uma variedade de fabricantes, disse ele. O Firefox será distinguido por sua confiança no HTML 5, o que atrairá desenvolvedores, disse ele.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Guerra dos sistemas operacionais: Apple baterá o Windows em 2014, preveem analistas

Segundo pesquisa, aparelhos da fabricante do iPhone diminuíram desvantagem em relação a rival Microsoft. iPad e Mac aparecem como trunfos

A Apple agora vende um aparelho para cada dois produtos com Windows, revelando que a grande vantagem da Microsoft na guerra de sistemas caiu rapidamente desde o início dos anos 2000, quando a proporção era de 56 computadores Windows para cada gadget da empresa de Steve Jobs.

A consultoria Asymco publicou um relatório que mostra que, quando se leva em consideração todos os aparelhos vendidos pela Apple, a relação de múltiplas unidades Windows para unidades da rival de Cupertino caiu para menos de dois para um.

O crescimento do Mac também fica evidente no novo estudo, que revela que mesmo quando se leva em consideração os desktops e notebooks com o sistema OS X, o Windows vende 19 unidades para cada unidade comercializada pela Apple, um resultado muito melhor do que a já citada taxa de 56 para 1 registrada em 2004.

“Apesar de os volumes de PC continuarem a crescer, eles têm feito isso de maneira mais lenta e o Mac cresceu mais rapidamente”, explicou o analista da Asymco, Horace Dediu, ao falar sobre a mudança que começou há oito anos. “O fato que coincide com isso é a emergência da computação portátil.” 

novoipad_435.png

“Se considerarmos todos os aparelhos que a Apple vende, a diminuição torna-se ainda mais significativa e as múltiplas quedas para menos de dois”, continua Dediu. “Vistos dessa maneira, os aparelhos pós-PC acabaram nivelando as coisas de forma mais rápida do que o previsto originalmente. Eles não apenas reverteram as vantagens, como cancelaram todas de uma vez.”

“Considerando o futuro próximo, é seguro esperar por uma ‘paridade’ do iOS+OS X vs. Windows dentro de um ou dois anos”, conclui Dediu. “As consequências são horríveis para a Microsoft. A extinção da vantagem do Windows sobre qualquer plataforma vai torná-la vulnerável a concorrência direta… Esse fato, acima de tudo, terá um efeito psicológico. Perceber que o Windows não é uma hegemonia vai liberar forças do mercado que ninguém pode prever.”

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Falha em chips Intel abre brecha para ataque a sistemas operacionais e de virtualização

Malfeitores podem explorar uma vulnerabilidade em processadores Intel de 64-Bits para “escapar” de uma máquina virtual ou executar código com privilégios do kernel.

Alguns sistemas operacionais de 64-Bit e software de virtualização são vulneráveis a ataques locais de elevação de privilégio quando executados em alguns processadore da Intel. A informação foi divulgada pelo U.S. Computer Emergency Readiness Team (US-CERT) em um boletim de segurança nesta quarta-feira, 13/06.

A vulnerabilidade foi identificada como CVE-2012-0217 e é resultado da forma como os processadores Intel implementaram a instrução SYSRET em suas extensões de 64-Bit, conhecidas como Intel 64.

Malfeitores podem explorar esta vulnerabilidade para forçar processadores Intel a retornar uma falha geral de proteção (GPF – General Protection Fault) em modo privilegiado. Isto permitiria e eles executar códigos com privilégios do kernel em uma conta menos privilegiada, ou escapar de uma máquina virtual e ganhar controle do sistema operacional hospedeiro.

A vulnerabilidade só pode ser explorada em processadores Intel quando as extensões Intel 64 estão em uso. Isso significa que sistemas operacionais ou software de virtualização em 32-Bit não são vulneráveis.

Até o momento, a lista de sistemas operacionais confirmados como vulneráveis inclui as versões de 64-Bit do Windows 7 e Windows Server 2008 R2, do FreeBSD e NetBSD, do software de virtualização Xen e também dos sistemas operacionais Red Hat Enterprise Linux e SUSE Linux Enterprise Server, que incluem o Xen por padrão.

A equipe de resposta a incidentes de segurança da VMWare confirmou que o hypervisor do VMWare não faz uso da instrução SYSRET e, portanto, não é vulnerável a esse ataque, afirmou o US-CERT.

A maioria dos fornecedores de softwre afetados já lançou patches de segurança que corrigem esta vulnerabilidade e recomendam a seus usuários que os instalem o quando antes. A Microsoft lidou com o problema na última terça-feira como parte do boletim de segurança MS12-042.

O ataque de elevação de privilégios não afeta os processadores da AMD porque eles lidam com a instrução SYSRET de forma diferente, disse a equipe de segurança do Xen em seu alerta. Entretanto, sob condições similares, alguns processadores AMD mais antigos podem travar, o que resulta em um ataque de negação de serviço, disse a equipe.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,