RSS

Arquivo da tag: Netflix

Empresa dos EUA exige que Netflix pare de culpá-la pela lentidão da rede

A operadora de telefonia norte-americana Verizon exigiu nesta quinta-feira (5) que o Netflix pare imediatamente de enviar mensagens a clientes culpando a operadora pela lentidão no carregamento de vídeos.

Em uma carta enviada ao Netflix, a Verizon também pediu que a empresa forneça uma lista de clientes da rede Verizon para os quais o Neflix enviou as mensagens e outras informações. Caso contrário, entrará com uma ação judicial.

“Se eles não fornecerem essas informações, vamos buscar soluções legais”, afirmou o advogado da Verizon, Randal Milch, na carta ao advogado do Netflix, David Hyman.

Em meados de maio, o Netflix começou a testar o envio de mensagens para a tela de alguns clientes enquanto o vídeo está carregando. O comunicado informa que há um congestionamento da rede da Verizon ou de outras provedoras de Internet.

O Netflix disse nesta quinta-feira (5) que as mensagens têm o objetivo de dar mais informações aos consumidores sobre o serviço, semelhante à publicação do ranking Netflix de velocidade dos provedores de Internet.

“Isso é sobre consumidores não recebendo pelo que pagaram aos servidores de banda larga”, disse o porta-voz do Netflix, Jonathan Friedland. “Estamos tentando dar mais transparência, assim como fazemos com o índice sobre velocidade, e a Verizon está tentando calar a discussão.”

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de junho de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Mensalidade do Netflix no Brasil aumenta para R$ 19,90

Os novo assinantes do Netflix, serviço de vídeos por meio de streaming na internet, pagarão uma mensalidade mais alta. De acordo com e-mail enviado para clientes do serviço, o preço para novos assinantes passa a ser de R$ 19,90. O valor já vale para novos clientes a partir desta sexta-feira (9).

Quem já é assinante continua pagando R$ 16,90 por mês para assistir a filmes e seriados durante um ano. A mensagem diz que a partir de junho de 2015 o valor será de R$ 19,90.

O aumento na mensalidade do Netflix é mundial. Ao divulgar seu resultado fiscal do primeiro trimestre de 2014 no final de abril – a empresa teve lucro líquido de US$ 53 milhões – a empresa revelou que o valor pago pelos clientes aumentaria nos EUA entre US$ 1 e US$ 2.

A justificativa da empresa é que com o aumento de preço será possível investir mais na produção de mais conteúdo original, que rendeu séries de sucesso como “House of Cards”, “Orange is the New Black”, uma temporada adicional de “Arrested Development” e outras.

O aumento é o segundo desde que o Netflix chegou ao Brasil em 2011, com mensalidade que custava R$ 14,90. Em abril de 2013 a empresa anunciou o aumento da mensalidade para novos usuários que passou a custar R$ 16,90.

No final de março, a Netflix informou que tinha 35,7 milhões de assinantes de seu serviço de streaming nos Estados Unidos. Nos mercados internacionais, a sua base de clientes atingiu 12,7 milhões, um ganho de 1,8 milhão durante o trimestre.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Mensalidade do Netflix no Brasil aumenta para R$ 19,90

Os novo assinantes do Netflix, serviço de vídeos por meio de streaming na internet, pagarão uma mensalidade mais alta. De acordo com e-mail enviado para clientes do serviço, o preço para novos assinantes passa a ser de R$ 19,90. O valor já vale para novos clientes a partir desta sexta-feira (9).

Quem já é assinante continua pagando R$ 16,90 por mês para assistir a filmes e seriados durante um ano. A mensagem diz que a partir de junho de 2015 o valor será de R$ 19,90.

O aumento na mensalidade do Netflix é mundial. Ao divulgar seu resultado fiscal do primeiro trimestre de 2014 no final de abril – a empresa teve lucro líquido de US$ 53 milhões – a empresa revelou que o valor pago pelos clientes aumentaria nos EUA entre US$ 1 e US$ 2.

A justificativa da empresa é que com o aumento de preço será possível investir mais na produção de mais conteúdo original, que rendeu séries de sucesso como “House of Cards”, “Orange is the New Black”, uma temporada adicional de “Arrested Development” e outras.

O aumento é o segundo desde que o Netflix chegou ao Brasil em 2011, com mensalidade que custava R$ 14,90. Em abril de 2013 a empresa anunciou o aumento da mensalidade para novos usuários que passou a custar R$ 16,90.

No final de março, a Netflix informou que tinha 35,7 milhões de assinantes de seu serviço de streaming nos Estados Unidos. Nos mercados internacionais, a sua base de clientes atingiu 12,7 milhões, um ganho de 1,8 milhão durante o trimestre.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

CEO do Netflix defende neutralidade da rede e critica Comcast

O presidente-executivo da Netflix, Reed Hastings, disse que os provedores acesso à internet deveriam fornecer conexões de rede adequadas gratuitamente para as companhias de conteúdo.

O executivo aproveitou para criticar a provedora de acesso norte-americana Comcast por apoiar regras fracas de tráfego na internet. Após consumidores reclamarem da lentidão no serviço, o Netflix fechou um acordo em fevereiro para pagar à Comcast por uma conexão on-line mais rápida de seus filmes e séries de TV por meio de uma prática conhecida como interconexão.

Hastings chamou as taxas de interconexão de “imposto arbitrário”, que a companhia pagará em certos casos para preservar a experiência de seus clientes.

“Em vez disso, eles [provedores] devem fornecer acesso suficiente às suas redes sem encargos”, escreveu Hastings nesta quinta-feira (21) no blog do Netflix.

Ele disse que interconexões gratuitas eram a chave para assegurar a “neutralidade na Internet”, que pede que provedores de internet tratem dados de diferentes companhias de conteúdo de maneira igual. No Brasil, a questão também divide posições no debate do Marco Civil da Internet, em trâmite no Congresso.

A Comcast busca junto aos reguladores dos EUA aprovar sua proposta de aquisição da Time Warner Cable, outra provedora de acesso, por US$ 45,2 bilhões. O tratamento do tráfego da internet é uma questão que se espera que seja examinada durante a análise do governo.

Hastings disse que a Comcast “tem sido uma líder do setor no apoio à fraca neutralidade na internet, e esperamos que eles apoiem a forte neutralidade na internet também”.

A Comcaste respondeu. Em um comunicado do vice-presidente-executivo, David Cohen, disse que nenhuma outra companhia tinha um “compromisso mais forte com o grau de abertura da internet”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

‘Transmissão de vídeo em 4K será exclusiva da web’, diz CEO do Netflix

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Novas TVs de ultra alta definição da LG terão conteúdo do Netflix em 4K

Skott Ahn, presidente e diretor de tecnologia da LG, fala sobre a parceria de sua empresa com o Netflix durante a CES 2014 (Foto: Steve Marcus/Reuters)Skott Ahn, presidente e diretor de tecnologia da LG, fala sobre a parceria de sua empresa com o Netflix durante a CES 2014 (Foto: Steve Marcus/Reuters)

A fabricante sul-coreana LG anunciou na segunda-feira (6) uma parceria com o serviço de vídeo sob demanda Netflix que garante que os novos televisores de ultra alta definição (UHD) da empresa terão conteúdo em 4K. A aliança foi revelada na véspera da abertura da feira Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Todos os televisores Ultra HD da LG que puderem se conectar à internet pelo sistema operacional WebOS terão acesso a filmes e séries por “streaming” do catálogo do Netflix, anunciram ambas as empresas.

“As pessoas que investirem nos televisores 4K da LG terão conteúdo da Netflix. Isso estará em funcionamento neste ano”, afirmou o diretor-geral do serviço de vídeo on-line, Reed Hastings.

O executivo ressaltou que seu serviço propõe a difusão em tempo real de vídeos filmados e pós-produzidos segundo os padrões da ultra alta definição. Esse será, por exemplo, o caso de “House of Cards”, uma das mais populares séries da casa.

Os televisores Ultra HD, também denominados 4K em referência à resolução de suas telas quase atingir a marca de 4 mil pixels (3.840 x 2.160), estão na vanguarda da tecnologia desde 2013. Os fabricantes não se cansam de exaltar sua “qualidade cinematográfica” e as imagens claras e de alto contraste que esses televisores oferecem.

Sua adoção por parte dos consumidores continua sendo lenta e um dos freios, segundo os especialistas, é a falta de conteúdo adaptado em UHD que justifique o investimento.

“O ‘streaming’ será a principal forma pela qual os consumidores receberão o conteúdo em 4K”, acrescentou Hastings.

Neste ano, a maioria dos grupos eletrônicos apresentará novos modelos de televisores Ultra HD no CES. Na segunda (6), a LG anunciou uma série de novos aparelhos, um deles com uma tela gigante curvada e uma diagonal de 2,66 metros. O equipamento deve estar disponível no mercado em junho.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Netflix vai retirar do ar clássicos e vencedores do Oscar em janeiro

Ao lado de Hilary Swank em 'Menina de ouro', ganhador do Oscar de Melhor Filme e Direção (Foto: Divulgação)Ao lado de Hilary Swank em ‘Menina de ouro’, ganhador do Oscar de Melhor Filme e Direção (Foto: Divulgação)

O serviço on-line de filmes e séries por streaming Netflix irá remover de seu acervo brasileiro alguns dos conteúdos bastante populares no site e ganhadores do Oscar a partir de janeiro de 2014. Entre os filmes estão “Na natureza selvagem”, “Onde os fracos não têm vez”, “Menina de ouro”, “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” e “Xuxa em o mistério de feiurinha”.

Filmes e séries normalmente deixam de ser oferecidos pelo Netflix devido ao fim do contrato de licenciamento mantido entre o site e as empresas da indústria do entretenimento, detentoras dos direitos sobre o conteúdo.

Nos próximos 30 dias, 128 filmes não serão mais disponibilizados pelo Netflix no Brasil. No primeiro dia de 2014 não poderão mais ser vistos “Anaconda 4”, “A menina e o porquinho”, “Dinotopia: Quest for the Ruby Sunstone”, “Eu te amo, cara”, “Hairspray: Em busca da fama”, “Kamchatka”, “Kim Possible: O drama do amor”, “Matador de aluguel”, “O filho da noiva”, “Sexta-feira 13”, “Um olhar do paraíso” e “Watchmen: O filme”.

Nessa mesma data, saem de cartaz filmes premiados.

Em 2007, “Dreamgirls: Em busca de um sonho” foi o filme com o maior número de indicações ao Oscar e recebeu dois, o de atriz coadjuvante para Jennifer Hudson e o de efeitos sonoros. Também recebeu o Globo de Ouro no mesmo ano, de melhor filme.

“Foi apenas um sonho”, que teve Leonardo DiCaprio e Kate Winslet revivendo o casal de “Titanic”, não levou, mas foi indicado a três Oscar em 2009.

“Onde os fracos não têm vez” foi indicado a oito e premiado com quatro estatuetas, nas categorias de melhor filme, roteiro e direção, para os irmãos Coen, além de ator coadjuvante, para Javier Bardem.

Ônibus ficou famoso no filme 'Natureza selvagem', dirigido por Sean Penn (Foto: Divulgação)Ônibus ficou famoso no filme ‘Natureza selvagem’,
dirigido por Sean Penn (Foto: Divulgação)

Já “Na natureza selvagem” e “Quero ser John Malkovich” também não foram laureados com nenhum Oscar, mas foram indicados em três categorias, em 2008 e 2000, respectivamente.

Em 2005, “Menina de Ouro”, foi premiado com o Oscar de melhor filme, de melhor diretor, para Clint Eastwood, atriz, para Hilary Swank, e de ator coadjuvante, para Morgan Freeman. O longa sai do Netflix em 6 de janeiro, assim como “Senhores do crime”.

No mesmo ano, “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” foi o ganhador do Oscar de melhor roteiro original. Em 10 de janeiro é a vez de o filme ser retirado do Netflix, ao lado de “Antes de partir”, “Austin Powers: Int’l man of mystery”, “Deu a louca na Cinderela”, “Nikita: Criada para matar” e “O libertino”, com Johnny Depp.

“Assassinato em Gosford Park” sai do Netflix em 12 de janeiro, e “Trovão tropical”, no dia 15. “Cloverfield: Monstro” e “Ilha do medo” deixam de circular no dia 18.

No dia 22, não será mais possível assistir a “É proibido fumar”, “Conduzindo miss Daisy” (oscarizado com quatro estatuetas), “Xuxa em o mistério de feiurinha” e “Celebridades”, do diretor Woody Allen.

Três dias depois, em 25 de janeiro, serão retirados “Amor sem escalas”, com George Clooney no elenco, e “Stardust: O mistério da estrela”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,