RSS

Arquivo da tag: Negociadores

Farc acusam ex-presidente Uribe por espionagem de negociadores

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) afirmaram nesta quarta-feira (5) que o ex-presidente colombiano Álvaro Uribe “está por trás” do suposto caso de espionagem dos negociadores do governo nos diálogos de paz e denunciaram que os delegados da organização também foram monitorados.

“Claro, Álvaro Uribe está por trás de tudo isso. Não se esqueçam que Álvaro Uribe é o inimigo número um da paz na Colômbia”, disse em Havana (Cuba) o número dois da guerrilha e chefe negociador do grupo, Luciano Marín Arango, conhecido como Iván Márquez.

Nas véspera, dois chefes de Inteligência do Exército da Colômbia foram substituídos em suas funções após denúncias na imprensa local sobre supostos grampos ilegais na equipe negociadora do governo nos diálogos de paz com as Farc, informou o ministro colombiano da Defesa, Juan Carlos Pinzón.

Antes, o presidente Juan Manuel Santos classificou o caso como uma tentativa de “sabotar” as negociações de paz com a guerrilha.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

NSA espionou negociadores da Conferência de Copenhague de 2009

A Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês)  dos Estados Unidos monitorou as comunicações de outros governos antes e durante a Conferência sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas em 2009, informa um documento vazado pelo ex-analista da NSA Edward Snowden e divulgado pelo portal de notícias e blogs americano “The Huffington Post”.

O documento foi publicado na rede interna da NSA no dia 7 de dezembro de 2009, o primeiro dia da conferência, e indica que “analistas aqui na NSA, assim como nossos parceiros, irão continuar a fornecer aos formuladores de políticas visões únicas e valiosas sobre as preparações e objetivos de países-chave para a conferência, assim como as deliberações entre os países sobre mudanças nas políticas de clima e estratégias de negociações.”

Os parceiros aos quais o documento se refere são as agências de inteligência do Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia. “Enquanto o resultado da conferência permanece incerto, os sinais de inteligência irão sem dúvida ter um papel significante em manter nossos negociadores o mais bem informados possível durante as duas semanas do evento”, diz o texto.

A Conferência sobre Mudanças Climáticas da ONU de 2009 foi a 15 do tipo a ser realizada, a primeira desde a eleição de Barack Obama nos EUA. Havia a expectativa de grandes avanços. Entretanto, se encerrou com um acordo mínimo e sem unanimidade.

O documento vazado por Snowden indica que a NSA planejava recolher informações conforme os líderes e negociadores dos países realizassem reuniões privadas durante a conferência. Os dados obtidos muito provavelmente seriam fornecidos aos participantes americanos, como a então secretária de Estado Hillary Clinton.

O texto não detalha como a NSA pretendia continuar recolhendo informações durante a conferência.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Negociadores israelenses e palestinos se reúnem em segredo

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Negociadores israelenses e palestinos se reuniram em segredo nesta terça-feira (20) em Jerusalém, anunciou um funcionário palestino de alto escalão, uma semana após ambas as partes decidirem retomar as negociações de paz, congeladas por três anos.

“Ocorreu um encontro hoje (terça-feira) entre a delegação palestina, presidida por Saeb Erakat e Mohamad Shtaye, e a delegação israelense, com Tzipi Livni e Yitzhak Molcho”, disse à AFP o funcionário, sob condição de anonimato.

Último encontro
Os delegados israelenses e palestinos concluíram na noite da última quarta-feira (14), em Jerusalém, mais uma rodada de negociações de paz diretas, após três anos de estancamento, informou a imprensa israelense.

Os palestinos aspiram a um Estado plenamente soberano e independente na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, com a capital em Jerusalém Oriental, enquanto Israel aceita apenas um Estado palestino desmilitarizado, com sua presença militar e controle do espaço aéreo e fronteiras externas.

A parte palestina exige que Israel saia dos territórios que ocupou após a Guerra dos Seis Dias (1967) e que desmantele por completo os assentamentos judeus, no momento em que os israelenses anunciam a construção de novas casas, incluindo em Jerusalém Oriental.

Israel tomou a zona árabe de Jerusalém da Jordânia em 1967 e depois a anexou, uma medida que nunca foi reconhecida pela comunidade internacional. Os israelenses consideram a cidade como sua capital “eterna e indivisível”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,