RSS

Arquivo da tag: nacional

Hamas e Fatah chegam a acordo para governo palestino de unidade nacional

As facções rivais palestinas Fatah e Hamas concordaram com a formação de um governo de unidade nesta terça-feira (27), disseram dirigentes de ambos os lados, no passo mais significativo adotado até agora para curar as feridas de sete anos de disputas.

Os grupos tomaram decisões sobre uma lista de ministros independentes e tecnocratas que vão governar as áreas sob controle palestino até as eleições nacionais dentro de pelo menos seis meses, em uma iniciativa que eles esperam possa reviver instituições paralisadas desde que os dois lados travaram uma breve guerra civil em 2007.

Autoridades de ambas as partes disseram em uma entrevista à imprensa na Faixa de Gaza que o presidente palestino, Mahmoud Abbas, fará um anúncio formal sobre o novo governo no final desta semana, depois da escolha do ministro de Assuntos Religiosos.

Israel tem objeções quanto às iniciativas de reconciliação e considera o Hamas, grupo que se recusa a reconhecer o Estado judaico e a renunciar às armas, uma organização terrorista. O país ameaça impor sanções financeiras contra o governo de Abbas na Cisjordânia, ocupada por Israel, se for firmado um governo de unidade.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,

Bradesco e Claro iniciam oferta nacional de conta-corrente pré-paga

O Bradesco e a Claro anunciaram nesta terça-feira (28) o início da comercialização da conta de pagamento pré-paga em todo território nacional.  Batizado de “Meu Dinheiro Claro”, o serviço é uma espécie de conta-corrente que permite a realização de transações financeiras e compras diretamente pelo celular. Entre as funções permitidas estão compras em estabelecimentos comerciais, transferências entre clientes, saques e recargas.

Segundo as empresas, a adesão ao produto é gratuita e o uso da tecnologia não consome os créditos ou a franquia de dados da linha de celular.

“O cliente pode fazer cargas de valores e operações do Meu Dinheiro Claro em uma ampla rede de atendimento, incluindo mais de 47 mil unidades do Bradesco Expresso, correspondentes no País que funcionam em estabelecimentos comerciais em todo o Brasil, nos mais de 35 mil terminais de Autoatendimento Bradesco Dia & Noite, 14 mil Banco24horas, entre outras opções”, informaram o Bradesco e a Claro.

As empresas explicam que o produto foi concebido em conformidade com as novas regras de meios de pagamento anunciadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em 2013, permitindo a adesão através de cadastro simplificado, sem a necessidade de documentação, ou conta-corrente.

Um dos objetivos do novo serviço é incentivar a inclusão de mais de 55 milhões de brasileiros no sistema financeiro.

O lançamento acontece após a realização de um projeto piloto, iniciado em outubro de 2013, nas cidades de Belford Roxo, São João do Meriti e Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e Goiânia, em Goiás.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Inundação danifica documentos na Biblioteca Nacional francesa

Entre 10 mil e 12 mil documentos ficaram danificados depois que uma ruptura nos canos causou um importante vazamento na Biblioteca Nacional da França (BNF), indicou o organismo.

Várias equipes foram imediatamente mobilizadas para retirar dos depósitos as coleções afetadas e que pertencem ao departamento de Literatura e Arte.

“O número de obras afetadas, com distintos graus de gravidade, é da ordem de 10 mil a 12 mil, segundo as primeiras estimativas”, afirmou a BNF em um comunicado.

A Biblioteca Nacional da França está centrada em limitar as consequências do incidente para os leitores e a conservação das coleções danificadas.

O sindicato FSU considerou que este incidente é resultado da diminuição dos orçamentos dedicados à manutenção do patrimônio cultural.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Rinoceronte é morto por caçadores em parque nacional indiano

Guardas florestais do Parque Nacional Kaziranga, da Índia, retiraram de um canal a carcaça de um rinoceronte, provavelmente vítima da caça ilegal. Os caçadores retiraram o chifre do animal, material vendido no mercado negro.

Rinoceronte morto foi encontrado por guardas florestais de parque nacional na Índia. (Foto: AFP Photo/STR)Rinoceronte morto foi encontrado por guardas florestais de parque nacional na Índia. (Foto: AFP Photo/STR)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Holanda realiza campeonato nacional de enguias defumadas

Na cidade de Kortenhoef, na Holanda, diversos participantes se reuniram em uma competição curiosa, que avalia quem consegue preparar a melhor enguia defumada.

Durante o Campeonato Holandês de Enguias Defumadas, os concorrentes de todo o país mostram suas habilidades ao preparar a iguaria.

Competidor exibe enguias defumadas durante concurso (Foto: Sander Konning/AFP)Competidor exibe enguias defumadas durante concurso (Foto: Sander Konning/AFP)Campeonato curioso reúne participantes, que tentam preparar a enguia da melhor forma (Foto: Sander Konning/AFP)Campeonato curioso reúne participantes, que tentam preparar a enguia da melhor forma (Foto: Sander Konning/AFP)Evento nacional ocorre na cidade de Kortenhoef, na Holanda (Foto: Sander Konning/AFP)Evento nacional ocorre na cidade de Kortenhoef, na Holanda (Foto: Sander Konning/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Suíça realiza campeonato nacional de arremesso de pedras

Competidores se reuniram na cidade de Walenstadt, na Suíça, para a realização do Campeonato Suíço de Arremesso de Pedras. Nessa competição rural curiosa, os atletas precisam pegar pedras de diferentes pesos e jogá-las o mais longe possível.

Bruno Batt faz careta ao jogar pedra de 12,5 kg durante campeonato na Suíça (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)Bruno Batt faz careta ao jogar pedra de 12,5 kg durante campeonato na Suíça (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)Em Walenstadt, Urs Hasler joga pedra de 40 kg durante prova de campeonato (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)Em Walenstadt, Urs Hasler joga pedra de 40 kg durante prova de campeonato (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)Competição rural consiste em arremessar pedras de diferentes pesos o mais longe possível (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)Competição rural consiste em arremessar pedras de diferentes pesos o mais longe possível (Foto: Keystone,Gian Ehrenzeller/AP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Contra espionagem, governo quer sistema de e-mail nacional

O Ministério das Comunicações pediu para os Correios desenvolverem um sistema de e-mail totalmente nacional. O pedido foi feito após as primeiras denúncias de que ações de espionagem dos Estados Unidos monitoravam comunicações eletrônicas no Brasil.

Reportagens do jornal “O Globo” publicadas a partir de 6 de julho, com dados coletados pelo ex-técnico da CIA, Edward  Snowden, mostraram que milhões de e-mails e ligações de brasileiros e estrangeiros em trânsito no país foram monitorados.

Neste domingo, reportagem do Fantástico mostrou que também a presidente Dilma Rousseff foi alvo das ações de espionagem dos EUA.

Cronologia Snowden (Foto: Arte/G1)

Com o sistema de e-mail desenvolvido pelos Correios, o governo quer tornar mais difícil a espionagem e o acesso a dados de comunicação eletrônica dos brasileiros.

De acordo com a assessoria do Ministério das Comunicações, ainda não há uma data definida para  o lançamento do novo sistema de e-mail.

Denúncia
Documentos classificados como ultrassecretos, que fazem parte de uma apresentação interna da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, obtidos com exclusividade pelo Fantástico, mostram a presidente Dilma Rousseff, e o que seriam seus principais assessores, como alvo direto de espionagem da NSA. Um código indica isso.

O jornalista Glenn Greenwald, coautor da reportagem, foi quem recebeu os papéis das mãos de Edward Snowden – o ex-analista da NSA que deixou os EUA com documentos da agência com a intenção de divulgar o sistema de espionagem americano no mundo.

Glenn afirmou que recebeu o documento na primeira semana de junho, quando esteve com Snowden em Hong Kong. “Ele me deu esses documentos com todos os outros documentos no pacote original.”

O pacote tinha milhares de documento secretos. Glenn analisou esses papéis com Snowden durante uma semana em Hong Kong. Pouco depois, Snowden fugiu para a Rússia, onde passou 38 dias na área de trânsito do aeroporto de Moscou, até ter seu pedido de asilo aceito no país.

Durante a produção, a reportagem conversou com Snowden por um programa de bate-papo protegido contra espionagem. Escondido em algum ponto do território russo, ele disse que por exigência do governo local não pode comentar o conteúdo dos papéis, mas disse que acompanha a repercussão que os documentos estão tendo pelo mundo, inclusive no Brasil.

Fantástico: como é que a gente pode avaliar o documento e saber se foram operações que foram consumadas, e não apenas projetos?

“Ficou muito claro, com esses documentos, que a espionagem já foi feita, porque eles não estão discutindo isso só como alguma coisa que eles estão planejando. Eles estão festejando o sucesso da espionagem”, afirmou Glenn.

Os documentos mostram que foi feita espionagem de comunicações da presidente Dilma com seus principais assessores. Também é espionada a comunicação dos assessores entre eles e com terceiros.

A apresentação secreta se chama “filtragem inteligente de dados: estudo de caso México e Brasil.” Segundo a apresentação, o programa possibilita encontrar, sempre que quiser, uma “agulha no palheiro.”

O palheiro, no caso, é o volume imenso de dados a que a espionagem americana tem acesso todos os dias, espionando as redes de telefonia, internet, servidores de e-mail e redes sociais. A agulha é quem eles escolherem.

No documento, de junho de 2012, são dois alvos: o presidente do México, Enrique Peña Nieto, então candidato líder nas pesquisas para a presidência, e a presidente do Brasil, Dilma Rousseff.

Como funciona
Selecionado o alvo, são monitorados os números de telefone, os e-mails e o IP (a identificação do computador). É feito o mesmo para os interlocutores escolhidos – no caso, assessores.

O que eles chamam de um “pulo” é toda a comunicação entre o alvo e os assessores. Um “pulo e meio” é quando os assessores conversam entre eles. “Dois pulos” é quando eles conversam com outras pessoas.

Investigação de Peña Nieto
Para espionar o então candidato mexicano Peña Nieto, o serviço de segurança internacional da NSA para América Latina – fez uma ação intensiva. Para isso, usou dois programas – um deles é chamado “Mainway” e serve para coletar o grande volume de informações que passa pelas redes de comunicação.

As mensagens de texto por telefone do candidato também foram interceptadas, usando o programa “Association”, que pega as informações que circulam nas redes sociais. Daí, as mensagens vão para outro filtro – o “Dishfire” – que busca por determinadas palavras-chave.

Sob o título “mensagens interessantes”, está a prova de que o conteúdo das mensagens foi acessado. Dois trechos são citados. Num deles, Peña Nieto conta quem seriam alguns de seus ministros – que só tomariam posse seis meses depois da eleição.

Investigação da presidente Dilma
Na sequência, vem a explicação de como foi feita a espionagem da presidente Dilma. “Goal” é o objetivo da operação: “melhorar a compreensão dos métodos de comunicação e dos interlocutores da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e seus principais assessores”.

O que eles chamam de “sementes” são os endereços eletrônicos e números de telefones monitorados.

Um dos programa usados pela NSA é chamado de “DNI selectors” – que segundo outro documento vazado por Snowden, captura tudo o que o usuário faz na internet, incluindo o conteúdo de e-mails e sites visitados.

Um gráfico mostra toda a rede de comunicações da presidente com seus assessores. No gráfico, cada bolinha representa uma pessoa.

A imagem ampliada mostra que legendas ou nomes de quem teve a comunicação interceptada foram apagados para a apresentação.

No documento, não há exemplos de mensagens ou ligações entre a presidente e seus ministros, como aconteceu quando o agora presidente do México foi mencionado.

Mas na última página o documento diz que o método de espionagem usado é “uma filtragem simples e eficiente que permite obter dados que não são disponíveis de outra forma. E que pode ser repetido.” Se pode ser repetido, tudo indica que foi levado a cabo.

Conclui, ainda, dizendo que a união de dois setores da NSA teve sucesso contra alvos de alto escalão: Brasil e México. Alvos importantes, que sabem do perigo de espionagem e protegem sua comunicação. Novamente, se houve sucesso é porque foram exemplos reais.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Gerente de hotel filma onça pintada no Parque Nacional do Iguaçu, no PR

Uma onça que vive no Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, tem sido motivo de curiosidade dos visitantes que vão até o local que abriga, entre as atrações, as Cataratas do Iguaçu. Imagens gravadas recentemente pelo gerente do hotel do parque mostram o felino bem próximo à estrada que leva até o Parque.

Esse tipo de registro é raro, sobretudo porque a onça costuma aparecer apenas no período noturno. Quando percebeu o animal, o gerente Celso Valle correu para pegar a câmera fotográfica e registrar o encontro. “Quando eu estava passando pela terceira vez, eu vi a onça em cima do barranco. Aí, foi aquela emoção, todo mundo super agitado. Comecei a fotografar e ela não ia embora. Ficamos uns 15 minutos cara a cara com a onça”, lembra. O vídeo que Valle gravou tem cerca de um minuto.

A mesma onça também foi vista no fim de 2012. Câmeras da bilheteria do Macuco Safari, uma das atrações do Parque Nacional, registraram o passeio que o animal fez dentro da construção durante uma noite.Apesar da proximidade, os biólogos do Parque dizem que não há risco para os visitantes. “Isso não nos preocupa. Não existe no histórico da espécie ataques a humanos sem que tenha sido provocado”, explica o diretor de manejo do parque, Apolônio Rodrigues.

Monitoramento
Desde fevereiro deste ano, os biólogos têm acompanhado todos os passos da onça. Após captura-la, os cientistas instalaram um colar que indica, via satélite, os pontos exatos onde ela se encontra. “Com o animal com colar, a gente vai ter um acompanhamento a longo prazo e a gente pode ter a felicidade de encontrar ela um dia com um filhote e indicar que a população no parque está melhorando”, diz a bióloga Maria Xavier da Silva.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Graças a algoritmo, bactérias podem entoar hino nacional argentino

Página do grupo de pesquisa explica o projeto capaz de transformar qualquer música em informações capaz de serem inseridas no DNA. (Foto: UADE/Divulgação)Página na internet do grupo de pesquisa argentino explica o projeto, que permite transformar qualquer música em informações capaz de serem inseridas no DNA. (Foto: UADE/Divulgação)

Cientistas argentinos conseguiram transformar, graças a um algoritmo, o hino nacional em informação não genética que pode ser armazenada no DNA de uma bactéria e, a partir dali, recuperada novamente em forma de música.

O projeto foi realizado por um grupo de alunos e pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Universidade Argentina da Empresa (UADE), em Buenos Aires.

Além disso, desenvolveram uma ferramenta online para que qualquer pessoa possa transformar música em formato genético de DNA (ácido desoxirribonucleico) e vice-versa.

Graças a este algoritmo é possível, por exemplo, escutar o vírus HIV no piano ou dançar ao ritmo do colágeno.

‘Queríamos demonstrar que era possível armazenar informação não biológica em DNA utilizando ferramentas informáticas simples’, explicou Federico Prada, diretor da licenciatura em Bioinformática da UADE e responsável pelo projeto.

Prada explicou que a equipe usou como base duas publicações recentes das revistas ‘Science’ e ‘Nature’ para desenvolver seu próprio algoritmo.

‘A obra musical selecionada era um detalhe menor, mas optamos pelo hino nacional argentino porque este ano é o bicentenário de sua criação e queríamos fazer uma homenagem’, afirmou Prada.

‘Possivelmente, a característica mais importante das bactérias é a capacidade de duplicar a informação genética a cada 20 minutos. São nossas ‘fotocopiadoras de informação’. Em uma noite de crescimento e divisão celular, poderíamos conseguir uma cópia do hino para cada habitante do planeta terra’, concluiu.

Federico Prada coordenou as ações dos estudantes de Bioinformática Guido de Luca e Verónica Di Mateo e da docente Julieta Nafissi.

Página na internet
Guido de Luca explicou que o algoritmo, disponível no site do grupo, além de permitir transformar a música em informação armazenável no DNA, também guarda dados sobre a duração e o volume das notas.

O estudante acrescentou: ‘Hoje, (a ferramenta) só aceita informação musical em formato MIDI, mas estamos trabalhando para que possa aceitar qualquer informação digital’.

Segundo Julieta Nafissi, introduzir a informação não afeta a bactéria. ‘A bactéria só atua como um condutor, como uma biblioteca portadora de informação. As estantes de madeira que sustentam os livros em uma biblioteca não sabem ler, mas funcionam muito bem como suporte de informação’, disse.

A pesquisadora afirmou que ‘também não afetaria uma pessoa’, mas que ‘o projeto não está pensado para utilizar pessoas como transportadores de informação não biológica’.

A bactéria se transformou em um organismo transgênico que contém uma molécula de DNA recombinante: uma parte natural e outra modificada pelo homem.

O primeiro passo foi encontrar um algoritmo que permitisse transformar música em uma sequência composta por nove bases de DNA.

Estas sequências partem da combinação de quatro nucleotídeos, identificados com as letras A, C, G e T, que contêm informação sobre o tom e a duração de cada nota.

Não só conseguiram transformar a partitura do hino nacional argentino em uma extensa sucessão de letras como também descobriram uma forma de traduzir qualquer outra composição para a linguagem genética.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Cloud amadurece em solo nacional em termos de adoção e conhecimento

Estudo da Frost & Sullivan indica que 53% das empresas afirmam ter um bom conhecimento sobre o conceito, enquanto 15% declaram ter ótimo conhecimento.

19 de fevereiro de 2013 – 14h50

As empresas brasileiras estão mais familiarizadas com o conceito de cloud computing, indica estudo realizado pela Frost & Sullivan. Dos entrevistados no Brasil, 53% afirmaram ter um bom conhecimento sobre o tema, enquanto 15% declaram ter um ótimo conhecimento. 

O levantamento, realizado no País e no México, teve como objetivo analisar o grau de adoção de computação em nuvem nos próximos dois anos, em relação à infraestrutura como serviço (IaaS), plataforma como serviço (PaaS) e software como serviço (SaaS). 

Embora as organizações conheçam melhor o conceito, o relatório aponta que algumas questões devem ser esclarecidas e melhor explicadas para o mercado, principalmente em relação a segurança desse modelo de negócio, que ainda é considerada a principal barreira para sua adoção.

“Quando perguntamos às empresas a respeito de quem seriam os principais provedores de soluções de nuvem, concluímos que algumas tinham sido citadas pelo simples fato de possuírem um data center”, observa Bruno Tasco da Frost & Sullivan.

Ele afirma que ainda há um longo caminho a percorrer para educar o mercado e reduzir as barreiras culturais principalmente relacionadas à segurança. “Dessa maneira, as empresas têm optado por investir em nuvens privadas por receio de ter a infraestrutura compartilhada com outras companhias”, completa.

Para Tasco, 2013 será um ano que veremos cada vez mais adoções de nuvem. “Inclusive em função do fortalecimento de novos provedores, como Embratel e Oi, que tendem a investir em comunicação com o mercado para atrair novos clientes”, finaliza.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,