RSS

Arquivo da tag: Mobile

Brasília recebe feira de conteúdo ‘mobile’ nesta sexta e sábado

Palestrantes em feira realizada em 2013 (Foto: BRAPPS/Divulgação)Palestrantes em feira realizada em 2013
(Foto: BRAPPS/Divulgação)

Brasília recebe nesta sexta-feira (25) e sábado (26) a segunda edição do “Brazilian Applications Seminar”, considerado um dos maiores eventos de conteúdo tecnológico móvel da América Latina. As inscrições para participar do evento podem ser feitas no pela internet. Os ingressos custam entre R$ 30 e R$ 150.

A feira vai reunir empresas, investidores, desenvolvedores e startups no Arena Brasília, no Shopping Iguatemi. Durante o evento, serão apresentadas palestras, feiras de exposição e ações de empreendedorismo digital.

Produtos e cases tecnológicos também serão apresentados durante a programação. A feira tem participação ainda de fundos internacionais de investimento.

Brazilian Applications Seminar

Data: Sexta-feira (25) e Sábado (26)
Local: Arena  Brasília – Shopping Iguatemi /  SHIN CA 4 – Lote A – Lago Norte – Brasília/DF
Credenciamento: a partir das 09h30
Início das Palestras: 10h

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Sony Mobile quer dobrar capacidade de produção no Brasil em 2014

A Sony Mobile planeja dobrar sua capacidade de produção de celulares no Brasil no próximo ano, numa estratégia para ampliar sua participação em um dos mercados em que a marca mais cresce no mundo, afirmou o presidente da companhia para o país.

Nos planos da divisão de dispositivos móveis da Sony está o aumento de portfólio de aparelhos com foco nas tecnologias de terceira e quarta geração (3G e 4G), e aproveitar o previsto aumento no consumo do país com a Copa do Mundo.

“A gente poderia estar vendendo mais. Hoje temos uma situação de um problema bom, de termos mais demanda que nossa capacidade de produção”, disse Ricardo Junqueira, presidente da Sony Mobile Brasil, sem revelar números.

“A gente está estudando todas as alternativas”, afirmou o executivo, ao ser questionado sobre um eventual aproveitamento de capacidades de produção da divisão de eletrônicos em Manaus na ampliação de produção de celulares no país.

Atualmente, os modelos da Sony Mobile são produzidos sob contrato com a Foxconn, numa fábrica no interior de São Paulo dedicada exclusivamente aos produtos da marca.

Segundo Junqueira, um eventual aumento do contrato com a Foxconn, em vez de produção própria pela Sony Mobile, também está sendo estudado. “Nos próximos meses deveremos ter uma conclusão (…) Obviamente, a Foxconn é um grande parceiro nosso no Brasil e mundialmente”, disse ele, evitando dar detalhes sobre nível atual de produção no país.

O executivo está há 15 anos no grupo Sony e assumiu em março o comando da recém-criada divisão no país. Antes da reformulação da unidade, as operações no Brasil eram comandadas por uma divisão que reunia toda a América Latina.

Com a reformulação, a empresa poderá acelerar no Brasil o lançamento de modelos anunciados no exterior, de até três meses para quatro semanas, no máximo, disse Junqueira.

A empresa, que no Brasil ocupa a quinta posição entre os maiores fabricantes de celulares inteligentes, planeja se tornar a terceira maior do segmento, apesar de não revelar informações específicas sobre participação. Procurada, a empresa de medição de mercado GfK informou que não pode divulgar dados sobre fatias das empresas no segmento.

No mundo, a Sony Mobile, que produz celulares com o sistema operacional Android, do Google, tem pela frente a sul-coreana Samsung e a norte-americana Apple, que mais recentemente lançou modelo do iPhone voltado a mercados emergentes como Índia e China.

O momento da formação da Sony Mobile é favorável para a empresa, que pode ser favorecer de problemas vividos por rivais.

Neste mês, a canadense BlackBerry firmou acordo para ser vendida para um fundo de investimentos por 4,7 bilhões de dólares e fechará seu capital e a Nokia, antiga líder em smartphones, teve a área de celulares vendida à Microsoft por 7,2 bilhões.

“Alguns concorrentes estão em um período de transição, por isso que a gente vislumbra a necessidade de acelerar”, disse Junqueira.

MAIS BARATO

A estratégia de ampliação do porfólio também está sendo adotada pela Sony Mobile no Brasil, onde a empresa ingressou neste ano na categoria de preço de 499 reais, com modelo capaz de operar com chips de duas operadoras celulares. Até 2012, o modelo mais barato pela companhia custava 799 reais.

Segundo Junqueira, o segmento de aparelhos até 499 reais representa mais de 70 por cento do mercado de smartphones do Brasil, o que ampliou a atuação da empresa no país. Não há planos para o curto prazo de oferta pela empresa de aparelhos abaixo desse patamar.

Ele afirmou que a recente valorização do dólar contra o real ainda não gerou aumentos significativos de preços dos produtos do setor no país, mas isso poderá ser revisto. “No curto prazo, fica difícil reposicionar preços (…) Mas se continuar nestes patamares, veremos.”

“Mas não é uma variação de 10 a 15 por cento no preço que poderá afetar a demanda no Brasil. Isso pode afetar em mercados mais maduros.”

Apesar do crescimento lento da economia brasileira neste ano, Junqueira afirmou que a expectativa para o mercado de smartphones do país é crescer de 19 milhões de unidades em 2012 para 29 milhões este ano, o equivalente a um faturamento de 18 bilhões de reais pelo setor.

Para 2014, a estimativa é de 36 milhões de smartphones e 23 bilhões de reais em receitas. Em tablets, a previsão é 7,2 milhões de unidades em 2013 e 8,9 milhões em 2014, segundo dados da empresa de pesquisa IDC, citados pela Sony.

“Não tem nada que sinalize que o mercado brasileiro vá se retrair nos próximos 12 a 24 meses (…) Se for para 34 milhões de unidades em 2014, mesmo assim vai ser um forte crescimento”, disse Junqueira. Ele exibiu modelos de smartphones premium, como o Z1 e Z Ultra, que serão lançados a partir de outubro com recursos de televisão digital, algo incomum no segmento.

A companhia está ampliando o porfólio no país de 3 aparelhos em 2012 para 9 este ano, incluindo um tablet importado. Para o ano que vem, deve ampliar o volume de modelos lançados para além do número deste ano, afirmou Junqueira, acrescentando que, eventualmente, o tablet também poderá ser produzido no país.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Claro e Poli/USP promovem competição de aplicativos Campus Mobile

Iniciativa vai eleger os melhores projetos de soluções para dispositivos móveis desenvolvidas por estudantes de todo o Brasil.

Não é necessário ser especialista nem mesmo ter noções avançadas de tecnologia da informação (TI). Basta ter uma boa ideia de aplicativo na cabeça e decidir colocá-la em prática. Esta é a proposta do Campus Mobile, uma iniciativa promovida pelo Instituto Claro com o apoio do Laboratório de Sistemas Integráveis da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (LSI/Poli/USP).

O programa tem o objetivo de revelar talentos e estimular o empreendedorismo entre jovens estudantes de todo o Brasil, independentemente de sua área do conhecimento. As inscrições terminam no dia 12 de abril e podem ser feitas pelo hotsite da competição. 

Em sua segunda edição, o Campus Mobile aceitará projetos em duas categorias: tecnologias sociais, na qual serão selecionados aplicativos que promovam benefícios ambientais, educativos, de saúde ou cidadania; e empreendedorismo, cujo foco são inovações em dispositivos móveis que facilitem o dia-a-dia das pessoas. 

Na categoria tecnologias sociais, até três colocados ganharão uma viagem para conhecer o MIT – Massassuchets Institute of Tecnology, celeiro de jovens inovadores dos EUA. Já na categoria empreendedorismo, a premiação é de 10 mil reais (5 mil reais para o 1º colocado, 3 mil reais para o 2º colocado, e 2 mil reais para o 3º colocado). 

Prêmio maior 

Para os jovens que participam do Campus Mobile, o prêmio maior é a perspectiva de colocar em prática uma ideia, pois eles recebem suporte para o desenvolvimento do projeto e podem finalizá-lo, caso sejam vencedores. 

Na edição passada, o universitário Iury Valls, de um curso de administração de Porto Alegre (RS), teve a ideia de criar um serviço de geolocalização para rastrear ofertas de produtos e serviços mais baratos, que estivessem disponíveis na área próxima ao dispositivo móvel. Ao andar por uma rua, o usuário seria avisado de uma promoção relâmpago, por exemplo. Batizado de Offering, o aplicativo foi finalizado com a ajuda do Campus Mobile. 

O desenvolvimento deste aplicativo, feito por um jovem sem relação direta com a área de TI, foi possível graças ao Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), do Campus Mobile. Os autores dos projetos recebem apoio virtual de tutores para alavancar suas ideias. Também participam de um encontro presencial no qual recebem orientações práticas e participam de oficinas e palestras sobre telecomunicações, criatividade, inovação e empreendedorismo. Neste ano, o encontro será no mês de julho, em São Paulo. 

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Casas Bahia lança site mobile para compras via smartphones e tablets

Novo site mobile da empresa conta com mais de 120 mil itens, incluindo utilidades domésticas, eletroeletrônicos, portáteis, móveis e artigos para decoração.

A rede de varejo Casas Bahia agora permite aos consumidores realizarem compras em seu site diretamente por meio de smartphones ou tablets. Para isso, a empresa nacional lançou um site mobile com a funcionalidade de venda.

Agora é possível encontrar toda a loja virtual na versão móvel do site, com mais de 120 mil itens, distribuídos em 24 categorias diferentes, incluindo utilidades domésticas, eletroeletrônicos, portáteis, móveis e artigos para decoração – além de poder utilizar serviços personalizados como a lista de casamento. A primeira página destaca as principais ofertas do dia e contém a lista completa das categorias de produtos, um campo para busca e outro para acompanhamento dos pedidos. 

“Essa nova plataforma de vendas foi desenvolvida em linha com nosso compromisso em proporcionar a melhor experiência de compras para os fregueses da marca. Seu desempenho será continuamente monitorado com o objetivo de identificar pontos de melhoria e aprimorar cada vez mais nossos produtos e serviços”, diz Vicente Rezende, diretor de marketing da marca.

Para realizar uma compra, basta escolher os produtos que deseja e finalizar o pagamento escolhendo alguma das opções do site, que incluem cartão de crédito (com opção de parcelamento em até 12 vezes sem juros), boleto ou débito online.

casasbahiamobile01.jpg

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Virgin Mobile levanta US$ 34 mi para começar a operar na Colômbia

Operadora móvel virtual (MVNO) entrou na América Latina no ano passado, com lançamento dos serviços no Chile.

18 de fevereiro de 2013 – 19h05

A Virgin Mobile Latin America (VMLA), operadora móvel virtual (MVNO) do Virgin Group, controlado pelo bilionário Richard Branson, se prepara para lançar operação na Colômbia, o segundo País  da região a ser explorado pela companhia. Para entrar nesse mercado, a empresa levantou novos fundos da ordem de 20 milhões de dólares. Os recursos serão somados com um financiamento de 14 milhões de dólares acertado recentemente com a International Finance Corporation.

Desde a sua entrada na América Latina, a VMLA já conseguiu fundos de 74 milhões de dólares para o lançamento  Virgin Mobile na América Latina. Com os fundos adquiridos, a VMLA promete oferecer novos serviços para os clientes na América Latina.

A Virgin Mobile foi pioneira no conceito MVNO no Reino Unido, criada em 2010 pelos co-fundadores Peter Langkilde, Jay Metcalfe e Phil Wallace. A entrada na América Latina foi pelo Chile, com lançamento da operação na metade de 2012. Segundo a companhia, a operadora já conquistou aproximadamente 1% de participação no mercado móvel chileno.

Investidores

O acionista Hermes Growth Capital e investidor-fundador do ePlanet Capital liderou a última rodada de conquista de fundos, com a Souter Investments e Virgin Group também apoiando financeiramente o negócio.

Os novos investidores que participaram desta rodada, incluem Archimedia, braço de investimento do empresário John Hunt; a Himark Investments Inc., subsidiária da MCKpital; e o escritório de investimento de um grupo de mineração líder no Peru.

A VMLA pretende expandir sua marca por toda a América Latina, juntamente com uma crescente rede de operações atendendo quase 20 milhões de clientes no mundo todo.

O Virgin Group, de Richard Branson, é um importante acionista da VMLA e proporciona contínuo apoio à empresa, particularmente no que diz respeito ao desenvolvimento da marca Virgin Mobile na América Latina.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Usuários de mobile banking triplicam no Brasil

Número de correntistas que acessa o banco por smartphone cresceu 2,7 vezes em 2012, segundo dados da Febraban.

O crescimento vertiginoso das vendas de smartphones no Brasil está impulsionando o avanço do mobile banking no País. Dados divulgados nesta quarta-feira (17/04) pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) revelam que o volume de transações por meio dos dispositivos móveis aumentou 333% ano passado. Em 2012, foram realizadas 823 milhões de transações por esse canal, ante 190 milhões de operações registradas no ano anterior.

O número de usuários de mobile banking cresceu 2,7 vezes, segundo pesquisa realizada pela Febraban em parceria com a Booz&Company. O estudo que traz uma radiografia sobre o uso de TI nos bancos brasileiros entre 2008 e 2012, revela que atualmente existem 6 milhões de correntistas utilizando smartphones. Em 2011 esse número era 1,6 milhão de contas.

Apesar desse avanço, apenas 2,3% fazem de fato movimentações financeiras pelo mobile banking. Ou seja, a maioria utiliza o canal para consultar saldo e extrato. Para Luis Antonio Rodrigues, diretor setorial de Tecnologia e Automação Bancária da Febraban, essa taxa é significativa, considerando em 2008 a fatia do banco móvel era 0,04%.

Já o internet banking representou 39% dos 35,7 milhões de transações realizadas pelos bancos em 2012, apontado como o meio virtual preferido dos clientes. O volume de transações por esse canal subiu 23,7% no ano passado em comparação com 2011. Mas ainda assim, a web responde só por 20% das movimentações financeiras, enquanto que os ATMs processam mais de 50% das operações. 

Rodrigues afirma que os bancos têm o desafio de investir mais nesse serviço para aumentar a experiência do usuário e tornar o internet banking mais amigável.

Ao mesmo tempo em que aumenta o volume de acessos ao mobile banking e internet banking, cai preferência dos clientes pelos ATMs, com participação de 26% do número de transações em 2012, ante 27% em 2011. 

Os POS (máquinas usadas pelo varejo) reduziram de 13% para 12% a fatia no volume de transações financeiras, enquanto o call center respondeu por 4% das operações. Já a fatia da agência diminuiu de 12% para 11% sua representação nas transações no ano passado.

Com o aumento do acesso ao banco pelos canais virtuais, as instituições registraram uma redução do custo por transação, que passou de 0,27 centavos para 0,25 centavos em 2012. Em 2008, esse valor estava em 0,30 centavos.

Rodrigues observa que essas quedas refletem no comportamento do usuário que prefere usar mais os meios virtuais que os tradicionais para acessar o banco. Essa tendência sinaliza que o call center e a agência terão de mudar o seu papel e focar mais no relacionamento com os clientes.  

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Kit de desenvolvimento para PlayStation Mobile, da Sony, está disponível

O software público, há muito tempo em forma beta, permite aos programadores criar jogos para a nova plataforma da Sony.

21 de novembro de 2012 – 16h44

A Sony lançou a primeira versão pública do software para criar jogos para PlayStation Mobile, sua plataforma de games para celulares e tablets.

A divisão de jogos da companhia afirmou na terça-feira (20/11) que está oferecendo agora uma versão pública do seu SDK (kit de desenvolvimento de software) por cerca de 100 dólares para a Austrália, Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Espanha, Reino Unido e EUA.

O PlayStation Mobile é a plataforma de jogos da Sony para dispositivos baseados em Android produzidos por terceiros. A empresa está tentando atrair os fabricantes de hardware e desenvolvedores de jogos para o programa – uma repartição de seu tradicional console – onde é cobrado de desenvolvedores o direito de produção e venda de software PlayStation.

A Sony tentará controlar rigidamente o ambiente de jogo no PlayStation Mobile: todo software será aprovado pela empresa, e só vai rodar em dispositivos por ela certificados. A companhia também ressaltou que jogos na plataforma serão bem diferentes dos principais títulos para os consoles PlayStation, dizendo que vai oferecer “experiências semelhantes” aos usuários.

A empresa tem se esforçado bastante em atrair desenvolvedores para a nova plataforma, definindo o custo de desenvolvimento igual aos encargos que a Apple aplica para o desenvolvimento de aplicativos para iOS e oferecendo suporte online para questões técnicas.

A Sony lançou no ano passado uma versão beta do SDK, que incluia ferramentas de desenvolvimento e de software, e afirmou que o lançamento oficial ocorreria em novembro.

A empresa vai utilizar um esquema de preço pelo qual os desenvolvedores poderão vender os seus títulos por atacado para a empresa, e então a Sony venderá os títulos por preço de varejo aos usuários finais. Como um exemplo de valores, a empresa disse que um jogo com preço de atacado de 70 centavos de dólar será revendido por cerca de um dólar ao usuário final.

Vendo pelo lado do dispositivo, o PlayStation Mobile funciona em smartphones Sony Xperia, tablets e seu no portátil Vita. Ele também está disponível em um pequeno número de telefones fabricados pela Sharp, bem como a linha de smartphones “One”, da HTC.

A Sony também fechou negócio com a Asus para desenvolver dispositivos para sua plataforma, que anteriormente era chamada de PlayStation Suite.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,